Pular para o conteúdo principal

PEDRO LEOPOLDO / MINAS GERAIS / BRAZIL - CIDADE ONDE NASCEU "CHICO XAVIER" O MAIOR LIDER ESPIRITUAL DO BRAZIL. MÉDIUM FILANTROPO. CITY WHERE BORN "CHICO XAVIER" THE GREATEST LEADER OF SPIRITUAL BRAZIL. MEDIUM PHILANTHROPIST






BEM VINDO A CIDADE DE PEDRO LEOPOLDO. TERRA NATAL DO JOGADOR DIRCEU LOPES
foto - ?
PEDRO LEOPOLDO TEM 58,740 HABITANTES - IBGE 2010 -
QUEM NASCE EM PEDRO LEOPOLDO EH: PEDRO LEOPOLDENSE
A CIDADE FAZ ANIVERSÁRIO EM 27 DE JANEIRO E FOI EMANCIPADA EM 1.924
ORIGEM DO NOME

O nome foi homenagem ao engenheiro que projetou o trecho da ferrovia que corta a cidade.
HISTÓRIA

Pedro Leopoldo foi o terceiro vilarejo de Minas. O bandeirante Fernão Dias Paes Leme veio conduzido por índios e fundou o Arraial de São João do Sumidouro no inverno de 1674. Mas se esta é a data registrada pela história, o lugar mostra sinais de ocupação muito mais antiga.
O fóssil encontrado na região, conhecido como Luzia, é uma das peças de maior importância da arqueologia em todo o mundo, com idade de 11.500 anos.
Sabe-se também que, por voltas do século XVII, já havia fazendas de gado no que hoje é o território da cidade. A formação do povoado da Quinta do Sumidouro, às margens do Rio das Velhas, e que até hoje constitui um importante registro histórico de Pedro Leopoldo. Possuindo as históricas construções da casa do bandeirante Fernão Dias Paes Leme, e a Capela do Rosário, em estilo barroco, uma das primeiras do Estado, cujo altar foi esculpido por Aleijadinho.
Mas o surgimento do que constituiria hoje a porção central conhecida como o município pedroleopoldense só veio em 1893, quando [[Antônio Alves Ferreira da Silva], adquiriu a fazenda das Três Moças em razão do potencial hidráulico da cachoeira de mesmo nome, e lá instalou mais uma indústria têxtil (ele já possuía uma em sua outra fazenda, a dos Macacos). A Fábrica de Tecidos foi a primeira atividade econômica relevante na cidade, e, por muito tempo, a dominante, junto à atividade agropecuária.
Junto à fábrica, surgiram as primeiras casas do atual centro, as "casas do quadro", que abrigavam os funcionários que vieram trabalhar na fábrica, e que, dado a então incipiência do povoamento local, necessitavam de abrigo. Hoje, se conservam apenas uma ou duas delas, dentro dos limites da fábrica (que ainda opera).
AQUI A MATRIZ DE NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO, NO CONTEXTO DA PRAÇA E OS FUNDOS.
foto - Montanha
foto - Jairo Nunes
foto - Montanha
IGREJA DE SÃO JOÃO BATISTA
foto - ?
ESTAÇÃO RODOVIÁRIA
foto - Jairo Nunes
ESTAÇÃO FERROVIÁRIA
foto - Montanha
foto - Montanha
SEDE DO PODER EXECUTIVO - PREFEITURA -
foto - Montanha
A CIDADE

A noite de Pedro Leopoldo é animada. A Exposição Agropecuária atrai várias pessoas com seus shows e rodeios, e o folclore tem seu espaço garantido no Encontro de Guardas de Congo. A festa de Nossa Senhora do Rosário, em Vera Cruz, tem fogos, apresentações de cavalhada, e os visitantes podem servir-se à vontade de uma deliciosa galinhada.
No início do ano, acontece o Festival de Verão, que agita a cidade com grandes shows e oficinas de arte e cultura. Um mês antes do Carnaval, começa a festa o Boi da Manta, um bloco divertidíssimo que sai toda quarta e sábado, com banda e muita gente fantasiada. Em abril, acontece a curiosa festa do poste.
Há alguns anos, descobriram uma plaquinha em um poste da cidade com a data da sua inauguração (20/04/1961), e algumas pessoas passaram a brindar no dia. Com o tempo, a brincadeira foi-se tornando uma grande festa, com direito a shows de bandas locais, bolo e discurso para o aniversariante.
CONHEÇA UM POUCO MAIS DA CIDADE DE PEDRO LEOPOLDO
foto - Jairo Nunes
foto - Jairo Nunes
foto - Jairo Nunes
foto - Jairo Nunes
foto - Jairo Nunes
foto - Jairo Nunes
foto - Jairo Nunes
foto - Montanha
foto - Jairo Nunes
foto - Jairo Nunes

CHICO XAVIER
A última casa que o Chico Xavier morou em Pedro Leopoldo foi transformada em um memorial. A construção da década de 40 que recebe milhares de turistas todos os anos recentemente foi reformada. Mas tudo está como ele deixou, principalmente o espaço para as flores. Era a paixão do médium. “Chico tinha uma adoração especial pelas flores tanto que quando ele se emocionava exalava um cheiro de rosas”, contou o voluntário Hélcio Marques.
Além das roseiras foi preservado o quarto onde ele dormia. O turista também pode conhecer os 454 livros psicografados por Chico e as 200 biografias escritas sobre o médium. Num pequeno auditório, reuniões como Chico gostava e espaço onde todos participam. “Desde a inauguração, em 2006, já recebemos 50 mil pessoas do Brasil e exterior”, disse Hélcio.
foto -  ?
foto - ?
foto - Wikipédia
AS GRUTAS

Pedro Leopoldo tem belezas naturais de raro valor. As grutas guardam vestígios, como restos de cerâmicas, instrumentos de vários tipos, fósseis humanos e de animais em bom estado de conservação e muitas pinturas rupestres. A Gruta do Baú é a preferida na região pelos escaladores. É também ótima para uma boa caminhada e ainda tem um quiosque que serve bebida gelada para os aventureiros ofegantes.
Ultimamente, tem sido um incrível cenário para shows de artistas de fama nacional. Já a Quinta do Sumidouro guarda muito da história da fundação da cidade. A lagoa do Sumidouro é mais um dos tesouros, com sua bela paisagem cercada de milenares pinturas rupestres.
foto -  Geraldo Salomão
foto - Geraldo Salomão
CACHOEIRA DA REGIÃO
foto - ?

SÍTIOS ARQUEOLÓGICOS
São, em todo município, mais de quinze sítios de valor arqueológico, espeliológico ou paleantológico, muitos sem nunca terem sido estudados, o que deixa em aberto boa parte da pré - história da região, que também é rica em pinturas rupestres. Algumas desta pinturas sugerem, por seu formato de “pente” e de sucessão de linhas, que os indígenas possuíam um sistema de anotação linear.
Em Pedro Leopoldo, o mais promissor sítio arqueológico é o da Lapa Vermelha IV, neste sítio foram encontrados sedimentos antigos, em solo calcário e fossilizados, cujos carvões esparsos fornecem duas datações: 22.140 e mais de 25.000 BP, contudo, a origem humana destes carvões pode ser discutida pela escassez de outros achados nas mesmas camadas ou condições. Uma série de sedimentos do pleistoceno foram encontrados, possivelmente carregados para o antigo sumidouro. Desta série obteve-se datações entre 10.200 BP a 15.300 BP., também feitas a partir de carvões esparsos .
A descoberta de Luzia derruba a explicação do povoamento pelo Estreito de Bering há 12.000 anos, pois ela mostra que antes desta marcha, uma outra leva, bem mais antiga, chegou à América. Luzia seria descendente deste grupo. Aparentados dos atuais aborígenes australianos, esses primeiros colonizadores teriam saído do sul da China atual e atingido o continente americano cerca de 15.000 anos atrás – três milênios antes da segunda leva migratória.
O ENTORNO DA CIDADE
foto -  Montanha
ESTA EH A BANDEIRA DA CIDADE
ESTE EH O BRASÃO DO MUNICÍPIO


A PAIXÃO DE IR CADA VEZ MAIS LONGE

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

DIANÓPOLIS / TOCANTINS - Berço cultural do estado, tem mais à oferecer, cascatas, cachoeiras, museu e "garganta"; platô da serra geral com cânions e mirantes

LINHA DO TEMPO DA CIDADE DE "DIANÓPOLIS" / TOCANTINS / BRASIL DIANÓPOLIS
BEM VINDO A CIDADE DE DIANÓPOLIS. CIDADE DO DIANOFOLIA
imagem - ? População estimada 2016 (1) - 21.457
Área da unidade territorial 2015 (km²) - 3.217,313
Densidade demográfica 2010 (hab/km²) - 5,94
Código do Município 1707009
Gentílico - dianopolino
ORIGEM DO NOME DE DIANÓPOLIS, TO
A origem do nome "Dianópolis" está relacionada a Francisco das Chagas Moura, que foi prefeito do município entre os anos de 1934 a 1938. Então, a cidade chamava-se "São José do Du•ro". "Duro" era uma simplificação de "D´ouro", uma vez que a região era rica em ouro em seu subsolo. Quando prefeito, Francisco Moura indicou que a cidade fizesse uma homenagem às senhoras do lugar que chamavam-se "Custodiana", conhecidas pela alcunha de "Diana". Daí a indicação da cidade passar a chamar-se "Dianópolis", quer dizer, "Terra das Dianas".
Gentílico: …

CATAGUASES / MINAS GERAIS - Venha ver e fazer filmes nesta cidade cinematográfica. Deixe saudades e leve lembranças

LINHA DO TEMPO DA CIDADE DE "CATAGUASES" / MINAS GERAIS / BRASIL “O nome Cataguases vem – pelo menos, até provas em contrário, pois muitas são as controvérsias nessa cidade em constante questionamento – , pois é, o nome Cataguases parece que vem de uma tribo de índios que habitava a região, os ‘Catu-auás’. Dizem que o nome catu-auá significa em tupi-guarani ‘terra de gente boa’. E Cataguases sabe receber muito bem. Quem bebe da água do Rio Pomba nunca deixa de voltar. Dizem. ” Confira alguns dos mais importantes pontos turísticos de Cataguases. Além de inúmeras obras artísticas e arquitetônicas modernas tombadas pelo IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional), Cataguases também oferece inúmeras construções marcantes do final do século XIX, belíssimas paisagens naturais, museus, centros culturais e muito mais! PONTE METÁLICA (DE 1.914) A construção da Ponte Metálica foi determinada em 1910, devido à solicitação do deputado federal Astolpho Dutra Nicácio. Ela…

BRAGANÇA / PARÁ - A cidade respira Fé, Tradição e Cultura, nas belezas de suas praias, manguezais, rios, igarapés e ilhas

LINHA DO TEMPO DA CIDADE DE "BRAGANÇA" / PARÁ / BRASIL  Bragança, localizada na região nordeste do Pará, a 210 quilômetros de Belém, capital do Estado, é um dos municípios mais procurados pelos turistas ao longo do ano, em especial durante as férias escolares.
Lar da Marujada, manifestação cultural que reúne milhares de pessoas no município para festejar São Benedito, Bragança tem praias oceânicas belíssimas, pra quem quiser aproveitar em qualquer época do ano.

A cidade, de origem portuguesa, guarda na sua cultura características religiosas marcantes e também festeja São Sebastião e Nossa Senhora de Nazaré.
Suas fronteiras são estratégicas. Assim, o município oferece o maior número de opções aos turistas: ao Norte está o oceano Atlântico, ao Sul, o município de Santa Luzia do Pará, a Leste os municípios de Augusto Corrêa e Vizeu e a Oeste, Tracuateua.

Na língua tupi, Caeté quer dizer 'mato grande' e, por estar localizada à margem esquerda do rio Caeté, Bragança é c…