Pular para o conteúdo principal

ENTRE RIOS DE MINAS / MINAS GERAIS - "BERÇO DO CAVALO CAMPOLINA", TEM RUAS CALMAS, BELOS CASARÕES, CACHOEIRAS E MUITA BELEZA NA SERRA DO GAMBÁ




LINHA DO TEMPO DE "ENTRE RIOS DE MINAS" / MINAS GERAIS / BRASIL
A CIDADE
A economia é baseada na agropecuária, sendo grande produtora de leite, milho e de uma cachaça artesanal muito famosa na região. O município é conhecido como berço do Cavalo Campolina e local aonde nasceu Santa Manoelina dos Coqueiros. A atmosfera aconchegante de Entre Rios é proporcionada pelas ruas calmas com casarões conservados, além das lindas arquiteturas da Igreja Matriz de Nossa Senhora das Brotas que tem influências neogóticas, datada de 1928, e do belo prédio do Hospital Cassiano Campolina, construído em 1910.

O TURISMO
O município possui belezas naturais como cachoeiras e serras, e é um lugar propício para a prática de esportes ao ar livre como escalada, voô livre, mountain bike, trekking entre outros. Dentre os monumentos naturais destacam-se as cachoeiras do Gordo (18 km. da cidade), dos Faleiros (10 km. da cidade), Coqueiros (12 km. da cidade), do Diniz (12 km. da cidade), da mata (17 km. da cidade), além das serras do Camapuã e do Gambá (esta em sua maior parte fica no município vizinho de Jeceaba), que se destacam no relevo.
A cidade apresenta uma grande cultura musical, com diversos talentos da terra. Atualmente a Prefeitura abraça o Projeto tocando em frente, com mais de 40 alunos das escolas rurais que emocionam a todos com sua orquestra de violões. A Banda Nossa Senhora das Brotas também faz parte da tradição da cidade e participa da maior parte das comemorações no município. Ainda existem outros grupos como Coral da Cidade, Seresta Rios ao Luar e várias bandas jovens.
Entre Rios de Minas também é famosa pela Festa da Colheita, uma das principais da região. Uma comemoração tradicional, acontece sempre no mês de julho e faz menção aos agradecimentos pela colheita, existe há 54 anos. Além disso existem outros eventos que movimentam o município durante todo ano.
Conheça e se apaixone!
ENTRE RIOS DE MINAS
foto - ?
foto - ?
ENTRE RIOS DE MINAS TEM 14.262 habitantes. (IBGE 2010)
Quem nasce em Entre Rios de Minas é: “Entrerriano”
A cidade tem 296 anos
O IDH DO MUNICÍPIO É DE: 0,744 - CONSIDERADO MÉDIO PELOS INDICADORES DA ONU
As ruas calmas, com casarões ainda conservados, a Igreja Matriz de Nossa Senhora das Brotas, de influência neogótica, e o Hospital Cassiano Campolina, construído em 1910, propiciam à cidade uma atmosfera de aconchego.
Entre Rios de Minas vem se tornando conhecida por sediar importante seleção de cavalos da raça Campolina, criados em Minas e muito apreciados em outros estados.
VISÃO GERAL DA CIDADE
foto - ?
CAVALO CAMPOLINA
Entre Rios de Minas é conhecida nacionalmente como “Berço do Cavalo Campolina”. Esta raça surgiu há mais de 140 anos, na fazenda do Tanque (a sede da fazenda ainda preserva um casarão construído no final do século XIX), após Cassiano Campolina ganhar uma égua de um amigo, chamada Medeia, e esta égua estava cruzada com um cavalo garanhão de Dom Pedro II. Deste cruzamento nasceu então o primeiro cavalo campolina, que foi batizado com o nome de Monarca, em homenagem ao imperador e Cassiano continuou com seus testes a fim de apurar a raça. Ao morrer, em 1904, Cassiano Campolina mediante testamento doou tudo o que tinha para a construção de um hospital com a finalidade então de atender todos os enfermos e necessitados da região. Então em 1910 foi construído o Hospital Cassiano Campolina, que até hoje atende toda a região.
Na Fazenda do Tanque, onde tiveram início os cruzamentos desses animais, preserva-se um belo casarão construído no final do século XIX e áreas com reservas naturais que constituem bonitas paisagens.
O município possui também várias cachoeiras com poços que proporcionam ótimos passeios no verão.
As principais são a dos Coqueiros, a 12 km do centro e a do Gordo, a 18 km.
A economia de Entre Rios de Minas se baseia na pecuária leiteira; e na excelente cachaça, fabricada artesanalmente e famosa na região.
O CORETO DA PRAÇA CENTRAL
foto - ?
Uma festa tradicional de Entre Rios é a de sua Padroeira, Nossa Senhora das Brotas, realizada no dia 15 de agosto
Se você busca sossego, você precisa conhecer Entre Rios de Minas.
Aqui tem ótimos restaurantes, com comida típica de toda a região, hotéis e pousadas de ótima qualidade, e é claro, de um descanso em meio a natureza.
AQUI, UMA JANELA DE PEDRA, QUE DÁ UMA VISÃO DA SERRA DO GAMBÁ.

foto - ?
TREVO COM MONUMENTO AO CAVALO CAMPOLINA
HOSPITAL CAMPOLINA 
Entre Rios também tem bastantes atrativos que fazem parte de sua cultura. Existem na comunidade de São José das Mercês as “Ruínas da Casa de Pedra do Gambá”, datadas de 1701 e atribuídas ao bandeirante Fernão Dias, além de sítios de possível interesse arqueológico, remanescentes dos locais em que viveram as tribos dos índios Cataguá.
PRAÇA DA MATRIZ
foto - Fernando Bezerra
FESTA DA COLHEITA
Tradicionalmente acontece na cidade de Entre Rios de Minas a Festa da Colheita, geralmente no último final de semana de julho. A comemoração teve seu início a 54 anos atrás, por iniciativa de Dom José Belvino, então pároco do município, para reunir os fieis das capelas vizinhas e agradecer a Deus tudo o que foi concedido nas lavouras e na pecuária, pedir proteção divina além de trazer a oferenda das nossas colheitas para Nossa Senhoras das Brotas, padroeira da cidade e oferecendo as pessoas mais carentes. Atualmente a festa conta com shows de muita qualidade, exposição de animais, provas funcionais, concursos de marcha, rodeio internacional e é considerada uma das mais tradicionais festas da região. Além de manter viva a cultura e a memória, através da missa da colheita e do desfile de carros de boi e de animais pela cidade, juntamente com outras entidades e grupos do município. Este evento ocorre sempre no domingo, último dia de festa.
IGREJA DE SANTA EFIGÊNIA
foto - ?
CAPELA DE NOSSA SENHORA DA LAPA DE OLHOS D'ÁGUA
A Capela de Nossa Senhora da Lapa de Olhos D’água, pertencente a primeira fase da arte colonial mineira, é uma das mais antigas do Estado, existindo desde o século XVII.
Olhos D’Água situava-se nas imediações de um dos principais caminhos que ligava São João Del Rei à região de Vila Rica. Hoje, a capela e fica localizada no distrito de Serra de Camapuã, a cerca de 20 quilômetros de Entre Rios de Minas. Além de uma obra de arte é também um bem histórico que busca manter a memória de uma população. É considerada um dos templos católicos mais antigos da região que fazia parte da comarca do Rio das Mortes. Tombada no ano de 2000 pelo seu valor histórico e artístico, de acordo com o Dossiê de Tombamento Histórico de Entre Rios de Minas, esse templo é reconhecido pela população de Entre Rios. É uma construção de grande importância histórica e afetiva. Remetem a devoção a Nossa Senhora da Lapa pelos moradores, as antigas festas religiosas, casamentos, batismos e o antigo cemitério no ao lado da capela.
foto - ?
CACHOEIRA DO GORDO E O RIO QUE CORTA A CIDADE
foto - ?
foto - ?
MATRIZ DE NOSSA SENHORA DE BROTAS
foto - ?
Nossa Senhora das Brotas é a padroeira do município e também dos criadores de gado e fazendeiros. Em Entre Rios a tradição conta que a tradição a santa foi trazida pelos primeiros moradores do município, os portugueses Pedro Domingues e Bartolomeu Machado, e que construíram a capela em sua homenagem. Quase toda a região do Paraopeba se entregou à sua devoção. Frei Agostinho declarou: “Escrevemos os princípios e origem da miraculosa imagem de Nossa Senhora das Brotas ou Abróteas, erva muito medicinal de que se vê povoado e coberto o sítio em que se deu princípio ao seu célebre Santuário. Assim como esta erva medicinal que tem muitas particularidades e virtudes, Maria Santíssima não despreza este título porque ela é a medicina universal em todos os nossos males. O verdadeiro antídoto de todos os venenos”.
Tradicionalmente no dia 15 de agosto a cidade de Entre Rios de Minas comemora a festa de sua padroeira.
foto -  Wikipédia
foto - ?
foto - ?
foto - ?
Uma visão da área rural. Onde o verde predomina
foto - ?
foto - ?
Aqui, uma das ruas da cidade. Veja a beleza das construções
foto - ?
foto - ?
foto - ?
Aqui, uma das construções antigas da cidade. Há muitas delas por aqui
foto - ?
foto - ?
Esta eh a bandeira da cidade

Este eh o brasão da cidade

fonte / fotos = IBGE / Wikipédia / Thymonthy Becker / Portal da prefeitura Municipal / Internet / 




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

DIANÓPOLIS / TOCANTINS - Berço cultural do estado, tem mais à oferecer, cascatas, cachoeiras, museu e "garganta"; platô da serra geral com cânions e mirantes

LINHA DO TEMPO DA CIDADE DE "DIANÓPOLIS" / TOCANTINS / BRASIL DIANÓPOLIS
BEM VINDO A CIDADE DE DIANÓPOLIS. CIDADE DO DIANOFOLIA
imagem - ? População estimada 2016 (1) - 21.457
Área da unidade territorial 2015 (km²) - 3.217,313
Densidade demográfica 2010 (hab/km²) - 5,94
Código do Município 1707009
Gentílico - dianopolino
ORIGEM DO NOME DE DIANÓPOLIS, TO
A origem do nome "Dianópolis" está relacionada a Francisco das Chagas Moura, que foi prefeito do município entre os anos de 1934 a 1938. Então, a cidade chamava-se "São José do Du•ro". "Duro" era uma simplificação de "D´ouro", uma vez que a região era rica em ouro em seu subsolo. Quando prefeito, Francisco Moura indicou que a cidade fizesse uma homenagem às senhoras do lugar que chamavam-se "Custodiana", conhecidas pela alcunha de "Diana". Daí a indicação da cidade passar a chamar-se "Dianópolis", quer dizer, "Terra das Dianas".
Gentílico: …

CATAGUASES / MINAS GERAIS - Venha ver e fazer filmes nesta cidade cinematográfica. Deixe saudades e leve lembranças

LINHA DO TEMPO DA CIDADE DE "CATAGUASES" / MINAS GERAIS / BRASIL “O nome Cataguases vem – pelo menos, até provas em contrário, pois muitas são as controvérsias nessa cidade em constante questionamento – , pois é, o nome Cataguases parece que vem de uma tribo de índios que habitava a região, os ‘Catu-auás’. Dizem que o nome catu-auá significa em tupi-guarani ‘terra de gente boa’. E Cataguases sabe receber muito bem. Quem bebe da água do Rio Pomba nunca deixa de voltar. Dizem. ” Confira alguns dos mais importantes pontos turísticos de Cataguases. Além de inúmeras obras artísticas e arquitetônicas modernas tombadas pelo IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional), Cataguases também oferece inúmeras construções marcantes do final do século XIX, belíssimas paisagens naturais, museus, centros culturais e muito mais! PONTE METÁLICA (DE 1.914) A construção da Ponte Metálica foi determinada em 1910, devido à solicitação do deputado federal Astolpho Dutra Nicácio. Ela…

BRAGANÇA / PARÁ - A cidade respira Fé, Tradição e Cultura, nas belezas de suas praias, manguezais, rios, igarapés e ilhas

LINHA DO TEMPO DA CIDADE DE "BRAGANÇA" / PARÁ / BRASIL  Bragança, localizada na região nordeste do Pará, a 210 quilômetros de Belém, capital do Estado, é um dos municípios mais procurados pelos turistas ao longo do ano, em especial durante as férias escolares.
Lar da Marujada, manifestação cultural que reúne milhares de pessoas no município para festejar São Benedito, Bragança tem praias oceânicas belíssimas, pra quem quiser aproveitar em qualquer época do ano.

A cidade, de origem portuguesa, guarda na sua cultura características religiosas marcantes e também festeja São Sebastião e Nossa Senhora de Nazaré.
Suas fronteiras são estratégicas. Assim, o município oferece o maior número de opções aos turistas: ao Norte está o oceano Atlântico, ao Sul, o município de Santa Luzia do Pará, a Leste os municípios de Augusto Corrêa e Vizeu e a Oeste, Tracuateua.

Na língua tupi, Caeté quer dizer 'mato grande' e, por estar localizada à margem esquerda do rio Caeté, Bragança é c…