Pular para o conteúdo principal

CONGONHAS / MINAS GERAIS - Patrimônio Mundial declarado pela Unesco, a Basílica do Senhor Bom Jesus de Matosinhos eh um dos maiores tesouros da arte barroca





LINHA DO TEMPO DA CIDADE DE "CONGONHAS" / MINAS GERAIS / BRASIL

Patrimônio Mundial declarado pela Unesco, a Basílica do Senhor Bom Jesus de Matosinhos é um dos maiores tesouros da arte barroca
Capela do Santuário do Bom Jesus de Matosinhos, em Congonhas, cidade considerada Patrimônio Cultural da Humanidade segundo a Unesco
Declarado Patrimônio Mundial pela Unesco, o conjunto da Basílica do Senhor Bom Jesus de Matosinhos é considerado a obra-prima de Aleijadinho, com os 12 profetas em pedra-sabão no adro da igreja e as seis capelas que narram a Paixão de Cristo. Na Semana Santa e no Jubileu do Senhor Bom Jesus, a cidade lota.
No adro da Basílica, os 12 profetas em pedra-sabão foram esculpidos por Aleijadinho e seus auxiliares entre 1800 e 1805
ATRAÇÕES 
Jubileu do Senhor Bom Jesus de Matosinhos 
A celebração na Basílica (de 7 a 14 de setembro) existe desde 1760 e recebe mais de 100 mil pessoas a cada ano – romeiros que reconhecem graças alcançadas e pagam promessas. Há missas em vários horários e diversas barracas que vendem comidas, artigos religiosos e roupas. 3731-3133.
A Romaria do Senhor de Bom Jesus de Matosinhos, conjunto arquitetônico do século 18, reúne os museus de Mineralogia e Arte Sacra
O conjunto da Basílica do Senhor Bom Jesus de Matosinhos é considerado a obra-prima de Aleijadinho
CONGONHAS/MG PATRIMÔNIO CULTURAL DA HUMANIDADE. TERRA DO MÉDIUM JERICÓ / CIDADE DOS PROFETAS.
foto - ?
População estimada 2016 (1) - 53.348
Área da unidade territorial 2015 (km²) - 304,067
Densidade demográfica 2010 (hab/km²) - 159,57
Código do Município 3118007
Gentílico - Congonhense
ORIGEM DO NOME
O NOME DA CIDADE VEIO POR CONTA DA VEGETAÇÃO EXISTENTE NA REGIÃO E QUE OS ÍNDIOS CHAMAVAM DE CONGOI (AQUELE QUE SUSTENTA)
Gentílico: Congonhense 
HISTÓRICO
Congonhas teve origem em 1757 quando foi fundado o Santuário de Bom Jesus de Matosinhos, por Feliciano Mendes, de Guimarães, nascido em Portugal, de início modesta cruz e oratório; ele era tão pobre que até morrer, em 1765, pedia esmolas.
Contribuíram com grandes quantias Francisco de Lima; Manuel Rodrigues Coelho, Bernardo Pires da Silva, de modo que se começou a nave central da igreja; em 1787 foi colocada diante do altar-mor a imagem do Cristo morto. Custódia e vasos sacros de prata foram encomendados ao ourives Felizardo Mendes. Em 1819 requisitaram-se os serviços do pintor Manuel da Costa Ataíde (o mestre Ataíde) para restaurar pintura da capela-mor. De 1769 a 1772 trabalhou ali o mestre João de Carvalhais, recebendo 32 oitavas à conta da pintura do altar de Santo Antônio. Data de 1781 a última menção a Carvalhais: recebeu oito oitavas de feitio de duas imagens de Cristo dos colaterais para a igreja.
Em 1812 o barão Eschwege instalou no arraial, com a intenção pioneira no país de produzir ferro, sua Fábrica Patriotica, com Varnhagen e o intendente Câmara, sendo tal local situado às margens da rodovia BR 040, nas proximidades da Mina da Fábrica (nome dado em alusão a "Fábrica Patriótica"), hoje pertencente à Vale.
AQUI UMA VISÃO GERAL DA ÁREA NO ENTORNO DO SANTUÁRIO
foto - ?
AQUI UMA VISÃO DA ÁREA RURAL DA CIDADE
foto - ?
HOJE CONGONHAS, ENQUANTO RESOLVE SE DEIXA DE EXTRAIR A HEMATITE QUE ABASTECE AS PRIMEIRAS USINAS DO PAÍS, RECEBE ANUALMENTE MILHARES DE TURISTAS E ROMEIROS QUE ALI VÃO ORAR E ADMIRAR O SANTUÁRIO DO SENHOR BOM JESUS DE MATOSINHOS, EM CUJO REDOR A CIDADE CRESCEU E VIVE. 
AQUI, O PROFETA OBSERVANDO A CIDADE.
foto - ?
ENTRE IGREJAS
foto - ?
A FERROVIA EM CONGONHAS
foto - ?
AQUI O BECO DOS CANUDOS
foto - Wikipédia
VISTA PARCIAL DA CIDADE
foto - ?
AQUI AS SEIS CAPELAS DOS PASSOS DA PAIXÃO
foto - ?
Em espaços montados ao redor da Praça da Basílica ocorrem encenações da Paixão de Cristo, procissões, lava-pés, Vigília Pascal, novenas e shows. Por isso, programe bem sua viagem, pois durante a Semana Santa e a festa do Jubileu do Bom Jesus (entre 7 e 14 de setembro) a cidade costuma ficar cheia
foto - ?
Capela do Santuário do Bom Jesus de Matosinhos, em Congonhas, cidade considerada Patrimônio Cultural da Humanidade segundo a Unesco
foto - Wikipédia
UM DOS 12 PROFETAS
foto - ?
CAPELA DO SANTUÁRIO DO BOM JESUS DO MATOZINHOS
foto - Altemiro Olinto Cristo
VISTA DA CIDADE PLEOS TELHADOS
foto - ?
ESTA EH A MATRIZ DE NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO
Data de 1734 e em sua concepção podem ser percebidas várias fases do barroco. O frontispício, representando a Arca de Noé, é um dos poucos portais de autoria de Aleijadinho. Sua nave é uma das maiores de Minas Gerais, com os altares ricamente adornados por imagens. A douração da capela-mor, realizada em 1764, é atribuída a Manoel Francisco Lisboa, pai de Aleijadinho. Praça Sete de Setembro.
foto - Altemiro Olinto Cristo
AQUI PODEMOS VER A CIDADE NO GERAL
foto - ?
MUSEU
foto - ?
ESTA EH A IGREJA DE NOSSA SENHORA DA AJUDA
Construção de 1746. Tem quatro altares que guardam imagens de Nossa Senhora Aparecida, São Benedito, Santo Antônio, Santa Efigênia, São Pedro e muitas outras. Na sacristia está um belo chafariz em pedra-sabão. Está localizada no distrito de Alto Maranhão, a 14 km (o acesso mais fácil é pelo asfalto, passando pelo trevo do Murtinho).
foto - Geraldo Salomão
ESTE EH O PARQUE DA CACHOEIRA
foto - ?
ÁREA DE CAMPING
foto - ?
AGORA ALGUMAS IMAGENS DOS PROFESTAS, QUE FORAM ESCULPIDAS PELO MESTRE "ALEIJADINHO", QUE ESTÃO COMO GUARDIÕES DO SANTUÁRIO DO BEM JESUS DO MATOZINHOS
foto - ?
foto - ?
ESTE EH O SANTUÁRIO DE BOM JESUS DE MATOZINHOS
A Basílica de Bom Jesus do Matosinhos nasceu de uma fé especial. Feliciano Mendes deu início À construção, agraciado que foi pela cura. Ele trouxe uma imagem de Portugal e a colocou num oratório, recolhendo assim as esmolas. A fama foi se espalhando, junto com as notícias de curas alcançadas.
No final do século XVIII nascia o Jubileu, inicialmente comemorado em maio e setembro. As chuvas de maio, que tornavam as estradas intransitáveis, restringiu a festa a setembro. Em época de Jubileu a cidade lota, pessoas de várias partes do país chegam para demonstrar a sua fé.
A peregrinação era tamanha que Congonhas já não conseguia comportar os inúmeros romeiros. Devido a isto foi construída, na década de 30, a Romaria. Constitui-se de um prédio em forma circular, uma pousada ao redor de um enorme pátio. Demolida em 1968, a Romaria foi reconstruída em 1995 e hoje abriga a Fundação Municipal de Cultura, Lazer e Turismo (Fumcult), além de um centro histórico e cultura
foto - ?
foto - ?
foto - ?
AQUI UM DETALHE DOS ANTIGOS CASARÕES
foto - ?
CACHOEIRA NO ENTORNO DA CIDADE
foto - ?
OLHA QUE BELA CONSTRUÇÃO
foto - ?
O SANTUÁRIO VISTO EM DETALHE
foto - ?
UMA PARCIAL DA CIDADE
foto - ?
PARQUE DA CACHOEIRA
Localizado a 5,3 quilômetros do centro. Possui completa infra-estrutura de lazer, incluindo várias piscinas de água natural, quadras (futebol, peteca, vôlei), campo gramado, área de camping, churrasqueiras, restaurante, lanchonete e sorveteria. O rio Santo Antônio forma várias quedas, sendo que a principal tem aproximadamente 20 metros. Estacionamento gratuito (exceto campistas e ônibus). Para o visitante que deseja tranquilidade, não aconselhamos visitar o parque no domingo.
foto - Bárbara Luísa
OUTRA VISTA DA CIDADE
foto - ?
Patrimônio Mundial declarado pela Unesco, a Basílica do Senhor Bom Jesus de Matosinhos é um dos maiores tesouros da arte barroca
O interior da Basílica do Senhor Bom Jesus de Matosinhos abriga relicários talhados por Aleijadinho, rica decoração rococó e pintura do teto assinada por mestre Ataíde
Objetos em pedra-sabão
Museu de Arte Sacra


ROMARIA
foto - ?
AQUI A BANDEIRA DA CIDADE DE CONGONHAS, MINAS GERAIS
ESTE EH O BRASÃO DO MUNICÍPIO DE CONGONHAS, MINAS GERAIS

fonte / fotos = Wikipédia / Thymonthy Becker / IBGE / viajeaqui.abril.com.br / Portal da Prefeitura Municipal / 



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

DIANÓPOLIS / TOCANTINS - Berço cultural do estado, tem mais à oferecer, cascatas, cachoeiras, museu e "garganta"; platô da serra geral com cânions e mirantes

LINHA DO TEMPO DA CIDADE DE "DIANÓPOLIS" / TOCANTINS / BRASIL DIANÓPOLIS
BEM VINDO A CIDADE DE DIANÓPOLIS. CIDADE DO DIANOFOLIA
imagem - ? População estimada 2016 (1) - 21.457
Área da unidade territorial 2015 (km²) - 3.217,313
Densidade demográfica 2010 (hab/km²) - 5,94
Código do Município 1707009
Gentílico - dianopolino
ORIGEM DO NOME DE DIANÓPOLIS, TO
A origem do nome "Dianópolis" está relacionada a Francisco das Chagas Moura, que foi prefeito do município entre os anos de 1934 a 1938. Então, a cidade chamava-se "São José do Du•ro". "Duro" era uma simplificação de "D´ouro", uma vez que a região era rica em ouro em seu subsolo. Quando prefeito, Francisco Moura indicou que a cidade fizesse uma homenagem às senhoras do lugar que chamavam-se "Custodiana", conhecidas pela alcunha de "Diana". Daí a indicação da cidade passar a chamar-se "Dianópolis", quer dizer, "Terra das Dianas".
Gentílico: …

CATAGUASES / MINAS GERAIS - Venha ver e fazer filmes nesta cidade cinematográfica. Deixe saudades e leve lembranças

LINHA DO TEMPO DA CIDADE DE "CATAGUASES" / MINAS GERAIS / BRASIL “O nome Cataguases vem – pelo menos, até provas em contrário, pois muitas são as controvérsias nessa cidade em constante questionamento – , pois é, o nome Cataguases parece que vem de uma tribo de índios que habitava a região, os ‘Catu-auás’. Dizem que o nome catu-auá significa em tupi-guarani ‘terra de gente boa’. E Cataguases sabe receber muito bem. Quem bebe da água do Rio Pomba nunca deixa de voltar. Dizem. ” Confira alguns dos mais importantes pontos turísticos de Cataguases. Além de inúmeras obras artísticas e arquitetônicas modernas tombadas pelo IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional), Cataguases também oferece inúmeras construções marcantes do final do século XIX, belíssimas paisagens naturais, museus, centros culturais e muito mais! PONTE METÁLICA (DE 1.914) A construção da Ponte Metálica foi determinada em 1910, devido à solicitação do deputado federal Astolpho Dutra Nicácio. Ela…

BRAGANÇA / PARÁ - A cidade respira Fé, Tradição e Cultura, nas belezas de suas praias, manguezais, rios, igarapés e ilhas

LINHA DO TEMPO DA CIDADE DE "BRAGANÇA" / PARÁ / BRASIL  Bragança, localizada na região nordeste do Pará, a 210 quilômetros de Belém, capital do Estado, é um dos municípios mais procurados pelos turistas ao longo do ano, em especial durante as férias escolares.
Lar da Marujada, manifestação cultural que reúne milhares de pessoas no município para festejar São Benedito, Bragança tem praias oceânicas belíssimas, pra quem quiser aproveitar em qualquer época do ano.

A cidade, de origem portuguesa, guarda na sua cultura características religiosas marcantes e também festeja São Sebastião e Nossa Senhora de Nazaré.
Suas fronteiras são estratégicas. Assim, o município oferece o maior número de opções aos turistas: ao Norte está o oceano Atlântico, ao Sul, o município de Santa Luzia do Pará, a Leste os municípios de Augusto Corrêa e Vizeu e a Oeste, Tracuateua.

Na língua tupi, Caeté quer dizer 'mato grande' e, por estar localizada à margem esquerda do rio Caeté, Bragança é c…