Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

WASSERSTRASSENKREUZ / ALEMANHA - RIO POR CIMA DE RIO - COM 920 METROS DE COMPRIMENTO, A MAIOR PONTE NAVEGÁVEL DO MUNDO EH UMA ATRAÇÃO TURÍSTICA

DIANÓPOLIS / TOCANTINS - Berço cultural do estado, tem mais à oferecer, cascatas, cachoeiras, museu e "garganta"; platô da serra geral com cânions e mirantes




LINHA DO TEMPO DA CIDADE DE "DIANÓPOLIS" / TOCANTINS / BRASIL
DIANÓPOLIS
BEM VINDO A CIDADE DE DIANÓPOLIS. CIDADE DO DIANOFOLIA
imagem - ?
População estimada 2016 (1) - 21.457
Área da unidade territorial 2015 (km²) - 3.217,313
Densidade demográfica 2010 (hab/km²) - 5,94
Código do Município 1707009
Gentílico - dianopolino
ORIGEM DO NOME DE DIANÓPOLIS, TO
A origem do nome "Dianópolis" está relacionada a Francisco das Chagas Moura, que foi prefeito do município entre os anos de 1934 a 1938. Então, a cidade chamava-se "São José do Du•ro". "Duro" era uma simplificação de "D´ouro", uma vez que a região era rica em ouro em seu subsolo. Quando prefeito, Francisco Moura indicou que a cidade fizesse uma homenagem às senhoras do lugar que chamavam-se "Custodiana", conhecidas pela alcunha de "Diana". Daí a indicação da cidade passar a chamar-se "Dianópolis", quer dizer, "Terra das Dianas".
Gentílico: dianopolino
Histórico
HISTÓRICO DE DIANÓPOLIS
Dianópolis é uma das mais antigas cidades do Tocantins e berço histórico e cultural do Estado, o início de sua história data aproximadamente de 1750. Nessa época já existiam rústicas habitações de lavradores, pecuaristas e mineradores que viviam do que a terra, o gado, o ouro e a caça lhes davam. Homens anônimos que partindo do Nordeste e do Oeste, ganharam o vale do São Francisco subiram a Serra Geral e penetraram no Tocantins. Do Sul também chegaram aventureiros em busca de minerais e de índios, ganharam o Vale do São Francisco através de Minas Gerais e penetraram no território da capitania. Ainda uma corrente menor, partindo do sul da Capitania, atravessou o Vale do Paranã e chegou ao território do atual município de Dianópolis. Finalmente, das Capitanias do Grão Pará e do Maranhão também chegaram à região alguns migrantes.
Nessa época existiam grandes aldeias de índios, dentre elas destacavam-se as tribos dos Gueguês, Assus, Acroás, Xacribás e Xerentes. Esta última era a maior e mais belicosa. Eram temidos.
Foi animado pelo sentimento de medo e ódio, que o povo solicitou proteção do governador Dom Marcos de Noronha “ Conde dos Arcos “ da então Capitania de Goiás. Atendido ao pedido, eis que certo dia chega no interior do sertão uma comitiva constituída de padres, jesuítas e homens experientes e instruídos, com o objetivo de catequizarem os nativos. Assim são fundados alguns aldeamentos, entre eles o Formiga e Missões. Nesses aldeamentos eram colocados os selvagens, capturados a força e conduzidos ao interior do aldeamento para serem devidamente educados e evangelizados.
Em 1751 foi edificado um aldeamento, nas proximidades do Ribeirão Formigas, com o nome de São Francisco Xavier do Duro, mais conhecido como Missões ou Missão, onde foram aldeados 600 índios da tribo Xacriabás. Em 1755 foram aldeados 250 índios da tribo Acroás. Esses aldeamentos foram feitos utilizando a força pelo coronel pernambucano Venceslau Gomes da Silva, a pacificação dos índios e a administração dos aldeamentos contaram com os jesuítas Bento Soares, Jose Batista e José Vieira, estes últimos vindos da Bahia, por solicitação do governador da capitania de Goiás “ Dom Marcos de Noronha”.
Conforme a versão popular, as índias Tapuia (designação para qualquer indígena da região) em suas andanças pelos arredores, encontraram pedras amarelas que foram levadas aos Jesuítas. Estes constataram que tais pedras eram pepitas de ouro. Em decorrência desse fato, os índios ficaram responsáveis pela extração aurífera, tornando-se o local conhecido como “As Minas das Tapuia”, daí derivando os nomes D’oiro, D’ouro e Duro.
Segundo o historiador Palacin, os índios mantiveram conflitos permanentes com as frentes mineradoras da região de Natividade, Arraias, Conceição e Cavalcante, os quais foram combatidos pelo Cel. Wenceslau Gomes da Silva cumprindo determinações do Governador Geral da Capitânia D. Marcos de Noronha em apoio aos jesuítas Bento Soares e José Matos.
Os episódios que marcaram a história da Vila do Duro foram protagonizados por índios que reagiam às imposições dos colonizadores. Ocorreram também disputas políticas entre os habitantes locais e os invasores.
No entanto, com a constante chegada de homens civilizados nas cercanias do aldeamento de Missões, os Xacriabás não gostaram dessas penetrações, fugindo grande parte deles com a promessa de voltar para levar a imagem do santo São José, localizada na capela de Missões. Isso porque durante o período em que estavam aldeados, afeiçoaram-se de tal forma com a imagem do santo que agora julgavam lhe pertencer. Mas a tal promessa acabou não se cumprindo.
AQUI A AABB
imagem - J. A. Valente Neto
AEROPORTO DE DIANÓPOLIS, TOCANTINS
imagem - J. A. Valente Neto
BALNEÁRIO MUNICIPAL
Rio de águas límpidas, bar, quiosques, quadra de vôlei, sanitários, estacionamento, boas margens para lazer, ideal para banhos, diariamente aberto, para maiores informações procure a Secretaria de Turismo.
imagem - J. A. Valente Neto
CENTRO MÉDICO ESPECIALIZADO DE DIANÓPOLIS, TOCANTINS
imagem - J. A. Valente Neto
CORETO DA PRAÇA
imagem - J. A. Valente Neto
CACHOEIRA DA RÉ DE DIANÓPOLIS, TO
Distância/Acesso: 20 km / TO 387. Pequena extensão e limpidez; o acesso é feito por trilha de aproximadamente 1 hora e 30 minutos. Propriedade particular
imagem - J. A. Valente Neto
CASCATA CACHOEIRINHA EM DIANÓPOLIS, TO
Distância/Acesso: 6 km / TO - 040. Riacho com boa margem para lazer; piscina natural; oferece um cenário de grande beleza. Propriedade particular
imagem - J. A. Valente Neto
CASCATA DO NOVO HORIZONTE EM DIANÓPOLIS, TO
Distancia/Acesso: 5 km / TO - 040. Piscina natural de pequenas dimensões; margens de pedras; bom para banhos; o acesso é feito por trilha de aproximadamente 30 minutos. Propriedade particular
imagem - J. A. Valente Neto
SISTEMA DE IRRIGAÇÃO
imagem - J. A. Valente Neto
CAPELA DOS NOVE
Localização: Praça da Capelinha. Abriga os restos mortais das nove vítimas do massacre ocorrido em 1919, não há visitação interior
imagem - J. A. Valente Neto
MATRIZ DE SÃO JOSÉ
imagem - Vicente A. Queiroz
IGREJA SAGRADA FAMÍLIA EM DIANÓPOLIS, TO
Descrição: datada de aproximadamente 1889, a igreja foi construída sobre ruínas da anterior; é aberta aos domingos de manhã para celebrações de missas e em ocasiões especiais
imagem - J. A. Valente Neto
SEDE DO PODER JUDICIÁRIO - FORUM DE JUSTIÇA DE DIANÓPOLIS, TO
imagem - J. A. Valente Neto
BIBLIOTECA MUNICIPAL DE DIANÓPOLIS, TO
Espaço público de pesquisa e lazer; a biblioteca conta com vários títulos literários e científicos, revistas e jornais diários; além de obras narradas por dianopolinos; está aberta durante a semana das 7 hs às 19 hs; e nos finais de semana das 7 hs às 17 hs; para maiores informações procure a Secretaria de Turismo.
AQUI A ESCOLA
imagem - J. A. Valente Neto
MUSEU MUNICIPAL DE DIANÓPOLIS, TOCANTINS 
Descrição: abriga peças históricas das famílias mais tradicionais; são utensílios, móveis, objetos pessoais, documentos, dentre outros; o horário de visitação é das 7 h às 19 h e nos finais de semana das 7 h às 17 h
imagem - J. A. Valente Neto
SEDE DO INSS EM DIANÓPOLIS, TO
imagem - J. A. Valente Neto
INSTITUTO DE MENORES
imagem - J. A. Valente Neto
GINÁSIO POLIESPORTIVO DE DIANÓPOLIS, TOCANTINS
imagem - J. A. Valente Neto
SEDE DO PODER EXECUTIVO - PREFEITURA -
imagem - J. A. Valente Neto
BALANÇA
Distância/Acesso: 15 km / TO - 040. Ribeirão Morena. Com boas margens para lazer e limpidez e bom para banhos. Propriedade particular
imagem - J. A. Valente Neto
RIO GAMELEIRA
Distância/Acesso: 20 km / TO - 040. Ribeirão Gameleira; piscina natural; margens de pedras; bom para banhos; o acesso é feito por trilhas de aproximadamente 45 minutos. Propriedade particular
imagem - J. A. Valente Neto
RIO PALMEIRAS
imagem - J. A. Valente Neto
AGÊNCIA DOS CORREIOS E TELÉGRAFOS
imagem - J. A. Valente Neto
GARGANTA
Distância/Acesso: 70 km / TO - 387. Vegetação exótica; platô da Serra Geral; cânions, mirantes; ideal pra prática de observação e pesquisas.
imagem - J. A. Valente Neto
imagem - J. A. Valente Neto
CAMPINHO
imagem - J. A. Valente Neto
PARA TODOS OS LUGARES
imagem - J. A. Valente Neto
FEIRA LIVRE COBERTA EM DIANÓPOLIS, TO
imagem - J. A. Valente Neto
HOSPITAL DE DIANÓPOLIS, TO
imagem - J. A. Valente Neto
CONHEÇA UM POUCO MAIS DE DIANÓPOLIS
imagem - ?
imagem - ?
imagem - J. A. Valente Neto
imagem - J. A. Valente Neto
imagem - J. A. Valente Neto
imagem - J. A. Valente Neto
imagem - J. A. Valente Neto
imagem - J. A. Valente Neto
imagem - J. A. Valente Neto
imagem - J. A. Valente Neto
imagem - J. A. Valente Neto
imagem - J. A. Valente Neto
imagem - J. A. Valente Neto
imagem - J. A. Valente Neto
imagem - ?
ESTA EH A BANDEIRA DA CIDADE DE DIANÓPOLIS, TO
ESTE EH O BRASÃO DO MUNICÍPIO DE DIANÓPOLIS, TO

fonte / fotos = Wikipédia / Thymonthy Becker / IBGE / Divulgação / Portal da Prefeitura Municipal / 


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

BAEPENDI / TERRA DE "NHÁ CHICA"

BEM VINDO A CIDADE DE BAEPENDI. TERRA DAS CACHOEIRAS
imagem - ?

BAEPENDI TEM 18;307 HABITANTES
QUEM NASCE EM BAEPENDI EH: BAEPENDIANO
A CIDADE FAZ ANIVERSÁRIO EM 02 DE MAIO E FOI FUNDADA EM 1.856
foto - Thymonthy Becker

MERCÊS

SEJA MUITO BEM VINDO A CIDADE DE MERCÊS. UMA CIDADE ABENÇOADA  foto - Thymonthy Becker Communication HISTÓRIA
Os primitivos habitantes da região, até fins do século XVII, eram índios da tribo dos goitacases, senhores do Rio Paraíba e seus afluentes. Forçados pelo avanço da civilização ou por fatores outros, foram esses primitivos habitantes subindo em direção às nascentes do rio, dispersando-se em aldeamentos vários. Os primeiros desbravadores a travar conhecimento com esses indígenas denominaram-nos croatas, caiapós e pombas. Esse último nome coube às tribos que se adornavam com penas dessas aves e estendeu-se a toda a região, inclusive ao rio que, ainda hoje, é por ele conhecido. ″Região do Pomba″ foi, pois, a primeira denominação a abranger todo o extenso território onde surgiu o município de Pomba, do qual o povoado de Mercês veio a ser distrito, em 1841. Dos primeiros moradores brancos a se fixarem no distrito de Nossa Senhora das Mercês do Pomba, guardou a tradição o nome de um tal…

ITABIRITO - ENTRE A HISTÓRIA E A MODERNIDADE

BEM VINDO A CIDADE DE ITABIRITO. TERRA DO FAMOSO E PATRIMÔNIO CULTURAL, PASTEL DE ANGU.
foto - Gui Torres
ITABIRITO TEM 45.449 HABITANTES - IBGE 2010 -
QUEM NASCE EM ITABIRITO EH: ITABIRITENSE
A CIDADE FAZ ANIVERSÁRIO EM 07 DE SETEMBRO E FOI EMANCIPADA EM 1.923
ORIGEM DO NOME

FALÉSIAS - Viaje por uma seleção de 10 destinos únicos e autênticos, conhecidos por seus deslumbrantes paredões á beira mar e atraem milhares de turistas

LINHA DO TEMPO DE "FALÉSIAS IMPRESSIONANTES AO REDOR DO MUNDO" / WORLD VOCÊ SABE O QUE SÃO FALÉSIAS? SÃO PAREDES GRANDES E ÍNGREMES ESCULPIDAS PELA AÇÃO DO MAR DURANTE MILHÕES DE ANOS. ELAS APARECERAM ENTRE AS ERAS GLACIAIS POR CONTA DA EROSÃO MARÍTIMA E DO NÍVEL DO OCEANO, QUE SUBIA ATÉ 12 METROS. Por todo o mundo essas formações rochosas em forma de paredões íngremes no litoral caracterizam destinos únicos e autênticos e atraem milhares de turistas. Veja os lugares que são conhecidos pela suas falésias de beleza extrema. Conheça as 10 falésias impressionantes pelo mundo 1º - PRAIA DA PIPA (RIO GRANDE DO NORTE) Quem sai de Tibau do Sul (RN) em direção a Praia da Pipa pode percorrer até 8 quilômetros em cima das belas falésias que emolduram a praia Compostas de arenito e argilita, as falésias que circundam a Praia da Pipa e a Praia do Amor chegam a medir 45 metros de altura e são separadas da planície litorânea por um cordão de dunas 2º - RONDA - ESPANHA A cidade foi erguida s…

ELÓI MENDES / ESPÍRITO SANTO DA MUTUCA

BEM VINDO A CIDADE DE ELÓI MENDES.
AQUI ELÓI MENDES ENTRE MONTANHAS DAS MINAS GERAIS
imagem - Antônio Carias Frascoli
QUEM NASCE EM ELÓI MENDES EH: ELÓI-MENDENSE
ELÓI MENDES TEM 25.220 HABITANTES - IBGE 2010
A CIDADE FAZ ANIVERSÁRIO EM 30 DE AGOSTO E FOI FUNDADA EM 1.911
ORIGEM DO NOME
EH HOMENAGEM AO CAPITÃO JOAQUIM ELÓI MENDES ( BARÃO DE VARGINHA ), GRANDE BENFEITOR DA LOCALIDADE.

TRÊS CORAÇÕES / MINAS GERAIS - Três boiadeiros vindos de Goiás se renderam aos encantos de três moças da localidade e conquistaram os três corações. Assim reza a lenda

LINHA DO TEMPO DE "TRÊS CORAÇÕES" / MINAS GERAIS / BRASIL
CASA PELÉ
A Casa Pelé foi construída baseada nas memórias de Dona Celeste Arantes do Nascimento e seu irmão Jorge, respectivamente mãe e tio do Pelé. Como não havia registro fotográfico nem descritivo da mesma, o resgate dessas informações foi de vital importância para o sucesso da obra. Na Casa, foram utilizadas técnicas de envelhecimento que transportaram uma obra construída recentemente para o ano de 1940, data de nascimento de Edson Arantes do Nascimento, o Rei Pelé. Os móveis e objetos existentes são fiéis à década de 40 e foram adquiridos através de uma pesquisa realizada durante três anos em fazendas, brechós e antiquários. O rádio tocando músicas da época, o fogão à lenha e as lâmpadas de baixa voltagem imprimem uma sensação de volta ao passado. Com aproximadamente 15.000 visitantes em apenas 8 meses de existência, a Casa já recebeu a visita de 28 países além de turistas de todas as regiões do Brasil
foto - ? SEJA…

IGARATINGA / CAPITAL MINEIRA DOS TIJOLOS

SEJA MUITO BEM VINDO A CIDADE DE IGARATINGA. CAPITAL MINEIRA DOS TIJOLOS DE CERÂMICA. CIDADE DE GENTE AMIGA
imagem - Thymonthy Becker Comunicação" IGARATINGA TEM 9.264 HABITANTES (IBGE 2010)
QUE NASCE EM IGARATINGA EH: IGARATINGUENSE
A CIDADE FAZ ANIVERSÁRIO EM 01 DE MARO E FOI FUNDADA EM 1.962

HISTÓRICO OS PRIMEIROS HABITANTES DA REGIÃO FORAM OS BANDEIRANTES QUE SE DIRIGIAM A PITANGUI, EM SUAS FIXAÇÕES AS MARGEM DIREITA E ESQUERDA DO RIO SÃO JOÃO.
A CIDADE DE IGARATINGA ENCONTRAVA-SE LOCALIZADA DENTRO DA ÁREA DA PROPRIEDADE DOS MATEUS, FAZENDA ESTA QUE FOI ABANDONADA PELOS PROPRIETÁRIOS, SEGUNDO MORADORES ANTIGOS.
SANTO ANTÔNIO DA PEDRA FOI O PRIMEIRO NOME DA CIDADE. POR DECISÃO DOS HERDEIROS, FOI DOADA UMA ÁREA DE VINTE ALQUEIRES PARA A CAPELA DE SANTO ANTÔNIO DA PEDRA, MARCANDO OS LIMITES DA ATUAL CIDADE.
AS PRIMEIRAS FAMÍLIAS QUE CHAGARAM AO LOCAL FORAM A FERREIRA GUIMARÃES, A MENDES E A FAMÍLIA FERREIRA DA SILVA QUE ERA DESCENDENTE DE ESCRAVOS.
A PRIMEIRA ESTRADA CONSTRUÍDA FOI …

FORTE DOS REIS MAGOS / NATAL - Em formato de estrela, o forte ainda preserva os canhões, a capela, poço de água doce e alojamentos

LINHA DO TEMPO DO "FORTE DOS REIS MAGOS" / RIO GRANDE DO NORTE No dia 6 de janeiro de 1598 (Dia de Reis) foi celebrada uma missa para dar início à construção do forte. Trinta anos depois, a obra estava pronta. Na visita, guias mostram os antigos depósitos, alojamentos, canhões e a capela. A fortaleza também abriga o Marco de Touros, de 1501, considerado o mais antigo documento histórico do Brasil. A peça, toda em mármore e com a cruz-de-malta esculpida, teria sido o primeiro marco de posse da Coroa portuguesa no país. A muralha externa da fortaleza tem vista para os recifes da Praia do Forte A Fortaleza da Barra do Rio Grande, popularmente conhecida como Forte dos Reis Magos ou Fortaleza dos Reis Magos, foi o marco inicial da cidade — fundada em 25 de Dezembro de 1599 —, no lado direito da barra do Potengi (hoje próximo à Ponte Newton Navarro). Recebeu esse nome em função da data de início da sua construção, 6 de janeiro de 1598, Dia de Reis, pelo calendário católico. Em form…

CARATINGA / CIDADE ESPERANÇA / TERRA DAS PALMEIRAS

SEJA SEMPRE BEM VINDO A CIDADE DE CARATINGA. A CIDADE DO MENINO MALUQUINHO
copyrigth "?" ORIGEM DO NOME
A denominação do município Caratinga, de origem indígena, (cará / tinga = branco) é devido à falta de alimentação diversificada, o que fazia com que os primeiros habitantes da região se alimentassem de um tubérculo muito encontrado na região na época do povoamento, um cará-branco que servia de alimento para os índios CARATINGA TEM ATUALMENTE, 85.322 HABITANTES. QUEM NASCE EM CARATINGA É: CARATINGUENSE. O IDH DO MUNICÍPIO É DE: 0,754 - CONSIDERADO MÉDIO PELOS INDICADORES DA ONU. A CIDADE FAZ ANIVERSÁRIO EM 24 DE JUNHO. FOI FUNDADA EM 1848 EM CARATINGA, FORAM REALIZADOS EM 2010, 513 CASAMENTOS 056 SEPARAÇÕES 079 DIVÓRCIOS. HISTÓRIA
Em 1841 aportou por estas terras o grande desbravador Domingos Fernandes Lana, que aqui permaneceu até 1847.
No final desse ano, João Caetano do Nascimento, João Antônio de Oliveira e João José, bravos pioneiros, vieram de mudança, trazendo suas famílias,…

CURVELO / MG - CIDADE MÃE DE INÚMERAS OUTRAS

BEM VINDO A CIDADE DE CURVELO. CIDADE-MÃE DE INÚMERAS OUTRAS. BERÇO DA FACA MAIS ELEGANTE DO BRAZIL. imagem - Tonhão Costa CURVELO TEM 74.219 HABITANTES - IBGE 2010 - QUEM NASCE EM CURVELO EH: CURVELANO A CIDADE FAZ ANIVERSÁRIO EM 30 DE JULHO E FOI FUNDADA EM 1.875 ORIGEM DO NOME O nome da cidade eh uma homenagem ao seu fundador, o Padre Redentorista Antônio de Ávila Curvelo. Na época seu nome era grafado como Corvelo ou Corvello. HISTÓRIA Por volta de 1700, o lugarejo Santo Antônio da Estrada, onde se erigia uma simples capela coberta de folhas, era pouso certo para os viajantes que, vindos do Rio ou de Piratininga, por terra, demandavam a Bahia. Este pouso localizava-se no chamado Alto São Francisco e foi o primeiro núcleo em torno do qual surgiu, mais tarde, um povoado. Um dos primeiros moradores a fixarem-se aí, de quem a tradição guardou o nome, foi o Padre Antônio de Ávila Curvelo, vindo de Morrinhos (hoje, Matias Cardoso) de onde era vigário. O Povoamento da região se em torno da capela, …