Pular para o conteúdo principal

PRADOS / MG - TERRA DA MÚSICA E DA LIRA CECILIANA
















BEM VINDO A HISTÓRICA CIDADE DE PRADOS. BERÇO DE MUITOS INCONFIDENTES.
foto - Léo Carvalho
PRADOS TEM 8;391 HABITANTES - IBGE 2010 -
QUEM NASCE EM PRADOS EH: PRADENSE
A CIDADE FAZ ANIVERSÁRIO EM 24 DE MAIO E FOI EMANCIPADA EM 1.892
ORIGEM DO NOME 
O nome da cidade eh um reconhecimento à família sertanista que fundou a cidade. 
HISTÓRIA
O atual município de Prados data de 1704, quando, segundo a tradição, ali se fixaram dois sertanistas irmãos, membros da família Prado, de Taubaté, iniciando a exploração do ouro, então abundante naquele local. A povoação que logo surgiu teve como primeiro templo uma humilde capelinha coberta de sapé, consagrada a Nossa Senhora da Conceição. Pouco depois, um dos fundadores, já então senhor de considerável fortuna juntamente com outros habitantes ricos, contrataram os artistas de comprovada competência e entregaram-lhes a incumbência de construir um magnífico templo. Suas obras, desde logo iniciadas, só puderam ser terminadas cinquenta anos depois, sem que tivesse havido interrupção dos trabalhos. 
AQUI O TEATRO MUNICIPAL
foto -  Raymundo P. Netto
SEDE DO PODER JUDICIÁRIO. FÓRUM DESEMBARGADOR OLIVEIRA ANDRADE
Pertencente ao vigário Pe. Emanoel Martins de Carvalho, na metade de séc. XVIII, sua construção é extremamente requintada, entre o solo e o travessão onde se formam as paredes, existe uma muralha de pedra chamada sapata. Antigamente os servos e escravos observavam o movimento urbano subindo nestas sapatas, pois não tinham acesso aos cômodos superiores onde a visão era privilegiada. Após vários proprietários herdeiros do vigário, o casarão foi doado ao Estado para cediar a comarca, que funcionava juntamente com a câmara. Em 1973, o Estado de Minas Gerais decidiu extinguir a comarca de Prados, permanecendo enquanto o Juiz não se transferisse. Com a interferência do poder executivo, o Estado resolveu permanecer com a comarca no município e incluindo o de Dores de Campos, que até então estava sobre a jurisdição da comarca de Barbacena. Atualmente o prédio passou por uma belíssima reforma, conservando suas características.
foto -  Léo Carvalho
foto -  Raymundo P. Netto
SEDE DO PODER LEGISLATIVO - CÂMARA DE VEREADORES -
foto -  Raymundo P. Netto
ESTAÇÃO FERROVIÁRIA
foto - ?
IGREJA MATRIZ DE NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO E SEU INTERIOR
Construída no período de 1712 a 1770, seu interior é em estilo rococó. A portada, ornamentada com motivos indígenas, é esculpida em gnaisses. O forro é totalmente recoberto de pinturas. As imagens existentes são originais e datam do século XVIII. Foi tombada pelo IPHAN em 1995, e vem passando por restaurações na capela mor e nos altares laterais.
foto -  Raymundo P. Netto
CASA DA PRATA
Museu de arte sacra localizado no interior da Matriz de Nossa Senhora da Conceição que guarda imagens, pinturas, prataria e curiosidades a respeito da história religiosa de Prados.
foto -  Raymundo P. Netto
CAPELA DE NOSSA SENHORA DO ROSÁRIO DOS PRETOS
Construída pelos escravos por iniciativa da Irmandade do Rosário dos Pretos,  foi concluída por volta de 1770. Tanto em termos de arquitetura quanto de ornamentação, a simplicidade predomina nessa edificação. Uma pintura no forro da capela mor representando uma cena do Apocalipse passou por um processo de restauração.
foto -  PMP
IGREJA DE SANTO ANTÔNIO E SEU INTERIOR
Localizada no bairro de Pinheiro Chagas, tem estilo moderno e foi concluída em 1967. Revestida de pedras da Serra de São José, como tudo o que nela existe é proveniente da região.
foto -  Raymundo P. Netto
foto -  Raymundo P. Netto
GINÁSIO SÃO JOSÉ
Por volta do séc. XVIII, o casarão era o local aonde se realizavam saraus e outras festividades. A estrutura é em madeira com paredes de taipa e os forros dos cômodos são do tipo saia-e-camisa, as paredes são pintadas de branco e a cobertura é em quatro águas, com beiral de cimalha, sendo os cunhais em azul. Um dos proprietários do casarão, o Cel. José Manoel, vendeu-o para a família do Cel. João Luiz, que mais tarde doou para a Santa Casa. Mais tarde o prédio foi cedido para o CNEC com a finalidade de criar o Ginásio São José, para aulas de 1o e 2o graus. Atualmente funciona no casarão a Câmara Municipal e departamentos ligados à Prefeitura.
foto -  PMP
SEDE DO PODER EXECUTIVO - PREFEITURA -
foto -  Raymundo P. Netto
CONHEÇA UM POUCO MAIS DA BELA, HISTÓRICA E CHARMOSA CIDADE DE PRADOS.
foto -  André Luís Vieira
foto -  André Luís Vieira
FESTA DO BOI MOFADO
Não se conhece a origem exata dessa festa. Mas às vésperas do carnaval os bairros constroem bois de armação e pano e esses bois vão ao Centro da cidade acompanhados de músicos e uma multidão. Ocorre uma espécie de desfile, a festa ainda é completada por toureiros e mulinhas além de pessoas mascaradas. Ocorre na verdade uma disputa informal entre os bairros no sentido de quantidade de pessoas, animação e beleza dos bois.
foto -  PMP
foto -  André Luís Vieira
foto - Cleber Morais
foto -  André Luís Vieira
foto -  André Luís Vieira
foto -  André Luís Vieira
MIRANTE DO CRUZEIRO
Está localizado a 2,8km do centro da cidade. Possui uma vista panorâmica da cidade e da natureza típica da região. Uma cruz de 12m de altura em sua praça contém a história, dizeres e poemas sobre a cultura e o município de Prados.
foto - Léo Carvalho
foto - Léo Carvalho
foto -  Raymundo P. Netto
foto -  André Luís Vieira
CASARIO COLONIAL DO SÉCULO XVIII
A maioria está situada nas ruas Cel. João Luiz e Cel. José Manuel. Merecem destaque o prédio do Fórum; prédio do antigo Ginásio São José, que hoje abriga a Câmara Municipal; Casarão da Selaria Estrela, onde se produz artefatos de couro; a casa mais antiga da cidade, inicialmente adquirida pelo Cel. Francisco de Oliveira Lopes, data antes de 1788; Casarão da Hipólita, que mandou construí-lo ao lado da Matriz de Nossa Senhora da Conceição com o propósito de assistir a todas às celebrações religiosas ocorridas ali;  e outros belos casarões que fazem parte da história do desenvolvimento da cidade.
foto -  André Luís Vieira
foto -  André Luís Vieira
foto -  André Luís Vieira
foto -  André Luís Vieira
foto -  André Luís Vieira
foto - ?
foto -  André Luís Vieira
foto -  André Luís Vieira
PARADÕES DO BOQUEIRÃO
foto - Léo Carvalho
TRILHA
foto - Léo Carvalho
SERRA DE SÃO JOSÉ
Apresenta as maiores altitudes da região do município de Prados, entre 1.100m e 1.430m. Está localizada dentro da Área de Preservação Ambiental (APA – São José) e Refúgio da Vida Silvestre – Libélulas das Vertentes, como Unidade de Conservação de âmbito estadual. Área propícia para a prática de esportes radicais e ecoturismo como escaladas, rapel, vôo livre, ciclismo e caminhadas pelas várias trilhas existentes na região em meio à mata nativa. A Serra de São José proporciona, do seu alto, belos panoramas de toda a região
foto -  PMP
foto -  PMP
foto - ?
LIRA CECILIANA
Criada em 1858. É herdeira do movimento musical setecentista e responsável pela permanência da execução de peças de antigos mestres, ainda hoje tocadas nas mesmas celebrações religiosas para as quais foram compostas, algumas há quase trezentos anos. Mantém em atividade uma banda de música, uma orquestra e um coral, além de uma escola de iniciação musical para a formação de novos músicos.
foto -  Raymundo P. Netto
ENTORNO DA CIDADE
foto -  André Luís Vieira
POVOADO DE VITORIANO VELOSO (BICHINHO)
Bichinho pertence ao município de Prados desde 1938, tendo 768 habitantes e localizado a 12 km da cidade sede. Próximo a Serra de São José, o povoado é cortado pelo “Córrego do Bichinho” que faz parte da Bacia do Rio Grande e desagua no Rio das Mortes. Sua importância turística se deve à produção artesanal e aos serviços de pousadas e restaurantes. 
foto -  André Luís Vieira
foto -  André Luís Vieira
IGREJA DE NOSSA SENHORA DA PENHA DE FRANÇA
Está edificada no povoado de Vitoriano Veloso (Bichinho). Construída entre 1732 e 1771, seu interior é muito semelhante à Matriz de Nossa Senhora da Conceição, com pinturas de grande qualidade no forro da capela mor e na nave. É tombada pelo IPHAN e passou por reforma e restauração das pinturas do forro.
foto -  André Luís Vieira
foto -  André Luís Vieira
foto -  André Luís Vieira
foto -  André Luís Vieira
foto -  André Luís Vieira
foto -  André Luís Vieira
foto -  André Luís Vieira
ESTE EH O LOGO DA ATUAL ADMINISTRAÇÃO MUNICIPAL

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

MARECHAL DEODORO / ALAGOAS - A primeira capital de Alagoas, Patrimônio Histórico Nacional, numa simpática viela de colorido casario colonial, nasceu Marechal Deodoro da Fonseca

LINHA DO TEMPO DA CIDADE DE "MARECHAL DEODORO" / ALAGOAS / BRASIL
O centro histórico de Marechal Deodoro em Alagoas tem muitas construções antigas, mas nem tudo está preservado A primeira capital de Alagoas ganhou, em 2006, o título de Patrimônio Histórico Nacional. Reúne um conjunto de dez igrejas, a maioria em ruínas. Entre elas estão a Senhor do Bonfim (1755), no bairro de Taperaguá, a N.S. do Amparo (1757), na Rua Ladislau Neto, e o importante complexo (atualmente em restauração, fechado para visitas) onde ficam o Museu de Arte Sacra, o Convento de São Francisco e a Igreja de Santa Maria Madalena. A casa onde o Marechal Deodoro da Fonseca viveu até os 16 anos é um museu, na rua que leva o seu nome (uma simpática viela de colorido casario colonial). Você pode estacionar o carro ali e, com um guia do museu, conhecer os arredores. foto - ? População estimada 2016 (1) - 51.715
Área da unidade territorial 2015 (km²) - 332,140
Densidade demográfica 2010 (hab/km²) - 138,62
Código…

CARATINGA / CIDADE ESPERANÇA / TERRA DAS PALMEIRAS

SEJA SEMPRE BEM VINDO A CIDADE DE CARATINGA. A CIDADE DO MENINO MALUQUINHO
copyrigth "?" ORIGEM DO NOME
A denominação do município Caratinga, de origem indígena, (cará / tinga = branco) é devido à falta de alimentação diversificada, o que fazia com que os primeiros habitantes da região se alimentassem de um tubérculo muito encontrado na região na época do povoamento, um cará-branco que servia de alimento para os índios CARATINGA TEM ATUALMENTE, 85.322 HABITANTES. QUEM NASCE EM CARATINGA É: CARATINGUENSE. O IDH DO MUNICÍPIO É DE: 0,754 - CONSIDERADO MÉDIO PELOS INDICADORES DA ONU. A CIDADE FAZ ANIVERSÁRIO EM 24 DE JUNHO. FOI FUNDADA EM 1848 EM CARATINGA, FORAM REALIZADOS EM 2010, 513 CASAMENTOS 056 SEPARAÇÕES 079 DIVÓRCIOS. HISTÓRIA
Em 1841 aportou por estas terras o grande desbravador Domingos Fernandes Lana, que aqui permaneceu até 1847.
No final desse ano, João Caetano do Nascimento, João Antônio de Oliveira e João José, bravos pioneiros, vieram de mudança, trazendo suas famílias,…

CORONEL FABRICIANO / CIDADE DA SERRA DOS COCAIS

BOM DIA. BEM VINDO A CORONEL FABRICIANO.
copyrigth "pmcf" CORONEL FABRICIANO TEM 103.797 HABITANTES. QUEM NASCE EM CORONEL FABRICIANO É: FABRICIANENSE. O IDH DO MUNICÍPIO É DE: 0,789 - CONSIDERADO MÉDIO PELOS INDICADORES DA ONU. A ÁREA DA CIDADE É DE APENAS 221 QUILÔMETROS QUADRADOS. DEVIDO A ISTO, A DENSIDADE DEMOGRÁFICA É ALTA. SÃO 470 HABITANTES POR QUILÔMETRO QUADRADO. Destemidos desbravadores, muitos dos quais heróis anônimos que arrostando o endêmico impaludismo, em meio selvagem e hostil, abriram picadões, rasgaram clareiras, mata virgem adentro sertões afora, para que a ferrovia Vitória a Minas pudesse estender as suas paralelas de aço em direção a Itabira, em demanda do riquíssimo minério de ferro do fabuloso Cauê, hoje fonte principal de uma das maiores divisas acarretadas para a Pátria Brasileira. Foi do arroio daqueles heróicos operários, que surgiu a atual cidade Coronel Fabriciano, que até o princípio de 1922 não passava de uma floresta virgem, não violada p…

QUARTEL GERAL / MINAS GERAIS - Paisagens naturais, Trilhas do Indaiá, Cachoeiras, esportes Radicais, Jipeiros, Construções Históricas. Aventure-se nesta jornada

LINHA DO TEMPO DE "QUARTEL GERAL" / MINAS GERAIS / BRASIL
Quartel Geral faz parte do circuito turístico caminhos do Indaiá. Quartel Geral uma cidade tão especial e peculiar para os mineiros. Eugênia, esposa de Tiradentes, depois de sua morte morou na cidade com seu filho em uma fazenda. A mineração dos diamantes também foi um ponto marcante para a criação do povoado e posteriormente, da cidade. São aspectos que permeiam a história de Quartel Geral e que somente entrando nas verdes matas para descobrir os caminhos do Indaiá, o Rio que atravessa vários municípios e que deu nome ao circuito turístico. Para quem gosta de esportes radicais, os trilheiros, jipeiros e de cachoeiras, Quartel Geral pode proporcionar muitas aventuras.
Academia da Saúde em Quartel Geral, Minas Gerais,  tem por objetivo manter a população saudável
foto - Câmara Municipal Conhecer Quartel Geral também é uma aventura por tudo que o município tem a oferecer com suas paisagens naturais. Aventure-se nessa jornada. Q…

PATOS DE MINAS

BOM DIA. BEM VINDO A PATOS DE MINAS. A CIDADE DA MAIOR FESTA DO MILHO DO BRAZIL E POLO ECONÔMICO REGIONAL copyrigth "maira" PATOS DE MINAS TEM ATUALMENTE, 138.836 HABITANTES. QUEM NASCE EM PATOS DE MINAS É: PATENSE. O IDH DO MUNICÍPIO É DE: 0,813, CONSIDERADO ELEVADO PELOS INDICADORES DA ONU. PATOS DE MINAS É O MAIOR POLO ECONÔMICO E A MAIOR CIDADE DO ALTO PARANAÍBA. EM MAIO, ACONTECE NA CIDADE, A MAIOR FESTA DO MILHO DO BRAZIL. Origem do nome do Município provém da enorme quantidade de patos que existiam no território, encontrados habitualmente em uma grande lagoa, a três quilômetros da margem do rio Paranaíba. Atraídos pela caça abundante e variada, os tropeiros que levavam suas tropas pelo interior de Minas Gerais faziam pouso a beira dessa lagoa, construindo ranchos em que se abrigavam. Neste tempo, todo o oeste de Minas estava coberto de matas, atravessadas apenas por estreitas trilhas, que tinham em alguns pontos, a léguas de distância, vestígios de civilização. Com o correr …

OLIVEIRA / MINAS GERAIS - A terra Natal do Cientista "Carlos Chagas" eh repleta de belíssimos casarões que contam a história da cidade

LINHA DO TEMPO DA CIDADE DE "OLIVEIRA" / MINAS GERAIS / BRASIL BEM VINDO A OLIVEIRA. TERRA DO CIENTISTA DESCOBRIDOR DA DOENÇA DE CHAGAS copyrigth "PMO" Esta Figueira se desenvolveu abraçada a um coqueiro, derivando daí o nome “coqueiro abraçado”, o fenômeno biológico não é único, mas bastante raro  e em Oliveira se transformou no maior símbolo da cidade, pois está ligado aos sentimentos de carinho e amor, além de ensejar a harmonia indispensável a uma comunidade urbana, sendo um exemplo da natureza para o Homem. O coqueiro abraçado está localizado na região central da cidade. AQUI, O MORRO DO CRISTO
copyrigth "PMO"
População estimada 2016 (1) - 41.739 Área da unidade territorial 2015 (km²) - 897,294 Densidade demográfica 2010 (hab/km²) - 43,98 Código do Município 3145604 Gentílico - oliveirense
ORIGEM DO NOME O topônimo registra duas versões: segundo uns, originou-se da presença de oliveiras entre as árvores frutíferas…

VARZEA DA PALMA - NO CAMINHO DA BAHIA

BEM VINDO A CIDADE DE VARZEA DA PALMA. 
foto - Alonso Alves dos Reis Neto
VARZEA DA PALMA TEM 35.809 HABITANTES - IBGE 2010 -
QUEM NASCE EM VARZEA DA PALMA EH: VÁRZEA PALMENSE
A CIDADE FAZ ANIVERSÁRIO EM 12 DE DEZEMBRO E FOI EMANCIPADA EM 1.953
ORIGEM DO NOME

SÃO JOSÉ DA VARGINHA

BEM VINDO A CIDADE DE SÃO JOSÉ DA VARGINHA. A TERCEIRA MAIOR PRODUTORA DE FRANGOS DAS MINAS GERAIS. UMA DAS MELHORES PARA SE VIVER E INVESTIR copyrigth "André Luiz Silva" SÃO JOSÉ DA VARGINHA TEM 4.198 HABITANTES (IBGE 2010) QUEM NASCE EM SÃO JOSÉ DA VARGINHA EH: VIRGINENSE DE SÃO JOSÉ A CIDADE FAZ ANIVERSÁRIO EM 1º DE MARÇO E FOI FUNDADA EM 1963 ORIGEM DO NOME O padre Antônio Moreira Barbosa incentivou os novos habitantes a criar o povoado numa linda vargem que existia as margens do Ribeirão de Lages. Devido a sua devoção à São José e a linda vargem que lá existia, a localidade recebeu o nome de São José da Varginha. HISTÓRIA Os primeiros habitantes da região, onde hoje se localiza o Município de São José da Varginha, vieram em busca de ouro na região de Pitangui. Porém, como na localidade se cobrava o imposto do quinto, o bandeirante Domingos Rodrigues do Prado resolveu se estabelecer em outra localidade, trazendo consigo outros paulistas, iniciando assim a ocupação das terras do …

RIO GRANDE DO SUL / BRASIL - As lembranças, as emoções que ficam, as histórias para contar, os pequenos prazeres que só tem valor quando a gente vive o momento

LINHA DO TEMPO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL / BRASIL Como não se render à beleza e os encantos de cada pedacinho de chão desse Rio Grande do Sul? Alguns destinos onde a natureza encanta por sua serenidade, e se apresenta por trilhas ecológicas, belas cascatas, cachoeiras, grutas, cânions e montanhas. E assim nos recebe esse Rio Grande... Conversando com nossa gente, com um mate bem cevado às mãos e a tradição gaúcha no coração... Aventure-se! Existem várias formas de conhecer o Rio Grande do Sul. Você pode optar pela rota metropolitana, onde estão as principais cidades mais próximas de Porto Alegre, o Litoral, onde poderá conhecer as melhores praias, a Serra Gaúcha, um dos destinos mais procurados por turistas que visitam o Estado, e ainda a Rota Central e Interior, onde cidades atrativas esperam a sua visitação. Ser gaúcho é motivo de muito orgulho para cada um dos 10,5 milhões de habitantes do Rio Grande do Sul. Mais dia menos dia, mesmo quem não é nascido no estado, mas ali vive, co…

DIVINÓPOLIS / MINAS GERAIS - COM O 5º MELHOR IDH, 10ª MELHOR PARA INVESTIR E CONSIDERADA A METRÓPOLE DO FUTURO SEGUNDO A REVISTA "VEJA"

LINHA DO TEMPO DE DIVINÓPOLIS / MINAS GERAIS / BRASIL  HISTÓRIA Os índios que habitavam Divinópolis, mais de quatro mil, eram um povo pacífico. A Legião da Conquista (cerca de 1400 homens fortemente armados sob o comando do Mestre de Campo Inácio Correia de Pamplona), pelos idos de 1785, expulsou a comunidade indígena na região que partiu em direção à Floresta Amazônica (Alto Xingu). Segundo o pesquisador Flávio Flora, os índios que habitavam Divinópolis eram os índios da Nação Caipó, da tribo Candidés. Manoel Fernandes Teixeira marca sua chegada em 1684, as margens do rio Itapecerica, habitadas pelos índios Candidés, o começo da cidade. Conta – se que ele era de origem portuguesa. Mais tarde em 1770, quando se tornou próspero fazendeiro doou à Mitra Arquidiocesana de Mariana um terreno de “40 alqueires de terra e um lote de casas”, onde se construiu uma capela destinada ao Divino Espírito Santo e a São Francisco de Paula, iniciando o povoado do Divino Espírito Santo do Itapecerica. A cida…