domingo, 3 de fevereiro de 2013

ALÉM PARAIBA - NA DIVISA COM O ESTADO DO RIO DE JANEIRO

-->
BEM VINDO A CIDADE DE ALÉM PARAÍBA
foto - Eduardo M. Rocha
ALÉM PARAÍBA TEM 34.349 HABITANTES - IBGE 2010 -
QUEM NASCE EM ALÉM PARAÍBA EH: ALEM PARAIBANO
A CIDADE FAZ ANIVERSÁRIO EM 28 DE SETEMBRO E FOI FUNDADA EM 1.883
ORIGEM DO NOME
O nome eh uma referência ao rio Paraíba do Sul e o fato da cidade estar na margem oposta da margem do estado do Rio de Janeiro. 
HISTÓRIA

O território em que hoje se ergue o Município de Além Paraíba foi, primitivamente, habitado pelos índios Puris, Cropós e Croatos. A colonização foi dificultada pela extensa mata e por ter sido o terreno interdito à exploração - Áreas Proibidas - meio de coibir o contrabando de ouro das "minas gerais". Estas rotas eram usadas por contrabandistas para desviarem da fiscalização dos Registros “Postos de arrecadação” existentes na via oficial, o Caminho Novo (integrantes da Estrada Real), que passava a poucas léguas da região.
Algumas trilhas cruzavam os territórios atualmente ocupados pelos municípios de Além Paraíba, Santo Antônio do Aventureiro , Estrela Dalva, Pirapetinga e Volta Grande. Entre os usuários destas variantes ilegais merece destaque Manoel Henriques - cognominado o “Mão de Luva” - chefe de um grupo que garimpava ouro, sem a permissão da Coroa, nos vizinhos Sertões de Macacu das Áreas Proibidas, localizados na Serra Fluminense, à qual tinha acesso atravessando o então caudaloso Rio Paraíba.
Em 1784, o Governador de Minas, Dom Luiz da Cunha Menezes, mandou um Regimento para fazer um minucioso inventário geográfico da região, avaliando o potencial de minerais preciosos; os rios; as montanhas e caminhos existentes; o número de povoações e de habitantes; além de abrir novas estradas e criar Novos Registros, Rondas e Patrulhas, etc. O comandante da missão era o Sargento-mor Pedro Afonso Galvão de São Martinho, tendo como responsável técnico o perito Alferes Joaquim José da Silva Xavier “o Tiradentes”. O Regimento construiu os Registros de Porto do Cunha, Louriçal e Ericeia, ao longo da estrada que construíram às margens do Rio Paraíba do Sul em direção ao Registro de Paraíbuna e ao Porto de Menezes, localizados nas proximidades das atuais Matias Barbosa e Juiz de Fora. O nome Porto do Cunha foi uma homenagem do Sargento-mor ao Governador mineiro. Este porto deu origem a um dos núcleos que formaria a cidade de São José d’Além Parahyba.
AQUI A SEDE DO PODER EXECUTIVO - PREFEITURA -
foto - Raymundo P. Netto
IGREJA DE SÃO JOSÉ
 foto - Raymundo P. Netto
IGREJA DE SANTA RITA DE CÁSSIA
foto - Raymundo P. Netto
IGREJA DE NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO
foto - Raymundo P. Netto
foto - ?
NA DIVISA COM O ESTADO DO RIO DE JANEIRO
foto - Raymundo P. Netto
ESTAÇÃO FERROVIÁRIA
foto - Raymundo P. Netto
foto - Montanha
ESTAÇÃO DE PORTO NOVO
foto - Eduardo M. Rocha
foto - Eduardo M. Rocha
RUÍNAS DA ESTAÇÃO DE PORTO VELHO
foto - Luciano Ferreira
CONHEÇA UM POUCO MAIS DA CIDADE DE ALÉM PARAÍBA
foto - francisco Filippi
foto - Luciano Ferreira
foto - Francisco Filippi
foto - Raymundo P. Netto
foto - Francisco Filippi
foto - Eduardo M. Rocha
foto - Jorge A. Ferreira JR
foto - Montanha
foto - Eduardo M. Rocha
foto - Francisco Filippi
foto - Francisco Filippi
foto - Francisco Filippi
foto - Francisco Filippi
foto - Francisco Filippi
foto - Francisco Filippi
foto - Francisco Filipe
ENTORNO DA CIDADE
foto - Eduardo M. Rocha
PONTE SOBRE O RIO PARAÍBA DO SUL
foto - Eduardo M. Rocha
foto - Francisco Filippi
ESTA EH A BANDEIRA DA CIDADE
ESTE EH O BRASÃO DO MUNICÍPIO
THYMONTHY BECKER COMUNICAÇÃO