Pular para o conteúdo principal

PEQUI / MINAS GERAIS - Descer de tobogã em cachoeira numa belíssima vista da cidade e cidades vizinhas, com existência de grutas, grotas e rica vegetação natural




LINHA DO TEMPO DA CIDADE DE "PEQUI" / MINAS GERAIS / BRASIL
foto (acima) Thymonthy Becker
BEM VINDO A CIDADE DE PEQUI. AOS PÉS DA SERRA DO RIO DO PEIXE.
Pórtico da estrada da cidade de Pequi, Minas Gerais
foto - Thymonthy Becker
População estimada 2016 (1) - 4.369
Área da unidade territorial 2015 (km²) - 203,991
Densidade demográfica 2010 (hab/km²) - 19,98
Código do Município 3149606
Gentílico - pequiense
ORIGEM DO NOME
O termo significa, em tupi, "coxa áspera", e origina-se de um velho e frondoso pequizeiro, que existiu em frente a uma venda no largo da igreja, cuja sombra abrigava a população que ali se reunia
Gentílico: pequiense
Histórico
Pequi 
Minas Gerais - MG
HISTÓRICO
A fixação da povoação do atual município deve-se, principalmente, aos solos férteis e ao grande número de córregos e riachos que cortam a região. Pequi foi criada em 1841, quando o distrito de Santo Antônio de São Joanico, no município de Pitangui, foi dividido em dois: Pequi e Maravilha. 
O distrito foi elevado a freguesia, já no município de Pará de Minas, em 1882, com o nome de Santo Antônio do Pequi. Em 1911, o nome foi reduzido para Pequi. 
foto - Thymonthy Becker
Rodovia de acesso à cidade de Pequi, Minas gerais, depois que se passa pelo Pórtico de entrada
IGREJA DE NOSSA SENHORA DO ROSÁRIO / TURISMO RELIGIOSO
Em estilo barroco, tombada pelo Patrimônio Histórico, motivo de orgulho dos pequienses e a “Cruz do Monte”, também tombada pelo Patrimônio Histórico, que constitui num cruzeiro situado num monte na entrada da cidade, construída a anos atrás por escravos trabalhadores de fazendas próximas do local.
foto - Thymonthy Becker
foto - Thymonthy Becker
ESTA EH A MATRIZ DE SANTO ANTÔNIO DE PÁDUA
foto - Thymonthy Becker
foto - Thymonthy Becker
foto - Thymonthy Becker
CENTRO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
foto - Thymonthy Becker
UM BELO CASARÃO NO CENTRO DA CIDADEfoto - Thymonthy Becker
foto - Thymonthy Becker
SALÃO DO REINO DAS TESTEMUNHAS DE JEOVÁ.foto - Thymonthy Becker
HOTELfoto - Thymonthy Becker
CONHEÇA UM POUCO MAIS DE PEQUI. UM PONTO CHIC
foto - Thymonthy Becker
A principal avenida da cidade eh bem arborizada, em Pequi, Minas gerais
foto - Thymonthy Becker
foto - Thymonthy Becker
foto - Thymonthy Becker
A praça da Igreja Matriz eh ampla e bem arborizada em Pequi, Minas Gerais
foto - Thymonthy Becker
foto - Thymonthy Becker
foto - Thymonthy Becker
foto - Thymonthy Becker
foto - Thymonthy Becker
foto - Thymonthy Becker
foto - Thymonthy Becker
O comércio da cidade fica em sua maioria na Praça da Igreja Matriz ou próximo a esta, em Pequi, Minas Gerais
foto - Thymonthy Becker
foto - Thymonthy Becker
foto - Thymonthy Becker
foto - Thymonthy Becker
foto - Thymonthy Becker
foto - Thymonthy Becker
foto - Thymonthy Becker
O CARRO DO BATENTE. ENGEQUISA SEMPRE PRESENTE.
foto - Thymonthy Becker
foto - Thymonthy Becker
foto - Thymonthy Becker
foto - Thymonthy Becker
foto - Thymonthy Becker
foto - Thymonthy Becker
NA CASA DE DONA ROMA, TIA DO BASÍLIO
foto - Thymonthy Becker
foto - Thymonthy Becker
foto - Thymonthy Becker
foto - Thymonthy Becker
ECOTURISMO / CACHOEIRA DO MATO CAMPING CLUBE
Cachoeira de água sobre pedras, localizada a 6 km aproximadamente da cidade, no local denominado Cachoeira do Mato. É formada pelas águas do Rio Vermelho que passam por cima de uma pedra, formando um Tobogã e uma piscina natural no final da queda. O turismo no local é explorado pela família proprietária do terreno com a denominação de "Cachoeira do Mato Camping Clube".
foto - Câmara Municipal
foto - Câmara Municipal
foto - Câmara Municipal
ECOTURISMO / PONTO CHIC
Ponto Chic, localizado no topo da Serra do Rio do Peixe, que divisa os municípios de Pequi e Onça do Pitangui, possui uma belíssima vista de toda a cidade e das cidades vizinhas como Onça do Pitangui, Pará de Minas e Acensão. Com existência de grutas, grotas, e ainda, rica em vegetação natural.
foto - PMP
 foto - PMP
foto - Thymonthy Becker
ESTE EH O BRASÃO DO MUNICÍPIO
ÁRVORE DO PEQUI
Árvore com geralmente 10 metros de altura, tronco de casca áspera e rugosa. Folhas pilosas, compostas, formadas por três folíolos com as bordas recortadas. Grandes flores amarelas, vistosas. Madeira de ótima qualidade, por isso é tão importante a preservação desta árvore símbolo do cerrado.
A árvore de Pequi, que deu nome à cidade de Pequi, eh o símbolo Municipal e de preservação nacional, em Pequi, Minas gerais
foto - Câmara Municipal
A FLOR DE PEQUI
O pequizeiro é arvore protegida por lei (Portaria no. 54 de 03.03.87 - IBDF) que impede seu corte e comercialização em todo o Território Nacional. Visando a sua preservação, o Governo de Minas Gerais criou a Lei 13.965,que instituiu o Programa Mineiro de Incentivo ao Cultivo, ao Consumo, à Comercialização e à Transformação do Pequi e Demais Frutos de Produtos
foto - Câmara Municipal
O FRUTO "Pequi" COM A CASCAfoto - Câmara Municipal
O FRUTO "pequi" SEM A CASCA
Esta eh a parte do fruto de Pequi que eh usada na culinária mineira. Dentro deste miolo do fruto de Pequi tem muitos espinhos, a parte consumida eh só a que envolve o miolo. Não se pode morder neste fruto, pois sua linguá ficará cheia de espinhos, bem como toda a boca.
Uma receita muito comum em Minas Gerais consiste em cozinhar o Pequi sem a casca, como este da foto, juntamente com o arroz. O arroz irá adquirir uma cor amarelada, mas ficará mais saboroso, segundo a gastronomia mineira.
foto - Câmara Municipal

VALEU PELA VISITA. ESPERO QUE SEMPRE VOLTE.

fonte / fotos = Thymonthy Becker / Wikipédia / Portal da Prefeitura Municipal / Divulgação / IBGE / 


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

DIANÓPOLIS / TOCANTINS - Berço cultural do estado, tem mais à oferecer, cascatas, cachoeiras, museu e "garganta"; platô da serra geral com cânions e mirantes

LINHA DO TEMPO DA CIDADE DE "DIANÓPOLIS" / TOCANTINS / BRASIL DIANÓPOLIS
BEM VINDO A CIDADE DE DIANÓPOLIS. CIDADE DO DIANOFOLIA
imagem - ? População estimada 2016 (1) - 21.457
Área da unidade territorial 2015 (km²) - 3.217,313
Densidade demográfica 2010 (hab/km²) - 5,94
Código do Município 1707009
Gentílico - dianopolino
ORIGEM DO NOME DE DIANÓPOLIS, TO
A origem do nome "Dianópolis" está relacionada a Francisco das Chagas Moura, que foi prefeito do município entre os anos de 1934 a 1938. Então, a cidade chamava-se "São José do Du•ro". "Duro" era uma simplificação de "D´ouro", uma vez que a região era rica em ouro em seu subsolo. Quando prefeito, Francisco Moura indicou que a cidade fizesse uma homenagem às senhoras do lugar que chamavam-se "Custodiana", conhecidas pela alcunha de "Diana". Daí a indicação da cidade passar a chamar-se "Dianópolis", quer dizer, "Terra das Dianas".
Gentílico: …

MANHUAÇU / MINAS GERAIS - Rodeada por belezas naturais como o Pico da bandeira, belíssimas paisagens como as plantações de café, além de construções centenárias

LINHA DO TEMPO DE "MANHUAÇU" / MINAS GERAIS / BRASIL
Situada na zona da mata de Minas Gerais, Manhuaçu é o maior e mais desenvolvido município da região. Sua localização estratégica possui acesso a diversas rodovias estaduais e federais, estando rodeada por belezas naturais que você não pode deixar de conhecer. Manhuaçu também se destaca pela economia, que gira principalmente na produção de café. A produção regional é a maior do Brasil, sendo produtos de consumo nacional e internacional. Existem muitas fazendas de café na região, que além do impulso econômico, proporcionam uma belíssima paisagem.  Cafezal com pés carregado de café foto - ? Alguns dos maiores atrativos da cidade estão no Ecoturismo. Os principais pontos são a Pedra Furada, reservas Monte Alverne, Sítio Graciema e Mata do Sossego e os balneários Recanto no Paraíso e Cachoeira Sette. A cidade também é rica em patrimônio histórico. A Igreja Matriz São Lourenço, localizada no Centro, é o principal ponto da cidade, co…

CATAGUASES / MINAS GERAIS - Venha ver e fazer filmes nesta cidade cinematográfica. Deixe saudades e leve lembranças

LINHA DO TEMPO DA CIDADE DE "CATAGUASES" / MINAS GERAIS / BRASIL “O nome Cataguases vem – pelo menos, até provas em contrário, pois muitas são as controvérsias nessa cidade em constante questionamento – , pois é, o nome Cataguases parece que vem de uma tribo de índios que habitava a região, os ‘Catu-auás’. Dizem que o nome catu-auá significa em tupi-guarani ‘terra de gente boa’. E Cataguases sabe receber muito bem. Quem bebe da água do Rio Pomba nunca deixa de voltar. Dizem. ” Confira alguns dos mais importantes pontos turísticos de Cataguases. Além de inúmeras obras artísticas e arquitetônicas modernas tombadas pelo IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional), Cataguases também oferece inúmeras construções marcantes do final do século XIX, belíssimas paisagens naturais, museus, centros culturais e muito mais! PONTE METÁLICA (DE 1.914) A construção da Ponte Metálica foi determinada em 1910, devido à solicitação do deputado federal Astolpho Dutra Nicácio. Ela…