Pular para o conteúdo principal

MERCÊS





SEJA MUITO BEM VINDO A CIDADE DE MERCÊS. UMA CIDADE ABENÇOADA 
foto - Thymonthy Becker Communication
HISTÓRIA
Os primitivos habitantes da região, até fins do século XVII, eram índios da tribo dos goitacases, senhores do Rio Paraíba e seus afluentes. Forçados pelo avanço da civilização ou por fatores outros, foram esses primitivos habitantes subindo em direção às nascentes do rio, dispersando-se em aldeamentos vários. Os primeiros desbravadores a travar conhecimento com esses indígenas denominaram-nos croatas, caiapós e pombas. Esse último nome coube às tribos que se adornavam com penas dessas aves e estendeu-se a toda a região, inclusive ao rio que, ainda hoje, é por ele conhecido.
Região do Pomba foi, pois, a primeira denominação a abranger todo o extenso território onde surgiu o município de Pomba, do qual o povoado de Mercês veio a ser distrito, em 1841. Dos primeiros moradores brancos a se fixarem no distrito de Nossa Senhora das Mercês do Pomba, guardou a tradição o nome de um tal Vieira, aparentado com dois fundadores da cidade de Pomba, do mesmo sobrenome Vieira. Teria esse primeiro morador vindo à região atraído pela fama da existência de jazidas minerais; ao chegar, pernoitou à margem do rio Paciência, tendo sido então surpreendido pelos indígenas que lhe levaram toda a bagagem, inclusive a roupa do corpo, deixando-o qual novo Adão, naquele paraíso agreste. Mas, mesmo pelas contingências do momento, teve o branco de reagir às circunstâncias e o fez construindo a primeira morada, passando a integrar-se no sistema de vida do gentio, inclusive casando-se com algumas índias.
Foi ele o construtor da primeira capela, templo este, porém, destruído, posteriormente pelos próprios indígenas que julgaram a construção responsável por violenta epidemia que dizimava as tribos. Vieira reconstruiu a igrejinha e nela foi rezada missa pelo padre Manoel de Jesus Maria, cerca de cinqüenta anos depois.
MERCÊS TEM 10.753 HABITANTES - ESTIMATIVA IBGE 2013 -
QUEM NASCE ME MERCÊS EH: MERCESANO
A CIDADE FAZ ANIVERSÁRIO EM 1º DE JUNHO E FOI EMANCIPADA EM 1.912
ORIGEM DO NOME
Capelinha das Mercês era como se designava o local, a princípio. Era uma pequena capela coberta com folhas de palmito. Aí se formou a povoação designada, às vezes, por Mercês do Pomba, com gente oriunda principalmente de Barbacena. Depois passou a denominar-se apenas Mercês.
AQUI O TEMPLO DA ASSEMBLEIA DE DEUS
foto - Thymonthy Becker Communication
SEDE DO PODER LEGISLATIVO - CÂMARA DE VEREADORES -
foto - Thymonthy Becker Communication
ESCOLA MUNICIPAL
foto - Thymonthy Becker Communication
ESTAÇÃO RODOVIÁRIA
foto - Thymonthy Becker Communication
IGREJA
foto - Thymonthy Becker Communication
MATRIZ DE NOSSA SENHORA DAS MERCÊS E SEU INTERIOR
foto - Thymonthy Becker Communication
HOMENS TRABALHANDO
foto - Thymonthy Becker Communication
 foto - Thymonthy Becker Communication
NA HORA CERTA
foto - Thymonthy Becker Communication
 foto - Thymonthy Becker Communication
 foto - Thymonthy Becker Communication
 foto - Thymonthy Becker Communication
 foto - Thymonthy Becker Communication
 foto - Thymonthy Becker Communication
 foto - Thymonthy Becker Communication
 foto - Thymonthy Becker Communication
CONHEÇA AGORA UM POUCO MAIS DA BONITA CIDADE DE MERCÊS
foto - Thymonthy Becker Communication
 foto - Thymonthy Becker Communication
 foto - Thymonthy Becker Communication
 foto - Thymonthy Becker Communication
 foto - Thymonthy Becker Communication
 foto - Thymonthy Becker Communication
 foto - Thymonthy Becker Communication
 foto - Thymonthy Becker Communication
 foto - Thymonthy Becker Communication
 foto - Thymonthy Becker Communication
O CHIQUINHO ESTÁ AI
 foto - Thymonthy Becker Communication
 foto - Thymonthy Becker Communication
 foto - Thymonthy Becker Communication
 foto - Thymonthy Becker Communication
 foto - Thymonthy Becker Communication
 foto - Thymonthy Becker Communication
 foto - Thymonthy Becker Communication
 foto - Thymonthy Becker Communication
 foto - Thymonthy Becker Communication
 foto - Thymonthy Becker Communication
 foto - Thymonthy Becker Communication
HOSPITAL
foto - Thymonthy Becker Communication
foto - Thymonthy Becker Communication
foto - Thymonthy Becker Communication
foto - Thymonthy Becker Communication
MATERIAL DE CONSTRUÇÃO EH DU ALEMÃO
foto - Thymonthy Becker Communication
 foto - Thymonthy Becker Communication
PARQUE DE EXPOSIÇÕES
foto - Thymonthy Becker Communication
 foto - Thymonthy Becker Communication
AQUI CHEGANDO EM UMA CACHOEIRA QUE ESTA PRATICAMENTE NO CENTRO DA CIDADE. MUITO SHOW DE BOLA MESMO. O CHIQUINHO TÁ PRESENTE.
foto - Thymonthy Becker Communication
A CACHOEIRA
foto - Thymonthy Becker Communication
 foto - Thymonthy Becker Communication
 foto - Thymonthy Becker Communication
 foto - Thymonthy Becker Communication
O CARRO DO BATENTE. A CACHOEIRA FICA AO LADO DESTA RUA.
foto - Thymonthy Becker Communication
O ENTORNO DA CIDADE
foto - Thymonthy Becker Communication
 foto - Thymonthy Becker Communication
 foto - Thymonthy Becker Communication
 foto - Thymonthy Becker Communication
NOS CAMINHOS DA REALEZA
foto - Thymonthy Becker Communication
VINDO EM MERCÊS VOCÊ FICA PROTEGINDO
foto - Thymonthy Becker Communication
ESTE EH O BRASÃO DO MUNICÍPIO

VALEU PELA VISITA. SEMPRE VOLTE. ATÉ A PRÓXIMA.

AGRADECEMOS SUA VISITA E ESPERAMOS QUE SEMPRE VOLTE
As fotos de minha propriedade foram tiradas em Março / 2014

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

DIANÓPOLIS / TOCANTINS - Berço cultural do estado, tem mais à oferecer, cascatas, cachoeiras, museu e "garganta"; platô da serra geral com cânions e mirantes

LINHA DO TEMPO DA CIDADE DE "DIANÓPOLIS" / TOCANTINS / BRASIL DIANÓPOLIS
BEM VINDO A CIDADE DE DIANÓPOLIS. CIDADE DO DIANOFOLIA
imagem - ? População estimada 2016 (1) - 21.457
Área da unidade territorial 2015 (km²) - 3.217,313
Densidade demográfica 2010 (hab/km²) - 5,94
Código do Município 1707009
Gentílico - dianopolino
ORIGEM DO NOME DE DIANÓPOLIS, TO
A origem do nome "Dianópolis" está relacionada a Francisco das Chagas Moura, que foi prefeito do município entre os anos de 1934 a 1938. Então, a cidade chamava-se "São José do Du•ro". "Duro" era uma simplificação de "D´ouro", uma vez que a região era rica em ouro em seu subsolo. Quando prefeito, Francisco Moura indicou que a cidade fizesse uma homenagem às senhoras do lugar que chamavam-se "Custodiana", conhecidas pela alcunha de "Diana". Daí a indicação da cidade passar a chamar-se "Dianópolis", quer dizer, "Terra das Dianas".
Gentílico: …

CATAGUASES / MINAS GERAIS - Venha ver e fazer filmes nesta cidade cinematográfica. Deixe saudades e leve lembranças

LINHA DO TEMPO DA CIDADE DE "CATAGUASES" / MINAS GERAIS / BRASIL “O nome Cataguases vem – pelo menos, até provas em contrário, pois muitas são as controvérsias nessa cidade em constante questionamento – , pois é, o nome Cataguases parece que vem de uma tribo de índios que habitava a região, os ‘Catu-auás’. Dizem que o nome catu-auá significa em tupi-guarani ‘terra de gente boa’. E Cataguases sabe receber muito bem. Quem bebe da água do Rio Pomba nunca deixa de voltar. Dizem. ” Confira alguns dos mais importantes pontos turísticos de Cataguases. Além de inúmeras obras artísticas e arquitetônicas modernas tombadas pelo IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional), Cataguases também oferece inúmeras construções marcantes do final do século XIX, belíssimas paisagens naturais, museus, centros culturais e muito mais! PONTE METÁLICA (DE 1.914) A construção da Ponte Metálica foi determinada em 1910, devido à solicitação do deputado federal Astolpho Dutra Nicácio. Ela…

BRAGANÇA / PARÁ - A cidade respira Fé, Tradição e Cultura, nas belezas de suas praias, manguezais, rios, igarapés e ilhas

LINHA DO TEMPO DA CIDADE DE "BRAGANÇA" / PARÁ / BRASIL  Bragança, localizada na região nordeste do Pará, a 210 quilômetros de Belém, capital do Estado, é um dos municípios mais procurados pelos turistas ao longo do ano, em especial durante as férias escolares.
Lar da Marujada, manifestação cultural que reúne milhares de pessoas no município para festejar São Benedito, Bragança tem praias oceânicas belíssimas, pra quem quiser aproveitar em qualquer época do ano.

A cidade, de origem portuguesa, guarda na sua cultura características religiosas marcantes e também festeja São Sebastião e Nossa Senhora de Nazaré.
Suas fronteiras são estratégicas. Assim, o município oferece o maior número de opções aos turistas: ao Norte está o oceano Atlântico, ao Sul, o município de Santa Luzia do Pará, a Leste os municípios de Augusto Corrêa e Vizeu e a Oeste, Tracuateua.

Na língua tupi, Caeté quer dizer 'mato grande' e, por estar localizada à margem esquerda do rio Caeté, Bragança é c…