Pular para o conteúdo principal

CAETANÓPOLIS / MG - EDIÇÃO ESPECIAL - CCC - COMPANHIA CEDRO E CACHOEIRA DE FIAÇÃO E TECELAGEM






















BEM VINDO DENOVO A CAETANÓPOLIS, CIDADE QUE FICA NA ZONA METALÚRGICA À 96 QUILÔMETROS DE BELO HORIZONTE.
NESTA EDIÇÃO ESPECIAL, MOSTRAREMOS A CCC (COMPANHIA CEDRO E CACHOEIRA) DE FIAÇÃO E TECELAGEM.
UM EMPRESA CENTENÁRIA E PIONEIRA NO GÊNERO NAS MINAS GERAIS.
foto - Thymonthy Becker Comunicação
EM 1864, OS IRMÃOS BERNARDO CAETANO, FILHOS DO MAJOR ANTÔNIO GONÇALVES DA SILVA MASCARENHAS, PROCURAVAM SEU IRMÃO MAIS VELHO ANTÔNIO CÂNDIDO, RESIDENTE NAS PROXIMIDADES DE TABOLEIRO GRANDE, HOJE PARAOPEBA, E O CONVIDARAM PARA SÓCIO DE UMA FÁBRICA DE TECIDOS QUE SERIA MONTADA NA FAZENDA DAS PONTES, HOJE CAETANÓPOLIS.
ORGANIZADA A SOCIEDADE, DELIBERAM QUE BERNARDO SEGUISSE PARA OS ESTADOS UNIDOS A FIM DE ADQUIRIR OS NECESSÁRIOS TEARES. 
E ASSIM, EM PRINCÍPIOS DE 1868, JÁ SE INAUGURAVA NO MUNICÍPIO A PRIMEIRA FÁBRICA DE TECIDOS DE MINAS GERAIS E A 3ª DO BRASIL, CONTANDO 18 TEARES.
EM 1901, FORAM INSTALADAS A PRIMEIRA ESTAMPARIA DE TECIDOS DE MINAS E A SEGUNDA USINA ELÉTRICA PARA ILUMINAÇÃO PÚBLICA DO ESTADO (TERMELÉTRICA). 
EM 1906 FOI CONSTRUÍDA A PRIMEIRA LINHA TELEFÔNICA DE LONGA EXTENSÃO DO ESTADO DE MINAS, COM 24 QUILÔMETROS, LIGANDO A ANTIGA LOCALIDADE DE CEDRO À ESTAÇÃO DE TABOCAS, DA ESTRADA DE FERRO CENTRAL DO BRASIL. 
foto - Thymonthy Becker Comunicação
O NOME CAETANÓPOLIS É UM PLEITO DE GRATIDÃO ÀQUELE QUE FOI O IDEALIZADOR DA 1º FÁBRICA DE TECIDOS EM MINAS GERAIS: O CORONEL CAETANO MASCARENHAS. 
foto - Thymonthy Becker Comunicação
AS CONSTRUÇÕES DENTRO DA CIA CEDRO E USADAS COMO DEPARTAMENTOS DA EMPRESA, ERAM DA ANTIGA VILA CONSTRUÍDA PARA OS FUNCIONÁRIOS QUE ALI TRABALHAVAM QUANDO DE SUA INAUGURAÇÃO. AQUI PODE-SE LER A PALAVRA "GRAVAÇÃO"
foto - Thymonthy Becker Comunicação
AS CONSTRUÇÕES VISTA MAIS DE LONGE.
foto - Thymonthy Becker Comunicação
ESTAS DUAS CONSTRUÇÕES MOSTRAM A ARQUITETURA USADA NA ÉPOCA DA CONSTRUÇÃO DA CIA CEDRO.
foto - Thymonthy Becker Comunicação
AQUI ELAS DE UM OUTRO ÂNGULO
foto - Thymonthy Becker Comunicação
AQUI PODEMOS VÊ-LA MAIS DE PERTO
foto - Thymonthy Becker Comunicação
ESTA EH A SIRENE DA CIA CEDRO. EH ACIONADA PARA INICIO E FIM DE JORNADA DE TRABALHO.
foto - Thymonthy Becker Comunicação
PODEMOS VER QUE EXISTEM MUITOS ESPAÇOS ENTRE AS CONSTRUÇÕES, QUE FORMA TRANSFORMADOS EM BELOS JARDINS, E QUE SERIAM AS RUAS DA ENTÃO VILA.
foto - Thymonthy Becker Comunicação
AQUI VOCE PODE VER OS POSTES PARA ACIONAMENTO DAS BANDEIRAS E TRÊS POSTES DE MADEIRA QUE REPRESENTAM O REFLORESTAMENTO FEITO PELA EMPRESA E A MADEIRA USADA NA CONSTRUÇÃO DA FÁBRICA.
foto - Thymonthy Becker Comunicação
AQUI, NESTA CONSTRUÇÃO, FUNCIONA O MUSEU TÊXTIL
foto - Thymonthy Becker Comunicação
AQUI NO MUSEU TÊXTIL DÉCIO MASCARENHAS, MANTIDO PELA CEDRO, FUNCIONANDO DESDE 1983 COM UM ACERVO DE MAIS DE 1.000 PEÇAS. 
EH O MAIS COMPLETO MUSEU TÊXTIL DO PAÍS.
REFERÊNCIA PARA ESTUDANTES, HISTORIADORES, ESTUDIOSOS E EMPRESÁRIOS DO SETOR, ALÉM DA COMUNIDADE LOCAL. 
O ESPAÇO RECEBE APROXIMADAMENTE 1.500 VISITANTES POR ANO, CUMPRINDO O PAPEL DE PRESERVAR E PERPETUAR A HISTÓRIA DA INDÚSTRIA TÊXTIL NACIONAL.
foto - Thymonthy Becker Comunicação
O MUSEU VISTO DE OUTRO ÂNGULO
foto - Thymonthy Becker Comunicação
ESTES SÃO OS RESTOS PRESERVADOS DO PRIMEIRO EUCALIPTO PLANTADO PELA CEDRO
foto - Thymonthy Becker Comunicação
E AQUI A AROEIRA USADA NA CONSTRUÇÃO DA CIA CEDRO. PRESERVADO E FAZ PARTE DO ACERVO DO MUSEU.
foto - Thymonthy Becker Comunicação
ENTRADA DO MUSEU
foto - Thymonthy Becker Comunicação
ESTE SINO, QUE FOI SUBSTITUÍDO PELA SIRENE, TAMBÉM EH PARTE DO ACERVO DO MUSEU.
foto - Thymonthy Becker Comunicação
A VARANDA DO MUSEU QUE FUNCIONA EM UM DOS ANTIGOS CASARÕES DA ENTÃO VILA.
foto - Thymonthy Becker Comunicação
UMA JUSTA HOMENAGEM
foto - Thymonthy Becker Comunicação
AQUI PODEMOS VER AS RODAS USADAS NOS CARROS DE TRANSPORTE, QUE SÃO TAMBÉM PARTE DO ACERVO DO MUSEU
foto - Thymonthy Becker Comunicação
AQUI PODEMOS VER DE UM OUTRO ÂNGULO
foto - Thymonthy Becker Comunicação
O PRÉDIO DO MUSEU VISTO DE LONGE
foto - Thymonthy Becker Comunicação
A RODA DE MADEIRA
foto - Thymonthy Becker Comunicação
AQUI ELA VISTA MAIS DE PERTO
foto - Thymonthy Becker Comunicação
NUMA VISÃO MAIS AMPLA
foto - Thymonthy Becker Comunicação
ESTA EH OUTRA RODA TAMBÉM USADA ANTIGAMENTE.
foto - Thymonthy Becker Comunicação
AQUI PODEMOS VER DUAS DELAS
foto - Thymonthy Becker Comunicação
MAIS UMA PEÇA DO MUSEU.
foto - Thymonthy Becker Comunicação
UMA VISÃO GERAL DE TODO O MUSEU QUE FUNCIONA DENTRO DA CIA CEDRO (COMPANHIA CEDRO E CACHOEIRA DE FIAÇÃO E TECELAGEM)
foto - Thymonthy Becker Comunicação
UMA VISÃO DE OUTRA CONSTRUÇÃO.
foto - Thymonthy Becker Comunicação
A CIA CEDRO FEZ 140 ANOS DE ATIVIDADE EM CAETANÓPOLIS. E CONTINUA A TODO VAPOR.
foto - Thymonthy Becker Comunicação
ESCADAS DE ACESSO AOS DEPARTAMENTOS DA CIA CEDRO.
foto - Thymonthy Becker Comunicação
OS ANTIGOS CASARÕES. AQUI FUNCIONA O ESCRITÓRIO
foto - Thymonthy Becker Comunicação
DE VOLTA AS CHAMINÉS DA CIA CEDRO E CACHOEIRA
foto - Thymonthy Becker Comunicação
NÃO FOI POSSÍVEL FAZER IMAGENS NO INTERIOR DO MUSEU. INFELIZMENTE.

VOCE VIU E FICOU SABENDO UM POUCO DA HISTÓRIA DA INDUSTRIA TÊXTIL NAS MINAS GERAIS, MAIS ESPECIFICAMENTE DA CIA CEDRO E CACHOEIRA DE FIAÇÃO E TECELAGEM, QUE FICA NA CIDADE DE CAETANÓPOLIS, E QUE FOI A PIONEIRA NESTE TIPO DE ATIVIDADE NAS MINAS GERIAS E TERCEIRA DO BRAZIL.
ESPERAMOS QUE TENHA VALIDO A PENA SUA VISITA
ATÉ UMA PRÓXIMA OPORTUNIDADE.

-->

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ITABIRA / MG - MURIAÉ / MG - SANTA LUZIA / MG - PEDRO AFONSO / TO - OURO PRETO / MG

IGREJA DE NOSSA SENHORA DO ROSÁRIO EM ITABIRA / MG
foto - Roberta Soriano
MATRIZ DE NOSSA SENHORA DA SAÚDE, INTERIOR E LATERAL EM ITABIRA / MG
foto - Roberta Soriano
foto - Roberta Soriano
foto - Roberta Soriano
foto - Roberta Soriano
CAPELA DE SÃO E NO CONTEXTO DA PRAÇA NA SERRA DOS ALVES EM ITABIRA / MG
foto - Barbosa
foto - Emerson Silva
CAPELA DO BOM JESUS NO MORRO REDONDO EM ITABIRA / MG
foto - Roneijober Andrade
MATRIZ DE SÃO PAULO EM MURIAÉ / MG
foto - Afrânio Bastos
CAPELA DE SÃO JOSÉ EM MURIAÉ / MG
foto - SG Trangel
IGREJA DA BARRA EM MURIAÉ / MG
foto - Tony Borrach
IGREJA DE NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO EM MURIAÉ / MG
foto - Afrânio Bastos
IGREJA DE NOSSA SENHORA DAS GRAÇAS EM MURIAÉ / MG
foto - SG Trangel
CAPELA DO BONFIM EM SANTA LUZIA / MG
foto - Antonor
CAPELA DE NOSSA SENHORA DAS DORES EM SANTA LUZIA / MG
foto - Gui Torres
IGREJA DE SANTA EFIGÊNIA EM OURO PRETO / MG
foto - Gui Torres
MATRIZ DE SANTA LUSIA, SEU INTERIOR E NO CONTEXTO DA RUA EM SANTA LUZIA / MG
foto - Antonor
foto - Gu…

CONTAGEM / POLO COMERCIAL

BOM DIA. BEM VINDO A CONTAGEM. CIDADE PROGRESSO
copyrigth "Altemiro Olinto cris"
CONTAGEM TEM 603.048 HABITANTES (IBGE 2010) QUEM NASCE EM CONTAGEM É: CONTAGENSE. O IDH DO MUNICÍPIO É DE: 0,794 - CONSIDERADO MÉDIO PELOS INDICADORES DA ONU. Na época do Brasil-colônia, a Coroa portuguesa mantinha o controle sobre os territórios ocupados através de postos avançados chamados “postos de registro”. Tais postos fiscalizavam e registravam todo o movimento de pessoas e mercadorias, cargas e tropas. Ali, os viajantes, mercadores de escravos e tropeiros eram obrigados a parar e, enquanto as mercadorias eram registradas. CONTAVAM-SE TUDO. INCLUSIVE E PRINCIPALMENTE, AS BARRAS DE OURO, QUE IAM PARA O RIO DE JANEIRO. DAÍ O NOME "CONTAGEM."
No início do século XVII, nas terras da sesmaria do capitão João de Sousa Souto Maior, um terreno conhecido como Sítio das Abóboras, foi instalado um desses postos de fiscalização. Em 1715, Dom Brás Baltasar refere-se a este posto ao escrever …

PEQUI / MINAS GERAIS - Descer de tobogã em cachoeira numa belíssima vista da cidade e cidades vizinhas, com existência de grutas, grotas e rica vegetação natural

LINHA DO TEMPO DA CIDADE DE "PEQUI" / MINAS GERAIS / BRASIL foto (acima) Thymonthy Becker BEM VINDO A CIDADE DE PEQUI. AOS PÉS DA SERRA DO RIO DO PEIXE. Pórtico da estrada da cidade de Pequi, Minas Gerais foto - Thymonthy Becker População estimada 2016 (1) - 4.369 Área da unidade territorial 2015 (km²) - 203,991 Densidade demográfica 2010 (hab/km²) - 19,98 Código do Município 3149606 Gentílico - pequiense ORIGEM DO NOME O termo significa, em tupi, "coxa áspera", e origina-se de um velho e frondoso pequizeiro, que existiu em frente a uma venda no largo da igreja, cuja sombra abrigava a população que ali se reunia Gentílico: pequiense Histórico Pequi  Minas Gerais - MG HISTÓRICO A fixação da povoação do atual município deve-se, principalmente, aos solos férteis e ao grande número de córregos e riachos que cortam a região. Pequi foi criada em 1841, quando o distrito de Santo Antônio de São Joanico, no município de Pitangui, foi dividido em dois: Pequi e Maravilha.…

ENCRUZILHADA DO SUL / RIO GRANDE DO SUL - Para quem gosta de esportes de aventura, trilhas de fora de estrada, Jeep Cross e tradicionais festas Sulinas

LINHA DO TEMPO DE "ENCRUZILHADA DO SUL" / RIO GRANDE DO SUL / BRASIL ENCRUZILHADA DO SUL / RIO GRANDE DO SUL / BRASIL
ENCRUZILHADA DO SUL, A CIDADE DA FESTA DO BUMBA MEU BOI E DAS TRILHAS DE FORA DE ESTRADA E JEEP CROSS. imagem - Ubirajara Buddin Cruz
População estimada 2016 (1) - 25.801
Área da unidade territorial 2015 (km²) - 3.348,319
Densidade demográfica 2010 (hab/km²) - 7,33
Código do Município 4306908
Gentílico - Encruzilhadense

ORIGEM DO NOME A primitiva denominação “Santa Bárbara de Encruzilhada” constituiu uma homenagem indireta ao destacamento de dragões, sediado no local, na época das lutas contra os espanhóis. Como se sabe, Santa Bárbara é ainda hoje a padroeira dos artilheiros. Por sua vez, o nome de “Encruzilhada” se prende ao fato de a cidade ter tido começo num local onde se cruzavam dois caminhos em sentido transversal. Em 1943, quando da revisão geral da toponímia brasileira, a cidade passou a chamar-se “Encruzilhada do Sul”. HISTÓRICO  Encruzilhada do Sul Rio Grande…

SÃO JOAQUIM DE BICAS

ESTA EH A CIDADE DE SÃO JOAQUIM DAS BICAS. CERCADA POR UMA PAISAGEM EXUBERANTE. TERRA NATAL DO MESTRE PEDRO AMARAL BAMBIRRA imagem - Mavalwie QUEM NASCE EM SÃO JOAQUIM DAS BICAS EH SANJOAQUIMBIQUENSE A CIDADE FAZ ANIVERSÁRIO EM 21 DE DEZEMBRO FOI FUNDADA EM 1995 SÃO JOAQUIM DE BICAS TEM  25.537 HABITANTES - IBGE 2010 - ORIGEM DO NOME Uma imagem de São Joaquim foi esculpida em madeira e colocada no topo do altar de uma capelinha que haviam construída para rezarem ao entardecer, marcando a fé e a religiosidade do povo do nosso município. A imagem de São Joaquim e a vegetação deram o primeiro nome ao arraial: São Joaquim do Campo Verde. Com o passar dos anos, o lugar passou a ser chamado de São Joaquim de Bicas, porque a busca de minerais no leito do Rio Paraopeba englobava a dragagem dos cascalhos que depois eram lavados com jatos de água (bicas). HISTÓRIA A religião foi um fato marcante na história do arraial. Os primeiros moradores construíram uma capelinha para a realização de novenas e oraçõ…

CARMO DO CAJURU / A CIDADE DOS MÓVEIS

UM AMANHECER COMO ESTE, SÓ EM CARMO DO CAJURU. 
foto - ?
ALGUNS DADOS INTERESSANTES SOBRE CARMO DO CAJURU: POPULAÇÃO: 20.018 HABITANTES (IBGE 2010) HOMENS: 9.600 (APROXIMADAMENTE) MULHERES: 9.400 (APROXIMADAMENTE) ALTITUDE: 772 METROS (MÉDIA) A ECONOMIA DO MUNICÍPIO COMEÇOU COM UMA FÁBRICA DE MANTEIGA, DEPOIS DE FARINHA E MACARRÃO. HOJE SUA ECONOMIA BASEIA-SE NA INDÚSTRIA MOVELEIRA, QUE UMA DAS MELHORES DO BRAZIL. ONDE OS MÓVEIS PRODUZIDOS EM CARMO DO CAJURU SÃO VENDIDOS EM TODO O BRAZIL E EXPORTADO PARA ALGUNS PAÍSES DO MERCO SUL

ESTE É O CASTELO DA LÍDER INTERIORES. ELE FICA NA CIDADE DE MATEUS LEME. MAS PERTENCE A FABRICA DE MOVEIS DE CARMO DO CAJURU
foto - Mauricio Cardim CARMO DO CAJURU, FOI FUNDADA EM DEZEMBRO DE 1948 QUEM NASCE EM CARMO DO CAJURU É: CAJURUENSE O IDH DO MUNICÍPIO É DE: 0,774, CONSIDERADO MÉDIO PELOS INDICADORES DA ONU EM CARMO DO CAJURU, TEM A MAIS FAMOSA FABRICA DE MÓVEIS DO PAÍS. É ALÍDER INTERIORES, QUE FABRICA OS MAIS BONITOS E MODERNOS MÓVEIS DA INDUSTRIA MOVELEIRA. A LÍDER …

DIVINÓPOLIS / MINAS GERAIS - COM O 5º MELHOR IDH, 10ª MELHOR PARA INVESTIR E CONSIDERADA A METRÓPOLE DO FUTURO SEGUNDO A REVISTA "VEJA"

LINHA DO TEMPO DE DIVINÓPOLIS / MINAS GERAIS / BRASIL  HISTÓRIA Os índios que habitavam Divinópolis, mais de quatro mil, eram um povo pacífico. A Legião da Conquista (cerca de 1400 homens fortemente armados sob o comando do Mestre de Campo Inácio Correia de Pamplona), pelos idos de 1785, expulsou a comunidade indígena na região que partiu em direção à Floresta Amazônica (Alto Xingu). Segundo o pesquisador Flávio Flora, os índios que habitavam Divinópolis eram os índios da Nação Caipó, da tribo Candidés. Manoel Fernandes Teixeira marca sua chegada em 1684, as margens do rio Itapecerica, habitadas pelos índios Candidés, o começo da cidade. Conta – se que ele era de origem portuguesa. Mais tarde em 1770, quando se tornou próspero fazendeiro doou à Mitra Arquidiocesana de Mariana um terreno de “40 alqueires de terra e um lote de casas”, onde se construiu uma capela destinada ao Divino Espírito Santo e a São Francisco de Paula, iniciando o povoado do Divino Espírito Santo do Itapecerica. A cida…

GRAMADO / RIO GRANDE DO SUL - RUAS FLORIDAS, ARQUITETURA EUROPEIA, MINI MUNDO, NEVE E VALES ENCANTADORES. NO CORAÇÃO DA SERRA GAÚCHA, UMA CIDADE INESQUECÍVEL

LINHA DO TEMPO DE "GRAMADO" / RIO GRANDE DO SUL / BRASIL foto - ?
Faltava neve à Gramado para que ela assumisse de vez o título de “Suíça brasileira”. Não falta mais: o Snowland, primeiro parque de neve artificial indoor das Américas, trouxe esportes de inverno à cidade, que já era famosa pelas construções enxaimel (aquelas de paredes esquadrinhadas com tirantes de madeira), pelas fondues nos bons restaurantes suíços e pelo climinha gostoso da Serra Gaúcha.  A cidade fica cheia o ano inteiro, seja no inverno para curtir o friozinho (com sorte, você verá até neve natural ali em julho), seja no verão para se divertir nos três meses de festa do Natal Luz. O charme se mantém na hotelaria em qualquer época, com diversas opções: grandes estruturas para famílias e conforto, privacidade e mimo para os casais em busca de romance. Pertinho, a menos de 10 km, Canela tem parques ecológicos para quem gosta de aventura. Gramado é eleito o melhor destino de inverno do Brasil foto - ? AQUI VEMOS …

SANTA BÁRBARA DO MONTE VERDE

BEM VINDO A CIDADE DE SANTA BÁRBARA DO MONTE VERDE. CAPRICHOSAMENTE ENCRAVADA ENTRE MONTANHAS. AQUI O TREVO DE ACESSO. JÁ CHEGANDO NA CIDADE. foto - Thymonthy Becker QUEM NASCE EM SANTA BÁRBARA DO MONTE VERDE EH: BARBARENSE A CIDADE FAZ ANIVERSÁRIO EM: 04 DE DEZEMBRO E FOI FUNDADA EM 1.995 O MUNICÍPIO TEM 2.788 HABITANTES (IBGE 2010) HISTÓRIA SANTA BÁRBARA DO MONTE VERDE, FUNDADA EM 1823, COMO CONSTA EM DOCUMENTOS, FOI ELEVADO A DISTRITO DE BARBACENA EM 1841, COM O NOME DE ARRAIAL DE SANTA BÁRBARA DO MONTE VERDE.  EM 4 DE JULHO DE 1857 DESMEMBROU-SE DE BARBACENA E ELEVOU A DISTRITO DE RIO PRETO, CONTINUANDO PERTENCENDO AO MESMO ATÉ SUA EMANCIPAÇÃO QUE SE DEU EM 21 DE DEZEMBRO DE 1995. EM 1886, O BARÃO DE SANTA BÁRBARA, JOÃO EVANGELISTA DE ALMEIDA RAMOS, CONSTRUIU A IGREJA MATRIZ DE SANTA BÁRBARA, UM DOS MAIS BELOS CARTÕES POSTAIS DO MUNICIPIO, LOCALIZADO NA PRAÇA BARÃO DE SANTA BÁRBARA, QUE LEVA O NOME DO BARÃO.  O BARÃO DE SANTA BÁRBARA FIXOU RESIDÊNCIA NO VALE DO PIRAPITINGA DISTRITO DE SANTA…

PIRANGUINHO

SEJA BEM VINDO A CIDADE DE PIRANGUINHO. O ENGENHO DA SERRA / CAPITAL NACIONAL DO PÉ-DE-MOLEQUE imagem - Robson Grilo PIRANGUINHO TEM 8.016 HABITANTES - IBGE 2010 QUEM NASCE EM PIRANGUINHO EH: PIRANGUINHENSE ACIDADE FAZ ANIVERSÁRIO EM 01 DE MARÇO E FOI EMANCIPADA EM 1.963 ORIGEM DO NOME "PIRANGUINHO" É UM TERMO FORMADO PELA JUNÇÃO DE UM TERMO TUPI, PYRANG ("VERMELHO") COM O SUFIXO DIMINUTIVO DA LÍNGUA PORTUGUESA, "INHO". = VERMELHINHO (COR DO DOCE DE PÉ-DE-MOLEQUE) HISTÓRIA PIRANGUINHO INICIOU SUA HISTÓRIA NO FINAL DO SÉCULO XIX, QUANDO O BRAZIL AINDA ERA UM IMPÉRIO GOVERNADO POR D. PEDRO II. A REGIÃO ONDE ATUALMENTE SE LOCALIZA O MUNICÍPIO DE PIRANGUINHO, ATÉ MEADOS DO SÉCULO XIX, ERA PROPRIEDADE DA BARONESA LEOCÁDIA DE LOURENÇO E ESTAVA SUBORDINADA A SÃO CAETANO DA VARGEM GRANDE - ATUAL BRAZÓPOLIS. COM OS ANOS, A LOCALIDADE ACABOU SE TORNANDO ALVO DE INTERESSE POR PARTE DAS AUTORIDADES RESPONSÁVEIS EM DESENVOLVER O PROJETO "REDE MINEIRA DE VIAÇÃO". TAL …