Pular para o conteúdo principal

MUCUGÊ / BAHIA - Entre montanhas, alia ao seu cenário espetacular a um patrimônio arquitetônico colonial preservado na Chapada Diamantina




LINHA DO TEMPO DE "MUCUGÊ" / BAHIA / BRASIL 
Eh mais um destino com Centro Histórico preservado nos arredores do Parque Nacional. Pequena, a cidade tem circulação simples: existem apenas duas avenidas centrais, ambas de paralelepípedo, uma continuação da outra.
As duas igrejas, a praça com coreto e o calçamento de pedras são irresistíveis para um passeio a pé. Duas paradas são clássicas: a associação de guias, onde você agenda seus passeios, e a casa de Dona Nena, que capricha na comida caseira. Na beira da BA-142, com acesso a pé a partir da cidade, fica o curioso cemitério bizantino.
MUCUGÊ NA CHAPADA DIAMANTINA
imagem - Soteropolis 1
MUCUGÊ TEM 10.545 HABITANTES - IBGE 2010 -
QUEM NASCE EM MUCUGÊ EH: MUCUGEENSE
A CIDADE FAZ ANIVERSÁRIO EM 17 DE MAIO E FOI FUNDADA EM 1.844
ORIGEM DO NOME
O nome Mucugê foi tirado do rio que a cerca, que por sua vez se referia a uma fruta comida pelos índios.
HISTÓRIA
A cidade de Mucugê é uma das mais antigas da região da Chapada Diamantina. A cidade era um dos principais centros de exploração de ouro e de diamantes, assim como a famosa cidade de Lençóis, apresentando até hoje os casarões coloniais de estilo português.
Nas primeiras décadas do século XIX, quando um antigo garimpeiro de nome José Pereira do Prado, conhecido como Cazuza do Prado, que passando por essas terras em 25 de junho de 1844, suspeitou no cascalho do Rio Mucugê, próximo ao Rio Cumbucas, possuir características de um cascalho diamantífero, naquele dia de São João, as terras altas da Serra do Sincorá começaram a justificar o nome pelo qual, se tornaram conhecidas como Lavras Diamantinas.
Após a revelação, houve uma corrida desenfreada em busca do sonho da riqueza rápida, atraindo para Mucugê, uma população de mais 30.000 habitantes.
Nasceu assim a povoação de Mucugê do Parguaçu.
AQUI UMA ESCOLA MUNICIPAL
imagem - Soteropolis 1
Situada entre montanhas, a cerca de 1000 m de altitude, com temperaturas que chegam a 7° C no inverno, alia ao seu cenário espetacular a um patrimônio arquitetônico colonial muito bem preservado, que inclui um cemitério em estilo bizantino, único no Brasil. Hoje, com cerca de apenas 15.000 habitantes, o município está situado numa área de preservação ambiental, com uma vegetação de campos gerais, tipo cerrado, onde abundam as flores do tipo sempre-viva. A região é repleta de cachoeiras, grutas e formações rochosas peculiares. A cidade é muito bem cuidada, com muitos jardins, e possui excelente estrutura hoteleira e de serviços. O que faz do turismo a sua principal fonte de renda, tanto o de aventura, como o histórico, de lazer e ainda de festividades, já que promove uma das festas juninas mais concorridas da Bahia. Próximo à cidade localiza-se um parque ambiental muito bem estruturado, que abriga algumas instituições de pesquisa científica, como o Museu Vivo do Garimpo e o Projeto Sempre-Viva, que valem à pena conhecer. Bem vindos a uma das mais belas pequenas cidades da Bahia e do Brasil!
CONHEÇA UM POUCO MAIS DA CIDADE DE MUCUGÊ
imagem - Soteropolis 1
imagem - Soteropolis 1
imagem - Soteropolis 1
imagem - Soteropolis 1
imagem - Soteropolis 1
POUSADA
imagem - Soteropolis 1
PRAÇA DO BANCO DO BRASIL
imagem - Soteropolis 1
imagem - Soteropolis 1
imagem - Soteropolis 1
imagem - Soteropolis 1
imagem - Soteropolis 1
imagem - Soteropolis 1
imagem - Soteropolis 1
imagem - Soteropolis 1
imagem - Soteropolis 1
imagem - Soteropolis 1
RUA CENTRAL
imagem - Soteropolis 1
SEDE DO PODER EXECUTIVO - PREFEITURA
imagem - Soteropolis 1
imagem - Soteropolis 1
imagem - Soteropolis 1
imagem - Soteropolis 1
imagem - Soteropolis 1
imagem - Soteropolis 1
imagem - Soteropolis 1
imagem - Soteropolis 1
imagem - Soteropolis 1
imagem - Soteropolis 1
imagem - Soteropolis 1
imagem - Soteropolis 1
imagem - Soteropolis 1
imagem - Soteropolis 1
imagem - Soteropolis 1
imagem - Soteropolis 1
imagem - Soteropolis 1
imagem - Soteropolis 1
imagem - Soteropolis 1
imagem - Soteropolis 1
MATRIZ DE SANTA ISABEL
imagem - Soteropolis 1
MUSEU DO GARIMPO
imagem - Soteropolis 1
imagem - Soteropolis 1
PROJETO SEMPRE VIVA
imagem - Soteropolis 1
imagem - Soteropolis 1
imagem - Soteropolis 1
imagem - Soteropolis 1
PARQUE ECOLÓGICO
imagem - Soteropolis 1
CACHOEIRAS
imagem - ?
imagem - Soteropolis 1
imagem - Soteropolis 1
imagem - Soteropolis 1
imagem - Soteropolis 1
imagem - Soteropolis 1
CEMITÉRIO BIZANTINO

TREKKING MUCUGÊ-ANDARAÍ/VALE DO PATY
É uma versão alternativa de um dos trekkings mais famosos do país (Vale do Capão-Andaraí), partindo de Mucugê. A diferença está no primeiro dia: a trilha é a mesma que leva ao Cachoeirão, e você escolhe se quer dormir lá (acampando ou na casa de nativos). Depois, a sequência é idêntica ao trekking que começa no Vale do Capão, com outra visita ao Cachoeirão, agora por baixo da queda. São 70 km percorridos em quatro, cinco ou seis dias, sempre com a companhia de um guia (agende com as ACVs ou com a Pousada Sincorá, em Andaraí).
Trekking no vale do Paty, em Mucugê, na Bahia; na foto, visitantes aproximam-se do Morro Branco
O trekking do Vale do Paty/Mucugê - Andaraí é uma versão alternativa do famoso trekking do Vale do Paty, com saída de Mucugê (BA)
Vista do Vale do Paty durante o trekking
Vista do Vale do Paty, na Chapada Diamantina, Bahia
Entre as paradas do trekking, está a do mirante do Cachoeirão - só para corajosos
No trekking, são percorridos 70 km em quatro, cinco ou seis dias
CACHOEIRÃO
Várias quedas d'água, que brotam de um paredão em meia-lua, transformam a paisagem numa cortina de cachoeiras. No inverno, quando elas secam quase por completo, o belo cânion aparece.
Na trilha de quatro horas (só ida, sempre com guia) que leva ao topo é preciso transpor uma serra, mas o percurso é feito em terreno plano. A caminhada começa na estrada Guiné-Mucugê, a 46 km da cidade.
No trekking do Vale do Paty, muitos guias incluem a passagem pelo Cachoeirão no percurso.
TREKKING DAS SETE QUEDAS
A trilha guiada (7 km, duas horas, só ida) parte da cidade e passa por sete cachoeiras - a primeira, com 12 m, aparece depois de uma hora de caminhada. Além das quedas você também avista, no caminho, antigas tocas de garimpeiros e grande quantidade de orquídeas e bromélias.

CACHOEIRA TRÊS BARRAS E CRISTAIS 
As quedas de 40 m e 70 m formam uma espécie de escada gigantesca e um dos maiores poços para banho da Chapada. A caminhada guiada (2h30, 7 km, só ida) começa em Mucugê, com trechos íngremes, segue pelo curso do Rio Piaba com dificuldade média até a primeira queda e torna-se difícil até a segunda.

ONDE COMER (SUGESTÃO)
DONA NENA RESTAURANTE
Rua Direita, 140 
Centro 
(75) 3338-2123 (Fone) 
Serve delícias caseiras, como o bife acebolado, purê de abóbora, cortado de palma (cacto em pedaços e refogado) e de mamão verde.
ONDE FICAR (SUGESTÃO)
POUSADA MUCUGÊ

Rua Doutor Rodrigues Lima, 30
Centro
(75) 3338-2210 (Fone)
pousadamucuge.com.br
Estacionamento
Internet wifi grátis

Piscina
RIO
imagem - ?
ESTE EH O BRASÃO DO MUNICÍPIO


fonte / fotos =  Thymonthy Becker / viajeaqui.abril.com.br / IBGE / Wikipédia /  Divulgação / 




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

PEDRA AZUL / FORTALEZA DE PEDRAS

BOM DIA. SEJA MUITO BEM VINDO A PEDRA AZUL. A FORTALEZA DE MINAS. copyrigth "Paulo Marcio"
PEDRA AZUL EH UMA CIDADE QUE FICA NO VALE DO JEQUITINHONHA E TEM ATUALMENTE: 23.843 HABITANTES (IBGE 2010) QUE NASCE EM PEDRA AZUL É: PEDRA-AZULENSE (PEDRAZULENSE) O IDH DO MUNICÍPIO É DE: 0,660 - CONSIDERADO MÉDIO PELOS INDICADORES DA ONU. A TEMPETATURA MÉDIA DA CIDADE É DE: 24°. FORAM REALIZADOS EM PEDRA AZUL, 77 CASAMENTOS EM 2010. NÃO ACONTECEU NENHUMA SEPARAÇÃO E NENHUM DIVORCIO. A CIDADE FAZ ANIVERÁRIO EM 1º DE JUNHO. A pecuária, atividade primeira na história econômica do lugar, continua sendo básica para a sua receita. Colonizada por vaqueiros nordestinos, que ali chegaram em busca de pastagens para seu gado, a região herdou deles a tradição do trato com grandes rebanhos, principalmente o gado de corte, mas não se esqueceu dos cuidados com o subsolo. Os primeiros moradores do atual município foram Manoel José Botelho, em 1822, e o padre Manoel Fernandes, em 1834, após o grande incêndio …

PIUMHI / CIDADE DAS MAIS BONITAS PRAÇAS DE MINAS

SEJA MUITO BEM VINDO A CIDADE DE PIUMHI. UMA DAS MAIORES PRODUTORAS DE CAFÉ E UMA DAS MAIS AGRADÁVEIS CIDADE DE SE ESTAR.
foto - Thymonthy Becker
PIUMHI TEM 31.883 HABITANTES (IBGE 2010)
QUEM NASCE EM PIUMHI EH: PIUIENSE (IBGE)
A CIDADE FAZ ANIVERSÁRIO EM 20 DE JUNTO E FOI FUNDADA EM 1.868

UM MORADOR DA CIDADE COM QUEM ESTIVE QUANDO TIREI ESTAS FOTOS, DISSE QUE O NOME DA CIDADE VINHA DE UM MOSQUITO QUE ERA ABUNDANTE NA REGIÃO E OS ÍNDIOS LOCAIS O CHAMAVAM DE PIUM.
PERGUNTEI O MOTIVO DO "HI" NO FINAL DO NOME. ESTA PESSOA NÃO SOUBE EXPLICAR O PORQUE DO "HI" AO FINAL DE PIUM.
CONCLUI QUE PODERIA TER SIDO PELO FATO DOS GRANDES FAZENDEIROS IREM ATÉ A REGIÃO COMPRAREM TERRAS E AO DEPARAREM COM OS TAIS MOSQUITOS, ACONTECIA O SEGUINTE DIÁLOGO:
FAZENDEIRO: __EH PIUM?
VENDEDOR :  __ SIM.
FAZENDEIRO: HIIIIIIII. NÃO VAI DAR NEGÓCIO.
DAI O NOME FICOU "PIUM HI. BEM, ESTA EH MINHA VERSÃO.

AQUI PODEMOS VER UMA AVENIDA CENTRAL
foto - Thymonthy Becker
POR VOLTA DE 1707, FAMÍLIA…

CARACARAÍ / RORAIMA - A "Cidade Porto" tem Corredeiras, Hotel de Selva, Estação Ecológica, Parques Ambientais e grande Potencial Agrícola

LINHA DO TEMPO DE "CARACARAÍ" / RORAIMA / BRASIL Caracaraí é conhecida como “Cidade-Porto” por ter o maior movimento fluvial do estado de Roraima. A cidade nasceu como um local de embarque de gado para a capital amazonense. Os animais desciam até a boca da estrada, onde se iniciam as Corredeiras do Bem-Querer. Ali eram desembarcados e tangidos até um curral no porto municipal, onde eram embarcados para Manaus. As mercadorias vindas de Manaus, que tem como destino Boa Vista faziam este caminho em sentido inverso, e isso desenvolveu o lugar. O Aeroporto de Caracaraí possui a quarta maior pista de pouso da Amazônia Ocidental, com 2.500 metros de extensão, concluída pela Comissão de Aeroportos da Amazônia. A navegabilidade de Caracaraí a Manaus pelo baixo rio Branco é maior do que em outros pontos a Norte (ainda que grandes embarcações tenham dificuldades durante as fortes secas). As duas maiores e principais estradas federais de Roraima (BR-174 e BR-210 - "Perimetral Norte&…

ALMENARA - CIDADE DA MAIOR PRAIA FLUVIAL DO BRAZIL

BEM VINDO A CIDADE DE ALMENARA. 
foto - Danilo D. Lisboa
ALMENARA TEM 38.775 HABITANTES - IBGE 2010 -
QUEM NASCE EM ALMENARA EH: ALMENARENSE
A CIDADE FAZ ANIVERSÁRIO EM 13 DE JANEIRO E FOI EMANCIPADA EM 1.938
ORIGEM DO NOME  

ALFENAS / MG - CIDADE UNIVERSITÁRIA E BELA

BEM VINDO A CIDADE DE ALFENAS. BANHADA PELO MAR DE MINAS. UMA CIDADE CULTA E BELA.  imagem - ? ALFENAS TEM 73.774 HABITANTES - IBGE 2010 - QUEM NASCE EM ALFENAS EH: ALFENENSE A CIDADE FAZ ANIVERSÁRIO EM 15 DE OUTUBRO E FOI FUNDADA EM 1.869 ORIGEM DO NOME A designação do município, originou-se da expressão "Vamos nos Alfenas", usada pelos habitantes da região ao se dirigirem ao povoado, em virtude dos membros da família Martins Alfenas serem os moradores mais próximos. HISTÓRIA Por volta de 1800, procedentes de Campanha da Princesa da Beira, São Gonçalo, Caldas e Jacuí, aproximaram-se da região do atual município, os primeiros habitantes. Embora não se tenha notícia de descobertas auríferas no local, a abundância de água, fartura de pastagens e o clima, atraíram os faiscadores em busca de descanso. Alguns se fixaram, iniciando o povoamento. Ao mesmo tempo, o sítio passou a interessar aos criadores, desenvolvendo-se as fazendas. Em 1805, Francisco Siqueira Ramos e sua mulher, Floriana F…

PASSOS / MG -

VEJA AS IGREJAS DA CIDADE DE PASSOS, NO SUL DAS MINAS GERAIS.
ESTA EH A IGREJA DE NOSSA SENHORA DA  PENHA
imagem de Thymonthy Becker
AQUI ELA VISTA DO LADO ESQUERDO
imagem de Thymonthy Becker
AQUI A VISÃO DA ABÓBODA. MUITO BONITA POR SINAL
imagem de Thymonthy Becker
A ABÓBODA VISTA MAIS DE PERTO. MUITO BONITA MESMO,. NÃO EH COMUM A GENTE VER IGREJAS COM ABÓBODAS COMO ESTA.
imagem de Thymonthy Becker
AQUI A VISÃO GERAL DA IGREJA, COM PARTE DA BONITA PRAÇA QUE A CERCA.
imagem de Thymonthy becker
ESTA EH A CAPELA DO CARMELO SÃO JOSÉ
imagem de Altemiro Olinto Cristo
ESTA EH A CAPELA DE NOSSA SENHORA DA PENHA
imagem de Altemiro Olinto Cristo
ESTA EH A CAPELA DO EDUCANDÁRIO SENHOR BOM JESUS DOS PASSOS
imagem de Altemiro Olinto Cristo
AQUI A CAPELA DE SANTA RITA
imagem de Altemiro Olinto Cristo
ESTA EH A IGREJA DE SÃO FRANCISCO DE ASSIS. A ARQUITETURA NÃO IDENTIFICA SÓ DE OLHAR, SER UMA IGREJA. MAS FICOU MUITO LEGAL
imagem de Altemiro Olinto Cristo
ESTA EH A IGREJA DE SÃO JOSÉ OPERÁRIO
imag…

SÃO SEBASTIÃO DO PARAISO / A CIDADE DOS IPÊS

BEM VINDO A SÃO SEBASTIÃO DO PARAÍSO.
imagem de Alexandre Bonacini SÃO SEBASTIÃO DO PARAISO, TEM 65.034 HABITANTES (IBGE 2010) QUEM NASCE EM SÃO SEBASTIÃO DO PARAISO É: PARAISENSE O IDH DO MUNIC[IPIO É DE 0,812, CONSIDERADO ELEVADO PELOS INDICADORES DA ONU SÃO SEBASTIÃO DO PARAISO É CONHECIDA COMO A CIDADE DOS IPÊS, VISTO SER MUITA A QUANTIDA DESTA ÁRVORE NA REGIÃO. imagem de Auro Queiroz


imagem de Auro Queiroz
Em uma das propriedades foi doado, em 1821, terreno para a construção da Capela de São Sebastião, em torno da qual se desenvolveu o povoado. O lugar se tornou pouso obrigatório para os viajantes em trânsito para São Paulo, Jacuí e outros povoados sul mineiros. Em 1855 foi criada a Freguesia e, três anos depois, o Curato de São Sebastião do Paraíso. O intercâmbio comercial intensificou-se. As notícias da excelência das terras atraíram agricultores e pecuaristas, gerando grande surto de desenvolvimento, consubstanciado pela elevação a Vila e a Cidade, em 1870 e 1873, respectivam…

WASSERSTRASSENKREUZ / ALEMANHA - RIO POR CIMA DE RIO - COM 920 METROS DE COMPRIMENTO, A MAIOR PONTE NAVEGÁVEL DO MUNDO EH UMA ATRAÇÃO TURÍSTICA

LINHA DO TEMPO DA "WASSERSTRASSENKREUZ" / ALEMANHA - PONTE NAVEGÁVEL Já imaginou um rio passando por cima de outro? Pois é, esse tipo de canal é raro de ser encontrado no mundo. A Wasserstrassenkreuz foi inaugurada em 2003 e é o maior canal navegável da Europa, na Alemanha, sobre o Rio Elba. Une a rede de canais da ex-Alemanha Oriental com a da Alemanha Ocidental, como parte do projeto de reunificação de ambas desde a queda do muro de Berlin. PONTES NAVEGÁVEIS SÃO CONSTRUÇÕES RARAS DE SE ENCONTRAR NO MUNDO – O QUE JÁ FAZ DE QUALQUER UMA ATRAÇÃO IMEDIATA. SE ESTIVERMOS FALANDO DA MAIOR DO PLANETA ENTÃO, O ENCANTO SE MULTIPLICA.
LOCALIZADA NA ALEMANHA, A WASSERSTRASSENKREUZ POSSUI A ESTRUTURA DE UM AQUEDUTO – COMO O DA LAPA, NO RIO DE JANEIRO -, MAS FOI PROJETADA PARA SER CRUZADA POR GRANDES EMBARCAÇÕES. INAUGURADA EM 2003, E MEDINDO UM TOTAL DE 920 METROS DE COMPRIMENTO, A MAIOR PONTE NAVEGÁVEL JÁ FEITA PELO HOMEM CONECTA DOIS CANAIS – O ELBE-HAVEL E O MITTELLAND – AO PASSAR POR …

CONCEIÇÃO DE IPANEMA

SEJA BEM VINDO A CIDADE QUE FICA ENTRE AS BELAS MONTANHAS DAS MINAS GERAIS. SEJA BEM VINDO A CONCEIÇÃO DE IPANEMA. AGRADAVELMENTE BELA. AQUI PODEMOS VER A IGREJA MATRIZ AO PÉ DA SERRA. imagem - Elivander QUEM NASCE EM CONCEIÇÃO DE IPANEMA EH: IPANEMENSE (IBGE) -    SEGUNDO O WIKIPÉDIA EH: CONCEIÇOENSE A CIDADE FAZ ANIVERSÁRIO EM 1º DE JANEIRO E FOI FUNDADA EM 1.954 CONCEIÇÃO DE IPANEMA TEM 4.456 HABITANTES - IBGE 2010 A TAXA DE CRESCIMENTO ANUAL É NEGATIVA DE 0,88%. O QUE VALE DIZER QUE A CIDADE ESTA, AINDA QUE LENTAMENTE, CAMINHANDO PARA SEU DESAPARECIMENTO. HISTÓRIA A REGIÃO FOI PRIMEIRAMENTE HABITADA POR ÍNDIOS AIMORÉS. O PRIMEIRO BRANCO A CHEGAR NAQUELAS TERRAS FOI JOSÉ PEDRO DE ALCÂNTARA, SEGUIDO POR MANOEL FRANCISCO DE PAULA CUNHA, DESERTOR DA GUARDA NACIONAL, FUGITIVO DA GUERRA DE SANTA LUZIA, EM 1842. O POVOADO TEVE SEU INÍCIO NA FAZENDA DE FRANCISCO INÁCIO FERNANDES LEÃO, EM 1850. NAQUELE ANO, O FAZENDEIRO MANDOU CONSTRUIR EM SUA PROPRIEDADE UMA CAPELA EM HONRA DE NOSSA SENHORA DA CONC…

OLIVEIRA / MINAS GERAIS - A terra Natal do Cientista "Carlos Chagas" eh repleta de belíssimos casarões que contam a história da cidade

LINHA DO TEMPO DA CIDADE DE "OLIVEIRA" / MINAS GERAIS / BRASIL BEM VINDO A OLIVEIRA. TERRA DO CIENTISTA DESCOBRIDOR DA DOENÇA DE CHAGAS copyrigth "PMO" Esta Figueira se desenvolveu abraçada a um coqueiro, derivando daí o nome “coqueiro abraçado”, o fenômeno biológico não é único, mas bastante raro  e em Oliveira se transformou no maior símbolo da cidade, pois está ligado aos sentimentos de carinho e amor, além de ensejar a harmonia indispensável a uma comunidade urbana, sendo um exemplo da natureza para o Homem. O coqueiro abraçado está localizado na região central da cidade. AQUI, O MORRO DO CRISTO
copyrigth "PMO"
População estimada 2016 (1) - 41.739 Área da unidade territorial 2015 (km²) - 897,294 Densidade demográfica 2010 (hab/km²) - 43,98 Código do Município 3145604 Gentílico - oliveirense
ORIGEM DO NOME O topônimo registra duas versões: segundo uns, originou-se da presença de oliveiras entre as árvores frutíferas…