Pular para o conteúdo principal

TOCANTINS / BRASIL - O MAIS NOVO ESTADO DA FEDERAÇÃO EH O PONTO DE PARTIDA PARA VIAGENS DE AVENTURA QUE DÃO FAMA A TOCANTINS




LINHA DO TEMPO DO ESTADO DO "TOCANTINS / BRASIL
O mais novo estado da federação, emancipado em 1989, tem uma economia baseada na pecuária de corte. Palmas, a capital planejada, cresce e se escora não só nessa atividade mas também por ser o ponto de partida para as viagens de aventura que dão fama a Tocantins. 
Parque Estadual do Cantão em Caseara, Tocantins
MORRO PERDIDO EM RIO DOS BOIS 
Aves no Parque Estadual do Cantão em Caseara, Tocantins
A cachoeira da Velha, no Jalapão (TO), tem queda de 20m de altura e 100m de largura, de acesso fácil, não é necessário guia
As belezas naturais que existem na região sempre estiveram lá mas o acesso desde Goiânia ou Brasília era longo e complicado no passado. Nos últimos vinte anos foram abertas estradas e ficou um pouco mais fácil conhecer, por exemplo, o incrível Parque Estadual do Jalapão, uma área de conservação ambiental de 34.000 quilômetros quadrados que inclui cachoeiras, corredeiras, dunas, chapadas e fabulosas formações rochosas, sem falar de fauna e flora exuberantes. 
Praia da Gaivota em Araguacema, Tocantins
Além da canoagem, é possível fazer um passeio de rafting pelo Rio Novo no Jalapão, Tocantins
POR DO SOL NO PARQUE ESTADUAL DO JALAPÃO
No Parque Estadual do Jalapão em Tocantins é possível fazer um passeio de 4x4 até as dunas
Outra maravilha do estado é a Ilha do Bananal, maior ilha fluvial do mundo, um santuário ecológico de acesso controlado que, entre setembro e março, tem 80% de sua área inundada pelas águas do Rio Araguaia. Com cerca de 500 espécies de aves, o Parque Estadual do Cantão acolhe também ariranhas, tartarugas, onças-pintadas, jacarés e outros animais selvagens. Em pleno coração do Brasil, os rios Araguaia e Tocantins presenteiam a população com dezenas de praias bastante movimentadas, como a da Tartaruga (no município de Peixe), Ilha Grande (Araguanã), Gaivota (Araguacema) e do Sol (Caseara).
As dunas no Jalapão, Tocantins, tem uma cor alaranjada e podem chegar a 40m de altura
Ao ir ao Jalapão em Tocantins, encare a viagem como uma expedição. A maioria das estradas não tem asfalto e, em vários trechos, a sensação é de estar no meio de um rali
Parque Estadual do Cantão em Caseara, Tocantins
Alferes abençoa casas de Paraná, Tocantins, durante a Festa do Divino
CIDADE DE ARAGUAÍNA 
Capital econômica do Tocantins, tem indústria automobilística e confecções. Em julho, turistas lotam as praias do Rio Araguaia. 
CIDADE DE MATEIROS 
Concentra as melhores atrações do Jalapão. Para chegar até lá, porém, é preciso sacolejar por mais de 160 km em estrada de terra. Mateiros reúne algumas pousadas, mas suas opções de alimentação são mínimas. Guias cobram, em média, R$ 60 por dia (Parque Estadual do Jalapão, 3534-1072). 
RIO ARAGUAIA 
Com 2 630 km, a maior parte navegável, o Rio Araguaia atrai praticantes de pesca amadora de todo o país e turistas do Centro-Oeste, que buscam as praias de areias claras e observam a fauna local passeando em pequenas embarcações. 
Pôr do Sol no rio Araguaia, Parque Estadual do Cantão.
Praias fluviais do Rio Araguaia (TO)
A população local e os turistas curtem as praias fluviais do Rio Araguaia em julho. Além de se divertir de jet ski e banana boat, dá para fazer passeios de barcos e admirar a rica fauna local: botos, tartarugas e uma variedade de pássaros podem ser avistados. Há hotéis (poucos e simples) nas cidades de Aruanã e Conceição do Araguaia.
Rio Araguaia
Na metade do seu percurso, antes de desaguar no Rio Tocantins, o Araguaia se divide em dois braços que se reencontram 500 km ao norte, formando a Ilha do Bananal – maior ilha fluvial do mundo, com 20 mil km². Dentro dela, fica o Parque Nacional do Araguaia. 
Pesca esportiva no Rio Araguaia 
Outra maravilha do estado de Tocantins é a Ilha do Bananal, maior ilha fluvial do mundo, um santuário ecológico de acesso controlado que, entre setembro e março, tem 80% de sua área inundada pelas águas do Rio Araguaia
Passeios de barco podem ser feitos durante todo o ano. A poucos minutos dos centros urbanos são encontrados jacarés, tartarugas, botos e uma grande variedade de pássaros, como tuiuiús, garças, jacus e gaviões. Os hotéis de pesca e as associações de barqueiros contam com piloteiros e guias experientes. 
Índio Karajá na Ilha do Bananal no Rio Araguaia, Tocantins
Pedra Encantada na Ilha do Bananal no Rio Araguaia, Tocantins
CIDADE DE CONCEIÇÃO DO ARAGUAIA 
Nos meses de junho e julho, as praias do Araguaia atraem muitos turistas e fazem subir os preços das diárias nos hotéis. De carro, o melhor acesso é via Tocantins, a partir de Guaraí, na Belém-Brasília. 
CIDADE DE PONTE ALTA DO TOCANTINS 
Única cidade do Jalapão com acesso por estrada asfaltada, serve de porta de entrada para o parque. Dispõe da melhor infra-estrutura para alimentação na região e tem postos de combustível com preços mais baixos que os de Mateiros. Para chegar a quase todas as belas cachoeiras é preciso ter um 4x4. A diária dos guias gira em torno de R$ 60 (Centro de Atendimento ao Turista de Ponte Alta do Tocantins, 3378-1185) 
A CAPITAL DO ESTADO "PALMAS" 
A capital mais nova do país (1989) é planejada, com avenidas largas e rotatórias ajardinadas. As ruas têm pouca sombra (aqui faz 31°C de dia, em média). Os principais hotéis ficam perto da Praça dos Girassóis (uma das maiores do mundo), onde está a sede do governo estadual. Expedições saem diariamente para o Jalapão, a 300 km. Outro bom programa são as 70 cachoeiras de Taquaruçu, a 27 km. 
PONTE SOBRE O LAGO DE PALMAS
O pôr do sol na Praia da Graciosa é uma das atrações em Palmas (TO)
Fim de tarde na Praia da Graciosa, uma das mais agitadas da cidade
CINTURÃO VERDE DA CIDADE DE PALMAS 
PRAIA DA GRACIOSA 
PRAÇA DOS GIRASSÓIS 
Os principais hotéis de Palmas ficam nas quadras vizinhas à Praça dos Girassóis, onde está a sede do governo
Fundada em 1989, Palmas é a capital mais nova do Brasil. Cidade planejada, tem avenidas largas e rotatórias ajardinadas
PARQUE ESTADUAL DO JALAPÃO 
Encare a viagem como uma expedição. O Jalapão, no Tocantins, é um conjunto de cinco áreas de conservação, que inclui um parque estadual e tem 34 000 km² (maior que os estados de Sergipe e Alagoas). 
A duna no meio do cerrado, a linda e insólita atração do Jalapão, a pouco mais de 200 km de Palmas, no Tocantins
O cenário é um dos mais exuberantes do Brasil: cachoeiras cristalinas, piscinas naturais verde-esmeralda, chapadões e dunas alaranjadas de até 40 metros de altura. Mesmo assim, ainda é pouquíssimo visitado: foram cerca de 15 mil turistas desde 2001, ano de criação do parque. 
Vista do mirante da Serra do Espírito Santo, no Jalapão, Tocantins
Boa parte da explicação está na dificuldade de acesso, já que a maioria das estradas não é asfaltada, o que dá a sensação de estar no meio de um rali (vir com veículo 4x4 é muito recomendável). Diante disso, muita gente opta pelo pacote de seis dias da Korubo Expedições (11/8222-5028; desde R$ 1 840), que sai de Palmas e inclui transporte, refeições, quatro pernoites num camping e passeios. 
Caiaque no Rio Novo, Parque Estadual do Jalapão, Tocantins
Quem quer ir por conta própria deve se hospedar em Ponte Alta do Tocantins ou Mateiros e contratar passeios de um dia. 
Queda d'água da Cachoeira Velha, Parque Estadual do Jalapão, Tocantins
COMO CHEGAR 
Quem vem de Palmas, ao norte, ou Brasília, ao sul, deve seguir pela TO-050 até Porto Nacional. Lá, TO-255 até Ponte Alta do Tocantins, porta de entrada do Jalapão. 
DUNAS NO PARQUE DO JALAPÃO
COMO CIRCULAR 
Entre Palmas e Ponte Alta do Tocantins são cerca de 200 km de rodovia asfaltada. Depois, há apenas estradas de terra, inclusive nos 162 km que separam Ponte Alta de Mateiros. Não é indicado circular pelo Jalapão sem guia: as estradas têm poucas placas e a maioria das atrações é de difícil acesso. Além disso, a densidade demográfica ali não chega a um habitante por quilômetro quadrado (você dirige por horas sem ver ninguém pelo caminho). Carros de passeio não servem para ir às atrações, mas há roteiros diários que incluem guia, transporte e almoço (desde R$ 550). Quem estiver num 4x4 pode apenas contratar um guia (entre R$ 80 e R$ 150 por dia). Em Ponte Alta, os passeios podem ser combinados na Pousada Planalto (3378-1141) ou no Centro de Atendimento ao Turista (3378-1185); em Palmas, na Jalapão Tour (9978-3695). 
Com suas dunas, cachoeiras e lagoas, o Jalapão, no Tocantins, tem um cenário único, e é daí que vem o apelido de "deserto"
HOSPEDAGENS NO JALAPÃO 
Há duas maneiras de se hospedar no Jalapão. O camping da Korubo Expedições fica na beira do Rio Novo, bem próximo das atrações. Mas as confortáveis tendas só recebem quem compra o pacote de seis noites da agência. Em Ponte Alta ou Mateiros, as pousadas são muito simples – a maioria não costuma ir além de ducha quente, cama e café da manhã -, mas seus donos são os melhores contadores de história da região. 
As dunas do Parque Estadual do Jalapão podem chegar a medir 30 metros de altura e mudam constantemente de lugar, movidas pelos ventos
SUGESTÕES DE ROTEIROS 
2 dias – Com dois dias de viagem, aproveite para conhecer a Cachoeira da Velha, com duas quedas de mais de 20 metros de alturas. No outro dia, faça o passeio pelas dunas cachoeira da velha e dunas alaranjadas de até 40 metros – a sensação é de estar no meio do deserto. 
Há vários fervedouros espalhados pelo território do Jalapão; todos são nascentes cristalinas, onde é impossível afundar o corpo devido à pressão d'água
4 dias – Com mais tempo, vá até a Cachoeira da Fumaça, de acesso fácil e com duas quedas. Aproveite para conhecer o Fervedouro e o Fervedouro de São Félix, poços cristalinos, ótimos para banhos. O trekking até o mirante da Serra do Espírito Santo leva ao alto dos paredões que formaram as dunas do Jalapão. 
Uma das atrações mais famosas do Jalapão é assistir ao pôr do sol das dunas do parque
QUANDO IR 
Entre maio a setembro, época de estiagem.
A Cachoeira da Formiga fica em Mateiros, no Jalapão, e suas águas cristalinas são um convite irresistível a um mergulho
SEJA MUITO BEM VINDO A ESTADO DO TOCANTINS. AQUI SE ENCONTRA UM PEDAÇO DO PARAÍSO QUE ESTA NA TERRA.
foto - ?
Catedral de Nossa Senhora das Mercês em Porto Nacional, Tocantins
O TOCANTINS É UMA DAS 27 UNIDADES FEDERATIVAS DO BRASIL, SENDO O SEU MAIS NOVO ESTADO
SUA CAPITAL É A CIDADE PLANEJADA DE PALMAS. NA BANDEIRA NACIONAL E NO SELO NACIONAL DO BRASIL, O TOCANTINS É REPRESENTADO PELA ESTRELA ADHARA (Ε CANIS MAJORIS).
EM 5 DE OUTUBRO DE 1988, O NORTE DE GOIÁS FOI EMANCIPADO, PASSANDO A SE CHAMAR TOCANTINS. EM 1º DE JANEIRO DE 1989, A UNIDADE FEDERATIVA DO TOCANTINS FOI OFICIALMENTE INSTALADA.
imagem - GT
O GIRASSOL TORNOU-SE A PLANTA-SÍMBOLO DO ESTADO. SUA FLOR AMARELA, ABERTA EM VÁRIAS PÉTALAS, SIMBOLIZA O SOL QUE NASCE PARA TODOS. AS CORES OFICIAIS DO ESTADO SÃO O AMARELO, O AZUL E O BRANCO.
imagem - GT
imagem - GT
ORIGEM DO NOME
"TOCANTINS" É UM TERMO ORIUNDO DA LÍNGUA TUPI QUE SIGNIFICA "BICO DE TUCANO", ATRAVÉS DA JUNÇÃO DOS TERMOS TUKANA ("TUCANO"), MAS TAMBÉM MUITO CONHECIDA E ESTRUTURADA PELA FAMÍLIA "FARIA" SENDO UM DOS MAIORES PIVOS PARA ESTE IDIOMA LOCAL, SEU MAESTRO "JHONATAN JOSÉ FARIA" E TIM ("BICO")
imagem - GT
A ECONOMIA SE BASEIA NO COMÉRCIO, NA AGRICULTURA (ARROZ, MILHO, FEIJÃO, SOJA, MELANCIA), NA PECUÁRIA E EM CRIAÇÕES.
A VEGETAÇÃO DO TOCANTINS É BASTANTE VARIADA; APRESENTA DESDE O CAMPO CERRADO, CERRADÃO, CAMPOS LIMPOS OU RUPESTRES A FLORESTA EQUATORIAL DE TRANSIÇÃO, SOB FORMA DE "MATA DE GALERIA", EXTREMAMENTE VARIADA.
imagem - ?
OS RECURSOS NATURAIS DE ORIGEM VEGETAL QUE MERECEM MAIOR DESTAQUE NO TOCANTINS SÃO: O COCO BABAÇU, O PEQUI E O BURITI. O BABAÇU É RICO EM CELULOSE E ÓLEO, QUE, AO LADO DO PEQUI É APROVEITADO NOS PRATOS TÍPICOS DA REGIÃO. O COCO TEM GRANDE VALOR INDUSTRIAL, POIS SERVE PARA A FABRICAÇÃO DE GORDURAS, SABÕES E SABONETES. A CASCA DO COCO SERVE COMO COMBUSTÍVEL E A PALHA DO BABAÇU PRESTA-SE PARA O FABRICO DE REDES, CORDAS, COBERTURA DE CASAS ETC.
imagem - GT
O RELEVO DO ESTADO DO TOCANTINS É SÓBRIO. PERTENCE AO PLANALTO CENTRAL BRASILEIRO. CARACTERIZA-SE, SOBRETUDO, PELO SOLO SOB CERRADOS, PREDOMINANDO, NA SUA MAIORIA, SUPERFÍCIES TABULARES E APLAINADAS, RESULTANTES DOS PROCESSOS DE PEDIPLANAÇÃO.
imagem - GT
O PONTO CULMINANTE DO ESTADO FICA LOCALIZADO NA NASCENTE DO RIO CLARO, NO EXTREMO SUL DO MUNICÍPIO DE PARANÃ, NUMA SERRA CONHECIDA COMO SERRA DAS TRAÍRAS (OU DAS PALMAS). O LOCAL POSSUI UMA ALTITUDE APROXIMADA DE 1.340 METROS, SEGUNDO O IBGE E A DIRETORIA DE SERVIÇO GEOGRÁFICO DO EXÉRCITO BRASILEIRO
imagem - GT
A HIDROGRAFIA DO ESTADO DO TOCANTINS É DELIMITADA A OESTE PELO RIO ARAGUAIA E AO CENTRO PELO RIO TOCANTINS. AMBOS CORREM DE SUL PARA NORTE E SE UNEM NO MUNICÍPIO DE ESPERANTINA, BANHANDO BOA PARTE DO TERRITÓRIO TOCANTINENSE
imagem - GT
O TOCANTINS, ESTADO MAIS NOVO DA NAÇÃO, É CONHECIDO COMO UMA TERRA NOVA, DE NOVAS POSSIBILIDADES E OPORTUNIDADES, ATRATIVA PARA IMIGRANTES E PROPÍCIA AO APORTE DE NOVOS INVESTIMENTOS
imagem - GT
CONHECER A HISTÓRIA DO TOCANTINS É MUITO MAIS DO QUE SÓ SABER SOBRE A SUA CRIAÇÃO. É TAMBÉM BUSCAR ENTENDE-LO DENTRO DO CONTEXTO DA HISTÓRIA GERAL DO BRASIL E, PRINCIPALMENTE, NAS SUAS PARTICULARIDADES, ONDE SE CONFIGURAM SUA FORMAÇÃO SOCIAL, AS FORMAS DE RESISTÊNCIAS E AS BUSCAS DE ALTERNATIVAS DA POPULAÇÃO DIANTE DAS ADVERSIDADES.
imagem - GT
VEJA AGORA ALGUMAS IMAGENS DESTE PARAÍSO CHAMADO "TOCANTINS"
imagem - ?
imagem - GT
imagem - GT
imagem - GT
imagem - ?
imagem - GT
imagem - GT
imagem - GT
imagem - GT
imagem - GT
imagem - GT
imagem - GT
imagem - GT
imagem - GT
imagem - GT
imagem - GT
imagem - GT
imagem - GT
imagem - GT
imagem - GT
imagem - GT
imagem - GT
imagem - GT
imagem - GT
imagem - GT
imagem - GT
imagem - GT
imagem - GT
imagem - GT
imagem - GT
imagem - GT
imagem - GT
imagem - GT
imagem - GT
ESTA EH A BANDEIRA DO ESTADO DO TOCANTINS
ESTE EH O BRASÃO DO MUNICÍPIO



fonte / fotos = Wikipédia / IBGE / Thymonthy Becker / Divulgação / Portal do Governo do Tocantins / viajeaqui.abril.com.br / 




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

DIANÓPOLIS / TOCANTINS - Berço cultural do estado, tem mais à oferecer, cascatas, cachoeiras, museu e "garganta"; platô da serra geral com cânions e mirantes

LINHA DO TEMPO DA CIDADE DE "DIANÓPOLIS" / TOCANTINS / BRASIL DIANÓPOLIS
BEM VINDO A CIDADE DE DIANÓPOLIS. CIDADE DO DIANOFOLIA
imagem - ? População estimada 2016 (1) - 21.457
Área da unidade territorial 2015 (km²) - 3.217,313
Densidade demográfica 2010 (hab/km²) - 5,94
Código do Município 1707009
Gentílico - dianopolino
ORIGEM DO NOME DE DIANÓPOLIS, TO
A origem do nome "Dianópolis" está relacionada a Francisco das Chagas Moura, que foi prefeito do município entre os anos de 1934 a 1938. Então, a cidade chamava-se "São José do Du•ro". "Duro" era uma simplificação de "D´ouro", uma vez que a região era rica em ouro em seu subsolo. Quando prefeito, Francisco Moura indicou que a cidade fizesse uma homenagem às senhoras do lugar que chamavam-se "Custodiana", conhecidas pela alcunha de "Diana". Daí a indicação da cidade passar a chamar-se "Dianópolis", quer dizer, "Terra das Dianas".
Gentílico: …

CATAGUASES / MINAS GERAIS - Venha ver e fazer filmes nesta cidade cinematográfica. Deixe saudades e leve lembranças

LINHA DO TEMPO DA CIDADE DE "CATAGUASES" / MINAS GERAIS / BRASIL “O nome Cataguases vem – pelo menos, até provas em contrário, pois muitas são as controvérsias nessa cidade em constante questionamento – , pois é, o nome Cataguases parece que vem de uma tribo de índios que habitava a região, os ‘Catu-auás’. Dizem que o nome catu-auá significa em tupi-guarani ‘terra de gente boa’. E Cataguases sabe receber muito bem. Quem bebe da água do Rio Pomba nunca deixa de voltar. Dizem. ” Confira alguns dos mais importantes pontos turísticos de Cataguases. Além de inúmeras obras artísticas e arquitetônicas modernas tombadas pelo IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional), Cataguases também oferece inúmeras construções marcantes do final do século XIX, belíssimas paisagens naturais, museus, centros culturais e muito mais! PONTE METÁLICA (DE 1.914) A construção da Ponte Metálica foi determinada em 1910, devido à solicitação do deputado federal Astolpho Dutra Nicácio. Ela…

BRAGANÇA / PARÁ - A cidade respira Fé, Tradição e Cultura, nas belezas de suas praias, manguezais, rios, igarapés e ilhas

LINHA DO TEMPO DA CIDADE DE "BRAGANÇA" / PARÁ / BRASIL  Bragança, localizada na região nordeste do Pará, a 210 quilômetros de Belém, capital do Estado, é um dos municípios mais procurados pelos turistas ao longo do ano, em especial durante as férias escolares.
Lar da Marujada, manifestação cultural que reúne milhares de pessoas no município para festejar São Benedito, Bragança tem praias oceânicas belíssimas, pra quem quiser aproveitar em qualquer época do ano.

A cidade, de origem portuguesa, guarda na sua cultura características religiosas marcantes e também festeja São Sebastião e Nossa Senhora de Nazaré.
Suas fronteiras são estratégicas. Assim, o município oferece o maior número de opções aos turistas: ao Norte está o oceano Atlântico, ao Sul, o município de Santa Luzia do Pará, a Leste os municípios de Augusto Corrêa e Vizeu e a Oeste, Tracuateua.

Na língua tupi, Caeté quer dizer 'mato grande' e, por estar localizada à margem esquerda do rio Caeté, Bragança é c…