domingo, 29 de junho de 2014

OLHOS D'ÁGUA






BEM VINDO A CIDADE DE OLHOS D'ÁGUA. NA SERRA DO ESPINHAÇO / NO PARQUE NACIONAL DAS SEMPRE VIVAS
AQUI UMA CACHOEIRA DA REGIÃO
imagem - ?
OLHOS D'ÁGUA TEM 5.267 HABITANTES
QUEM NASCE EM OLHOS D'ÁGUA EH: OLHOS D'AGUENSE
A CIDADE FAZ ANIVERSÁRIO EM 21 DE DEZEMBRO E FOI FUNDADA EM 1.845
ORIGEM DO NOME

O primeiro nome de do vilarejo foi Pasto das Éguas, dado a condição de ser pouso dos tropeiros, o apoio dos Bandeirantes, Sertanistas e mineradores, nas suas andanças.
Mais tarde devido a presença de três nascentes de água, que os moradores do local usufruíam conduzindo água até mesmo para os quintais de suas casas, deu-se o nome de Santana de Olhos D′Água. O nome Santana, teve influência de famílias provenientes de Diamantina e talvez origens relacionadas com os Bandeirantes, que resolveram se instalar. Posteriormente Olhos D’água
HISTÓRIA
Foram as primeiras entradas baianas de pesquisa mineral, na busca de ouro e diamante, para a Coroa Portuguesa, no século XVI, que atingiram o Norte de Minas. Alguns historiadores afirmam que a primeira expedição a penetrar na região norte-mineira foi a de Espinosa e Navarro. Partindo de Porto Seguro em 13 de julho de 1553, foi se dispersando, deixando componentes em pontos escolhendo as melhores terras, povoando a região, (Fernandes Ribeiro, 1988).
Em 1573, também partindo de Porto seguro, a Bandeira de Sebastião Fernandes Tourinho, atingiu regiões do Rio Jequitinhonha e do rio Araçuai.
A segunda entrada para o Norte de Minas foi a grande Bandeira de Fernão Dias Pais, que partiu de São Paulo em 21 de julho de 1674, em busca de esmeraldas e outras pedras preciosas. Nessa bandeira, Matias Cardoso, organizou-se nas margens do Rio São Francisco, instalando grandes fazendas de apoio aos Bandeirantes e para criação de gado. Antônio Gonçalves Figueira, guia da Bandeira de João Amaro, que saiu de São Paulo em 1691, instalou também grandes fazendas na região de Jaíba, Montes Claros e Olhos D′ Água, (Fernandes Ribeiro, 1988).
É importante ressaltar que em 1820 o padre naturalista francês Auguste de Saint-Hilare, passou pelo Norte de Minas registrando a presença de várias famílias grandes e tradicionais que povoaram vários pontos do Município.
A região de Olhos D′Água, foi povoada em função destas mesmas atividades mineradoras, pois era o caminho que ligava Montes Claros a Diamantina, que unia os vales do São Francisco e Jequitinhonha.
Muitos descendentes das famílias tradicionais de Olhos D′Água ainda moravam na Fazenda Ribeirão, que hoje é um vilarejo.
O povoado de Olhos D′Água nascia sobre influência de várias famílias tradicionais, dentre elas as famílias Dias, Vieira e Praes, havendo fusões como Vieira Dias, etc.
AQUI O ENTORNO DA CIDADE
imagem - F. Welber
ESCOLA PÚBLICA
imagem - F. Aguiar
RIO
imagem - Miro Bilharvas
A PRAÇA DA IGREJA
imagem - Donbigon
IGREJA DE SANT'ANA
imagem - Gildazio Fernandes
PADARIA
imagem -  Miro Bilharvas
VISTA PARCIAL
imagem -  Joel Junior BA
GERAL
imagem - Donbigon
POSTO E HOTEL
imagem - Miro Bilharvas
PRAÇA
imagem - F. Aguiar
PRAÇA
imagem - F. Aguiar
PRAÇA
imagem - F. Aguiar
RIO JEQUITINHONHA
imagem - Gildazio Fernandes
RUA
imagem - F. Aguiar
RUA DA IGREJA
imagem - Gildazio Fernandes
BAIRRO POPULAR
imagem - Miro Bilharvas
ESTE EH O BRASÃO DA CIDADE




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Minas são muitas, Todas são gerais