Pular para o conteúdo principal

MERCÊS





SEJA MUITO BEM VINDO A CIDADE DE MERCÊS. UMA CIDADE ABENÇOADA 
foto - Thymonthy Becker Communication
HISTÓRIA
Os primitivos habitantes da região, até fins do século XVII, eram índios da tribo dos goitacases, senhores do Rio Paraíba e seus afluentes. Forçados pelo avanço da civilização ou por fatores outros, foram esses primitivos habitantes subindo em direção às nascentes do rio, dispersando-se em aldeamentos vários. Os primeiros desbravadores a travar conhecimento com esses indígenas denominaram-nos croatas, caiapós e pombas. Esse último nome coube às tribos que se adornavam com penas dessas aves e estendeu-se a toda a região, inclusive ao rio que, ainda hoje, é por ele conhecido.
Região do Pomba foi, pois, a primeira denominação a abranger todo o extenso território onde surgiu o município de Pomba, do qual o povoado de Mercês veio a ser distrito, em 1841. Dos primeiros moradores brancos a se fixarem no distrito de Nossa Senhora das Mercês do Pomba, guardou a tradição o nome de um tal Vieira, aparentado com dois fundadores da cidade de Pomba, do mesmo sobrenome Vieira. Teria esse primeiro morador vindo à região atraído pela fama da existência de jazidas minerais; ao chegar, pernoitou à margem do rio Paciência, tendo sido então surpreendido pelos indígenas que lhe levaram toda a bagagem, inclusive a roupa do corpo, deixando-o qual novo Adão, naquele paraíso agreste. Mas, mesmo pelas contingências do momento, teve o branco de reagir às circunstâncias e o fez construindo a primeira morada, passando a integrar-se no sistema de vida do gentio, inclusive casando-se com algumas índias.
Foi ele o construtor da primeira capela, templo este, porém, destruído, posteriormente pelos próprios indígenas que julgaram a construção responsável por violenta epidemia que dizimava as tribos. Vieira reconstruiu a igrejinha e nela foi rezada missa pelo padre Manoel de Jesus Maria, cerca de cinqüenta anos depois.
MERCÊS TEM 10.753 HABITANTES - ESTIMATIVA IBGE 2013 -
QUEM NASCE ME MERCÊS EH: MERCESANO
A CIDADE FAZ ANIVERSÁRIO EM 1º DE JUNHO E FOI EMANCIPADA EM 1.912
ORIGEM DO NOME
Capelinha das Mercês era como se designava o local, a princípio. Era uma pequena capela coberta com folhas de palmito. Aí se formou a povoação designada, às vezes, por Mercês do Pomba, com gente oriunda principalmente de Barbacena. Depois passou a denominar-se apenas Mercês.
AQUI O TEMPLO DA ASSEMBLEIA DE DEUS
foto - Thymonthy Becker Communication
SEDE DO PODER LEGISLATIVO - CÂMARA DE VEREADORES -
foto - Thymonthy Becker Communication
ESCOLA MUNICIPAL
foto - Thymonthy Becker Communication
ESTAÇÃO RODOVIÁRIA
foto - Thymonthy Becker Communication
IGREJA
foto - Thymonthy Becker Communication
MATRIZ DE NOSSA SENHORA DAS MERCÊS E SEU INTERIOR
foto - Thymonthy Becker Communication
HOMENS TRABALHANDO
foto - Thymonthy Becker Communication
 foto - Thymonthy Becker Communication
NA HORA CERTA
foto - Thymonthy Becker Communication
 foto - Thymonthy Becker Communication
 foto - Thymonthy Becker Communication
 foto - Thymonthy Becker Communication
 foto - Thymonthy Becker Communication
 foto - Thymonthy Becker Communication
 foto - Thymonthy Becker Communication
 foto - Thymonthy Becker Communication
CONHEÇA AGORA UM POUCO MAIS DA BONITA CIDADE DE MERCÊS
foto - Thymonthy Becker Communication
 foto - Thymonthy Becker Communication
 foto - Thymonthy Becker Communication
 foto - Thymonthy Becker Communication
 foto - Thymonthy Becker Communication
 foto - Thymonthy Becker Communication
 foto - Thymonthy Becker Communication
 foto - Thymonthy Becker Communication
 foto - Thymonthy Becker Communication
 foto - Thymonthy Becker Communication
O CHIQUINHO ESTÁ AI
 foto - Thymonthy Becker Communication
 foto - Thymonthy Becker Communication
 foto - Thymonthy Becker Communication
 foto - Thymonthy Becker Communication
 foto - Thymonthy Becker Communication
 foto - Thymonthy Becker Communication
 foto - Thymonthy Becker Communication
 foto - Thymonthy Becker Communication
 foto - Thymonthy Becker Communication
 foto - Thymonthy Becker Communication
 foto - Thymonthy Becker Communication
HOSPITAL
foto - Thymonthy Becker Communication
foto - Thymonthy Becker Communication
foto - Thymonthy Becker Communication
foto - Thymonthy Becker Communication
MATERIAL DE CONSTRUÇÃO EH DU ALEMÃO
foto - Thymonthy Becker Communication
 foto - Thymonthy Becker Communication
PARQUE DE EXPOSIÇÕES
foto - Thymonthy Becker Communication
 foto - Thymonthy Becker Communication
AQUI CHEGANDO EM UMA CACHOEIRA QUE ESTA PRATICAMENTE NO CENTRO DA CIDADE. MUITO SHOW DE BOLA MESMO. O CHIQUINHO TÁ PRESENTE.
foto - Thymonthy Becker Communication
A CACHOEIRA
foto - Thymonthy Becker Communication
 foto - Thymonthy Becker Communication
 foto - Thymonthy Becker Communication
 foto - Thymonthy Becker Communication
O CARRO DO BATENTE. A CACHOEIRA FICA AO LADO DESTA RUA.
foto - Thymonthy Becker Communication
O ENTORNO DA CIDADE
foto - Thymonthy Becker Communication
 foto - Thymonthy Becker Communication
 foto - Thymonthy Becker Communication
 foto - Thymonthy Becker Communication
NOS CAMINHOS DA REALEZA
foto - Thymonthy Becker Communication
VINDO EM MERCÊS VOCÊ FICA PROTEGINDO
foto - Thymonthy Becker Communication
ESTE EH O BRASÃO DO MUNICÍPIO

VALEU PELA VISITA. SEMPRE VOLTE. ATÉ A PRÓXIMA.

AGRADECEMOS SUA VISITA E ESPERAMOS QUE SEMPRE VOLTE
As fotos de minha propriedade foram tiradas em Março / 2014

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

DIANÓPOLIS / TOCANTINS - Berço cultural do estado, tem mais à oferecer, cascatas, cachoeiras, museu e "garganta"; platô da serra geral com cânions e mirantes

LINHA DO TEMPO DA CIDADE DE "DIANÓPOLIS" / TOCANTINS / BRASIL DIANÓPOLIS
BEM VINDO A CIDADE DE DIANÓPOLIS. CIDADE DO DIANOFOLIA
imagem - ? População estimada 2016 (1) - 21.457
Área da unidade territorial 2015 (km²) - 3.217,313
Densidade demográfica 2010 (hab/km²) - 5,94
Código do Município 1707009
Gentílico - dianopolino
ORIGEM DO NOME DE DIANÓPOLIS, TO
A origem do nome "Dianópolis" está relacionada a Francisco das Chagas Moura, que foi prefeito do município entre os anos de 1934 a 1938. Então, a cidade chamava-se "São José do Du•ro". "Duro" era uma simplificação de "D´ouro", uma vez que a região era rica em ouro em seu subsolo. Quando prefeito, Francisco Moura indicou que a cidade fizesse uma homenagem às senhoras do lugar que chamavam-se "Custodiana", conhecidas pela alcunha de "Diana". Daí a indicação da cidade passar a chamar-se "Dianópolis", quer dizer, "Terra das Dianas".
Gentílico: …

MANHUAÇU / MINAS GERAIS - Rodeada por belezas naturais como o Pico da bandeira, belíssimas paisagens como as plantações de café, além de construções centenárias

LINHA DO TEMPO DE "MANHUAÇU" / MINAS GERAIS / BRASIL
Situada na zona da mata de Minas Gerais, Manhuaçu é o maior e mais desenvolvido município da região. Sua localização estratégica possui acesso a diversas rodovias estaduais e federais, estando rodeada por belezas naturais que você não pode deixar de conhecer. Manhuaçu também se destaca pela economia, que gira principalmente na produção de café. A produção regional é a maior do Brasil, sendo produtos de consumo nacional e internacional. Existem muitas fazendas de café na região, que além do impulso econômico, proporcionam uma belíssima paisagem.  Cafezal com pés carregado de café foto - ? Alguns dos maiores atrativos da cidade estão no Ecoturismo. Os principais pontos são a Pedra Furada, reservas Monte Alverne, Sítio Graciema e Mata do Sossego e os balneários Recanto no Paraíso e Cachoeira Sette. A cidade também é rica em patrimônio histórico. A Igreja Matriz São Lourenço, localizada no Centro, é o principal ponto da cidade, co…

CATAGUASES / MINAS GERAIS - Venha ver e fazer filmes nesta cidade cinematográfica. Deixe saudades e leve lembranças

LINHA DO TEMPO DA CIDADE DE "CATAGUASES" / MINAS GERAIS / BRASIL “O nome Cataguases vem – pelo menos, até provas em contrário, pois muitas são as controvérsias nessa cidade em constante questionamento – , pois é, o nome Cataguases parece que vem de uma tribo de índios que habitava a região, os ‘Catu-auás’. Dizem que o nome catu-auá significa em tupi-guarani ‘terra de gente boa’. E Cataguases sabe receber muito bem. Quem bebe da água do Rio Pomba nunca deixa de voltar. Dizem. ” Confira alguns dos mais importantes pontos turísticos de Cataguases. Além de inúmeras obras artísticas e arquitetônicas modernas tombadas pelo IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional), Cataguases também oferece inúmeras construções marcantes do final do século XIX, belíssimas paisagens naturais, museus, centros culturais e muito mais! PONTE METÁLICA (DE 1.914) A construção da Ponte Metálica foi determinada em 1910, devido à solicitação do deputado federal Astolpho Dutra Nicácio. Ela…