Pular para o conteúdo principal

TRANCOSO / BAHIA - UM PRIVILÉGIO DE SEUS HABITANTES E UM CONVITE AOS TURISTAS COM PRAIAS, HISTÓRIA E O QUADRADO QUE CURIOSAMENTE EH RETÂNGULO




LINHA DO TEMPO DE "TRANCOSO" / BAHIA / BRASIL
A natureza generosa do antigo povoado, fundado pelos colonizadores portugueses no século 16, foi privilégio de seus poucos habitantes até ser descoberto por hippies nos anos 70. Desde então, a pequena vila cresceu, a energia elétrica chegou e o comércio se desenvolveu. Mas a essência de Trancoso, assim como seus principais atributos, continua a mesma.
Durante o dia, as belas praias convidam turistas nacionais e estrangeiros para caminhadas pela areia, e o mirante atrás da Igreja São João Batista rende as melhores fotos. À noite, restaurantes e lojas instaladas nas singelas casinhas coloridas do Quadrado – que curiosamente tem a forma de um retângulo – lançam discretos pontos de luz que contrastam com a escuridão do céu. Mas por traz deste cenário bucólico, a sofisticação também dá as caras por aqui: pousadas luxuosas com serviço apurado recebem um público que vai de descolados a vips.
UM DIA PERFEITO
Acorde cedo para conhecer as praias dos Nativos, dos Coqueiros e do Rio Verde. Vale curtir a charmosa barraca de praia do Uxua Casa Hotel & Spa, na Praia dos Coqueiros, ou os badalados clubes de praia, como o Fly Beach Club, na Praia dos Nativos, e o Café de La Musique, na Praia dos Coqueiros. Bateu a fome? Siga até a Barraca do Jonas, com peixes e frutos do mar no cardápio. Depois de passar o dia na praia, vá até o Quadrado, o agradável centrinho de Trancoso, repleto de lojas e restaurantes.
O GUIA RECOMENDA
Com mais dias, você terá tempo de conhecer com calma todas as praias de Trancoso, como as lindíssimas Ponta de Itaquena, com muita mata nativa, e do Rio da Barra, que tem falésias e piscinas naturais. Alugue uma bicicleta e pedale até a Praia de Itapororoca, ou faça um passeio de quadriciclo ou de caiaque para explorar ainda mais a região. 
Coma nos melhores restaurantes, como El Gordo, Etnia Clube de Mar e Capim Santo (que ficam nas hospedagens homônimas), e entregue-se, sem pressa, ao clima superespecial do Quadrado. Dá para fazer, também, um bate e volta até a Praia do Espelho, umas das mais belas do país, ou até Caraíva, bom lugar para quem prefere uma vila com estilo rústico – e preços mais baixos.
COMO CIRCULAR
Carros não circulam pelo Quadrado, no Centro. A sequência da Estrada para Itabela (ou Rua Principal) leva até a Praia dos Nativos. Uma passagem que sai pelo lado direito do Quadrado (na altura da Igreja São João Batista) leva à Praia dos Coqueiros. Para as praias mais afastadas, como a do Rio da Barra, ao norte, e do Rio Verde, ao sul, é recomendável ir de carro pela estrada de terra. Outra opção é seguir de táxi ou mototáxi.
ONDE FICAR
A rede hoteleira se divide basicamente em três regiões. O Quadrado reúne pousadas charmosas, próximas a lojas, bares e restaurantes. As hospedagens pé na areia ficam entre as praias do Rio Verde e dos Nativos. O bairro Bosque, na entrada do Quadrado, tem acomodações mais simples e um pouco mais em conta.
ONDE COMER
Aconchegantes, charmosos ou descolados, os bons restaurantes de Trancoso concentram-se no Quadrado e arredores (alguns com mesas que aproveitam a sombra das árvores). Como a maioria dos turistas passa praticamente o dia inteiro curtindo as praias, muitas casas só abrem as portas no fim de tarde. Opções mais econômicas, Aconchego e Portinha funcionam no almoço.
SABORES
Um pequeno espaço com loja e café, em pleno Quadrado, esconde um arborizado quintal. Trata-se do Café da Glória (Pça. São João, 335; 3668-1715), que serve a melhor feijoada do lugar, aos domingos (na alta temporada, também às quartas), sempre das 14h às 18h.
É TUDO VERDADE
Não à toa que a maior parte dos quartos de Trancoso tem mosquiteiro para proteger a cama. Figurinhas certas durante a noite, os pernilongos costumam incomodar (e muito!) – usar repelente é sempre boa ideia para garantir uma ótima noite de sono.
NOITE
É nos arredores da Pracinha do Bosque, na entrada do Quadrado, que todos se encontram para curtir o clima aconchegante do Para-Raio, a atmosfera descontraída do Bom Bar ou o forró do São Brás. Na baixa temporada, muitos lugares fecham – as exceções são o clube de praia Fly Beach Club, que toca música eletrônica, as bandas que se apresentam no Bom Bar e o forró das sextas-feiras no São Brás. Quem não se contenta com a baladinha local costuma rumar para a movimentada Rua do Mucugê, em Arraial d’Ajuda.
QUANDO IR
Faz sol o ano todo, mas é no verão que tudo se intensifica. Há festas nos clubes de praia e os restaurantes e lojinhas do Quadrado funcionam a todo vapor – reserve hospedagem. As chuvas distribuem-se ao longo do ano, com leve aumento entre março e maio.
Por Luiz Giannoni
foto - ?
Trancoso, é uma vila tranquila, charmosa, preservada, de freqüência jovem e globalizada.
Fundada no inicio da colonização portuguesa pelos Jesuítas como aldeamento indígena para catequização dos índios com o nome de São João dos Índios.
Há alguns anos, deixou de ser a vila rústica e isolada, descoberta pelos hippes nos anos 70 para se tornar o destino turístico dos antenados e vips.
A calma continua no ar, mas agora já mesclada ao jeito de cidadezinha.
Todo o charme desse vilarejo é cercado por praias belíssimas e uma natureza exuberante com um clima ameno o ano inteiro.
FOI AQUI QUE CABRAL APORTOU QUANDO DE SUA CHEGADA ÁS TERRA TUPINIQUINS.
foto - Fernando Becker
HISTÓRIA
SEGUNDO O CAPITÃO-DE-MAR-E-GUERRA MAX JUSTO GUEDES, DO SERVIÇO DE DOCUMENTAÇÃO DA MARINHA, FOI NO RIO DOS FRADES, EM TRANCOSO, QUE A ESQUADRA DE PEDRO ÁLVARES CABRAL DESEMBARCOU EM 23 DE ABRIL DE 1500, TOMANDO POSSE DO BRASIL EM NOME DE PORTUGAL.
A ATUAL POVOAÇÃO DE TRANCOSO ORIGINA-SE DE UMA ALDEIA JESUÍTA DENOMINADA SÃO JOÃO BATISTA DOS ÍNDIOS, FUNDADA EM 1586. O POVOADO PERMANECEU DESCONHECIDO NACIONALMENTE ATÉ SER DESCOBERTO NO FIM DOS ANOS 1970 POR HIPPIES. NA ÉPOCA, ERA SÓ UM CONJUNTO DE CASAS DISPOSTAS AO REDOR DE UM GRANDE GRAMADO (O CHAMADO "QUADRADO"), COM UMA IGREJA AO FUNDO, DE ONDE SE TINHA UMA VISÃO PANORÂMICA DO MAR. HOJE, ESSE ESPAÇO É PRAÇA SÃO JOÃO, NO CENTRO HISTÓRICO DA CIDADE. A PARTIR DA DÉCADA DE 1990, COM O INCREMENTO DO TURISMO NO ESTADO E A CONSTRUÇÃO DE ESTRADAS E AEROPORTOS, O POTENCIAL TURÍSTICO DA REGIÃO SOFREU UM CRESCIMENTO VERTIGINOSO.
AQUI AS COLORIDAS CASAS DO QUADRADO
foto - Fernando Becker
EM TRANCOSO, A PRINCIPAL ATIVIDADE ECONÔMICA É O TURISMO. DESTINADO ÀS CLASSES MAIS RICAS, ALI ESTÁ INSTALADO UM DOS HOTÉIS DA REDE CLUB MEDITERRANÉE. GRAÇAS A ESTA AFLUÊNCIA, TAMBÉM O ARTESANATO TEM SE DESENVOLVIDO, COM CARACTERÍSTICAS PRIMITIVISTAS.
NO DIA 20 DE JANEIRO DE CADA ANO, É CELEBRADA A FESTA DE SÃO SEBASTIÃO, MUITO POPULAR E ALEGRE, ONDE TODA A POPULAÇÃO NATIVA, ALÉM DE TURISTAS, PARTICIPAM.
NO DIA DA FESTA, OS HOMENS TRANSPORTAM UM MASTRO DE MADEIRA ENCIMADO COM A BANDEIRA DE SÃO SEBASTIÃO, SUBSTITUINDO A DO ANO ANTERIOR.
NAS RUAS DE TRANCOSO
foto - Fernando Becker
AQUI O CHAMADO QUADRADO. UM GRANDE GRAMADO COM A IGREJA AO FUNDO E AS COLORIDAS CASAS AO REDOR.
foto - Fernando Becker
foto - Fernando Becker
foto - Fernando Becker
foto - Fernando Becker
foto - Fernando Becker
O DESCANSO DO GUERREIRO
foto - Fernando Becker
AQUI A IGREJA DE SÃO JOÃO BATISTA DOS ÍNDIOS. FICA NO CHAMADO QUADRADO.
foto - Fernando Becker
O INTERIOR DA IGREJA DE SÃO JOÃO BATISTA DOS ÍNDIOS
foto - Fernando Becker
foto - Fernando Becker
AQUI PODEMOS VER A IGREJA COM AS BANDEIRAS.
foto - Fernando Becker
O CRUZEIRO
foto - Fernando Becker
AS CASAS COLORIDAS
foto - Fernando Becker
O MAR DE TRANCOSO
foto - Fernando Becker
foto - Fernando Becker
foto - Fernando Becker
PRAIA ITAQUENA
TRANCOSO NÃO TÊM MUITAS PRAIAS COM ONDAS, MAS AS QUE TEM SÃO BOAS. AS COMUNIDADES DE SURF VIZINHAS VEM PARA TRANCOSO PORQUE AQUI QUEBRA AS MELHORES ONDAS DA REGIÃO COM ATÉ 5 PÉS. O SURF EM TRANCOSO É RECENTE, AS PRIMEIRAS ONDAS FORAM PEGAS MAIS OU MENOS HÁ 20 ANOS.
QUEBRA ONDA O ANO TODO, MENOS JANEIRO E FEVEREIRO, EM JULHO E AGOSTO ACONTECE O CAMPEONATO LOCAL E A FESTA SURF COM A ENTREGA DE PREMIAÇÃO; NESSA ÉPOCA O QUE ROLA MELHOR SÃO OS ACAMPAMENTOS NA LUA CHEIA, FOGUEIRA, VIOLÃO. UM CENÁRIO PERFEITO PRA LAVAR A ALMA.
imagem - ?
imagem - ?
imagem - ?
PRAIA RIO DA BARRA
A PRAIA DO RIO DA BARRA É UM LUGAR ESPECIAL, ESTÁ LONGE DE TUDO, MAIS SÓ A 2 km DE TRANCOSO CAMINHANDO PELA PRAIA. É UM REFÚGIO DE TRANQUILIDADE E NATUREZA EXUBERANTE. FAUNA E FLORA DA REGIÃO VOCÊ ACHA NO RIO DA BARRA ONDE E BOM PARA PASSEIO DE CAIAQUE. NA FOZ A PAISAGEM É FORMADA POR LAGOAS, FALÉSIAS COLORIDAS E COQUEIRAIS. OS MORADORES DE TRANCOSO E TURISTAS APROVEITAM PARA DESCANSAR DAS AGLOMERAÇÕES E CURTIR O PARAÍSO QUE É ESTA PRAIA. CAMINHANDO DIREÇÃO NORTE TEM O CLUB MED, TERRAVISTA, PRAIA DO TAIPE E FINALMENTE AS PRAIAS DE ARRAIAL D'AJUDA.
imagem - ?
 imagem - ?
 imagem - ?
PRAIA RIO DOS FRADES
PRAIA MUITO ISOLADA, SEM ACESSO DE CARRO. OS HABITANTES DESTE LUGAR REMOTO SÃO A MAIORIA PESCADORES QUE ABASTECEM AS BARRACAS E RESTAURANTES DE PRAIA DE TRANCOSO. TEM FAZENDAS DE COQUEIRAIS BEIRA MAR. AS VEZES PODE AVISTAR TARTARUGAS CABEÇUDAS.
imagem - ?
 imagem - ?
 imagem - ?
OS DOIS SOIS DE TRANCOSO. 
OBRIGADO PELA VISITA E SEMPRE VOLTE A NAVEGAR EM NOSSA PÁGINA.
foto - Fernando Becker

VALEU PELA VISITA

fonte / fotos = Wikipédia / viajeaquia.abril.com.br / Thymonthy Becker / Divulgação / IBGE / 





Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

PEDRA AZUL / FORTALEZA DE PEDRAS

BOM DIA. SEJA MUITO BEM VINDO A PEDRA AZUL. A FORTALEZA DE MINAS. copyrigth "Paulo Marcio"
PEDRA AZUL EH UMA CIDADE QUE FICA NO VALE DO JEQUITINHONHA E TEM ATUALMENTE: 23.843 HABITANTES (IBGE 2010) QUE NASCE EM PEDRA AZUL É: PEDRA-AZULENSE (PEDRAZULENSE) O IDH DO MUNICÍPIO É DE: 0,660 - CONSIDERADO MÉDIO PELOS INDICADORES DA ONU. A TEMPETATURA MÉDIA DA CIDADE É DE: 24°. FORAM REALIZADOS EM PEDRA AZUL, 77 CASAMENTOS EM 2010. NÃO ACONTECEU NENHUMA SEPARAÇÃO E NENHUM DIVORCIO. A CIDADE FAZ ANIVERÁRIO EM 1º DE JUNHO. A pecuária, atividade primeira na história econômica do lugar, continua sendo básica para a sua receita. Colonizada por vaqueiros nordestinos, que ali chegaram em busca de pastagens para seu gado, a região herdou deles a tradição do trato com grandes rebanhos, principalmente o gado de corte, mas não se esqueceu dos cuidados com o subsolo. Os primeiros moradores do atual município foram Manoel José Botelho, em 1822, e o padre Manoel Fernandes, em 1834, após o grande incêndio …

DIANÓPOLIS / TOCANTINS - Berço cultural do estado, tem mais à oferecer, cascatas, cachoeiras, museu e "garganta"; platô da serra geral com cânions e mirantes

LINHA DO TEMPO DA CIDADE DE "DIANÓPOLIS" / TOCANTINS / BRASIL DIANÓPOLIS
BEM VINDO A CIDADE DE DIANÓPOLIS. CIDADE DO DIANOFOLIA
imagem - ? População estimada 2016 (1) - 21.457
Área da unidade territorial 2015 (km²) - 3.217,313
Densidade demográfica 2010 (hab/km²) - 5,94
Código do Município 1707009
Gentílico - dianopolino
ORIGEM DO NOME DE DIANÓPOLIS, TO
A origem do nome "Dianópolis" está relacionada a Francisco das Chagas Moura, que foi prefeito do município entre os anos de 1934 a 1938. Então, a cidade chamava-se "São José do Du•ro". "Duro" era uma simplificação de "D´ouro", uma vez que a região era rica em ouro em seu subsolo. Quando prefeito, Francisco Moura indicou que a cidade fizesse uma homenagem às senhoras do lugar que chamavam-se "Custodiana", conhecidas pela alcunha de "Diana". Daí a indicação da cidade passar a chamar-se "Dianópolis", quer dizer, "Terra das Dianas".
Gentílico: …

RIBEIRÃO DAS NEVES / MG

BEM VINDO A CIDADE DE RIBEIRÃO DAS NEVES. A MAIOR HETEROGENEIDADE RELIGIOSA DO BRAZIL imagem  - Reo 06 RIBEIRÃO DAS NEVES TEM 296.317 HABITANTES - IBGE 2010 QUEM NASCE EM RIBEIRÃO DAS NEVES EH: NEVENSE A CIDADE FAZ ANIVERSÁRIO EM 12 DE DEZEMBRO E FOI EMANCIPADA EM 1.953 ORIGEM DO NOME Muito se fala sobre o nome Ribeirão das Neves, mas pouco sabemos oficialmente sobre este nome. Temos duas versões: Primeira versão: Advém do córrego que passa cortando o centro da cidade. Segundo a lenda, este pequeno córrego que nasce no Morro do Anil, próximo ao Bairro Várzea Alegre, em épocas de frio, ficava com uma temperatura bem abaixo, a ponto de esfriar o suficiente para ocasionar gelo. Dai o nome RIBEIRÃO DAS NEVES. Segunda versão: Advém da Padroeira do Município, Nossa Senhora das Neves, que segundo a lenda, apareceu para alguns fiéis, no alto do morro central que separa o centro comercial do Bairro Santa Martinha. Hoje, próximo ao Cemitério Senhor da Paz, cuja imagem demonstrava beleza e altivez. Seus…

PEQUI / MINAS GERAIS - Descer de tobogã em cachoeira numa belíssima vista da cidade e cidades vizinhas, com existência de grutas, grotas e rica vegetação natural

LINHA DO TEMPO DA CIDADE DE "PEQUI" / MINAS GERAIS / BRASIL foto (acima) Thymonthy Becker BEM VINDO A CIDADE DE PEQUI. AOS PÉS DA SERRA DO RIO DO PEIXE. Pórtico da estrada da cidade de Pequi, Minas Gerais foto - Thymonthy Becker População estimada 2016 (1) - 4.369 Área da unidade territorial 2015 (km²) - 203,991 Densidade demográfica 2010 (hab/km²) - 19,98 Código do Município 3149606 Gentílico - pequiense ORIGEM DO NOME O termo significa, em tupi, "coxa áspera", e origina-se de um velho e frondoso pequizeiro, que existiu em frente a uma venda no largo da igreja, cuja sombra abrigava a população que ali se reunia Gentílico: pequiense Histórico Pequi  Minas Gerais - MG HISTÓRICO A fixação da povoação do atual município deve-se, principalmente, aos solos férteis e ao grande número de córregos e riachos que cortam a região. Pequi foi criada em 1841, quando o distrito de Santo Antônio de São Joanico, no município de Pitangui, foi dividido em dois: Pequi e Maravilha.…

CARATINGA / CIDADE ESPERANÇA / TERRA DAS PALMEIRAS

SEJA SEMPRE BEM VINDO A CIDADE DE CARATINGA. A CIDADE DO MENINO MALUQUINHO
copyrigth "?" ORIGEM DO NOME
A denominação do município Caratinga, de origem indígena, (cará / tinga = branco) é devido à falta de alimentação diversificada, o que fazia com que os primeiros habitantes da região se alimentassem de um tubérculo muito encontrado na região na época do povoamento, um cará-branco que servia de alimento para os índios CARATINGA TEM ATUALMENTE, 85.322 HABITANTES. QUEM NASCE EM CARATINGA É: CARATINGUENSE. O IDH DO MUNICÍPIO É DE: 0,754 - CONSIDERADO MÉDIO PELOS INDICADORES DA ONU. A CIDADE FAZ ANIVERSÁRIO EM 24 DE JUNHO. FOI FUNDADA EM 1848 EM CARATINGA, FORAM REALIZADOS EM 2010, 513 CASAMENTOS 056 SEPARAÇÕES 079 DIVÓRCIOS. HISTÓRIA
Em 1841 aportou por estas terras o grande desbravador Domingos Fernandes Lana, que aqui permaneceu até 1847.
No final desse ano, João Caetano do Nascimento, João Antônio de Oliveira e João José, bravos pioneiros, vieram de mudança, trazendo suas famílias,…

SETE LAGOAS / MG - CIDADE DAS LAGOAS ENCANTADAS - TERRA NATAL DO TRAPALHÃO "ZACARIAS"

BEM VINDO A CIDADE DE 7 LAGOAS. CIDADE NASCIDA PARA O ALTO. TERRA NATAL DO TRAPALHÃO ZACARIAS imagem - ? 7 LAGOAS TEM 214.152 HABITANTES - IBGE 2010 -  QUEM NASCE EM 7 LAGOAS EH: SETE LAGOANO A CIDADE FAZ ANIVERSÁRIO EM 24 DE NOVEMBRO E FOI FUNDADA EM 1.880 ORIGEM DO NOME O nome da cidade é uma referência as sete lagoas que foram encontradas quando da fundação da cidade. Com o passar dos anos novas lagoas foram descobertas e a cidade conta com mais de trinta lagoas em todo seu território. HISTÓRIA Os primeiros civilizados que chegaram às terras " das Sete Lagoas", foram alguns componentes da bandeira de Fernão Dias Leme - o "caçador de esmeraldas", que em 1667, estacionados no Sumidouro, foram atraídos pela possibilidade da existência de minério argentífero no Serrote das Sete Lagoas. Ali se demorou a bandeira, acerca da qual, pela primeira vez, a história se refere á extensa planície coberta por lindas lagoas, a qual os indígenas davam o nome de "Vapabuçu". De 1…

CONSELHEIRO LAFAIETE

BOM DIA. BEM VINDO A CONSELHEIRO LAFAIETE. UMA CIDADE ESTRATÉGICA copyrygth "Toramo / Morato CONSELHEIRO LAFAIETE TEM 116.527 HABITANTES. QUEM NASCE EM CONSELHEIRO LAFAIETE É: LAFAIETENSE O IDH DO MUNICÍPIO É DE: 0,793 - CONSIDERADO MÉDIO PELOS INDICADORES DA ONU A PADROEIRA DA CIDADE É A NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO. A CIDADE ESTA NUMA ALTITUDE MÉDIA DE: 1.014,5 METROS. A CIDADE FOI FUNDADA EM SETEMBRO DE 1790 HISTÓRIA Bandeiras devassaram a região, merecendo destaque a chefiada por Bartolomeu Bueno de Siqueira, que em 1694 se deteve em Itaverava, onde realizou plantações, para mais tranquilamente explorar as redondezas, em busca de Itacolomi. Essa bandeira constituiu-se no ponto de partida oficial da descoberta de ouro nas "Gerais" - nome que com o tempo substituiu o de Cataguás, pelo qual eram conhecidos os primitivos habitantes -, e trouxe , em conseqüência , o povoamento in tenso de uma grande área. De início nenhuma importância deram os desbravadores aos cascalhos e areias do…

NOVA ERA / CIDADE DAS ESMERALDAS

BOM DIA. BEM VINDO A NOVA ERA
foto - ?
 AQUI, O RIO PIRACICABA, CORTANDO A CIDADE
foto - ?
ESTE RIO, FICOU FAMOSO COM A MÚSICA CANTADA POR "SERGIO REIS" - RIO DE PIRACICABA QUEM NASCE EM NOVA ERA É: NOVAERENSE O "IDH" SO MUNICÍPIO É DE: 0,792 - CONSIDERADO "MÉDIO" PELOS INDICADORES DA "ONU" O NOME "NOVA ERA" FOI UMA SUGESTÃO DO ENTÃO GOVERNADOR "BENEDITO VALADARES" QUE ACREDITAVA QUE UMA NOVA ERA DE PROGRESSO VIRIA PARA A REGIÃO DO VALE DO RIO DOCE, COM A CRIAÇÃO DO ESTADO NOVO. DADOS DA POPULAÇÃO, SEGUNDO O IBGE: (CENSO 2010) População total:.......... 17.540População urbana:....... 15.421População Rural:.......... 2.119Taxa de Urbanização:.... 86,23%Distâncias aproximadas aos principais centros (km)Belo Horizonte:.... 137Rio de Janeiro:..... 572São Paulo:.......... 723Brasília:.............. 886Vitória:................ 510VISÃO GERAL DA CIDADE
foto - ? NOVA ERA TEM APROXIMADAMENTE, 18.000 HABITANTES. A CIDADE FOI FUNDADA EM MARÇO DE 17…

JANAÚBA / MG - A CIDADE DOS RIOS

BEM VINDO A CIDADE DE JANAÚBA. A CIDADE DOS RIOS. CAPITAL NACIONAL DA BANANA E DO MINI-MILHO.  imagem - ? JANAÚBA TEM 66.803 HABITANTES - IBGE 2010 - QUEM NASCE EM JANAÚBA EH: JANAUBENSE A CIDADE FAZ ANIVERSÁRIO EM 27 DE DEZEMBRO E FOI EMANCIPADA EM 1.948 ORIGEM DO NOME Janaúba, nome de origem indígena, significa planta leitosa, também conhecida como Algodão de Seda, vegetal da família das apocináceas, dicotiledônia, monopétala, abundante na região HISTÓRIA Os primeiros habitantes da região do Vale do Gorutuba constituíam-se de uma mistura de índios Tapuias; mescla de um povo Cafuso ou Caburé, e quilombos negros. Este povo fincou moradia nas proximidades do Vale do Gorutuba. Conta-se que neste rio existia muitos sapos conhecidos como Kuruatuba — sapo grande ou sapo Kururu, dando origem a denominação do rio e do povo que vivia — Gorutubanos. Os Gorutubanos viviam dos produtos da terra. Dedicavam-se principalmente ao plantio do algodão e de porcos. O regime pastoril foi grande favor de civilização…

CAPINÓPOLIS - CELEIRO DAS MINAS GERAIS

SEJA BEM VINDO A CIDADE DE CAPINÓPOLIS. 
foto - Thymonthy Becker
CAPINÓPOLIS TEM 15.961 HABITANTES - IBGE 2010 - QUEM NASCE EM CAPINÓPOLIS EH: CAPINOPOLINO - IBGE - A CIDADE FAZ ANIVERSÁRIO EM 15 DE JULHO E FOI EMANCIPADA EM 1.953 ORIGEM DO NOME Explica-se pela existência de uma "CORDA DE CAPIM" no local em que o fazendeiro reservara para o loteamento, usando a expressão "LÁ NO CAPIM", para designá-lo; surgindo o arraial, chamou-se inicialmente, o arraial do "CAPIM", topônimo que foi trocado pelo de CAPINÓPOLIS, pouco depois.  HISTÓRIA Segundo a tradição, os primitivos ocupantes da região, onde hoje se ergue o município de Capinópolis eram gentios integrantes do grupo GÊ ou Caiapós e possivelmente, também, alguns elementos da tribo "Panariá" Dos brancos, têm-se como certo os nomes do Alferes José Rodrigues da Silva, Dona Francisca Ângela da Silva e José Luciano Teixeira, como os primeiros a se fixarem na região, donos de sesmarias, lá por volta de 1810.…