Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

WASSERSTRASSENKREUZ / ALEMANHA - RIO POR CIMA DE RIO - COM 920 METROS DE COMPRIMENTO, A MAIOR PONTE NAVEGÁVEL DO MUNDO EH UMA ATRAÇÃO TURÍSTICA

KRAK DOS CAVALEIROS / HOMS / SÍRIA - O castelo de sonhos mais admirável do mundo" eh um patrimônio mundial da UNESCO




LINHA DO TEMPO DO "KRAK DES CHEVALIERS" HOMS / SÍRIA / WORLD

Eles não tinham o romantismo de um Don Quixote de la Mancha, tampouco a nobreza dos medievais Cavaleiros da Távola Redonda. Não eram guerreiros que protegiam seus senhores, mas tão bravos e guerreiros quanto quaisquer outros. Eram os cavaleiros sem moinhos, das Cruzadas, militares, comandados por religiosos cristãos, europeus, ocidentais sob as ordens supremas do Papa. Seus objetivos eram apenas religiosos: recuperar do controle muçulmano a cidade de Jerusalém, assim como outros lugares de peregrinação situados na Palestina - o então território conhecido pelos cristãos como Terra Santa. Nada mais, nada menos do que mais uma guerra religiosa, desta vez contra povos pagãos, hereges cristãos, os inimigos políticos do Papado.
HOMS 
Eh uma cidade industrial no centro da Síria e próximo a ela fica o Crac dos Cavaleiros (em árabe, Qala'at al-Hosn), um impressionante castelo-fortaleza da época dos cruzados, uma das principais atrações turísticas da Síria, a 65 quilômetros de Damasco, perto da fronteira com o Líbano. Os franceses o chamavam de "Krak des Chevaliers" expressão que designa um tipo de fortificação característica dos Séculos XII e XIII para promover a defesa dos "Reinos Latinos do Oriente" (*). Alguns exemplos principais eram o Krak dos Cavaleiros – para a defesa do limite Nordeste do Condado de Tripoli, o Krak de Montreal, em al-Chawbak - que defendia o limite Sudeste do Reino de Jerusalém - e o Krak de Moab, em al-Karak, também no Reino de Jerusalém.

PAUL Theroux o descreveu como o melhor exemplo de um “castelo de sonhos” do imaginário infantil. E para T. E. Lawrence ("Lawrence da Arábia"), o Krak dos Cavaleiros era "o castelo mais admirável do mundo".
Ainda que sem ser exatamente um símbolo romântico do feudalismo, o Krak des Chevaliers - erguido sobre um esporão rochoso do deserto sírio - tem forma e função mais que perfeitas, ou seja, a defesa contra cercos, o alojamento de tropas e guarda de arsenal. O fato é que o castelo foi uma das maiores fortalezas dos Cruzados na Terra Santa e uma das mais importantes construções militares da antiguidade. É um dos mais bem preservados exemplares da arquitetura militar da Idade Média na região, é classificado pela UNESCO como Patrimônio Mundial desde 2006.

Seu desenho original tinha apenas uma muralha, mas o castelo foi reforçado na segunda metade do século 12, quando a ele foi adicionada uma segunda. A primeira muralha ao redor do castelo cerca um segundo anel de muralhas e torres construídos em volta da prédio central. 

A planta, de forma concêntrica, proporcionava aos cavaleiros ampla defesa do perímetro externo contra ataques de muçulmanos, assim como proporcionava dupla proteção, pois se fosse invadida a primeira muralha seria possível recuar em direção ao centro do forte contando com a proteção da segunda. Como as muralhas internas eram mais altas do que as externas, os defensores sempre conseguiriam dominar seus inimigos num plano mais alto.

O castelo tem duas partes: um paredão externo com 13 torres e um interno, ambos, evidentemente, para impedirem a entrada de invasores. Ambos os paredões são separados por um fosso cuja água era usada para dar de beber e banhar os cavalos. Era água limpa, agora estagnada. Através da entrada principal um imponente portão na parede de 5 metros de espessura dá entrada ao castelo e ao seu primeiro pátio interno. Um corredor coberto por delicados trabalhos de entalhe em pedra leva a um Hall com abóbodas onde podem ser vistas as antigas latrinas. A Capela foi convertida em mesquita após a tomada do castelo pelo Sultão Beybar, e onde é possível ver o púlpito original. No último pavimento está a Torre da Filha do Rei, de onde se tem uma belíssima vista.
Fossos, ponte levadiça, vãos para jogar óleo fervente, seteiras para bombardear com pedras e uma passagem com quatro portões e uma grade de ferro que vinha do teto e que fechavam completamente a passagem ao castelo eram os principais elementos construtivos a dificultarem os assaltos. Uma série de ziguezagues fazia com que os invasores se movimentassem devagar, ao passo que aberturas elevadas estratégicas permitiam que os cavaleiros banhassem seus inimigos com flechas, pedras e madeira queimando.

A primitiva fortificação foi mandada construir pelo emir de Alepo, e foi conquistada por Raimundo IV de Tolosa em 1099 durante a Primeira Cruzada, mas veio a ser abandonada quando os cruzados seguiram o seu caminho até Jerusalém. O local foi reocupado por Tancredo, príncipe da Galileia em 1110, e Raimundo II, Conde de Trípoli, cedeu-o aos cavaleiros da Ordem dos Hospitalários em 1142. Durante o século e meio que se seguiu os Hospitalários construíram uma imponente fortaleza - a maior da Terra Santa - que resistiu a pelo menos doze assaltos muçulmanos, até ter sido conquistada pelos mamelucos do sultanato do Egito, pelas forças do sultão Baibars em 8 de abril de 1271.
KRAK DOS CAVALEIROS
foto - ?
Tombado como Patrimônio Mundial pela UNESCO, o imponente castelo medieval representa o que de melhor foi criado na era dos castelos, desdobrando-se como um dos mais belos e bem protegidos. Durante as Cruzadas, sediou a Ordem religiosa dos Hospitalários e se tornou símbolo de resistência cristã na Terra Santa.
foto - ?
Sua construção parece ter sido um projeto sem-fim. Os Hospitalários receberam uma primitiva construção em 1141 e teriam feito ao menos duas grandes obras que só findaram em meados do século XIII. Na década de 1930, abandonado e quase em ruínas, passou por grande reforma para lhe trazer de volta sua antiga glória. Em 2008 foi tombado como Patrimônio da Humanidade pela UNESCO.
foto - ?
A surpreendente construção foi um formidável centro de defesa e controle regional para os cruzados. Construído no alto de um monte no sul da atual Síria, serviu aos propósitos das Cruzadas nos séculos XII e XIII. Estrategicamente posicionado no flanco do antigo Reino Jerusalém, foi um dos grandes responsáveis pela sustentação cristã na “Terra Santa”.
foto - ?
O KRAK DOS CAVALEIROS (EM LÍNGUA FRANCESA, "KRAK DES CHEVALIERS"; DESIGNADO PELOS MUÇULMANOS COMO "QALAJAT AL-HUSN") LOCALIZA-SE NA ATUAL SÍRIA, 65 QUILÔMETROS A OESTE DA CIDADE DE HOMS, PERTO DA FRONTEIRA DO LÍBANO.
A EXPRESSÃO "KRAK" OU "KARAK" DESIGNA UM TIPO DE FORTIFICAÇÃO ERGUIDA NO SÉCULO XII E NO SÉCULO XIII PELAS CRUZADAS, NAS REGIÕES DAS ATUAIS SÍRIA E PALESTINA, PARA ASSEGURAR A DEFESA DOS CHAMADOS "REINOS LATINOS DO ORIENTE". OS PRINCIPAIS ERAM O KRAK DOS CAVALEIROS, QUE DEFENDIA O LIMITE NORDESTE DO CONDADO DE TRIPOLI, O KRAK DE MONTREAL, EM AL-CHAWBAK, DEFENDENDO O LIMITE SUDESTE DO REINO DE JERUSALÉM, E O KRAK DE MOAB, EM AL-KARAK, TAMBÉM NO REINO DE JERUSALÉM.
O KRAK DOS CAVALEIROS FOI ERGUIDO SOBRE UM ESPORÃO ROCHOSO DO DESERTO SÍRIO COM A FUNÇÃO DE PROTEGER A ROTA QUE UNIA A CIDADE SÍRIA DE HOMS (SOB DOMÍNIO MUÇULMANO) À DE TRÍPOLI (LÍBANO), CAPITAL DO CONDADO DE TRÍPOLI, NA COSTA DO MAR MEDITERRÂNEO.
ATUALMENTE É UMA DOS MAIS BEM PRESERVADOS EXEMPLARES DA ARQUITETURA MILITAR DA IDADE MÉDIA NA REGIÃO, ESTANDO CLASSIFICADO PELA UNESCO COMO PATRIMÔNIO MUNDIAL DESDE 2008.
O CASTELO FOI ERGUIDO EM DUAS ETAPAS. NA PRIMEIRA, FORAM LEVANTADAS AS MURALHAS EXTERIORES E UM NÚCLEO INTERNO, COMPOSTO POR PEQUENAS EDIFICAÇÕES DE PLANTA QUADRADA, DE MODO QUE, EM 1170, AS OBRAS ESTAVAM CONCLUÍDAS. EM 1202, UM TERREMOTO AFETOU PARTE DO CONJUNTO, DE MANEIRA QUE, POUCO TEMPO DEPOIS, INICIOU-SE UMA GRANDE REESTRUTURAÇÃO DAS DEFESAS, CONFERINDO-LHE A ATUAL FEIÇÃO: UMA MURALHA EXTERIOR DE TRINTA METROS DE LARGURA, AMPARADA POR SETE TORRES COM 8 A 10 METROS DE LARGURA, DEFININDO UMA FORTIFICAÇÃO CONCÊNTRICA. AS ESCARPAS DO ESPORÃO FORAM APROVEITADAS COM FINS TÁTICOS.
NOS DIAS DE HOJE
EM NOSSOS DIAS, O CASTELO ENCONTRA-SE PRESERVADO EM BOAS CONDIÇÕES, SENDO CONSIDERADO UM DOS MAIS BELOS EXEMPLOS DE ARQUITETURA MILITAR EUROPÉIA NA REGIÃO. PERTENCE AO GOVERNO SÍRIO, QUE O MANTÉM ABERTO COMO ATRAÇÃO TURÍSTICA. ENTRE OS DESTAQUES ENCONTRAM-SE A DUPLA CINTURA DE MURALHAS QUE ENVOLVE OS EDIFÍCIOS DE HABITAÇÃO, UMA CAPELA EM ESTILO ROMÂNICO, UMA GRANDE SALA E UMA GALERIA EM ESTILO GÓTICO QUE DATA DO SÉCULO XIII.

fonte e fotos = Wikipédia / Thymonthy Becker / interata.squarespace.com / Divulgação / 



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

TRUTAS / PRODUÇÃO MINEIRA PARA O MUNDO

Criação e industrialização de trutas no sul de Minas Gerais domina o mercado brasileiro e mira os Estados Unidos  foto - ?
O PEIXE
truta é um peixe de formato alongado, pertencente à mesma família do salmão. Pode ter até cerca de 60 cm de comprimento total e pesar até 2 kg. O dorso tem cor que varia do esverdeado ao castanho, sendo as laterais acinzentadas e a parte inferior esbranquiçada. Tem pintas escuras nas nadadeiras e no corpo. É originária do hemisfério norte, Estados Unidos e Canadá, tendo sido, no entanto, introduzida em todos os continentes. No Brasil, sua introdução ocorreu principalmente nos rios dos planaltos das regiões Sudeste e Sul.
Uma característica que faz com que a truta não seja mais disseminada é o fato de que se as águas de seu habitat não forem cristalinas, frescas, puras e bem oxigenadas ela não sobrevive. Estas características são encontradas principalmente em rios de montanhas. foto - ? O COMEÇO A criação de trutas começou no Brasil em 1949. Os primeiros ovos cons…

WASSERSTRASSENKREUZ / ALEMANHA - RIO POR CIMA DE RIO - COM 920 METROS DE COMPRIMENTO, A MAIOR PONTE NAVEGÁVEL DO MUNDO EH UMA ATRAÇÃO TURÍSTICA

LINHA DO TEMPO DA "WASSERSTRASSENKREUZ" / ALEMANHA - PONTE NAVEGÁVEL Já imaginou um rio passando por cima de outro? Pois é, esse tipo de canal é raro de ser encontrado no mundo. A Wasserstrassenkreuz foi inaugurada em 2003 e é o maior canal navegável da Europa, na Alemanha, sobre o Rio Elba. Une a rede de canais da ex-Alemanha Oriental com a da Alemanha Ocidental, como parte do projeto de reunificação de ambas desde a queda do muro de Berlin. PONTES NAVEGÁVEIS SÃO CONSTRUÇÕES RARAS DE SE ENCONTRAR NO MUNDO – O QUE JÁ FAZ DE QUALQUER UMA ATRAÇÃO IMEDIATA. SE ESTIVERMOS FALANDO DA MAIOR DO PLANETA ENTÃO, O ENCANTO SE MULTIPLICA.
LOCALIZADA NA ALEMANHA, A WASSERSTRASSENKREUZ POSSUI A ESTRUTURA DE UM AQUEDUTO – COMO O DA LAPA, NO RIO DE JANEIRO -, MAS FOI PROJETADA PARA SER CRUZADA POR GRANDES EMBARCAÇÕES. INAUGURADA EM 2003, E MEDINDO UM TOTAL DE 920 METROS DE COMPRIMENTO, A MAIOR PONTE NAVEGÁVEL JÁ FEITA PELO HOMEM CONECTA DOIS CANAIS – O ELBE-HAVEL E O MITTELLAND – AO PASSAR POR …

SÃO JOAQUIM DE BICAS

ESTA EH A CIDADE DE SÃO JOAQUIM DAS BICAS. CERCADA POR UMA PAISAGEM EXUBERANTE. TERRA NATAL DO MESTRE PEDRO AMARAL BAMBIRRA imagem - Mavalwie QUEM NASCE EM SÃO JOAQUIM DAS BICAS EH SANJOAQUIMBIQUENSE A CIDADE FAZ ANIVERSÁRIO EM 21 DE DEZEMBRO FOI FUNDADA EM 1995 SÃO JOAQUIM DE BICAS TEM  25.537 HABITANTES - IBGE 2010 - ORIGEM DO NOME Uma imagem de São Joaquim foi esculpida em madeira e colocada no topo do altar de uma capelinha que haviam construída para rezarem ao entardecer, marcando a fé e a religiosidade do povo do nosso município. A imagem de São Joaquim e a vegetação deram o primeiro nome ao arraial: São Joaquim do Campo Verde. Com o passar dos anos, o lugar passou a ser chamado de São Joaquim de Bicas, porque a busca de minerais no leito do Rio Paraopeba englobava a dragagem dos cascalhos que depois eram lavados com jatos de água (bicas). HISTÓRIA A religião foi um fato marcante na história do arraial. Os primeiros moradores construíram uma capelinha para a realização de novenas e oraçõ…

EMBU DAS ARTES / SÃO PAULO - Marcada por intensa atividade cultural e artística, com uma rica e importante herança de seus antepassados

LINHA DO TEMPO DA CIDADE DE "EMBU DAS ARTES" / SÃO PAULO / BRASIL Bar Buenos Aires, no centro histórico O apelido "das Artes", oficialmente incorporado ao nome da cidade em 2011, faz jus à sua principal atração: as peças de artesanato e antiguidades, vendidas nas lojinhas do Centro Histórico e na feira de domingo. Na loja Engenho Velho encontram-se esculturas do Divino Espírito Santo, quadro com flores de ferro e luminárias de vitral, importadas do Marrocos e da Índia SEJA BEM VINDO A BELA CIDADE DE EMBU DAS ARTES. AQUI PODEMOS VER MESTRES EXPONDO SUAS ARTES NA PRAÇA imagem - Wikipédia População estimada 2016 (1) - 264.448 Área da unidade territorial 2015 (km²) - 70,398 Densidade demográfica 2010 (hab/km²) - 3.412,89 Código do Município 3515004 Gentílico - embuense ORIGEM DO NOME M'BOY QUE TUPI SIGNIFICA COBRA ORIGINOU A CORRUPTELA EMBU, ASSIM DENOMINADO A ALDEIA QUE, SEGUNDO VERSÃO POPULAR, SURGIU DEVIDO A QUANTIDADE DE COBRAS EXISTENTES. Gentílico: embuense HIST…

CURVELO / BERÇO DA CURVELANA / A MAIS ELEGANTE FACA BRASILEIRA

BEM VINDO A CIDADE DE CURVELO. CIDADE-MÃE DE INÚMERAS OUTRAS
imagem - Tonhão Costa
CURVELO TEM 74.219 HABITANTES - IBGE 2010 -
QUEM NASCE EM CURVELO EH: CURVELANO
A CIDADE FAZ ANIVERSÁRIO EM 30 DE JULHO E FOI FUNDADA EM 1.875
ORIGEM DO NOME

PORTO ALEGRE / RIO GRANDE DO SUL - Eh conhecido no Brasil inteiro o orgulho que o gaúcho sente por sua capital. Poa, como eh carinhosamente chamada, faz por merecer

LINHA DO TEMPO DA CIDADE DE "PORTO ALEGRE" / RIO GRANDE DO SUL / BRASIL É conhecido no Brasil inteiro o orgulho que o gaúcho sente por sua capital. Poa, como é carinhosamente chamada, faz por merecer: tem parques grandes e bem arborizados, restaurantes de alto nível, como as casas duas estrelas Le Bateau Ivre (de cozinha francesa) e Floriano Spiess Cozinha de Autor (contemporânea), e um pôr do sol dos mais bonitos do país, à beira do rio (ou seria lago?) Guaíba, o grande xodó da cidade. Isso sem falar dos programas culturais. São diversos museus de boa qualidade, como a Fundação Iberê Camargo e o cinco-estrelas Museu de Ciências e Tecnologia da PUC. Algumas atrações rememoram personalidades marcantes que nasceram por aqui, caso de Elis Regina e Mario Quintana na casa de cultura que leva o nome do poeta. De espírito jovem, a cidade tem vida noturna agitada, principalmente nos bares da Cidade Baixa, que pulsam de gente bonita.  O Parque da Redenção é o lugar ideal para levar a…

LAGOA FORMOSA

BEM VINDO A CIDADE QUE EH UMA PEDACINHO DO PARAÍSO NAS MINAS GERAIS. BEM VINDO A LAGOA FORMOSA. CIDADE DAS ROSAS AQUI UMA VISÃO GERAL DA CIDADE COM A LAGOA AO CENTRO. imagem - CMLF LAGOA FORMOSA TEM 17.161 HABITANTES - IBGE 2010 - QUEM NASCE EM LAGOA FORMOSA EH: LAGOENSE A CIDADE FAZ ANIVERSÁRIO EM 01 DE MARÇO E FOI FUNDADA EM 1.962 ORIGEM DO NOME TROPEIROS VINDOS DE PARACATU POUSAVAM AS MARGENS DE UMA LAGOA PRÓXIMA, LOCAL QUE CONSIDERARAM INCANTADOR. O LUGAR QUE O TROPEIRO TANTO APRECIOU, FORAM CHAMADOS INICIALMENTE DE LAGOA DAS ÉGUAS (OUTROS DIZIAM QUE SE CHAMAVA LAGOA DOS TROPEIROS), ALGUNS SE FIXARAM NESSE LUGAR, DANDO ORIGEM AO POVOADO DE NOSSA SENHORA DA PIEDADE DA ALAGOA FORMOSA.  QUE DEPOIS VIRA A SER LAGOA FORMOSA. COMEÇAVA AÍ A SER ESCRITA A HISTÓRIA ESPECÍFICA DO LUGAR. HISTÓRIA CONTAM OS NOSSOS ANTEPASSADOS QUE UM CERTO DIA, ALGUNS TROPEIROS VINHAM DE CONQUISTA INDO A OUTROS CENTROS BUSCAR SAL PARA OS ANIMAIS. PRÓXIMO AO RIBEIRÃO DA BABILÔNIA, QUE ERA A PRINCÍPIO UM LOCAL DE POUSO D…

SÃO GONÇALO DO PARÁ

BOM DIA. BEM VINDO A SÃO GONÇALO DO PARÁ / A CIDADE DOS DOCES A CIDADE COMEÇA O ANO, FAZENDO ANIVERSÁRIO. ELA FOI EMANCIPADA EM 10 DE JANEIRO DE 1949. QUEM NASCE EM SÃO GONÇALO DO PARA É: SÃOGONÇALENSE Como atrações turísticas o município apresenta a antiga igreja matriz, um cemitério de pedra bruta, construído pelos escravos e datado de 1855, a cachoeira existente no Ribeirão dos Morais e uma bela lagoa, formada por uma barragem. VENHA VISITAR E CONHECER DE PERTO ESTA BELA CIDADE DO INTERIOR DE MINAS, QUE FICA NA REGIÃO CENTRO OESTE DO ESTADO. foto -PMSGP SÃO GONÇALO DO PARÁ É A TERRA DO DOCE. AQUI SE FABRICA DOCES DA MELHOR QUALIDADE, QUE SÃO DISTRIBUIDOS POR TODO O BRAZIL. AQUI TAMBÉM, EH A UNICA FABRICA DO BRAZIL QUE AINDA FABRICA DOCE DE GOIABADA EM CAIXINHAS DE MADEIRA. (CONTRARIANDO A MÚSICA DE DUDU NOBRE) ALGUNS DADOS INTERESSANTES DA CIDADE:
POPULAÇÃO
1970..........6.329 1980..........6.229 1991..........7.541 2000..........7.972 2005..........8.237 2007..........10.308 2010..........10.405 (I…

RIBEIRÃO DAS NEVES / A MAIOR HETEROGENEIDADE RELIGIOSA

BEM VINDO A CIDADE DE RIBEIRÃO DAS NEVES.
imagem  - Reo 06
RIBEIRÃO DAS NEVES TEM 296.317 HABITANTES - IBGE 2010
QUEM NASCE EM RIBEIRÃO DAS NEVES EH: NEVENSE
A CIDADE FAZ ANIVERSÁRIO EM 12 DE DEZEMBRO E FOI EMANCIPADA EM 1.953
ORIGEM DO NOME

GRAMADO / RIO GRANDE DO SUL - RUAS FLORIDAS, ARQUITETURA EUROPEIA, MINI MUNDO, NEVE E VALES ENCANTADORES. NO CORAÇÃO DA SERRA GAÚCHA, UMA CIDADE INESQUECÍVEL

LINHA DO TEMPO DE "GRAMADO" / RIO GRANDE DO SUL / BRASIL foto - ?
Faltava neve à Gramado para que ela assumisse de vez o título de “Suíça brasileira”. Não falta mais: o Snowland, primeiro parque de neve artificial indoor das Américas, trouxe esportes de inverno à cidade, que já era famosa pelas construções enxaimel (aquelas de paredes esquadrinhadas com tirantes de madeira), pelas fondues nos bons restaurantes suíços e pelo climinha gostoso da Serra Gaúcha.  A cidade fica cheia o ano inteiro, seja no inverno para curtir o friozinho (com sorte, você verá até neve natural ali em julho), seja no verão para se divertir nos três meses de festa do Natal Luz. O charme se mantém na hotelaria em qualquer época, com diversas opções: grandes estruturas para famílias e conforto, privacidade e mimo para os casais em busca de romance. Pertinho, a menos de 10 km, Canela tem parques ecológicos para quem gosta de aventura. Gramado é eleito o melhor destino de inverno do Brasil foto - ? AQUI VEMOS …