Pular para o conteúdo principal

GOVERNADOR VALADARES / A CAPITAL DO VALE DO RIO DOCE

















BEM VINDO A CIDADE DE GOVERNADOR VALADARES / A PRINCESINHA DO VALE.
imagem - Idleal
GOVERNADOR VALADARES TEM 263.689 HABITANTES - IBGE 2010 -
QUEM NASCE EM GOVERNADOR VALADARES EH: VALADARENSE
A CIDADE FAZ ANIVERSÁRIO EM 30 DE JANEIRO E FOI EMANCIPADA EM 1.938
ORIGEM DO NOME
Seus nomes anteriores foram: povoado do Porto de Dom Manuel depois Baguari, depois Santo Antônio de Figueira, depois Figueira e, em 1938, para Governador Valadares.
Seu atual nome foi decretado juntamente com sua emancipação, ocorrida em 30 de janeiro do ano de 1938, permanecendo "Governador Valadares" até os tempos atuais, em tributo ao governador Benedito Valadares
HISTÓRIA
A primeira exploração do Vale do Rio Doce data de 1573, quando Sebastião Fernandes Tourinho, partindo do litoral, subiu o rio até alcançar a foz do rio Suaçuí Grande, com a finalidade de descobrir ouro e pedras preciosas.
Os desbravadores encontraram uma série de obstáculos, não só o rio com seus bancos de areia, dificultando a interiorização da bacia, como as impenetráveis florestas e, mais ainda, a ferocidade dos índios botocudos.
Com o intuito de conter os constantes ataques dos silvícolas, instalou-se no Vale, no local conhecido como Porto de Dom Manuel, uma das seis Divisões Militares do Rio Doce. Surgiu então um povoado em torno do Quartel de Dom Manuel
A geografia influenciou a opção por este local: a via fluvial, permitindo a atividade do porto entre Aimorés e Naque, além de ser o rio Doce ligação com o litoral do Espírito Santo. O Pico do Ibituruna, com 1.123 metros de altitude, era um marco referencial para os que penetravam na região.
Instalado o Distrito, foi grande o surto de progresso, especialmente quando da construção da Estrada de Ferro Diamantina, hoje Vitória-Minas. Esse empreendimento muito influiu na colonização do Vale e no rápido progresso de Governador Valadares. Em agosto de 1910, foi inaugurada a Estação Ferroviária, que deu características de entreposto comercial ao Distrito. Em 1928 foi construída a rodovia Figueira-Coroaci, o que permitiu o escoamento de produtos originários dos municípios vizinhos, e também a distribuição de produtos de outras regiões. 
AQUI A AÇUCAREIRA / PATRIMÔNIO DA CIDADE
imagem - PMGV
C.A.R.D.O.
imagem - Idleal
RIO DOCE
imagem - ?
CATEDRAL DE SANTO ANTÔNIO
imagem - PMGV
MERCADO MUNICIPAL
imagem - PMGV
SEDE DO PODER EXECUTIVO ´PREFEITURA -
imagem - PMGV
UNIVALE
imagem - Idleal
imagem - Univale
CONHEÇA UM POUCO MAIS DA CIDADE DE GOVERNADOR VALADARES
imagem - Univale
imagem - Univale
imagem - Wikipédia
imagem - EC Barbosa
imagem - Diário do Rio Doce
imagem - EC Barbosa
imagem - ?
imagem - ?
imagem - Diário do Rio Doce
imagem - Diário do Rio Doce
imagem - Fabiana Teles
imagem - Idleal
imagem - Fabiana Teles
imagem - Fabiana Teles
imagem - Univale
imagem - PMGV
imagem - PMGV
imagem - PMGV
imagem - Vinícius Antônio de Oliveira Dittrich
imagem - Univale
imagem - PMGV
O ENTORNO DA CIDADE
imagem - ?
imagem - Elpídio Justino de Andrade
imagem - Idleal
imagem - Idleal
imagem - Fabiana Teles
imagem - Idleal
CAMPO DE FUTEBOL
imagem - Wikipédia
PICO DO IBITURUNA

Uma das maiores atrações turísticas de GV é o Pico da Ibituruna. Pedra com 1.123m de altura e que pode ser vista de qualquer ponto da cidade.  O pico (que na verdade é um monte) oferece um dos melhores pontos de saltos de Paraglider e Asa Delta do mundo, devido às térmicas incríveis que só a cidade de Valadares pode oferecer. Além do Vôo Livre o Pico oferece uma vasta área verde repleta de trilhas e uma biodiversidade estudada por biólogos de toda a região. O Mountain Bike, Motocross, Rapel e Escaladas também são esportes constantemente praticados por amantes da natureza e aficionados por Ecoturismo. Com paisagens incríveis e rusticidade, o Pico da Ibituruna é sem dúvida um atrativo indispensável para os visitantes da cidade.
Texto extraído do site: http://www.agenciainterativa.com.br
imagem - PMGV
imagem - Idleal
imagem - Elpídio Justino de Andrade

A recompensa de estar a 1.100m de altitude é poder admirar em 360 graus a imensidão verde da região e deslumbrar do clima de montanha.
No Pico da Ibituruna até de bicicleta se chega ao topo dos morros, aliás, subir as pedras pedalando e escalando cachoeiras nos levam a visões fantásticas da paisagem mineira fazendo valer o sacrifício.
Os morros, as serras, as cachoeiras e lagos, compõem o fantástico cenário do Pico da Ibituruna. A sua temperatura anual varia de 15 a 35 graus e fica a 1.123m do nível do mar. O pico também dispõe de excelentes trilhas.
As estradas de acesso ao pico possuem trechos calçados nos locais de maior aclive. A medida que se sobe de carro é possível notar a diferença na temperatura que torna-se mais amena.
Texto extraído do site: http://www.agenciainterativa.com.br
imagem -  ?
imagem - ?
imagem - Univale
imagem - PMGV
imagem - Idleal
imagem - Univale
imagem - Wikipédia
imagem - Idleal
LOCOMOTIVA
É minas? Então tem trem! Todo mundo sabe que trem pra mineiro não é uma "coisa qualquer", é "qualquer coisa" mesmo. Portanto, nós não poderíamos deixar de homenagear estas 'coisinhas' de centenas de toneladas que são de enorme importância para o transporte e economia do nosso estado. E é claro, pro nosso vocabulário também!
Texto extraído do site: http://www.agenciainterativa.com.br
imagem - PMGV

MUSEU HISTÓRICO
O Museu Histórico do Município de Governador Valadares foi fundado em 1983, com o nome de Museu da Cidade. Abriga uma variada gama de objetos e peças. Fazem parte do acervo instrumentos de suplício (utilizado para castigar escravos), trajes litúrgicos antigos, aparelhos telefônicos, passando por documentos e  fotografias,  até pequenas curiosidades como a planta original do traçado da cidade.O Museu já foi instalado em diversos endereços, em 2002 passou a funcionar na rua mais antiga da cidade: Prudente de Morais, 711, no centro. Aberto à visita de segunda a sexta-feira. As visitas programadas podem ser agendadas pelo telefone
Texto extraído do site: http://www.agenciainterativa.com.br
imagem - PMGV
ESTA EH A BANDEIRA DA CIDADE
ESTE EH O BRASÃO DO MUNICÍPIO

Comentários

  1. Certo dia eu subi com um amigo de Valadares no Ibituruna. Era noite, céu estrelado por todos os lados. Então como mineiro da região do Alto Paranaíba , perguntei-lhe que luzes de quais cidades eram aquelas e ele disparou apontando alternadamente para cada uma : São Geraldo da Piedade, Divino das Laranjeiras, Itabirinha de Mantena, Nova Módica, Pescador, Periquito... e o pau quebrou durante uma 1/2 hora!. Ele já estava ofegante vendo todo o mundo lá de cima, quando resolvi então rematar: "e aquelas luzes bem lá no horizonte quase que sumindo na curvatura da terra?" ao que ele sem guaguejar bradou para todo o vale do Rio Doce ouvir: aquelas luzes são da periferia de Moscou!...:)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito show de bola amigo. Valeu pela postagem. Abração

      Excluir

Postar um comentário

Minas são muitas, Todas são gerais

Postagens mais visitadas deste blog

SÃO SEBASTIÃO DO PARAISO / A CIDADE DOS IPÊS

BEM VINDO A SÃO SEBASTIÃO DO PARAÍSO.
imagem de Alexandre Bonacini SÃO SEBASTIÃO DO PARAISO, TEM 65.034 HABITANTES (IBGE 2010) QUEM NASCE EM SÃO SEBASTIÃO DO PARAISO É: PARAISENSE O IDH DO MUNIC[IPIO É DE 0,812, CONSIDERADO ELEVADO PELOS INDICADORES DA ONU SÃO SEBASTIÃO DO PARAISO É CONHECIDA COMO A CIDADE DOS IPÊS, VISTO SER MUITA A QUANTIDA DESTA ÁRVORE NA REGIÃO. imagem de Auro Queiroz


imagem de Auro Queiroz
Em uma das propriedades foi doado, em 1821, terreno para a construção da Capela de São Sebastião, em torno da qual se desenvolveu o povoado. O lugar se tornou pouso obrigatório para os viajantes em trânsito para São Paulo, Jacuí e outros povoados sul mineiros. Em 1855 foi criada a Freguesia e, três anos depois, o Curato de São Sebastião do Paraíso. O intercâmbio comercial intensificou-se. As notícias da excelência das terras atraíram agricultores e pecuaristas, gerando grande surto de desenvolvimento, consubstanciado pela elevação a Vila e a Cidade, em 1870 e 1873, respectivam…

PEDRA AZUL / FORTALEZA DE PEDRAS

BOM DIA. SEJA MUITO BEM VINDO A PEDRA AZUL. A FORTALEZA DE MINAS. copyrigth "Paulo Marcio"
PEDRA AZUL EH UMA CIDADE QUE FICA NO VALE DO JEQUITINHONHA E TEM ATUALMENTE: 23.843 HABITANTES (IBGE 2010) QUE NASCE EM PEDRA AZUL É: PEDRA-AZULENSE (PEDRAZULENSE) O IDH DO MUNICÍPIO É DE: 0,660 - CONSIDERADO MÉDIO PELOS INDICADORES DA ONU. A TEMPETATURA MÉDIA DA CIDADE É DE: 24°. FORAM REALIZADOS EM PEDRA AZUL, 77 CASAMENTOS EM 2010. NÃO ACONTECEU NENHUMA SEPARAÇÃO E NENHUM DIVORCIO. A CIDADE FAZ ANIVERÁRIO EM 1º DE JUNHO. A pecuária, atividade primeira na história econômica do lugar, continua sendo básica para a sua receita. Colonizada por vaqueiros nordestinos, que ali chegaram em busca de pastagens para seu gado, a região herdou deles a tradição do trato com grandes rebanhos, principalmente o gado de corte, mas não se esqueceu dos cuidados com o subsolo. Os primeiros moradores do atual município foram Manoel José Botelho, em 1822, e o padre Manoel Fernandes, em 1834, após o grande incêndio …

CARATINGA / CIDADE ESPERANÇA / TERRA DAS PALMEIRAS

SEJA SEMPRE BEM VINDO A CIDADE DE CARATINGA. A CIDADE DO MENINO MALUQUINHO
copyrigth "?" ORIGEM DO NOME
A denominação do município Caratinga, de origem indígena, (cará / tinga = branco) é devido à falta de alimentação diversificada, o que fazia com que os primeiros habitantes da região se alimentassem de um tubérculo muito encontrado na região na época do povoamento, um cará-branco que servia de alimento para os índios CARATINGA TEM ATUALMENTE, 85.322 HABITANTES. QUEM NASCE EM CARATINGA É: CARATINGUENSE. O IDH DO MUNICÍPIO É DE: 0,754 - CONSIDERADO MÉDIO PELOS INDICADORES DA ONU. A CIDADE FAZ ANIVERSÁRIO EM 24 DE JUNHO. FOI FUNDADA EM 1848 EM CARATINGA, FORAM REALIZADOS EM 2010, 513 CASAMENTOS 056 SEPARAÇÕES 079 DIVÓRCIOS. HISTÓRIA
Em 1841 aportou por estas terras o grande desbravador Domingos Fernandes Lana, que aqui permaneceu até 1847.
No final desse ano, João Caetano do Nascimento, João Antônio de Oliveira e João José, bravos pioneiros, vieram de mudança, trazendo suas famílias,…

OLIVEIRA / MINAS GERAIS - A terra Natal do Cientista "Carlos Chagas" eh repleta de belíssimos casarões que contam a história da cidade

LINHA DO TEMPO DA CIDADE DE "OLIVEIRA" / MINAS GERAIS / BRASIL BEM VINDO A OLIVEIRA. TERRA DO CIENTISTA DESCOBRIDOR DA DOENÇA DE CHAGAS copyrigth "PMO" Esta Figueira se desenvolveu abraçada a um coqueiro, derivando daí o nome “coqueiro abraçado”, o fenômeno biológico não é único, mas bastante raro  e em Oliveira se transformou no maior símbolo da cidade, pois está ligado aos sentimentos de carinho e amor, além de ensejar a harmonia indispensável a uma comunidade urbana, sendo um exemplo da natureza para o Homem. O coqueiro abraçado está localizado na região central da cidade. AQUI, O MORRO DO CRISTO
copyrigth "PMO"
População estimada 2016 (1) - 41.739 Área da unidade territorial 2015 (km²) - 897,294 Densidade demográfica 2010 (hab/km²) - 43,98 Código do Município 3145604 Gentílico - oliveirense
ORIGEM DO NOME O topônimo registra duas versões: segundo uns, originou-se da presença de oliveiras entre as árvores frutíferas…

RIBEIRÃO DAS NEVES / MG

BEM VINDO A CIDADE DE RIBEIRÃO DAS NEVES. A MAIOR HETEROGENEIDADE RELIGIOSA DO BRAZIL imagem  - Reo 06 RIBEIRÃO DAS NEVES TEM 296.317 HABITANTES - IBGE 2010 QUEM NASCE EM RIBEIRÃO DAS NEVES EH: NEVENSE A CIDADE FAZ ANIVERSÁRIO EM 12 DE DEZEMBRO E FOI EMANCIPADA EM 1.953 ORIGEM DO NOME Muito se fala sobre o nome Ribeirão das Neves, mas pouco sabemos oficialmente sobre este nome. Temos duas versões: Primeira versão: Advém do córrego que passa cortando o centro da cidade. Segundo a lenda, este pequeno córrego que nasce no Morro do Anil, próximo ao Bairro Várzea Alegre, em épocas de frio, ficava com uma temperatura bem abaixo, a ponto de esfriar o suficiente para ocasionar gelo. Dai o nome RIBEIRÃO DAS NEVES. Segunda versão: Advém da Padroeira do Município, Nossa Senhora das Neves, que segundo a lenda, apareceu para alguns fiéis, no alto do morro central que separa o centro comercial do Bairro Santa Martinha. Hoje, próximo ao Cemitério Senhor da Paz, cuja imagem demonstrava beleza e altivez. Seus…

ALMENARA - CIDADE DA MAIOR PRAIA FLUVIAL DO BRAZIL

BEM VINDO A CIDADE DE ALMENARA. 
foto - Danilo D. Lisboa
ALMENARA TEM 38.775 HABITANTES - IBGE 2010 -
QUEM NASCE EM ALMENARA EH: ALMENARENSE
A CIDADE FAZ ANIVERSÁRIO EM 13 DE JANEIRO E FOI EMANCIPADA EM 1.938
ORIGEM DO NOME  

DIAMANTINA

BOM DIA. BEM VINDO AO PATRIMÔNIO CULTURAL DA HUMANIDADE. BEM VINDO A DIAMANTINA. CIDADE DAS SERESTAS copyrigth "Mauro Braga" DIAMANTINA TEM HOJE, 45.884 HABITANTES. QUEM NASCE EM DIAMANTINA ÉH: DIAMANTINENSE. O IDH DO MUNICÍPIO É DE: 0,748 - CONSIDERADO MÉDIO PELOS INDICADORES DA ONU A ECONOMIA DO MUNICÍPIO É FORTE NO SETOR ESTUDANTIL. AQUI SE ENCONTRA A UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO JEQUITINHONHA E MUCURI. AQUI FORAM REALIZADOS EM 2010, 194 CASAMENTOS, 19 SEPARAÇÕES E 28 DIVÓRCIOS. Conhecida inicialmente como Arraia do Tijuco ou Tejuco, a cidade emancipou-se do município do Serro em 1831, passando a se chamar Diamantina por causa do grande volume de diamantes encontrados na região. Essas pedras eram extraídas em grandes quantidades pela Coroa de Portugual, durante o século XVII. Em 1938, Diamantina comemorou seus 100 anos de elevação à categoria de cidade, recebendo do IPHAN o título de Patrimônio Histórico Nacional. E, no ano de 1999, foi tombada pela UNESCO como: Patrimônio cult…

LIMA DUARTE

BOM DIA. BEM VINDO A LIMA DUARTE / CIDADE CERCADA DE MONTANHAS E DO AR MAIS PURO DAS MINAS GERAIS copyrigth "Rosana4" LIMA DUARTE JÁ TEM A SEGUNDA PÁGINA. CLIK AQUI E VEJA A SEGUNDA PÁGINA DA CIDADE DE LIMA DUARTE
LIMA DUARTE TEM UMA POPULAÇÃO DE 16.166 HABITANTES (IBGE 2010) QUEM NASCE EM LIMA DUARTE É: LIMADUARTINO. O IDH DO MUNICÍPIO É DE: 0,739 - CONSIDERADO MÉDIO PELOS INDICADORES DA ONU. LIMA DUARTE É CERCADA POR BELÍSSIMAS MONTANHAS, E POR ISTO O AR DA CIDADE É CONSIDERADO PURO. Lima Duarte teve, provavelmente, a mesma origem da maioria das cidades mineiras: um grupo de colonos se estabeleceu a beira das estradas que davam para as minerações aí se formou um pequeno núcleo colonial ao redor de uma capelinha que a fé dos nossos antepassados se apressava em erguer. Sua primeira denominação foi Nossa Senhora das Dores do Rio do Peixe, e a origem deste nome se deve a Santa padroeira da primeira capelinha de Nossa Senhora das Dores, mais o fato de ser o município banhado pelo rio d…

PASSOS / MG -

VEJA AS IGREJAS DA CIDADE DE PASSOS, NO SUL DAS MINAS GERAIS.
ESTA EH A IGREJA DE NOSSA SENHORA DA  PENHA
imagem de Thymonthy Becker
AQUI ELA VISTA DO LADO ESQUERDO
imagem de Thymonthy Becker
AQUI A VISÃO DA ABÓBODA. MUITO BONITA POR SINAL
imagem de Thymonthy Becker
A ABÓBODA VISTA MAIS DE PERTO. MUITO BONITA MESMO,. NÃO EH COMUM A GENTE VER IGREJAS COM ABÓBODAS COMO ESTA.
imagem de Thymonthy Becker
AQUI A VISÃO GERAL DA IGREJA, COM PARTE DA BONITA PRAÇA QUE A CERCA.
imagem de Thymonthy becker
ESTA EH A CAPELA DO CARMELO SÃO JOSÉ
imagem de Altemiro Olinto Cristo
ESTA EH A CAPELA DE NOSSA SENHORA DA PENHA
imagem de Altemiro Olinto Cristo
ESTA EH A CAPELA DO EDUCANDÁRIO SENHOR BOM JESUS DOS PASSOS
imagem de Altemiro Olinto Cristo
AQUI A CAPELA DE SANTA RITA
imagem de Altemiro Olinto Cristo
ESTA EH A IGREJA DE SÃO FRANCISCO DE ASSIS. A ARQUITETURA NÃO IDENTIFICA SÓ DE OLHAR, SER UMA IGREJA. MAS FICOU MUITO LEGAL
imagem de Altemiro Olinto Cristo
ESTA EH A IGREJA DE SÃO JOSÉ OPERÁRIO
imag…