domingo, 12 de outubro de 2014

ANDRADAS / TERRA DO MELHOR VINHO DO BRAZIL






SEJA BEM VINDO A CIDADE DE ANDRADAS.
foto - Thymonthy Becker Comunicação
ANDRADAS TEM 37.270 HABITANTES - IBGE 2010 -
QUEM NASCE EM ANDRADAS EH: ANDRADENSES
A CIDADE FAZ ANIVERSÁRIO EM 22 DE FEVEREIRO E FOI FUNDADA EM 1.890
ORIGEM DO NOME
O nome Andradas veio da homenagem que a cidade prestou a Antônio Carlos Ribeiro de Andrada, Governador do Estado.
HISTÓRIA
Data de 1790 a ocupação do território de Andradas. Felipe Mendes do Prado e o Guarda-Mor Antonio Rabelo de Carvalho, explorando outras regiões, atravessaram o rio das Antas, cruzaram a cachoeira Grande Córrego do Tamanduá e foram fixar-se às margens do Córrego do Cipó. Um à margem direita e outro à margem esquerda, com o gado que traziam de Baependi, onde eram fazendeiros.
A serra, seu principal acidente geográfico, deu origem ao nome Caracol.
Em 1848, foi feita a doação, por Candido José Mendes, de um alqueire de terra ao patrimônio da igreja .
Anos após, com a abolição da escravatura, Andradas recebeu os primeiros colonos italianos, a maioria dedicada à viticultura, ramo que mais tarde conferiu ao município a posição de bom produtor de vinho do país.
Até 1888, a localidade era um distrito chamado São Sebastião do Jaguari e esteve ligada à cidade de Caldas. Desmembrou-se com o topônimo Caracol, nome de uma serra que emoldura a cidade.
Em 1874, os moradores de São Sebastião do Jaguari endereçaram uma carta à Câmara de Mogi Mirim com o pedido para da transferência da freguesia para a Província de São Paulo. Os motivos foram econômicos e infraestruturais, mas a vila de Caldas, que havia perdido parte de seu território, viu-se ameaçada com uma possível queda na arrecadação de impostos e, em resposta, pediu a sua permanência para a Província de Minas Gerais.
Os impasses territoriais para a demarcação de fronteira exigiram um estudo detalhado, na década de 90 do século XIX, para a produção cartográfica da região, mas a fixação definitiva da fronteira regional seria realizada somente em 1937.
A cidade, na última década de 50, juntamente com outras cidades mineiras, tentou novamente se ligar, jurisdicionalmente, a São Paulo, haja vista que a cidade é bem mais próxima de São Paulo e de outros centros maiores (paulistas) que mineiros e a região, historicamente, costuma ficar esquecida pelo governo estadual. Sem sucesso.
AQUI PODEMOS VER A "ICASA" iNDÚSTRIA CERÂMICA ANDRADAS SOCIEDADE ANÔNIMA. QUE JUNTAMENTE COM A CERÂMICA FIORI, SÃO PROTAGONISTAS DA HISTÓRIA DA CIDADE.
foto - Thymonthy Becker Comunicação
foto - Thymonthy Becker Comunicação
foto - Thymonthy Becker Comunicação
IGREJA MATRIZ DE SÃO SEBASTIÃO
A arquitetura da igreja é em estilo neoclássico de grandes proporções. Seu adro possui escadarias e é cercado por balaustradas de cimento com holofotes de iluminação. A torre é ladeada por duas estátuas, possuindo ainda sino e relógio.
Seu interior, de piso ladrilhado, apresenta nave de grandes dimensões cercadas por pilastras curvas. N a nave, encontram-se altares laterais, em mármore, abrigando as imagens de Nossa Senhora Aparecida e São José de um lado, e Santa Luiza e Santo Antônio de outro, tendo ainda um púlpito de madeira entalhada com a imagem de São Sebastião .
Sua construção teve início em 14 de março de 1914 pelo padre Dr. Aristóteles A. Benatti e término em 23 de fevereiro de 1941 já nas mãos de Cel. Benedito Profício.
foto - Thymonthy Becker Comunicação
foto - Thymonthy Becker Comunicação
imagem - PMA
foto - Thymonthy Becker Comunicação
IGREJA DE SÃO BENEDITO
Construída na metade do século XX, de estilo eclético, a Igreja de São Sebastião tem na fachada a porta central avançada do corpo da Igreja. Na torre única há óculo, relógio e sino. O interior é de um só corpo, com piso ladrilhado, tendo as laterais ornamentadas com oratórios de madeira trabalhada que abrigam imagens de santos, além de um pequeno altar com a imagem do Sagrado Coração de Jesus .
O altar-mor fica num grande nicho central, com paredes arredondadas ao fundo. Aí encontra-se o antigo altar da matriz, em madeira entalhada, com a imagem de São Sebastião ao centro, ladeada por anjos.
foto - Thymonthy Becker Comunicação
IGREJA DA CIPRIANA
foto - Thymonthy Becker Comunicação
foto - Thymonthy Becker Comunicação
ESTAÇÃO RODOVIÁRIA
foto - Thymonthy Becker Comunicação
TEATRO MUNICIPAL
foto - Thymonthy Becker Comunicação
COOPERATIVA AGROPECUÁRIA
foto - Thymonthy Becker Comunicação
SEDE DO PODER EXECUTIVO - PREFEITURA  -
foto - Thymonthy Becker Comunicação
foto - Thymonthy Becker Comunicação
SECRETARIA DE EDUCAÇÃO E CULTURA 
foto - Thymonthy Becker Comunicação
CASARÃO
foto - Thymonthy Becker Comunicação
MERCADO MUNICIPAL
foto - Thymonthy Becker Comunicação
PÁLACE HOTEL ANDRADAS
foto - Thymonthy Becker Comunicação
TERRA DO VINHO
Conhecida como Terra do Vinho, Andradas constitui-se na zona vinícola mais importante do estado. O cultivo da uva é uma herança de imigrantes do norte da Itália que se radicaram no município no final do século passado, atraídos pelo clima e topografia favoráveis. Deles veio o hábito de fabricar vinhos nos porões das casas, prática comum na cidade.
A cultura do vinho expressa-se desde 1954, com a tradicional Festa do Vinho - realizada no mês de julho - considerada um dos maiores acontecimentos turísticos do Sul de Minas.A cidade abriga ainda indústrias de cerâmica, cujos produtos são comercializados em todo o país e no exterior.
CONHEÇA UM POUCO MAIS DA CIDADE DE ANDRADAS (Estas quatro fotos foram tiradas da janela do quarto do hotel Pálace Andradas, ao amanhecer)
foto - Thymonthy Becker Comunicação
foto - Thymonthy Becker Comunicação
foto - Thymonthy Becker Comunicação
foto - Thymonthy Becker Comunicação
EU EM ANDRADAS
Estive em Andradas nesta quarta feira (16/01/2013) onde fiquei até na sexta da mesma semana. No hotel Pálace Andradas onde estive hospedado, pude ouvir do recepcionista, as histórias dos peregrinos que passam pelo hotel para carimbarem seus passaportes. Recepcionista, aliás, que também eh responsável pelo café servido aos hóspedes. Café de primeira qualidade.
Na cerâmica ICASA e cerâmica FIORI, fui medir a qualidade do ar. O pessoal da Icasa que esteve me apoiando, são da maior prestatividade, preocupação constante em atender em tudo que precisei para elaboração do serviço. Na cerâmica FIORI não foi diferente. 
Conheci um pouco da história da cidade através do Engenheiro de Segurança, Juarez, da Icasa, que me contou, além de outras histórias,  do Rio Branco Futebol clube, do qual já ouvi muitas narrações de suas partidas, na Globo, fechou suas portas. Lamentável saber disto.
Foram três dias de estadia na cidade, onde pude ver um povo tranquilo, uma cidade bonita de praças idem. Interessante foi quando todas as vezes que pedia uma informação a um transeunte, ele sempre dizia que não era da cidade. isto acontece comigo em todas as cidades que vou visitar. Eh só parar alguém para pedir uma informação sobre a cidade, nome da igreja ou qualquer outra informação, eu sempre acerto um visitante também. Muito legal isto.
Não deu tempo de visitar nenhum ponto turístico. Talvez em outra oportunidade. 
Deixei Andradas já com saudades desta ótima estadia e receptividade de sua gente.
Estando ali, pude certificar-se do que já sabia faz tempo. Que Minas Gerais eh mesmo Fantástica.
OLHA O PASSARINHO!!!!
foto - Thymonthy Becker Comunicação
foto - Thymonthy Becker Comunicação
foto - Thymonthy Becker Comunicação
foto - Thymonthy Becker Comunicação
foto - Thymonthy Becker Comunicação
foto - Thymonthy Becker Comunicação
foto - Thymonthy Becker Comunicação
foto - Thymonthy Becker Comunicação
foto - Thymonthy Becker Comunicação
foto - Thymonthy Becker Comunicação
foto - Thymonthy Becker Comunicação
foto - Thymonthy Becker Comunicação
foto - Thymonthy Becker Comunicação
foto - Thymonthy Becker Comunicação
foto - Thymonthy Becker Comunicação
foto - Thymonthy Becker Comunicação
foto - Thymonthy Becker Comunicação
foto - Thymonthy Becker Comunicação
foto - Thymonthy Becker Comunicação
foto - Thymonthy Becker Comunicação
foto - Thymonthy Becker Comunicação
CACHOEIRAS
A topografia acidentada do município favorece a formação de várias cachoeiras, sendo a mais visitada a cachoeira da Stella. Andradas tem também como atração o comércio de couro, confecção, cerâmica e a degustação de vinhos em suas vinícolas que são abertas à visitação pública.
foto - ?
foto - ?
foto - ?
PICO DO GAVIÃO / PEDRA DO ELEFANTE
Em autêntico cenário emoldurado pela Serra da Mantiqueira, Andradas oferece inúmeros atrativos naturais. A principal elevação do município é o Pico do Gavião, com 1.663m, de onde se pode observar toda a cidade e municípios próximos. Encontram-se, ainda, a pedra do Elefante com 1.478m e a torre de tv com 1.467m. A pedra do Elefante e o pico do Gavião são utilizados pelos competidores de Paragliders e Asa Delta, nos finais de semana e feriados, além de sediar etapas dos campeonatos estaduais e nacionais.
AQUI A PEDRA DO ELEFANTE
foto -  PMA
foto - Thymonthy Becker Comunicação
foto - Thymonthy Becker Comunicação
foto - Thymonthy Becker Comunicação
foto - ?
foto - Thymonthy Becker Comunicação
foto - Thymonthy Becker Comunicação
SEDE DO PODER JUDICIÁRIO - FÓRUM -
foto - Thymonthy Becker Comunicação
CAMINHO DA FÉ
A cidade faz parte da rota conhecida como Caminho da Fé, que começa na vizinha cidade de Águas da Prata passando por Andradas até a cidade de Aparecida. A cidade também está incluída no roteiro Caminhos Gerais e Rota das Capelas. Ou seja, o foco tem sido o ecoturismo, sendo a Pedra do Elefante (11 km do centro da cidade), onde será criado o Parque Ecológico do Elefante, Pedra do Pântano, Gruta das Queixadas, Toca das Andorinhas e, principalmente, o Pico do Gavião os pontos mais conhecidos. 
foto - Thymonthy Becker Comunicação
foto - Thymonthy Becker Comunicação
NOVE PATINHOS NA LAGOA
foto - Thymonthy Becker Comunicação
OS POMBOS
foto - Thymonthy Becker Comunicação
O ENTORNO
foto - Thymonthy Becker Comunicação
foto - Thymonthy Becker Comunicação
CHEGANDO E / OU SAINDO
foto - Thymonthy Becker Comunicação
ESTA EH A BANDEIRA DA CIDADE
ESTE EH O BRASÃO DO MUNICÍPIO


VALEU PELA VISITA. SEMPRE VOLTE.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Minas são muitas, Todas são gerais