Pular para o conteúdo principal

TOCANTINS / BRASIL - O MAIS NOVO ESTADO DA FEDERAÇÃO EH O PONTO DE PARTIDA PARA VIAGENS DE AVENTURA QUE DÃO FAMA A TOCANTINS




LINHA DO TEMPO DO ESTADO DO "TOCANTINS / BRASIL
O mais novo estado da federação, emancipado em 1989, tem uma economia baseada na pecuária de corte. Palmas, a capital planejada, cresce e se escora não só nessa atividade mas também por ser o ponto de partida para as viagens de aventura que dão fama a Tocantins. 
Parque Estadual do Cantão em Caseara, Tocantins
MORRO PERDIDO EM RIO DOS BOIS 
Aves no Parque Estadual do Cantão em Caseara, Tocantins
A cachoeira da Velha, no Jalapão (TO), tem queda de 20m de altura e 100m de largura, de acesso fácil, não é necessário guia
As belezas naturais que existem na região sempre estiveram lá mas o acesso desde Goiânia ou Brasília era longo e complicado no passado. Nos últimos vinte anos foram abertas estradas e ficou um pouco mais fácil conhecer, por exemplo, o incrível Parque Estadual do Jalapão, uma área de conservação ambiental de 34.000 quilômetros quadrados que inclui cachoeiras, corredeiras, dunas, chapadas e fabulosas formações rochosas, sem falar de fauna e flora exuberantes. 
Praia da Gaivota em Araguacema, Tocantins
Além da canoagem, é possível fazer um passeio de rafting pelo Rio Novo no Jalapão, Tocantins
POR DO SOL NO PARQUE ESTADUAL DO JALAPÃO
No Parque Estadual do Jalapão em Tocantins é possível fazer um passeio de 4x4 até as dunas
Outra maravilha do estado é a Ilha do Bananal, maior ilha fluvial do mundo, um santuário ecológico de acesso controlado que, entre setembro e março, tem 80% de sua área inundada pelas águas do Rio Araguaia. Com cerca de 500 espécies de aves, o Parque Estadual do Cantão acolhe também ariranhas, tartarugas, onças-pintadas, jacarés e outros animais selvagens. Em pleno coração do Brasil, os rios Araguaia e Tocantins presenteiam a população com dezenas de praias bastante movimentadas, como a da Tartaruga (no município de Peixe), Ilha Grande (Araguanã), Gaivota (Araguacema) e do Sol (Caseara).
As dunas no Jalapão, Tocantins, tem uma cor alaranjada e podem chegar a 40m de altura
Ao ir ao Jalapão em Tocantins, encare a viagem como uma expedição. A maioria das estradas não tem asfalto e, em vários trechos, a sensação é de estar no meio de um rali
Parque Estadual do Cantão em Caseara, Tocantins
Alferes abençoa casas de Paraná, Tocantins, durante a Festa do Divino
CIDADE DE ARAGUAÍNA 
Capital econômica do Tocantins, tem indústria automobilística e confecções. Em julho, turistas lotam as praias do Rio Araguaia. 
CIDADE DE MATEIROS 
Concentra as melhores atrações do Jalapão. Para chegar até lá, porém, é preciso sacolejar por mais de 160 km em estrada de terra. Mateiros reúne algumas pousadas, mas suas opções de alimentação são mínimas. Guias cobram, em média, R$ 60 por dia (Parque Estadual do Jalapão, 3534-1072). 
RIO ARAGUAIA 
Com 2 630 km, a maior parte navegável, o Rio Araguaia atrai praticantes de pesca amadora de todo o país e turistas do Centro-Oeste, que buscam as praias de areias claras e observam a fauna local passeando em pequenas embarcações. 
Pôr do Sol no rio Araguaia, Parque Estadual do Cantão.
Praias fluviais do Rio Araguaia (TO)
A população local e os turistas curtem as praias fluviais do Rio Araguaia em julho. Além de se divertir de jet ski e banana boat, dá para fazer passeios de barcos e admirar a rica fauna local: botos, tartarugas e uma variedade de pássaros podem ser avistados. Há hotéis (poucos e simples) nas cidades de Aruanã e Conceição do Araguaia.
Rio Araguaia
Na metade do seu percurso, antes de desaguar no Rio Tocantins, o Araguaia se divide em dois braços que se reencontram 500 km ao norte, formando a Ilha do Bananal – maior ilha fluvial do mundo, com 20 mil km². Dentro dela, fica o Parque Nacional do Araguaia. 
Pesca esportiva no Rio Araguaia 
Outra maravilha do estado de Tocantins é a Ilha do Bananal, maior ilha fluvial do mundo, um santuário ecológico de acesso controlado que, entre setembro e março, tem 80% de sua área inundada pelas águas do Rio Araguaia
Passeios de barco podem ser feitos durante todo o ano. A poucos minutos dos centros urbanos são encontrados jacarés, tartarugas, botos e uma grande variedade de pássaros, como tuiuiús, garças, jacus e gaviões. Os hotéis de pesca e as associações de barqueiros contam com piloteiros e guias experientes. 
Índio Karajá na Ilha do Bananal no Rio Araguaia, Tocantins
Pedra Encantada na Ilha do Bananal no Rio Araguaia, Tocantins
CIDADE DE CONCEIÇÃO DO ARAGUAIA 
Nos meses de junho e julho, as praias do Araguaia atraem muitos turistas e fazem subir os preços das diárias nos hotéis. De carro, o melhor acesso é via Tocantins, a partir de Guaraí, na Belém-Brasília. 
CIDADE DE PONTE ALTA DO TOCANTINS 
Única cidade do Jalapão com acesso por estrada asfaltada, serve de porta de entrada para o parque. Dispõe da melhor infra-estrutura para alimentação na região e tem postos de combustível com preços mais baixos que os de Mateiros. Para chegar a quase todas as belas cachoeiras é preciso ter um 4x4. A diária dos guias gira em torno de R$ 60 (Centro de Atendimento ao Turista de Ponte Alta do Tocantins, 3378-1185) 
A CAPITAL DO ESTADO "PALMAS" 
A capital mais nova do país (1989) é planejada, com avenidas largas e rotatórias ajardinadas. As ruas têm pouca sombra (aqui faz 31°C de dia, em média). Os principais hotéis ficam perto da Praça dos Girassóis (uma das maiores do mundo), onde está a sede do governo estadual. Expedições saem diariamente para o Jalapão, a 300 km. Outro bom programa são as 70 cachoeiras de Taquaruçu, a 27 km. 
PONTE SOBRE O LAGO DE PALMAS
O pôr do sol na Praia da Graciosa é uma das atrações em Palmas (TO)
Fim de tarde na Praia da Graciosa, uma das mais agitadas da cidade
CINTURÃO VERDE DA CIDADE DE PALMAS 
PRAIA DA GRACIOSA 
PRAÇA DOS GIRASSÓIS 
Os principais hotéis de Palmas ficam nas quadras vizinhas à Praça dos Girassóis, onde está a sede do governo
Fundada em 1989, Palmas é a capital mais nova do Brasil. Cidade planejada, tem avenidas largas e rotatórias ajardinadas
PARQUE ESTADUAL DO JALAPÃO 
Encare a viagem como uma expedição. O Jalapão, no Tocantins, é um conjunto de cinco áreas de conservação, que inclui um parque estadual e tem 34 000 km² (maior que os estados de Sergipe e Alagoas). 
A duna no meio do cerrado, a linda e insólita atração do Jalapão, a pouco mais de 200 km de Palmas, no Tocantins
O cenário é um dos mais exuberantes do Brasil: cachoeiras cristalinas, piscinas naturais verde-esmeralda, chapadões e dunas alaranjadas de até 40 metros de altura. Mesmo assim, ainda é pouquíssimo visitado: foram cerca de 15 mil turistas desde 2001, ano de criação do parque. 
Vista do mirante da Serra do Espírito Santo, no Jalapão, Tocantins
Boa parte da explicação está na dificuldade de acesso, já que a maioria das estradas não é asfaltada, o que dá a sensação de estar no meio de um rali (vir com veículo 4x4 é muito recomendável). Diante disso, muita gente opta pelo pacote de seis dias da Korubo Expedições (11/8222-5028; desde R$ 1 840), que sai de Palmas e inclui transporte, refeições, quatro pernoites num camping e passeios. 
Caiaque no Rio Novo, Parque Estadual do Jalapão, Tocantins
Quem quer ir por conta própria deve se hospedar em Ponte Alta do Tocantins ou Mateiros e contratar passeios de um dia. 
Queda d'água da Cachoeira Velha, Parque Estadual do Jalapão, Tocantins
COMO CHEGAR 
Quem vem de Palmas, ao norte, ou Brasília, ao sul, deve seguir pela TO-050 até Porto Nacional. Lá, TO-255 até Ponte Alta do Tocantins, porta de entrada do Jalapão. 
DUNAS NO PARQUE DO JALAPÃO
COMO CIRCULAR 
Entre Palmas e Ponte Alta do Tocantins são cerca de 200 km de rodovia asfaltada. Depois, há apenas estradas de terra, inclusive nos 162 km que separam Ponte Alta de Mateiros. Não é indicado circular pelo Jalapão sem guia: as estradas têm poucas placas e a maioria das atrações é de difícil acesso. Além disso, a densidade demográfica ali não chega a um habitante por quilômetro quadrado (você dirige por horas sem ver ninguém pelo caminho). Carros de passeio não servem para ir às atrações, mas há roteiros diários que incluem guia, transporte e almoço (desde R$ 550). Quem estiver num 4x4 pode apenas contratar um guia (entre R$ 80 e R$ 150 por dia). Em Ponte Alta, os passeios podem ser combinados na Pousada Planalto (3378-1141) ou no Centro de Atendimento ao Turista (3378-1185); em Palmas, na Jalapão Tour (9978-3695). 
Com suas dunas, cachoeiras e lagoas, o Jalapão, no Tocantins, tem um cenário único, e é daí que vem o apelido de "deserto"
HOSPEDAGENS NO JALAPÃO 
Há duas maneiras de se hospedar no Jalapão. O camping da Korubo Expedições fica na beira do Rio Novo, bem próximo das atrações. Mas as confortáveis tendas só recebem quem compra o pacote de seis noites da agência. Em Ponte Alta ou Mateiros, as pousadas são muito simples – a maioria não costuma ir além de ducha quente, cama e café da manhã -, mas seus donos são os melhores contadores de história da região. 
As dunas do Parque Estadual do Jalapão podem chegar a medir 30 metros de altura e mudam constantemente de lugar, movidas pelos ventos
SUGESTÕES DE ROTEIROS 
2 dias – Com dois dias de viagem, aproveite para conhecer a Cachoeira da Velha, com duas quedas de mais de 20 metros de alturas. No outro dia, faça o passeio pelas dunas cachoeira da velha e dunas alaranjadas de até 40 metros – a sensação é de estar no meio do deserto. 
Há vários fervedouros espalhados pelo território do Jalapão; todos são nascentes cristalinas, onde é impossível afundar o corpo devido à pressão d'água
4 dias – Com mais tempo, vá até a Cachoeira da Fumaça, de acesso fácil e com duas quedas. Aproveite para conhecer o Fervedouro e o Fervedouro de São Félix, poços cristalinos, ótimos para banhos. O trekking até o mirante da Serra do Espírito Santo leva ao alto dos paredões que formaram as dunas do Jalapão. 
Uma das atrações mais famosas do Jalapão é assistir ao pôr do sol das dunas do parque
QUANDO IR 
Entre maio a setembro, época de estiagem.
A Cachoeira da Formiga fica em Mateiros, no Jalapão, e suas águas cristalinas são um convite irresistível a um mergulho
SEJA MUITO BEM VINDO A ESTADO DO TOCANTINS. AQUI SE ENCONTRA UM PEDAÇO DO PARAÍSO QUE ESTA NA TERRA.
foto - ?
Catedral de Nossa Senhora das Mercês em Porto Nacional, Tocantins
O TOCANTINS É UMA DAS 27 UNIDADES FEDERATIVAS DO BRASIL, SENDO O SEU MAIS NOVO ESTADO
SUA CAPITAL É A CIDADE PLANEJADA DE PALMAS. NA BANDEIRA NACIONAL E NO SELO NACIONAL DO BRASIL, O TOCANTINS É REPRESENTADO PELA ESTRELA ADHARA (Ε CANIS MAJORIS).
EM 5 DE OUTUBRO DE 1988, O NORTE DE GOIÁS FOI EMANCIPADO, PASSANDO A SE CHAMAR TOCANTINS. EM 1º DE JANEIRO DE 1989, A UNIDADE FEDERATIVA DO TOCANTINS FOI OFICIALMENTE INSTALADA.
imagem - GT
O GIRASSOL TORNOU-SE A PLANTA-SÍMBOLO DO ESTADO. SUA FLOR AMARELA, ABERTA EM VÁRIAS PÉTALAS, SIMBOLIZA O SOL QUE NASCE PARA TODOS. AS CORES OFICIAIS DO ESTADO SÃO O AMARELO, O AZUL E O BRANCO.
imagem - GT
imagem - GT
ORIGEM DO NOME
"TOCANTINS" É UM TERMO ORIUNDO DA LÍNGUA TUPI QUE SIGNIFICA "BICO DE TUCANO", ATRAVÉS DA JUNÇÃO DOS TERMOS TUKANA ("TUCANO"), MAS TAMBÉM MUITO CONHECIDA E ESTRUTURADA PELA FAMÍLIA "FARIA" SENDO UM DOS MAIORES PIVOS PARA ESTE IDIOMA LOCAL, SEU MAESTRO "JHONATAN JOSÉ FARIA" E TIM ("BICO")
imagem - GT
A ECONOMIA SE BASEIA NO COMÉRCIO, NA AGRICULTURA (ARROZ, MILHO, FEIJÃO, SOJA, MELANCIA), NA PECUÁRIA E EM CRIAÇÕES.
A VEGETAÇÃO DO TOCANTINS É BASTANTE VARIADA; APRESENTA DESDE O CAMPO CERRADO, CERRADÃO, CAMPOS LIMPOS OU RUPESTRES A FLORESTA EQUATORIAL DE TRANSIÇÃO, SOB FORMA DE "MATA DE GALERIA", EXTREMAMENTE VARIADA.
imagem - ?
OS RECURSOS NATURAIS DE ORIGEM VEGETAL QUE MERECEM MAIOR DESTAQUE NO TOCANTINS SÃO: O COCO BABAÇU, O PEQUI E O BURITI. O BABAÇU É RICO EM CELULOSE E ÓLEO, QUE, AO LADO DO PEQUI É APROVEITADO NOS PRATOS TÍPICOS DA REGIÃO. O COCO TEM GRANDE VALOR INDUSTRIAL, POIS SERVE PARA A FABRICAÇÃO DE GORDURAS, SABÕES E SABONETES. A CASCA DO COCO SERVE COMO COMBUSTÍVEL E A PALHA DO BABAÇU PRESTA-SE PARA O FABRICO DE REDES, CORDAS, COBERTURA DE CASAS ETC.
imagem - GT
O RELEVO DO ESTADO DO TOCANTINS É SÓBRIO. PERTENCE AO PLANALTO CENTRAL BRASILEIRO. CARACTERIZA-SE, SOBRETUDO, PELO SOLO SOB CERRADOS, PREDOMINANDO, NA SUA MAIORIA, SUPERFÍCIES TABULARES E APLAINADAS, RESULTANTES DOS PROCESSOS DE PEDIPLANAÇÃO.
imagem - GT
O PONTO CULMINANTE DO ESTADO FICA LOCALIZADO NA NASCENTE DO RIO CLARO, NO EXTREMO SUL DO MUNICÍPIO DE PARANÃ, NUMA SERRA CONHECIDA COMO SERRA DAS TRAÍRAS (OU DAS PALMAS). O LOCAL POSSUI UMA ALTITUDE APROXIMADA DE 1.340 METROS, SEGUNDO O IBGE E A DIRETORIA DE SERVIÇO GEOGRÁFICO DO EXÉRCITO BRASILEIRO
imagem - GT
A HIDROGRAFIA DO ESTADO DO TOCANTINS É DELIMITADA A OESTE PELO RIO ARAGUAIA E AO CENTRO PELO RIO TOCANTINS. AMBOS CORREM DE SUL PARA NORTE E SE UNEM NO MUNICÍPIO DE ESPERANTINA, BANHANDO BOA PARTE DO TERRITÓRIO TOCANTINENSE
imagem - GT
O TOCANTINS, ESTADO MAIS NOVO DA NAÇÃO, É CONHECIDO COMO UMA TERRA NOVA, DE NOVAS POSSIBILIDADES E OPORTUNIDADES, ATRATIVA PARA IMIGRANTES E PROPÍCIA AO APORTE DE NOVOS INVESTIMENTOS
imagem - GT
CONHECER A HISTÓRIA DO TOCANTINS É MUITO MAIS DO QUE SÓ SABER SOBRE A SUA CRIAÇÃO. É TAMBÉM BUSCAR ENTENDE-LO DENTRO DO CONTEXTO DA HISTÓRIA GERAL DO BRASIL E, PRINCIPALMENTE, NAS SUAS PARTICULARIDADES, ONDE SE CONFIGURAM SUA FORMAÇÃO SOCIAL, AS FORMAS DE RESISTÊNCIAS E AS BUSCAS DE ALTERNATIVAS DA POPULAÇÃO DIANTE DAS ADVERSIDADES.
imagem - GT
VEJA AGORA ALGUMAS IMAGENS DESTE PARAÍSO CHAMADO "TOCANTINS"
imagem - ?
imagem - GT
imagem - GT
imagem - GT
imagem - ?
imagem - GT
imagem - GT
imagem - GT
imagem - GT
imagem - GT
imagem - GT
imagem - GT
imagem - GT
imagem - GT
imagem - GT
imagem - GT
imagem - GT
imagem - GT
imagem - GT
imagem - GT
imagem - GT
imagem - GT
imagem - GT
imagem - GT
imagem - GT
imagem - GT
imagem - GT
imagem - GT
imagem - GT
imagem - GT
imagem - GT
imagem - GT
imagem - GT
imagem - GT
ESTA EH A BANDEIRA DO ESTADO DO TOCANTINS
ESTE EH O BRASÃO DO MUNICÍPIO



fonte / fotos = Wikipédia / IBGE / Thymonthy Becker / Divulgação / Portal do Governo do Tocantins / viajeaqui.abril.com.br / 




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

MARECHAL DEODORO / ALAGOAS - A primeira capital de Alagoas, Patrimônio Histórico Nacional, numa simpática viela de colorido casario colonial, nasceu Marechal Deodoro da Fonseca

LINHA DO TEMPO DA CIDADE DE "MARECHAL DEODORO" / ALAGOAS / BRASIL
O centro histórico de Marechal Deodoro em Alagoas tem muitas construções antigas, mas nem tudo está preservado A primeira capital de Alagoas ganhou, em 2006, o título de Patrimônio Histórico Nacional. Reúne um conjunto de dez igrejas, a maioria em ruínas. Entre elas estão a Senhor do Bonfim (1755), no bairro de Taperaguá, a N.S. do Amparo (1757), na Rua Ladislau Neto, e o importante complexo (atualmente em restauração, fechado para visitas) onde ficam o Museu de Arte Sacra, o Convento de São Francisco e a Igreja de Santa Maria Madalena. A casa onde o Marechal Deodoro da Fonseca viveu até os 16 anos é um museu, na rua que leva o seu nome (uma simpática viela de colorido casario colonial). Você pode estacionar o carro ali e, com um guia do museu, conhecer os arredores. foto - ? População estimada 2016 (1) - 51.715
Área da unidade territorial 2015 (km²) - 332,140
Densidade demográfica 2010 (hab/km²) - 138,62
Código…

CARATINGA / CIDADE ESPERANÇA / TERRA DAS PALMEIRAS

SEJA SEMPRE BEM VINDO A CIDADE DE CARATINGA. A CIDADE DO MENINO MALUQUINHO
copyrigth "?" ORIGEM DO NOME
A denominação do município Caratinga, de origem indígena, (cará / tinga = branco) é devido à falta de alimentação diversificada, o que fazia com que os primeiros habitantes da região se alimentassem de um tubérculo muito encontrado na região na época do povoamento, um cará-branco que servia de alimento para os índios CARATINGA TEM ATUALMENTE, 85.322 HABITANTES. QUEM NASCE EM CARATINGA É: CARATINGUENSE. O IDH DO MUNICÍPIO É DE: 0,754 - CONSIDERADO MÉDIO PELOS INDICADORES DA ONU. A CIDADE FAZ ANIVERSÁRIO EM 24 DE JUNHO. FOI FUNDADA EM 1848 EM CARATINGA, FORAM REALIZADOS EM 2010, 513 CASAMENTOS 056 SEPARAÇÕES 079 DIVÓRCIOS. HISTÓRIA
Em 1841 aportou por estas terras o grande desbravador Domingos Fernandes Lana, que aqui permaneceu até 1847.
No final desse ano, João Caetano do Nascimento, João Antônio de Oliveira e João José, bravos pioneiros, vieram de mudança, trazendo suas famílias,…

QUARTEL GERAL / MINAS GERAIS - Paisagens naturais, Trilhas do Indaiá, Cachoeiras, esportes Radicais, Jipeiros, Construções Históricas. Aventure-se nesta jornada

LINHA DO TEMPO DE "QUARTEL GERAL" / MINAS GERAIS / BRASIL
Quartel Geral faz parte do circuito turístico caminhos do Indaiá. Quartel Geral uma cidade tão especial e peculiar para os mineiros. Eugênia, esposa de Tiradentes, depois de sua morte morou na cidade com seu filho em uma fazenda. A mineração dos diamantes também foi um ponto marcante para a criação do povoado e posteriormente, da cidade. São aspectos que permeiam a história de Quartel Geral e que somente entrando nas verdes matas para descobrir os caminhos do Indaiá, o Rio que atravessa vários municípios e que deu nome ao circuito turístico. Para quem gosta de esportes radicais, os trilheiros, jipeiros e de cachoeiras, Quartel Geral pode proporcionar muitas aventuras.
Academia da Saúde em Quartel Geral, Minas Gerais,  tem por objetivo manter a população saudável
foto - Câmara Municipal Conhecer Quartel Geral também é uma aventura por tudo que o município tem a oferecer com suas paisagens naturais. Aventure-se nessa jornada. Q…

CONTAGEM / POLO COMERCIAL

BOM DIA. BEM VINDO A CONTAGEM. CIDADE PROGRESSO
copyrigth "Altemiro Olinto cris"
CONTAGEM TEM 603.048 HABITANTES (IBGE 2010) QUEM NASCE EM CONTAGEM É: CONTAGENSE. O IDH DO MUNICÍPIO É DE: 0,794 - CONSIDERADO MÉDIO PELOS INDICADORES DA ONU. Na época do Brasil-colônia, a Coroa portuguesa mantinha o controle sobre os territórios ocupados através de postos avançados chamados “postos de registro”. Tais postos fiscalizavam e registravam todo o movimento de pessoas e mercadorias, cargas e tropas. Ali, os viajantes, mercadores de escravos e tropeiros eram obrigados a parar e, enquanto as mercadorias eram registradas. CONTAVAM-SE TUDO. INCLUSIVE E PRINCIPALMENTE, AS BARRAS DE OURO, QUE IAM PARA O RIO DE JANEIRO. DAÍ O NOME "CONTAGEM."
No início do século XVII, nas terras da sesmaria do capitão João de Sousa Souto Maior, um terreno conhecido como Sítio das Abóboras, foi instalado um desses postos de fiscalização. Em 1715, Dom Brás Baltasar refere-se a este posto ao escrever …

PIUMHI / CIDADE DAS MAIS BONITAS PRAÇAS DE MINAS

SEJA MUITO BEM VINDO A CIDADE DE PIUMHI. UMA DAS MAIORES PRODUTORAS DE CAFÉ E UMA DAS MAIS AGRADÁVEIS CIDADE DE SE ESTAR.
foto - Thymonthy Becker
PIUMHI TEM 31.883 HABITANTES (IBGE 2010)
QUEM NASCE EM PIUMHI EH: PIUIENSE (IBGE)
A CIDADE FAZ ANIVERSÁRIO EM 20 DE JUNTO E FOI FUNDADA EM 1.868

UM MORADOR DA CIDADE COM QUEM ESTIVE QUANDO TIREI ESTAS FOTOS, DISSE QUE O NOME DA CIDADE VINHA DE UM MOSQUITO QUE ERA ABUNDANTE NA REGIÃO E OS ÍNDIOS LOCAIS O CHAMAVAM DE PIUM.
PERGUNTEI O MOTIVO DO "HI" NO FINAL DO NOME. ESTA PESSOA NÃO SOUBE EXPLICAR O PORQUE DO "HI" AO FINAL DE PIUM.
CONCLUI QUE PODERIA TER SIDO PELO FATO DOS GRANDES FAZENDEIROS IREM ATÉ A REGIÃO COMPRAREM TERRAS E AO DEPARAREM COM OS TAIS MOSQUITOS, ACONTECIA O SEGUINTE DIÁLOGO:
FAZENDEIRO: __EH PIUM?
VENDEDOR :  __ SIM.
FAZENDEIRO: HIIIIIIII. NÃO VAI DAR NEGÓCIO.
DAI O NOME FICOU "PIUM HI. BEM, ESTA EH MINHA VERSÃO.

AQUI PODEMOS VER UMA AVENIDA CENTRAL
foto - Thymonthy Becker
POR VOLTA DE 1707, FAMÍLIA…

PARACATU / MG

BEM VINDO A CIDADE DE PARACATU. CIDADE NATAL DE AFONSO ARINOS / RICA EM CULTURA E PATRIMÔNIO HISTÓRICO imagem - Revoredo
PARACATU TEM 84.718 HABITANTES - IBGE 2010 - QUEM NASCE EM PARACATU EH: PARACATUENSE A CIDADE FAZ ANIVERSÁRIO EM 20 DE OUTUBRO E FOI FUNDADA EM 1.728 ORIGEM DO NOME "Paracatu" é um termo de origem tupi que significa "rio bom", através da junção dos termos "Pará" ("rio") e "Katu" ("bom") Paracatu pertence ao seleto grupo das dez cidades nacionalmente tombadas em Minas Gerais, o que a coloca no patamar de um dos municípios mineiros mais ricos culturalmente e patrimonialmente, sendo integrante também da Associação das Cidades Históricas de Minas Gerais. HISTÓRIA Não existe consenso entre os historiadores sobre a data efetiva em que foi descoberta e povoada a região de Paracatu. De qualquer forma, admite-se que o território paracatuense já era conhecido desde o final do século XVI pelos brancos, que vinham da Vila de Sã…

CORONEL FABRICIANO / CIDADE DA SERRA DOS COCAIS

BOM DIA. BEM VINDO A CORONEL FABRICIANO.
copyrigth "pmcf" CORONEL FABRICIANO TEM 103.797 HABITANTES. QUEM NASCE EM CORONEL FABRICIANO É: FABRICIANENSE. O IDH DO MUNICÍPIO É DE: 0,789 - CONSIDERADO MÉDIO PELOS INDICADORES DA ONU. A ÁREA DA CIDADE É DE APENAS 221 QUILÔMETROS QUADRADOS. DEVIDO A ISTO, A DENSIDADE DEMOGRÁFICA É ALTA. SÃO 470 HABITANTES POR QUILÔMETRO QUADRADO. Destemidos desbravadores, muitos dos quais heróis anônimos que arrostando o endêmico impaludismo, em meio selvagem e hostil, abriram picadões, rasgaram clareiras, mata virgem adentro sertões afora, para que a ferrovia Vitória a Minas pudesse estender as suas paralelas de aço em direção a Itabira, em demanda do riquíssimo minério de ferro do fabuloso Cauê, hoje fonte principal de uma das maiores divisas acarretadas para a Pátria Brasileira. Foi do arroio daqueles heróicos operários, que surgiu a atual cidade Coronel Fabriciano, que até o princípio de 1922 não passava de uma floresta virgem, não violada p…

PATOS DE MINAS

BOM DIA. BEM VINDO A PATOS DE MINAS. A CIDADE DA MAIOR FESTA DO MILHO DO BRAZIL E POLO ECONÔMICO REGIONAL copyrigth "maira" PATOS DE MINAS TEM ATUALMENTE, 138.836 HABITANTES. QUEM NASCE EM PATOS DE MINAS É: PATENSE. O IDH DO MUNICÍPIO É DE: 0,813, CONSIDERADO ELEVADO PELOS INDICADORES DA ONU. PATOS DE MINAS É O MAIOR POLO ECONÔMICO E A MAIOR CIDADE DO ALTO PARANAÍBA. EM MAIO, ACONTECE NA CIDADE, A MAIOR FESTA DO MILHO DO BRAZIL. Origem do nome do Município provém da enorme quantidade de patos que existiam no território, encontrados habitualmente em uma grande lagoa, a três quilômetros da margem do rio Paranaíba. Atraídos pela caça abundante e variada, os tropeiros que levavam suas tropas pelo interior de Minas Gerais faziam pouso a beira dessa lagoa, construindo ranchos em que se abrigavam. Neste tempo, todo o oeste de Minas estava coberto de matas, atravessadas apenas por estreitas trilhas, que tinham em alguns pontos, a léguas de distância, vestígios de civilização. Com o correr …

PARACATU / RICA EM CULTURA E PATRIMÔNIO HISTÓRICO

BEM VINDO A CIDADE DE PARACATU. CIDADE NATAL DE AFONSO ARINOS
imagem - Revoredo

PARACATU TEM 84.718 HABITANTES - IBGE 2010 -
QUEM NASCE EM PARACATU EH: PARACATUENSE
A CIDADE FAZ ANIVERSÁRIO EM 20 DE OUTUBRO E FOI FUNDADA EM 1.728
ORIGEM DO NOME "Paracatu" é um termo de origem tupi que significa "rio bom", através da junção dos termos "Pará" ("rio") e "Katu" ("bom") Paracatu pertence ao seleto grupo das dez cidades nacionalmente tombadas em Minas Gerais, o que a coloca no patamar de um dos municípios mineiros mais ricos culturalmente e patrimonialmente, sendo integrante também da Associação das Cidades Históricas de Minas Gerais.
HISTÓRIA

Não existe consenso entre os historiadores sobre a data efetiva em que foi descoberta e povoada a região de Paracatu. De qualquer forma, admite-se que o território paracatuense já era conhecido desde o final do século XVI pelos brancos, que vinham da Vila de São Paulo com objetivos de conquista, não …

OLIVEIRA / MINAS GERAIS - A terra Natal do Cientista "Carlos Chagas" eh repleta de belíssimos casarões que contam a história da cidade

LINHA DO TEMPO DA CIDADE DE "OLIVEIRA" / MINAS GERAIS / BRASIL BEM VINDO A OLIVEIRA. TERRA DO CIENTISTA DESCOBRIDOR DA DOENÇA DE CHAGAS copyrigth "PMO" Esta Figueira se desenvolveu abraçada a um coqueiro, derivando daí o nome “coqueiro abraçado”, o fenômeno biológico não é único, mas bastante raro  e em Oliveira se transformou no maior símbolo da cidade, pois está ligado aos sentimentos de carinho e amor, além de ensejar a harmonia indispensável a uma comunidade urbana, sendo um exemplo da natureza para o Homem. O coqueiro abraçado está localizado na região central da cidade. AQUI, O MORRO DO CRISTO
copyrigth "PMO"
População estimada 2016 (1) - 41.739 Área da unidade territorial 2015 (km²) - 897,294 Densidade demográfica 2010 (hab/km²) - 43,98 Código do Município 3145604 Gentílico - oliveirense
ORIGEM DO NOME O topônimo registra duas versões: segundo uns, originou-se da presença de oliveiras entre as árvores frutíferas…