Pular para o conteúdo principal

ANDRADINA / SÃO PAULO - As esculturas de Adélio Sarro, o legado da poetisa "Cora Coralina" e a música sertaneja marcam a história da terra do Rei do Gado




LINHA DO TEMPO DA CIDADE DE "ANDRADINA" / SÃO PAULO / BRASIL
ANDRADINA / SÃO PAULO / BRASIL
Marcha rei do Gado
ANDRADINA A TERRA DO REI DO GADO
foto - PMA

MONUMENTO AOS TRABALHADORES 
BEM VINDO A CIDADE PLANEJADA E CONSTRUÍDA PELO REI DO GADO. BEM VINDO A ANDRADINA
imagem - Nilson Ferreira Andrade
População estimada 2016 (1) - 57.300
Área da unidade territorial 2015 (km²) - 964,226
Densidade demográfica 2010 (hab/km²) - 57,39
Código do Município 3502101
Gentílico - andradinense
Monumento ao Rei do gado
ORIGEM DO NOME
EH UMA HOMENAGEM AO SEU FUNDADOS "ANTÔNIO JOAQUIM DE MOURA ANDRADE"
Gentílico: andradinense
HISTÓRICO
A fundação de Andradina foi idealizada em 1932 pelo fazendeiro Antônio Joaquim de Moura Andrade, maior criador de gado do Brasil que tinha a alcunha de Rei do Gado.
Moura Andrade conseguiu que se construisse um novo ramal ferroviário, a Variante, entre as estações de Araçatuba e Três Lagoas da Estrada de Ferro Noroeste do Brasil. Às margens da Variante, foram criados vários povoados, que hoje são cidades.
O traçado antigo da linha da NOB, linha que chegou ao Rio Paraná em 1910, que ficou conhecido depois como Ramal Araçatuba - Lussanvira (a atual Pereira Barreto), por ter sido construído muito próximo ao Rio Tietê, estava muito sujeito à malária e ficava longe das terras mais altas, as mais adequadas para o plantio de café, o qual era transportado por ferrovias para o porto de Santos.
A Variante passaria na Fazenda Guanabara, propriedade do Rei do Gado, seguindo em direção ao Mato Grosso do Sul.
Seu desejo pela urbanização era tanto que ele, Antônio de Moura Andrade, encomendou ao engenheiro Benelow & Benelow, a elaboração de um projeto para a urbanização da futura povoação.
Devidamente planejada, o povoado surgiu em 11 de julho de 1937, em terras da Fazenda Guanabara de propriedade de Moura Andrade. Nesta data chegou o primeiro trem de ferro da variante da Estrada de Ferro NOB à nova povoação.
Moura Andrade, loteou em pequenos sítios, parte da Fazenda Guanabara, para os pioneiros recém-chegados, ao todo eram 6000 famílias sem exigir fiador ou entrada em dinheiro. Moura Andrade instalou luz elétrica movida a motor diesel. Quase todos os comércios da nova povoação pertencia a ele no início, inclusive um banco. Atraiu, muitos comerciantes para a nova povoação vendendo a preços baixos, os lotes urbanos.
Em homenagem a seu criador, a povoação passou a ser conhecida, desde então, como a Terra do Rei do Gado.
AQUI O AEROPORTO DA CIDADE
imagem - Nilson Ferreira Andrade
A AGÊNCIA DOS CORREIOS
imagem - Nilson Ferreira Andrade
ARENA DE EVENTOS
imagem - Nilson Ferreira Andrade
PRINCIPAL AVENIDA DA CIDADE
imagem - Nilson Ferreira Andrade
AVENIDA RIO GRANDE DO SUL
imagem - Nilson Ferreira Andrade
CONHEÇA ANDRADINA
foto - PMA
“Terra do Rei do Gado”, o fundador de Andradina era conhecido como o maior criador de gado do Brasil
foto - PMA
Andradina estrategicamente bem (localizada), possui um Aeroporto Estadual com voos fretados, comerciais e pouso de helicópteros. Os atrativos naturais com a margem do rio Tietê, os pontos culturais a ser trabalhado que vai desde as esculturas do Adélio Sarro, o legado da poetisa Cora Coralina, a música sertaneja e a própria história que é a marca como Cidade do Rei do Gado, e o turismo de negócios que já é uma realidade em Andradina. 
foto - Eduardo dantas
A colonização de Andradina não surgiu ao acaso, foi idealizada desde quando o maior fazendeiro do estado de São Paulo, Antônio Joaquim de Moura Andrade (O eterno Rei do Gado), planejou a construção de uma nova rota interligando o trecho entre as estações de Guaraçai e Paranápolis na Estrada de Ferro Noroeste do Brasil. 
foto - Eduardo Dantas
Seu desejo pela urbanização era tanto que encomendou ao engenheiro Benelow & Benelow a elaboração de um projeto para a urbanização da futura comunidade. Devidamente planejada, a cidade surgiu em 1937, com uma área de 2.713 Km2, fundada, na época, por seu idealizador. 
foto - PMA
Em homenagem a seu criador a cidade passou a ser conhecida desde então como a Terra do Rei do Gado. Cinco meses após ter formado o povoado, Andradina foi elevada a Distrito. No ano seguinte, seu quadro territorial foi fixado, a comarca estabelecida. 
foto - PMA
O município respeitou o critério utilizado pela Companhia Paulista de Estrada de Ferro, segundo o qual aos locais de parada deveria ser atribuído nomes femininos, de acordo com uma sequência alfabética. Sua história também está associada à Companhia de Agricultura, Imigração e Colonização. 
foto - PMA
A criação e instalação da paróquia de Santo Antônio e o desenvolvimento da infraestrutura com a chegada da estrada de ferro, delegacia de polícia, posto de saúde, ampliação da rede elétrica, ginásio e escola normal e a pavimentação
imagem - Nilson Ferreira Andrade
ZONA RURAL DA CIDADE
imagem - Nilson Ferreira Andrade
foto - PMA
ENTORNO DA CIDADE
imagem - Nilson Ferreira Andrade
ESTAÇÃO FERROVIÁRIA DE ANDRADE
imagem - ?
FACHADA DA ESTAÇÃO FERROVIÁRIA
imagem - Paulo Filho
FRIBOI
imagem - Nilson Ferreira Andrade
VISÃO GERAL
imagem - Aquilies T.
VISTA PARCIAL
imagem - Nilson Ferreira Andrade
foto - PMA
PRAÇA NA FRENTE DA IGREJA
imagem - Nilson Ferreira Andrade
IGREJA DE SANT'ANA
imagem - Nilson Ferreira Andrade
MATRIZ DE SÃO SEBASTIÃO
imagem - Nilson Ferreira Andrade
IPÊ ROXO NA RUA
imagem - Nilson Ferreira Andrade
LONGA ESTRADA
imagem - Drikabresil
MONUMENTO AO TRABALHADOR
imagem - Paulo Filho
PARCIAL
imagem - Nilson Ferreira Andrade
PARCIAL DA REGIÃO DA ESTAÇÃO FERROVIÁRIA
imagem - Nilson Ferreira Andrade
PARQUE DE EXPOSIÇÕES
imagem - Nilson Ferreira Andrade
PRAÇA DO TIRO DE GUERRA
imagem - Igor Ceschni
UMA BONITA PRAÇA
imagem - Nilson Ferreira Andrade
PRAÇA SANTA CECÍLIA
imagem - Nilson Ferreira Andrade
RESTAURANTE COISAS DA ROÇA
imagem - Nilson Ferreira Andrade
RUA J. A.
imagem - Nilson Ferreira Andrade
RUA PASSEIO
imagem - Nilson Ferreira Andrade
RUA PRESIDENTE VARGAS
imagem - Nilson Ferreira Andrade
RUA SANTA CATARINA
imagem - Nilson Ferreira Andrade
RUA SANTA TERESINHA
imagem - Nilson Ferreira Andrade
RUA SÃO FRANCISCO
imagem - Nilson Ferreira Andrade
RUA SÃO PAULO
imagem - Nilson Ferreira Andrade
VISTA AÉREA
imagem - ?
SANTA CASA DE MISERICÓRDIA
imagem - Nilson Ferreira Andrade
SHOPPING
imagem - Paulo Yuji Takarada
VIADUTO
imagem - Nilson Ferreira Andrade
A CIDADE ENCRAVADA NAS MONTANHAS
imagem - ?
ONDE FICAR
SAVANA PARK HOTEL
O Savana Park Hotel conta com confortáveis quartos e suítes, possui academia, piscina, bar e um ótimo atendimento com seus clientes.


GUANABARA PÁLACE HOTEL
O hotel possui completa infra-estrutura para o hospede. Entre elas: Sala de Reuniões; Sala de Informática; Garagem própria com vigia e câmera de segurança;
Endereço:
AV GUANABARA, 1177
Bairro: CENTRO
Cidade/UF: ANDRADINA / SP
Telefones: (18) 3702-3044


ESTA EH A BANDEIRA DA CIDADE
ESTE EH O BRASÃO DO MUNICÍPIO

ACESSE: THYMONTHY BECKER COMUNICAÇÃO

VALEU SEMPRE

fonte / fotos = IBGE / Wikipédia / Portal da prefeitura / Thymonthy Becker / Divulgação / 



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

DIANÓPOLIS / TOCANTINS - Berço cultural do estado, tem mais à oferecer, cascatas, cachoeiras, museu e "garganta"; platô da serra geral com cânions e mirantes

LINHA DO TEMPO DA CIDADE DE "DIANÓPOLIS" / TOCANTINS / BRASIL DIANÓPOLIS
BEM VINDO A CIDADE DE DIANÓPOLIS. CIDADE DO DIANOFOLIA
imagem - ? População estimada 2016 (1) - 21.457
Área da unidade territorial 2015 (km²) - 3.217,313
Densidade demográfica 2010 (hab/km²) - 5,94
Código do Município 1707009
Gentílico - dianopolino
ORIGEM DO NOME DE DIANÓPOLIS, TO
A origem do nome "Dianópolis" está relacionada a Francisco das Chagas Moura, que foi prefeito do município entre os anos de 1934 a 1938. Então, a cidade chamava-se "São José do Du•ro". "Duro" era uma simplificação de "D´ouro", uma vez que a região era rica em ouro em seu subsolo. Quando prefeito, Francisco Moura indicou que a cidade fizesse uma homenagem às senhoras do lugar que chamavam-se "Custodiana", conhecidas pela alcunha de "Diana". Daí a indicação da cidade passar a chamar-se "Dianópolis", quer dizer, "Terra das Dianas".
Gentílico: …

MANHUAÇU / MINAS GERAIS - Rodeada por belezas naturais como o Pico da bandeira, belíssimas paisagens como as plantações de café, além de construções centenárias

LINHA DO TEMPO DE "MANHUAÇU" / MINAS GERAIS / BRASIL
Situada na zona da mata de Minas Gerais, Manhuaçu é o maior e mais desenvolvido município da região. Sua localização estratégica possui acesso a diversas rodovias estaduais e federais, estando rodeada por belezas naturais que você não pode deixar de conhecer. Manhuaçu também se destaca pela economia, que gira principalmente na produção de café. A produção regional é a maior do Brasil, sendo produtos de consumo nacional e internacional. Existem muitas fazendas de café na região, que além do impulso econômico, proporcionam uma belíssima paisagem.  Cafezal com pés carregado de café foto - ? Alguns dos maiores atrativos da cidade estão no Ecoturismo. Os principais pontos são a Pedra Furada, reservas Monte Alverne, Sítio Graciema e Mata do Sossego e os balneários Recanto no Paraíso e Cachoeira Sette. A cidade também é rica em patrimônio histórico. A Igreja Matriz São Lourenço, localizada no Centro, é o principal ponto da cidade, co…

CATAGUASES / MINAS GERAIS - Venha ver e fazer filmes nesta cidade cinematográfica. Deixe saudades e leve lembranças

LINHA DO TEMPO DA CIDADE DE "CATAGUASES" / MINAS GERAIS / BRASIL “O nome Cataguases vem – pelo menos, até provas em contrário, pois muitas são as controvérsias nessa cidade em constante questionamento – , pois é, o nome Cataguases parece que vem de uma tribo de índios que habitava a região, os ‘Catu-auás’. Dizem que o nome catu-auá significa em tupi-guarani ‘terra de gente boa’. E Cataguases sabe receber muito bem. Quem bebe da água do Rio Pomba nunca deixa de voltar. Dizem. ” Confira alguns dos mais importantes pontos turísticos de Cataguases. Além de inúmeras obras artísticas e arquitetônicas modernas tombadas pelo IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional), Cataguases também oferece inúmeras construções marcantes do final do século XIX, belíssimas paisagens naturais, museus, centros culturais e muito mais! PONTE METÁLICA (DE 1.914) A construção da Ponte Metálica foi determinada em 1910, devido à solicitação do deputado federal Astolpho Dutra Nicácio. Ela…