Pular para o conteúdo principal

ITABIRITO / MINAS GERAIS / BRAZIL -/ TERRA DO FAMOSO E PATRIMÔNIO CULTURAL "PASTEL DE ANGU"






BEM VINDO A CIDADE DE ITABIRITO. TERRA DO FAMOSO E PATRIMÔNIO CULTURAL, PASTEL DE ANGU.
foto - Gui Torres
ITABIRITO TEM 45.449 HABITANTES - IBGE 2010 -
QUEM NASCE EM ITABIRITO EH: ITABIRITENSE
A CIDADE FAZ ANIVERSÁRIO EM 07 DE SETEMBRO E FOI EMANCIPADA EM 1.923
ORIGEM DO NOME
Itabirito eh uma palavra originária do Tupi, que significa "pedra que risca vermelho", nome este que denomina um minério de ferro abundante na região.
HISTÓRIA

No final do século XVII, as descobertas de ouro nas imediações de Sabará e Ouro Preto provocaram um grande deslocamento de pessoas para a região central de Minas Gerais. Colonos e imigrantes de vários lugares começaram a povoar as terras que, em pouco tempo, transformaram-se em arraiais, freguesias e vilas.
Os povoamentos iniciais na Sede e nos distritos de Itabirito (Acuruí, Bação e São Gonçalo do Monte) são contemporâneos às primeiras explorações auríferas em Minas. Durante esse período destacam-se: a presença do Distrito de Acuruí (antigo Rio das Pedras) em um dos braços da Estrada Real, ligando Sabará a Ouro Preto; o Pico de Itabirito como marco geográfico para os deslocamentos das expedições pelo Rio das Velhas; e a edificação de grande parte dos antigos templos religiosos de Itabirito.
A partir de 1845, as evidências de diminuição dos rendimentos das lavras e faiscações e o desabamento da Mina de Cata Branca (a principal da região) começaram a provocar um expressivo desaquecimento econômico que refletiu-se na vida social e cultural da população local.
A abertura de empresas nos ramos da siderurgia, tecidos e couro e o crescimento da população passaram a modificar a feição da Sede de Itabirito (antiga freguesia de Itabira do Campo). Aos poucos, a antiga paisagem colonial começou a ser substituída pela paisagem industrial. Esse desenvolvimento tornou-se a base de sustentação para os desejos de emancipação municipal, realizada em 7 de setembro de 1923.
AQUI UMA QUADRA DE TENIZ
foto -  Fernando Ferreira Reis

CASA DE CULTURA MAESTRO DUNGAS
Localizada no centro da cidade, a Casa de Cultura foi fundada em 07 de setembro de 1994, visando criar um espaço para manifestações artísticas locais e regionais. A casa possui uma infra-estrutura excelente, possuindo sistema de iluminação, equipamentos de som, sala de multimeios com 50 lugares, sala de ensaio, galeria de arte e camarim. A população e visitantes podem sempre contar com uma programação cultural rica nos fins de semana
foto -  PMI

COMPLEXO TURÍSTICO DA ESTAÇÃO
Em 16 de julho de 1887, inaugurou-se a estação, que ligava Itabirito ao Rio de Janeiro. O edifício sóbrio é de alvenaria, trabalhada com arte, estilo que não se faz mais. Em 2003, a Praça foi toda restaurada e revitalizada pela Prefeitura e atualmente abriga a Biblioteca Pública Municipal, o Centro de Referência e Informações Turísticas (Crit), a Sala dos Ferroviários, uma loja de artesanato e o Trapiche Assitur, além de um comércio com comidas típicas. Na época, o prefeito Manoel da Mota Neto, entregou a obra no aniversário de 80 anos de Emancipação Política da Cidade e a praça tornou-se um importante local de eventos culturais, shows e ponto de encontro dos jovens.
foto -  PMI
foto - Marcelo S. F.
foto - Marcelo S. F.
foto - Leonardo Pinelli

ALTO DO CRISTO
Com uma altitude de 1.179m, o Alto do Cristo possui vista panorâmica, de onde se observa a Serra da Piedade, o Pico do Itacolomi, a Serra do Caraça, além de grande parte da cidade.  O morro foi escolhido por ser um dos mais altos da cidade, visto por diversos pontos do município, dando um charme particular para moradores e visitantes de Itabirito. Conhecido como Morro do Cruzeiro, o local abrigava uma antiga cruz antes do atual Cristo Redentor, de 30 metros de altura. Hoje, o Alto do Cristo sedia concursos de pipas, campeonatos de mountain bike e down Hill e é ponto de encontro de famílias e jovens que procuram lazer e uma bela vista.
foto -  PMI
SEDE DO PODER EXECUTIVO - PREFEITURA -
foto - ?

NOITE MINEIRA E COMIDA DE BUTECO
Típico de Minas, Itabirito conta com animadas noites em bares e boates. Destaca-se a criatividade do bar do Roberto Preto, com uma decoração, no mínimo, inusitada e o famoso Boi com Queijo. Na Confraria Pub, o público tem bons shows até o amanhecer, com uma composição variada de ritmos. No Restaurante Quatro Estações, o cliente pode levar a família e divertir as crianças em um bom espaço de lazer. Já o Quincas agrada a jovens e adultos com uma programação de shows que tornam o espaço multifuncional. Além desses, o visitante ainda conta com diversos bares no centro da cidade e uma típica comida de buteco, pizzas e o marco da cidade, o Pastel de Angu.
AQUI O MERCADO
foto - Montanha
HOTEL
foto - André Moises
UNIPAC
foto -  Fernando Ferreira Reis
CONHEÇA UM POUCO MAIS DA BELA ITABIRITO
foto -  Fernando Ferreira Reis
foto - ?
foto - ?
 foto - Gui Torres
foto -  Fernando Ferreira Reis
foto -  Fernando Ferreira Reis
foto - Montanha
foto - Geraldo Salomão
foto - Geraldo Salomão
foto -  Fernando Ferreira Reis
foto -  Fernando Ferreira Reis
 foto - Gui Torres
foto - Geraldo Salomão
foto - André Moises

1º ALTO FORNO EM CARCAÇA DE AÇO DA AMÉRICA LATINA
Localizado no Bairro Esperança, bem na entrada norte da cidade. O alto-forno foi construído com pedras e revestido de tijolos refratários feitos no local, com barro tirado da Grota das Cobras. O local é todo estruturado para o turismo e rende belas fotos.
foto -  PMI

IGREJA NOSSA SENHORA DO ROSÁRIO
Anterior a 1740, foi construída por escravos pertencentes à Irmandade dos Pretos de Nossa Senhora do Rosário de Itabira. Simples e com requintes artísticos, encanta a todos pela sua estrutura e bela paisagem ao redor, com destaque para a porta em pedra entalhada e os altares em autêntico estilo Barroco. Monumento tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional.
foto - Gui Torres
foto -  Fernando Ferreira Reis

IGREJA BOM JESUS DO MATOZINHOS
A construção de 1765 está localizada no alto de um morro, em um adro aberto e gramado, de onde se pode avistar parte da cidade. Em seu interior, o forro retrata a cena bíblica de Cristo, Maria e os apóstolos no descendimento da cruz, atribuída a mestres do Barroco mineiro, com imagens naturais, expressivas e belas, como não se vê igual.
Na década de 90, a igreja passou por uma restauração total do prédio e das imagens, que têm tons fortes e expressivos, característicos do Rococó.
foto -  PMI

MATRIZ DE NOSSA SENHORA DA BOA VIAGEM
A capela primitiva da Matriz de Nossa Senhora da Boa Viagem foi construída no início do século XVIII. O interior mescla elementos produzidos em diferentes fases da arquitetura colonial mineira, como os estilos joanino e rococó, além de pinturas do século XX. Seus três altares encantam, com molduras bem talhadas, que relembram uma infinidade de arabescos artisticamente trabalhados e dispostos com suas colunas espirais salomônicas douradas.
foto - Gui Torres
foto -  PMI

PASTEL DE ANGU - PATRIMÊNIO CULTURAL
Considerada a jóia gastronômica de Itabirito, o Pastel de Angu surgiu na Fazenda dos Portões, no Século XIX, quando a cidade ainda tinha o nome de Itabira do Campo. Conta a lenda, que a iguaria foi criada pelas escravas Philó e Maria Conga, que aproveitavam a sobra de angu, principal refeição dos escravos, e para complementar a comida usavam como recheio um guisado feito com umbigo de banana e restos de carne. Posteriormente, fritavam o quitute na banha de porco. Com o passar do tempo, o prato se tornou paixão dos itabiritenses e de turistas que visitam a cidade só para experimentar a delícia, que foi se aprimorando com recheios mais sofisticados de carne, queijo, presunto, frango com catupiry, bacalhau e carne seca com catupiry.
foto -  PMI

A CIDADE
itabirito é uma cidade aconchegante e com um clima agradável. Em plena Estrada Real, está localizada estrategicamente entre a capital mineira e Ouro Preto. Rodeada por belas montanhas, o município consegue conciliar uma vida simples com a influência das grandes metrópoles, tornando-se um atraente lugar para visitar e viver.
Localizada a 55 km de Belo Horizonte, o que não falta aqui é aventura e emoção para os visitantes. Passear pelas belezas naturais, conhecer belas cachoeiras e se divertir na histórica ferrovia são algumas opções que Itabirito oferece. A cidade é ideal para quem procura belos cenários históricos, pois suas Igrejas e construções relatam uma riquíssima história.
AQUI O ENTORNO DA CIDADE
foto -  Fernando Ferreira Reis
foto - ?

SERRA DA SANTA
Com altitude de 1.200m, a Serra da Santa é uma parada obrigatória da Rodovia dos Inconfidentes. A serra tem composição rochosa com afloramentos, formando um conjunto de esculturas naturais em projeções abstratas. Nos meses de inverno, forma-se um “mar de nuvens” sobre as montanhas, considerado um verdadeiro espetáculo. Conta-se que o pintor Guignard costumava usar esse cenário para fazer alguns de seus quadros.
foto -  PMI
CACHOEIRAS
foto - ?

PICO DE ITABIRITO
O Pico de Itabirito é o maior símbolo histórico da cidade e é considerado uma das mais belas e mais ricas formações montanhosas do país, além de ser o único monolito no mundo constituído de hematita compacta. Com 1.586m de altitude, hoje é homenageado pela Prefeitura em sua marca. O Pico de Itabirito é tombado pelo Patrimônio Natural Estadual.
foto - Marcelo S. F.
foto - ?

IGREJA DE SÃO GONÇALO DO BAÇÃO NO DISTRITO DE MESMO NOME
A capela primitiva é anterior a 1748, tendo sofrido duas ampliações posteriormente. É composta de três tipologias intercaladas, que evidenciam as três etapas da construção. Apesar das várias reformas, a igreja conserva altares e imagens originais, recentemente restauradas.
foto - Geraldo Salomão
foto - Montanha

GRUPO DE TEATRO SÃO GONÇALO DO BAÇÃO
O Grupo de Teatro de São Gonçalo do Bação foi fundado em 1997 pelo ator e dramaturgo Mauro Antônio Souza. Possui um elenco de 40 participantes, de crianças a idosos, todos moradores do distrito. Em suas peças, encenam fatos históricos, resgatando os valores culturais e sociais do próprio distrito e da região.
CONHEÇA UM POUCO MAIS DO DISTRITO DE SÃO GONÇALO DO BAÇÃO.
foto - Geraldo Salomão
foto - Montanha
foto - Montanha
foto - Geraldo Salomão
foto - Geraldo Salomão
foto - Geraldo Salomão
foto - Montanha
foto - Montanha

VENHA PARA CÁ, ITABIRITO ESPERA POR VOCÊ!
Com tantas alternativas, Itabirito oferece atrações para todos os gostos e idades. Por isso, a cidade orgulha-se em convidá-lo para visitar suas belezas.
foto - Montanha
ESTA EH A BANDEIRA DA CIDADE
ESTE EH O BRASÃO DO MUNICÍPIO


APAIXONE-SE

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

PEDRA AZUL / FORTALEZA DE PEDRAS

BOM DIA. SEJA MUITO BEM VINDO A PEDRA AZUL. A FORTALEZA DE MINAS. copyrigth "Paulo Marcio"
PEDRA AZUL EH UMA CIDADE QUE FICA NO VALE DO JEQUITINHONHA E TEM ATUALMENTE: 23.843 HABITANTES (IBGE 2010) QUE NASCE EM PEDRA AZUL É: PEDRA-AZULENSE (PEDRAZULENSE) O IDH DO MUNICÍPIO É DE: 0,660 - CONSIDERADO MÉDIO PELOS INDICADORES DA ONU. A TEMPETATURA MÉDIA DA CIDADE É DE: 24°. FORAM REALIZADOS EM PEDRA AZUL, 77 CASAMENTOS EM 2010. NÃO ACONTECEU NENHUMA SEPARAÇÃO E NENHUM DIVORCIO. A CIDADE FAZ ANIVERÁRIO EM 1º DE JUNHO. A pecuária, atividade primeira na história econômica do lugar, continua sendo básica para a sua receita. Colonizada por vaqueiros nordestinos, que ali chegaram em busca de pastagens para seu gado, a região herdou deles a tradição do trato com grandes rebanhos, principalmente o gado de corte, mas não se esqueceu dos cuidados com o subsolo. Os primeiros moradores do atual município foram Manoel José Botelho, em 1822, e o padre Manoel Fernandes, em 1834, após o grande incêndio …

POÇOS DE CALDAS

BOM DIA. BEM VINDO A CIDADE DAS ROSAS / BEM VINDO A POÇOS DE CALDAS MONTANHAS DA REGIÃO copyrigth "Enioprado" POÇOS DE CALDAS TEM HOJE 152.496 HABITANTES O IDH DO MUNICÍPIO EH DE: 0.841 - CONSIDERADO ELEVADO PELOS INDICADORES DA ONU. A CIDADE FAZ ANIVERSÁRIO EM 06 DE NOVEMBRO E FOI FUNDADA EM 1872 QUEM NASCE EM POÇOS DE CALDAS EH: POÇOS-CALDENSE. HISTÓRIA A região onde se localiza o atual Município de Poços de Caldas foi inicialmente habitada pelos indios Cataguases que, em 1675, ofereceram combate e venceram a célebre bandeira de Lourenço Castanho, cognominado "O Velho". Com a busca de pastagens para manter a pecuária valorizou-se a região dos "Campos de Caldas'', como passou a ser chamado o local. Com isto, facilitou a instalação do núcleo pastoril que, economicamente, substituiu a lavra e grupiara. Entre os que vieram para os "Campos de Caldas", nos últimos anos de 1700, encontrava-se o Padre Manoel Gonçalves Correia, que instalou uma fazenda no &q…

CORONEL FABRICIANO / CIDADE DA SERRA DOS COCAIS

BOM DIA. BEM VINDO A CORONEL FABRICIANO.
copyrigth "pmcf" CORONEL FABRICIANO TEM 103.797 HABITANTES. QUEM NASCE EM CORONEL FABRICIANO É: FABRICIANENSE. O IDH DO MUNICÍPIO É DE: 0,789 - CONSIDERADO MÉDIO PELOS INDICADORES DA ONU. A ÁREA DA CIDADE É DE APENAS 221 QUILÔMETROS QUADRADOS. DEVIDO A ISTO, A DENSIDADE DEMOGRÁFICA É ALTA. SÃO 470 HABITANTES POR QUILÔMETRO QUADRADO. Destemidos desbravadores, muitos dos quais heróis anônimos que arrostando o endêmico impaludismo, em meio selvagem e hostil, abriram picadões, rasgaram clareiras, mata virgem adentro sertões afora, para que a ferrovia Vitória a Minas pudesse estender as suas paralelas de aço em direção a Itabira, em demanda do riquíssimo minério de ferro do fabuloso Cauê, hoje fonte principal de uma das maiores divisas acarretadas para a Pátria Brasileira. Foi do arroio daqueles heróicos operários, que surgiu a atual cidade Coronel Fabriciano, que até o princípio de 1922 não passava de uma floresta virgem, não violada p…

PIRAPORA / PORTAL DO RIO SÃO FRANCISCO

BEM VINDO A CIDADE DE PIRAPORA. A CIDADE PROGRESSO
imagem - Jadir F.
PIRAPORA TEM 53.368 HABITANTES - IBGE 2010 -
QUEM NASCE EM PIRAPORA EH: PIRAPORENSE
A CIDADE FAZ ANIVERSÁRIO EM 01 DE JUNHO E FOI EMANCIPADA EM 1.912
ORIGEM DO NOME
O topônimo de origem tupi significa “salto de peixe” ou “onde o peixe salta” - pira (peixe) e poré (salto).
HISTÓRIA

O São Francisco foi, durante o ciclo da mineração, importante meio de transporte para o abastecimento da região das minas. As mercadorias saíam da Bahia subindo o rio e, quando terminava o trecho navegável, seguiam por terra até os centros mineradores. A cidade nasceu justamente no ponto da baldeação, na margem direita do rio, a jusante da cachoeira de Pirapora. Parte da tribo dos índios Cariris, em época remota, teria subido o Rio São Francisco. Movida pelo temor à aproximação dos brancos pelo litoral brasileiro e acossada pelas tribos vizinhas. Aportando na área hoje compreendida pelo município de Pirapora, fixaram-se defronte à corredeira, esta…

RIBEIRÃO DAS NEVES / MG

BEM VINDO A CIDADE DE RIBEIRÃO DAS NEVES. A MAIOR HETEROGENEIDADE RELIGIOSA DO BRAZIL imagem  - Reo 06 RIBEIRÃO DAS NEVES TEM 296.317 HABITANTES - IBGE 2010 QUEM NASCE EM RIBEIRÃO DAS NEVES EH: NEVENSE A CIDADE FAZ ANIVERSÁRIO EM 12 DE DEZEMBRO E FOI EMANCIPADA EM 1.953 ORIGEM DO NOME Muito se fala sobre o nome Ribeirão das Neves, mas pouco sabemos oficialmente sobre este nome. Temos duas versões: Primeira versão: Advém do córrego que passa cortando o centro da cidade. Segundo a lenda, este pequeno córrego que nasce no Morro do Anil, próximo ao Bairro Várzea Alegre, em épocas de frio, ficava com uma temperatura bem abaixo, a ponto de esfriar o suficiente para ocasionar gelo. Dai o nome RIBEIRÃO DAS NEVES. Segunda versão: Advém da Padroeira do Município, Nossa Senhora das Neves, que segundo a lenda, apareceu para alguns fiéis, no alto do morro central que separa o centro comercial do Bairro Santa Martinha. Hoje, próximo ao Cemitério Senhor da Paz, cuja imagem demonstrava beleza e altivez. Seus…

DIANÓPOLIS / TOCANTINS - Berço cultural do estado, tem mais à oferecer, cascatas, cachoeiras, museu e "garganta"; platô da serra geral com cânions e mirantes

LINHA DO TEMPO DA CIDADE DE "DIANÓPOLIS" / TOCANTINS / BRASIL DIANÓPOLIS
BEM VINDO A CIDADE DE DIANÓPOLIS. CIDADE DO DIANOFOLIA
imagem - ? População estimada 2016 (1) - 21.457
Área da unidade territorial 2015 (km²) - 3.217,313
Densidade demográfica 2010 (hab/km²) - 5,94
Código do Município 1707009
Gentílico - dianopolino
ORIGEM DO NOME DE DIANÓPOLIS, TO
A origem do nome "Dianópolis" está relacionada a Francisco das Chagas Moura, que foi prefeito do município entre os anos de 1934 a 1938. Então, a cidade chamava-se "São José do Du•ro". "Duro" era uma simplificação de "D´ouro", uma vez que a região era rica em ouro em seu subsolo. Quando prefeito, Francisco Moura indicou que a cidade fizesse uma homenagem às senhoras do lugar que chamavam-se "Custodiana", conhecidas pela alcunha de "Diana". Daí a indicação da cidade passar a chamar-se "Dianópolis", quer dizer, "Terra das Dianas".
Gentílico: …

SARZEDO

SEJA BEM VINDO A UMA DAS CIDADES MAIS JOVEM E RICA NA PRODUÇÃO DE MINÉRIO DE FERRO DAS MINAS GERAIS. SEJA BEM VINDO A CIDADE COM O MAIOR CRESCIMENTO ECONÔMICO DAS MINAS GERAIS. BEM VINDO A SARZEDO VEJA QUE BELA AVENIDA imagem - Montanha SARZEDO TEM 25.728 HABITANTE (IBGE 2010) QUEM NASCE EM SARZEDO EH : SARZEDENSE A CIDADE FAZ ANIVERSÁRIO EM 21 DE DEZEMBRO E FOI EMANCIPADA EM 1.995 HISTÓRIA OS PRIMEIROS CONTATOS DO HOMEM BRANCO COM A REGIÃO RECUAM AO INÍCIO DO CICLO DO OURO. AS TERRAS DO ATUAL MUNICÍPIO FICARAM À MARGEM DO PROCESSO DE OCUPAÇÃO E URBANIZAÇÃO QUE CARACTERIZOU AS REGIÕES AURÍFERAS DE MINAS GERAIS. O POVOAMENTO DE SARZEDO TEVE MAIOR IMPULSO COM A IMPLANTAÇÃO DA ESTRADA DE FERRO CENTRAL DO BRASIL, LINHA DO PARAOPEBA. A ESTAÇÃO DE SARZEDO FOI INAUGURADA EM 20 DE JUNHO DE 1917. O NOME DA ESTAÇÃO E, DEPOIS, DO MUNICÍPIO, É UMA HOMENAGEM AO ENGENHEIRO ESPANHOL FRANCISCO SARZEDO QUE TRABALHOU NA CONSTRUÇÃO DO RAMAL FERROVIÁRIO. AQUI A ESTAÇÃO FERROVIÁRIA. ONDE A CIDADE COMEÇOU imagem - T…

SETE LAGOAS / MG - CIDADE DAS LAGOAS ENCANTADAS - TERRA NATAL DO TRAPALHÃO "ZACARIAS"

BEM VINDO A CIDADE DE 7 LAGOAS. CIDADE NASCIDA PARA O ALTO. TERRA NATAL DO TRAPALHÃO ZACARIAS imagem - ? 7 LAGOAS TEM 214.152 HABITANTES - IBGE 2010 -  QUEM NASCE EM 7 LAGOAS EH: SETE LAGOANO A CIDADE FAZ ANIVERSÁRIO EM 24 DE NOVEMBRO E FOI FUNDADA EM 1.880 ORIGEM DO NOME O nome da cidade é uma referência as sete lagoas que foram encontradas quando da fundação da cidade. Com o passar dos anos novas lagoas foram descobertas e a cidade conta com mais de trinta lagoas em todo seu território. HISTÓRIA Os primeiros civilizados que chegaram às terras " das Sete Lagoas", foram alguns componentes da bandeira de Fernão Dias Leme - o "caçador de esmeraldas", que em 1667, estacionados no Sumidouro, foram atraídos pela possibilidade da existência de minério argentífero no Serrote das Sete Lagoas. Ali se demorou a bandeira, acerca da qual, pela primeira vez, a história se refere á extensa planície coberta por lindas lagoas, a qual os indígenas davam o nome de "Vapabuçu". De 1…

ARAGUARI / MG

ESTA EH A MATRIZ DE BOM JESUS DA CANA VERDE, DA CIDADE DE ARAGUARI.
foto - ?
AQUI A IGREJA DE NOSSA SENHORA DE FÁTIMA
foto - Roberto Rufino
ESTA AQUI EH A IGREJA DO ROSÁRIO
foto - Roberto Rufino
A IGREJA DO ROSÁRIO NO CONTEXTO DA PRAÇA
foto - Roberto Rufino
LATERAL DA IGREJA DO ROSÁRIO
foto - Roberto Rufino

NAZÁRIO / GOIÁS - NO CORAÇÃO DA CRIANÇA RESIDE O SEGREDO DA PAZ - CIDADE AMIGA DAS MINAS GERAIS

SEJA MUITO BEM VINDO A CIDADE DE NAZÁRIO. NO CORAÇÃO DE GOIÁS. A MAIOR PRODUTORA DE PÓ DE GELATINA DO BRAZIL. UMA CIDADE ACOLHEDORA E DE PESSOAS PRESTATIVAS. foto - Thymonthy Becker Comunicação NAZÁRIO TEM 8.421 HABITANTES (ESTIMATIVA IBGE 2013) QUEM NASCE EM NAZÁRIO EH: NAZARINENSE A CIDADE FAZ ANIVERSÁRIO EM 25 DE AGOSTO E FOI EMANCIPADA EM 1.948 ORIGEM DO NOME O NOME NAZÁRIO EH UMA HOMENAGEM AO PRIMEIRO MORADOR (NAZÁRIO PEREIRA DE OLIVEIRA) QUE SE ESTABELECEU NA REGIÃO. ERA DE DESCENDÊNCIA ESPANHOLA E CHEGOU AO LOCAL POR VOLTA DE 1.880  HISTÓRIA DA CIDADE Por volta de 1880, Nazário Pereira de Oliveira, de descendência espanhola, radicou-se com sua família em lugar bem próximo à Serra da Jibóia, no então Município de Palmeiras de Goiás, onde tentou, sem êxito, a fortuna, procurando ouro ou pedras preciosas. Pouco tempo depois, transferiu-se para o local onde mais tarde nasceria o povoado, nas proximidades da confluência do Córrego Buriti com o Rio dos Bois. Fez erigir aí uma capela, à qual c…