MINAS GERAIS EH FANTÁSTICA: Ribeirão das Neves, Minas Gerais - No circuito, Verde Trilhas dos Bandeirantes, com diversos pontos turísticos religiosos, culturais, arquitetônicos e ecológicos. Vem Comigo:

Ribeirão das Neves, Minas Gerais - No circuito, Verde Trilhas dos Bandeirantes, com diversos pontos turísticos religiosos, culturais, arquitetônicos e ecológicos. Vem Comigo:


















No circuito, Verde Trilhas dos Bandeirantes, com diversos pontos turísticos religiosos, culturais, arquitetônicos e ecológicos. Vem Comigo:
BEM VINDO A CIDADE DE RIBEIRÃO DAS NEVES, MG. A MAIOR HETEROGENEIDADE RELIGIOSA DO BRASIL
imagem  - Reo 06
A maior Heterogeneidade Religiosa do Brasil. Edificada num panorama de simples atrativos arquitetônicos a cidade conserva uma heterogeneidade religiosa, abrigando igrejas de distintas denominações religiosas, que ao longo de sua história vem constituindo um panorâmico patrimônio histórico e cultural.



Os principais pontos turísticos são: Praça das Neves, avenida dos Nogueiras, 7 Centro, Praça da Matriz, rua Denise Cristina da Rocha, Centro Comercial do Distrito de Justinópolis, Casa de Cabeça Para Baixo, rua Cardeal Arcoverde, Bairro Fortaleza, Cidade dos Meninos de São Vicente de Paulo, A Irmandade de Nossa Senhora do Rosário de Justinópolis, reúne há mais de cem anos as tradições do Candombe, Congo, Moçambique, Folia de Reis, entre outras
VISTA PARCIAL DA CIDADE DE RIBEIRÃO DAS NEVES, MG
imagem - Wikipédia
Edificada num panorama de simples atrativos arquitetônicos a cidade conserva uma heterogeneidade religiosa, abrigando igrejas de distintas denominações religiosas, que ao longo de sua história vem constituindo um panorâmico patrimônio histórico e cultural.
CONHEÇA UM POUCO DA CIDADE DE RIBEIRÃO DAS NEVES, MG
imagem - Jairo Nunes
imagem - Jairo Nunes
imagem - Jairo Nunes
imagem - Jairo Nunes
imagem - Jairo Nunes
imagem - Jairo Nunes
imagem - Reo 06
imagem - Reo 06
imagem - Reo 06


imagem - Reo 06
imagem - Jairo Nunes
imagem - Jairo Nunes
imagem - Reo 06
imagem - Reo 06
imagem - Jairo Nunes
imagem - Reo 06
VOCÊ SABIA?
Ribeirão das Neves é considerado um município dormitório, pois a maior parte de seus moradores trabalha na capital mineira, ou nos municípios vizinhos que também fazem parte da Região Metropolitana de Belo Horizonte.
imagem -  Reo 06
imagem - Reo 06
IGREJA DE NOSSA SENHORA DO ROSÁRIO NA CIDADE DE RIBEIRÃO DAS NEVES, MG
imagem - Jairo Nunes


MATRIZ DE NOSSA SENHORA DAS NEVES EM RIBEIRÃO DAS NEVES, MG
imagem - Jairo Nunes
imagem - Jairo Nunes
ANTIGO CASARÃO DA CIDADE DE RIBEIRÃO DAS NEVES, MG
imagem - Reo 06
ORATÓRIO DO ANTIGO CASARÃO DE RIBEIRÃO DAS NEVES, MG
imagem - Reo 06
SEDE DO PODER LEGISLATIVO - CÂMARA DE VEREADORES DA CIDADE DE RIBEIRÃO DAS NEVES, MG
imagem - Jairo Nunes
CIDADE DOS MENINOS EM RIBEIRÃO DAS NEVES, MG
imagem - Jairo Nunes
VILA MILITAR DA CIDADE DE RIBEIRÃO DAS NEVES, MG
imagem - Jairo Nunes
CAPELA DA VILA MILITAR EM RIBEIRÃO DAS NEVES, MG
imagem - Jairo Nunes
CAMPO DA VILA MILITAR
imagem - Jairo Nunes
ÁRVORE
imagem - Jairo Nunes
ENTORNO DA CIDADE DE RIBEIRÃO DAS NEVES, MG
imagem - Reo 06
imagem - Rafael Sguizzato


imagem - Reo 06
imagem - Jairo Nunes
imagem - Rafael Sguizzato
QUADRA MUNICIPAL DE RIBEIRÃO DAS NEVES, MG
 imagem - Alberto Luiz Teixeira
CAMPINHO
imagem - Alberto Luiz Teixeira
imagem - Jairo Nunes
imagem - Jairo Nunes
População estimada 2016 (1) - 325.846
Área da unidade territorial 2015 (km²) - 155,454
Densidade demográfica 2010 (hab/km²) - 1.905,07
Código do Município 3154606
Gentílico - nevense
Prefeito 2017 / MOACIR MARTINS DA COSTA JUNIOR




ORIGEM DO NOME DA CIDADE DE RIBEIRÃO DAS NEVES, MG
Muito se fala sobre o nome Ribeirão das Neves, mas pouco sabemos oficialmente sobre este nome. Temos duas versões:
Primeira versão: Advém do córrego que passa cortando o centro da cidade. Segundo a lenda, este pequeno córrego que nasce no Morro do Anil, próximo ao Bairro Várzea Alegre, em épocas de frio, ficava com uma temperatura bem abaixo, a ponto de esfriar o suficiente para ocasionar gelo. Dai o nome RIBEIRÃO DAS NEVES.


Segunda versão: Advém da Padroeira do Município, Nossa Senhora das Neves, que segundo a lenda, apareceu para alguns fiéis, no alto do morro central que separa o centro comercial do Bairro Santa Martinha. Hoje, próximo ao Cemitério Senhor da Paz, cuja imagem demonstrava beleza e altivez. Seus pés estavam cobertos de uma neve extremamente branca, semelhante ao gelo e seu pedido era para rezarem muito pelo povo da cidade. Daí surgiu a Padroeira do Município Nossa Senhora das Neves e o nome do Município, RIBEIRÃO DAS NEVES.

Gentílico: nevense
HISTÓRICO DA CIDADE DE RIBEIRÃO DAS NEVES, MG
As primeiras referências sobre o município de Ribeirão das Neves são do início do século XVIII, o qual denominava-se "Matas de Bento Pires".
Em 1745, o mestre-de-campo Jacintho Vieira da Costa obtém o título de sesmaria de uma porção de terra na região central e dois anos mais tarde, constrói uma Capela dedicada a Nossa Senhora das Neves, o que dá origem ao nome "Fazenda das Neves". Em 1746, foi construído o engenho da Fazenda das Neves.


Em 1760, morre Jacintho Vieira da Costa e tendo oito filhos ilegítimos, lega seus bens ao filho Antonio Vieira da Costa. Isso gerou um conflito que durou até 1796 quando este falece, sem ter herdeiros legítimos.
Os bens foram levados à leilão, e as fazendas das Neves e Carijós foram arrematadas pelo Capitão José Luis de Andrade, português, morador da Vila do Sabará, iniciando um novo período na história do município. José Luis casou-se em 1799 com D. Francisca Antônia da Costa, com a qual teve dois filhos: O Guarda-mor Joaquim José de Andrade e o Padre José Maria de Andrade.


Joaquim José de Andrade, nascido em 1781, veio para Neves em 1818 para morar na Fazenda dos Carijós (hoje bairros Santa Marta, Santa Martinha, Porto Seguro e Nova União) e a comprou de seu pai em 1825. Casou-se em 1826 com Dona Úrsula Maria Nogueira de Alvarenga com a qual teve 8 filhos, deixando grande descendência em Ribeirão das Neves e Pedro Leopoldo. José Maria de Andrade, segundo filho do Capitão, nasceu em 1794, ordenou-se padre em 1818, vindo para a Fazenda das Neves neste período onde ficou até sua morte. Com a vinda do Padre, a Capela já existente desde 1747 passou a ter mais importância.


Em 1820, foi criada uma Guarda-Moria nas Capelas de Nossa Senhora das Neves e Santo Antônio da Venda Nova. A lei Providencial de 15 de setembro de 1827, reforçada pelo Decreto de 11 de setembro de 1830, eleva Neves a Distrito de Paz, com uma população aproximada de 1.241 habitantes.
Neves perdeu sua condição de distrito em 1846 através do pedido do então vereador, Padre José Maria de Andrade, visto as condições precárias da capela e o aumento da população. É criado então, o distrito de Venda Nova, ao qual Neves é anexado.


Após a morte do padre, Neves foi anexada ao distrito de Pindahybas (Lei n.º 2.041 de 01/12/1873), atual Vera Cruz de Minas (Pedro Leopoldo) com a qual permaneceu até 1911, quando ambas foram anexadas ao recém município de Contagem.
Em 1927, o Estado de Minas Gerais adquire as fazendas do Mato Grosso e parte da Fazenda de Neves para construção de uma Penitenciária Agrícola que impulsiona o crescimento populacional. Em 1938, Contagem perde sua autonomia de município e é anexada à Betim juntamente com todos os seus distritos, incluindo Neves e Campanha. Neste mesmo ano, foi inaugurada a Penitenciária Agrícola de Neves.
ESTA EH A BANDEIRA DA CIDADE DE RIBEIRÃO DAS NEVES, MINAS GERAIS
ESTE EH O BRASÃO DO MUNICÍPIO DE RIBEIRÃO DAS NEVES, MINAS GERAIS
VALEU PELA VISITA - SEMPRE VOLTE






Fonte dos textos e fotos: IBGE / Thymonthy Becker / Governo de Ribeirão das Neves, MG / Wikipédia 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Minas são muitas, Todas são gerais