domingo, 18 de setembro de 2016

NOVO HAMBURGO / RIO GRANDE DO SUL - Nascido da perseverança e da força do imigrante alemão, eh a cidade ideal para se investir, conhecer a história da imigração e fazer turismo




LINHA DO TEMPO DE "NOVO HAMBURGO" / RIO GRANDE DO SUL / BRASIL
fotos (acima) PMNH
MARCO DA CIDADE DE NOVO HAMBURGO, RIO GRANDE DO SUL
foto - PMNH
PASSADO E FUTURO
Nascido da perseverança e da força do imigrante alemão, o Município de Novo Hamburgo é um exemplo de comunidade unida e trabalhadora. Do suor e da vontade deste povo, cresceu aqui um lugar de prosperidade e grande desenvolvimento. Com este espírito, o povoado que começou a tomar forma a partir de 1824 concretizou sua emancipação política em 5 de abril de 1927.
A cidade cresceu em proporções geométricas, tornando-se um dos mais populosos Municípios gaúchos após o incremento da indústria do couro e do calçado. A excelência no que faz, a qualidade e o talento transformaram a antiga e pacata Hamburger Berg na Capital Nacional do Calçado.
foto - ?
Hoje, Novo Hamburgo é a cidade ideal para se investir. Exemplo de educação no país, o Município conta com mão de obra qualificada, infraestrutura completa e localização privilegiada. Investimentos maciços em obras, como a ampliação do metrô, construções de novas escolas e unidades de saúde, além do bom momento vivido pela indústria calçadista funcionam como alavanca para o desenvolvimento do Município.
foto - ?
OBRAS
As mesmas obras que movimentam o mercado de trabalho formal, ajudando a aumentar o número de trabalhadores com carteira assinada, também melhoram a qualidade de vida e trazem oportunidades de desenvolvimento para a cidade. Com a ampliação do metrô, milhares de hamburguenses estão sendo beneficiados todos os dias. São quatro novas estações (Santo Afonso, Novo Hamburgo, Fenac e Industrial) funcionando em horário integral. 
foto - Paulo Noronha
Com a extensão da Linha 1 do Metrô de Porto Alegre até Novo Hamburgo, além do transporte propriamente dito, a cidade recebeu melhorias com os 4,5 quilômetros de ciclovia, e projetos solicitados pela Prefeitura. Entre eles, está o alargamento do vão do Arroio Luiz Rau nas proximidades da Estação Rodoviária Normélio Stabel, e também a construção de novas pontes ao longo da Avenida Nações Unidas e Primeiro de Março.
foto - Paulo Yuji Takarada
CAPITAL NACIONAL DO CALÇADO 
O setor coureiro-calçadista continua sendo de grande importância para economia e o desenvolvimento local. Prova disso é que Novo Hamburgo participa das principais feiras do setor e sedia exposições que são referência na área. Destaque especial para a FENAC (Feira Internacional do Calçado) que realizou mais de 10 feiras de grande porte em 2013, e reuniu em seus pavilhões mais de 400 mil visitantes no último ano. Entre os eventos realizados está a Fimec – Feira Internacional de Couros, Produtos Químicos, Componentes, Máquinas e Equipamentos para calçados e curtumes, que é o segundo maior evento mundial do complexo do couro e calçado. No local acontecem também a Feira Loucura por Sapato, a Construsul, a Mostratec, a Festa Nacional do Calçado, a Feipet, a Explocassic e entre outros. Os eventos antecipam tendências, atraindo consumidores, lojistas, importadores e profissionais da área. Desta forma, Novo Hamburgo está consolidada não apenas como polo produtor, mas também como um centro de desenvolvimento tecnológico e informação para os setores. 
foto - ?
Novo Hamburgo também marca presença com o seu estande coletivo em outros eventos do setor. Oportunizando empresas hamburguenses a vender os seus produtos para outros Estados e Países, o estande marca presença em feiras como Couromoda e Francal, em São Paulo/SP, SICC e Zero Grau, em Gramado/RS, e Fimec e Courovisão, em Novo Hamburgo.
Composta por mezanino e plataforma de embarque e desembarque tipo ilha central. Acesso por meio de prédios de apoio leste/oeste. 15 pontos comerciais (13 mezanino, 1 plataforma e 1 no prédio de acesso oeste) 3 elevadores / 4 escadas rolantes / 4 escadas fixas
foto - Trensurb
NOVO HAMBURGO A MAIOR CIDADE DE ORIGEM ALEMÃ DO PAÍS. 
imagem - ?
População estimada 2016 (1) - 249.113 
Área da unidade territorial 2015 (km²) - 223,821 
Densidade demográfica 2010 (hab/km²) - 1.067,55 
Código do Município 4313409 
Gentílico - Novo-hamburguense 
ORIGEM DO NOME
O NOME DA CIDADE É UMA REFERÊNCIA À CIDADE ALEMÃ DE HAMBURGO.
O primeiro nome foi Hamburger Berg, que significa Morro dos Hamburgueses. Mais tarde Hamburgo Velho.
Gentílico: novo-hamburguense
HISTÓRICO
Antes da colonização dessas terras, os Charruas e os Minuanos povoavam a região. 
A primeira tentativa de colonização com açorianos não deu resultado. Conhecido como Hamburguer-Berg, o núcleo gerador da cidade de Hamburgo Velho foi iniciado em 1824, com a fixação de imigrantes alemães e, posteriormente, italianos.
O local era propício porque lá passavam estradas que ligavam a Porto Alegre, sendo passagem obrigatória. Com a construção da estrada de ferro, em 1876, o movimento comercial foi deslocado em 3 km, surgindo a New Hamburg. O último núcleo facilmente progrediu, deixando o original em situação secundária. 
Novo Hamburgo é considerado a maior cidade de origem alemã do Rio Grande do Sul.
foto - ?
ALGUNS BAIRROS DA CIDADE
ALPES DO VALE 
Bairro mais novo do município, foi criado somente em 2007, por iniciativa do então vereador Cleonir Bassani. A localidade se insere em uma área de preservação ambiental, por isso foi necessário redefinir os limites dos bairros Diehl, Roselândia e São José. Eles cederam, respectivamente, 50%, 30% e 20% dos lotes para o novo bairro. Conforme a justificativa do autor, o projeto objetivou facilitar o desenvolvimento de serviços no loteamento Alpes do Vale, existente há mais de 20 anos mas até então sem identidade própria, fato que gerava dificuldades para seus habitantes com relação a serviços de entregas e transporte. 
Habitantes: 1.453
foto - Anelise Kunrath
BOA SAÚDE
Integra Novo Hamburgo há apenas 14 anos. A área pertencia a São Leopoldo e a anexação foi aprovada em plebiscito em outubro de 1995 e regulamentada pelo governo do Estado em dezembro do mesmo ano.
Habitantes: 11.355
Residências: 2.581 
Indústria: 24 
Comércio: 70 
Serviços: 64
foto - ?
BOA VISTA 
Recebeu este nome em 1956. Na época, a região era conhecida como Morro dos Cabritos, por causa das criações. Com a implantação de loteamentos, a população escolheu o lugar para morar por ser tranqüilo e oferecer vista privilegiada. 
Habitantes: 2.976
Residências: 1.220 
Indústria: 41 
Comércio: 87 
Serviços: 284
foto - ?
CANUDOS 
É o bairro que ocupa a maior área urbana do município e também tem a maior população. O nome é uma referência à Revolta de Canudos, ocorrida no fim do século 19, no interior da Bahia, e que foi imortalizada na obra Os Sertões, de Euclides da Cunha. 
Habitantes: 62.292
Residências: 13.155 
Indústria: 415 
Comércio: 969 
Serviços: 1.146
foto - ?
CENTRO 
No início do século 19, a região onde está o Centro da cidade era pouco valorizada. Foi a partir de 1868, com a construção da Estrada de Ferro entre Porto Alegre e Hamburgo Velho, que o local começou progredir. Adam Adolf, filho mais novo de Johann Peter Schmidt, herdou as terras onde estão as praças 20 de Setembro e Imigrante, justamente porque tinham pouco valor. 
Habitantes: 7.879
Residências: 4.115 
Indústria: 295 
Comércio: 2.321 
Serviços: 3.313
foto - ?
DIEHL 
Tem esse nome em homenagem ao imigrante vindo da Alemanhã, Emílio Diehl, que ali morou por mais de 60 anos. Destaca-se no bairro o loteamento Kephas, construído em 1978 em forma de mutirão, envolvendo Prefeitura e moradores. 
Habitantes: 9.341
Residências: 2.143 
Indústria: 127 
Comércio: 205 
Serviços: 347
foto - ?
GUARANI 
Um dos mais antigos bairros de Novo Hamburgo era conhecido como África, pois ali moravam famílias descendentes de escravos. O atual nome foi dado por uma associação de moradores, que em todas as reuniões utilizava uma bandeira com um índio estampado e, sob ele, duas mãos se apertavam, simbolizando a união. 
Habitantes: 5.715 
Residências: 3.010 
Indústria: 69 
Comércio: 131 
Serviços: 384
foto - Rafael Splinder
JARDIM MAUÁ 
O bairro é uma junção das vilas Fleck e Vogel e ganhou este nome quando a prefeitura decidiu eliminar a nomeclatura "vila" de diversas áreas da cidade. É uma das regiões habitacionais mais valorizadas de Novo Hamburgo. 
Habitantes: 5.811 
Residências: 2.008 
Indústria: 38 
Comércio: 110 
Serviços: 299
foto - ?
SÃO JOSÉ 
Foi uma das primeiras áreas da cidade ocupada pelos imigrantes alemães, a partir de Hamburgo Velho. Durante muitos anos, era a principal ligação entre Hamburger Berg e Dois Irmãos. O nome é uma homenagem aos católicos, maioria entre os colonizadores. 
Habitantes: 5.851 
Residências: 1.443 
Indústria: 62 
Comércio: 153 
Serviços: 144
foto -  Paulo Barcelos
ATRATIVOS CULTURAIS DE NOVO HAMBURGO
BAIRRO HISTÓRICO DE HAMBURGO VELHO
O povoado de Hamburgerberg, núcleo inicial de Novo Hamburgo, teve sua origem nas casas comerciais e de artefatos que se estabeleceram num entroncamento de importantes estradas do século passado: o caminho das tropas, que vinham dos Campos de Cima da serra e da Estrada do Norte. Desde as picadas de Dois Irmãos, Bom Jardim e Travessão, essas vias encontravam-se para, logo em seguida, dividirem-se rumo ao Sul, via São Leopoldo, em direção ao oeste, via Porto dos Guimarães (São Sebastião do Caí).
foto - PMNH
Hamburgo Velho
Novo Hamburgo nasceu em Hamburgo Velho (Hamburger Berg). O primeiro lote de terra dado aos imigrantes é hoje a Sociedade Aliança. 
Habitantes: 2.625
Residências: 1.002 
Indústria: 137 
Comércio: 378 
Serviços: 551
foto - ?
Confluência de caminhos, o povoado cresceu espontaneamente com ruas estreitas, largos becos, praças, casarios e quintais. Em 1857 seria a sede do quarto distrito de São Leopoldo, com o nome de Nossa Senhora da Piedade de Hamburgerberg. Quando, em 1927, Novo Hamburgo se emancipou, o antigo núcleo, então já denominado Hamburgo Velho, passou a segundo distrito do recém criado município.
Hoje, Hamburgo Velho é um bairro da cidade, que preserva uma rica paisagem urbana, onde as referências da imigração alemã ainda persistem. Destacam-se no conjunto do Sítio Histórico os seguintes prédios:
foto - ?
MUSEU COMUNITÁRIO CASA SCHMITT- PRESSER
Construída na primeira metade do século XIX, a Casa Schmitt-Presser é um dos mais antigos exemplares da arquitetura enxaimel e uma das únicas no Rio Grande do Sul que ainda conserva todas as suas características originais. Foi tombada em 1985 como patrimônio histórico e artístico nacional.
Situada no Centro Histórico de Hamburgo Velho, bairro que preserva muitos testemunhos arquitetônicos da imigração alemã, a Casa Schmitt é hoje um Museu Comunitário em constante atividade.
João Pedro Schmitt foi imigrante do Hessen, região da Alemanha. Viveu nessa casa e nela atuou como importante comerciante da região. Sua influência e prestígio fizeram com que fosse considerado um dos fundadores da cidade.
foto - PMNH
Endereço
Avenida General. Daltro Filho, 929
Fone: (51) 3593-6233
Horário de visitação: terças a sextas-feiras, das 8h30min às 11h30min e das 13h30min às 17h. Sábados e domingos das 11h às 17h
Ônibus: Circular Hamburgo Velho com intervalos de aproximadamente 20 minutos em dias úteis, das 6h15min às 23h
Como chegar: Partindo do Receptivo Turístico (Rua Lima e Silva, 333 – Centro), siga a leste em direção à Avenida Pedro Adams Filho / Rua Bento Gonçalves/ à esquerda na Rua Marcílio Dias. Na segunda rotatória pegue a segunda saída à esquerda para a Avenida Dr. Maurício Cardoso. Continue até a Rua General Daltro Filho. O museu fica à direita da rua.
foto - ?
FUNDAÇÃO ERNESTO FREDERICO SCHEFFEL 
Construído no ano de 1890, por Adão Adolfo Schmitt, o casarão em estilo neoclássico, onde atualmente está a Fundação Scheffel, serviu como residência, local de eventos culturais e casa comercial. Inteiramente restaurado pela municipalidade na década de 1970, hoje abriga mais de 400 obras de Ernesto Frederico Scheffel, constituindo-se numa das maiores pinacotecas do mundo que expõe obras de um mesmo artista. 
Situado no Centro Histórico de Hamburgo Velho e sendo o primeiro imóvel do município restaurado e revitalizado, a Fundação Scheffel sente-se comprometida e responsável em trabalhar pela conscientização e preservação do patrimônio histórico da cidade. Um trabalho desenvolvido há 30 anos e que repercutiu e desencadeou ações semelhantes nos municípios vizinhos e na região.
Como no passado, hoje a Fundação promove eventos culturais – palestras, seminários, recitais, entre outros – já tradicionais na cidade e dos quais participam os mais diversos públicos. 
foto - PMNH
Endereço
Avenida General Daltro Filho, 911.
Fone: 3593-6233
Horário de visitação: terças a sextas-feiras, das 8h30min às 11h30min e das 13h30min às 17h. Sábados e domingos, das 11h às 17h
Ônibus: Circular Hamburgo Velho com intervalos de aproximadamente 20min, em dias úteis, das 6h15min às 23h
Como chegar: Partindo do Receptivo Turístico (Rua Lima e Silva, 333 – Centro), siga a leste em direção à Avenida Pedro Adams Filho / Rua Bento Gonçalves/ à esquerda na Rua Marcílio Dias. Na segunda rotatória pegue a segunda saída à esquerda para a Avenida Dr. Maurício Cardoso. Continue até a Rua General Daltro Filho. O museu fica à direita da rua.
foto - ?
PADARIA REISS
A partir de sua construção, em 1923, abrigou a mais moderna padaria da região, equipada com o primeiro forno a vapor do Estado, que se encontra no local. Funcionou até 1943. Foi restaurada na década de 1980 e hoje abriga escritórios e espaços comerciais. 
foto - Jorge Luis Stocker
Endereço
Rua General Daltro Filho, ao lado Fundação Ernesto Frederico Scheffel
Ônibus: Circular Hamburgo Velho com intervalos de aproximadamente 20min, em dias úteis, das 6h15min às 23h.
Como chegar: Partindo do Receptivo Turístico (Rua Lima e Silva, 333 – Centro), siga a leste em direção à Avenida Pedro Adams Filho / Rua Bento Gonçalves/ à esquerda na Rua Marcílio Dias. Na segunda rotatória pegue a segunda saída à esquerda para a Avenida Dr. Maurício Cardoso. Continue até a Rua General Daltro Filho. O museu fica à direita da rua.
foto - ?
CASA DA LIRA
A casa foi construída na década de 1890 e nela residia o professor e regente Samuel Dietschi, que dava aulas particulares de vários instrumentos musicais. O professor foi, por muitos anos , regente da Orquestra da Sociedade Frohsinn, atual Sociedade Aliança. 
A família Dietschi também manteve um internato para moças no local e após o rebaixamento da Rua General Daltro Filho, em 1923, foi instalado no térreo da casa um bazar, onde eram comercializados instrumentos musicais, partituras, porcelanas, cristais e outros artigos importados.
foto - Jorge Luis Stocker
Endereço
Rua Daltro Filho, 880 (em frente à Fundação Ernesto Frederico Scheffel) 
Ônibus: Circular Hamburgo Velho com intervalos de aproximadamente 20min, em dias úteis, das 6h15min às 23h.
Como chegar: Partindo do Receptivo Turístico (Rua Lima e Silva, 333 – Centro), siga a leste em direção à Avenida Pedro Adams Filho / Rua Bento Gonçalves/ à esquerda na Rua Marcílio Dias. Na segunda rotatória pegue a segunda saída à esquerda para a Avenida Dr. Maurício Cardoso. Continue até a Rua General Daltro Filho. O museu fica à esquerda da rua.
foto - ?
TURISMO RELIGIOSO
IGREJA DA ASCENSÃO
O primeiro templo foi erguido em 1895 e o atual, construído em estilo gótico, em 1951. Destaque aos vitrais, abóbadas, arcos e torres que abrigam dois sinos de tubos da ARBHN, além da iluminação noturna.
Endereço
Rua Bento Gonçalves, 2434. 
Fone: 3582-4399. 
Visitação diária: das 8h às 11h e das 13h30min às 18h. 
foto - Lací Todeschini
CATEDRAL BASÍLICA SÃO LUIZ GONZAGA
A primeira igreja foi construída em 1926 e a atual em 1950, em estilo romano basilical. Possui em seu interior, afrescos de Aldo Locatelli, Marciano Schmitz, Emílio Sessa e Irmão Nilo. Destaque ao frontão com duas torres, contornando com grandes arabescos e ao órgão de tubos ARBOHN. À noite proporciona um belo espetáculo com suas torres iluminadas. 
Endereço
Rua Cidade de Atlântida, 34. 
Fone: 3593-1263.
Visitação: diariamente das 7h às 19h30min.
foto - PMNH
SANTUÁRIO DAS MÃES
Local sagrado para peregrinações com capela onde são realizadas missas. No mês de maio ocorre a consagrada caminhada das Mães. 
Endereço
Próximo à confluência das rodovias BR 116 e RS 239, no bairro Alpes do Vale em Novo Hamburgo. 
Fone: 3036-2438 / 3527-1054.
foto - PMNH
IGREJA NOSSA SENHORA DA PIEDADE
Em 1851 foi construída primeira Capela Nossa Senhora da Piedade. Em 1886, a igreja foi ampliada e provida de uma torre. O atual templo em estilo romano, dedicado à Nossa Senhora da Piedade, foi projetado pelo arquiteto Cristiano de La Paix Gelbert, com uma torre de 35 metros de altura, inaugurado em 1936. 
Em 2003, um incêndio destruiu parte da igreja. Dois anos depois, ela foi reinaugurada, completamente restaurada, com recursos angariados pelos paroquianos. No incêndiom foram atingidos principalmente os vitrais, as pinturas internas e o forro.
A igreja é muito procurada para celebrações matrimoniais, por sua bela arquitetura, pinturas decorativas e excelente acústica.
Endereço
Rua Leão XIII, 180
Fone: (51) 3595-4425
Horário de atendimento: Segunda a sábado, das 8h30min às 11h30min e das 13h30min às 18h. Aos domingos, das 7h às 11h30min e das 17h às 19h.
foto - PMNH
IGREJA EVANGÉLICA LUTERANA TRÊS REIS MAGOS
Foi a primeira igreja evangélica construída em Novo Hamburgo e uma das primeiras do Estado. Em 1936, foi instalado o primeiro órgão de tubo fabricado pela ARBOHN, em Novo Hamburgo. O nome da igreja evoca a data da sua inauguração, ocorrida no dia alusivo aos Três Reis Magos, em 1833. Destaca-se a torre, que abriga os três sinos e o relógio.
Endereço
Rua Júlio Kunz, 75
Fone: (51) 3595-2259 
Visitação: diariamente, das 8h às 11h e das 14h às 18h. Dirigir-se à secretaria caso a igreja esteja fechada
Ônibus: Circular Hamburgo Velho com intervalos de aproximadamente 20min, em dias úteis, das 6h15min às 23h
foto - PMNH
IGREJA CATÓLICA SÃO JOSÉ DE LOMBA GRANDE
Fundada em 24 de maio de 1940. Tem como padroeiro São José. No entorno da Igreja encontra-se o coreto onde as bandinhas tocavam e as antigas quermesses se realizavam. O coreto é mais antigo que a torre da igreja.
Endereço
Rua João Aloysio Allgayer, 1311.
Fone: (51) 3596-1298.
CEP: 93490-000
foto - PMNH
IGREJA EVANGÉLICA DE CONFISSÃO LUTERANA
Fundada em 5 de março de 1848, guarda em seu interior um dos primeiros órgãos de tubos instalados no Brasil em funcionamento.
Endereço
Rua Martin Luther, 600 - Lomba Grande.
ATRATIVOS NATURAIS
PARQUE FLORESTA IMPERIAL
Considerado uma das principais áreas públicas de Novo Hamburgo, o Parque Floresta Imperial está localizado na Rua Coronel Travassos, 197, no Bairro Rondônia. No centro do parque encontra-se o “Monumento à Bíblia”, obra realizada pelo artista hamburguense Marciano Schmitz. A história do Parque Floresta Imperial remonta a meados do século passado. Quando Dom Pedro II em uma de suas visitas ao Rio Grande do Sul, então Província de São Pedro, passou pela cidade. Dizem que teria se hospedado na “casa antiga”, na entrada do parque. O que é mais provável, na verdade, é que seus oficiais tenham ali pernoitado. Os soldados ficaram acampados ao redor da casa, na área que hoje compreende o parque. Daí a denominação “Floresta Imperial”. A casa foi reformada com materiais originais, sendo respeitada a estrutura da construção. Reestruturado, o Parque foi inaugurado em 22 de dezembro de 1979. Nos seus 7,5 hectares há gramados, vegetação e muitas árvores. Dispõe ainda de 55 churrasqueiras, cancha de esportes, campo de futebol, galpão crioulo, restaurante, sanitários e tanques.
foto - Paulo Barcelos
LOMBA GRANDE
Um refúgio natural no coração da região Metropolitana
Nem dá pra imaginar. Um paraíso em plena Região Metropolitana de Porto Alegre. Assim é Lomba Grande, um dos principais pontos de visitação em Novo Hamburgo, onde os atrativos naturais se somam a diversos empreendimentos voltados para o lazer e o turismo.
Lomba Grande também abrigou os primeiros imigrantes alemães que se instalaram na feitoria do Linho Cânhamo, na época pertencente a São Leopoldo. Hoje constitui-se num dos principais pontos de visitação da cidade, onde os atrativos naturais do bairro junto aos empreendimentos voltados para o lazer e o turismo atraem diversos visitantes.
foto - PMNH
São hípicas, sítios de lazer, balneários e um centro de educação ambiental, que permitem aos turistas o desfrute de atividades ao ar livre, como cavalgada, turismo de aventura, contato com animais, recreação em piscinas, montanhismo, ciclismo e uma série de outras atividades.
Também é em Lomba Grande que são colhidos os hortifrutigranjeiros sem agrotóxicos que abastecem as feiras do produtor rural na cidade. Além disso também há propriedades de agricultura familiar e cooperativa que produzem produtos coloniais e integrais.
Há restaurantes que oferecem a comida colonial com produtos frescos do próprio bairro. O bairro também possui diversos atrativos culturais, como as igrejas, cemitérios e um roteiro que contempla visitação a artistas plásticos.
foto - PMNH
No andar da carreta
Não bastasse a natureza deslumbrante, as opções de lazer e a saborosa comida colonial, Lomba Grande oferece aos visitantes uma grande variedade de atrativos culturais: festas nas comunidades, festivais, carreteadas, mostras de artesanato, visitação a igrejas e cemitérios e um roteiro de visitação a artistas plásticos. A carreteada de boi foi o transporte utilizado pelos colonos alemães para propagar a produção de Lomba Grande.
CONHEÇA UM POUCO MAIS DE NOVO HAMBURGO
CENTRO HISTÓRICO - PATRIMÔNIO CULTURAL
imagem - Vilson Flôres
EM UM AMANHECER
imagem - Barriga Verde
NO ENTARDECER
imagem - Barriga Verde
PREFEITURA MUNICIPAL
foto - ?
CENTRO ADMINISTRATIVO - PREFEITURA E FÓRUM DE JUSTIÇA
foto - ?
FÓRUM DE JUSTIÇA
foto - ?
CATEDRAL DE SÃO LUIZ
imagem - Vilson Flôres
imagem - Cláudio L. Bender
imagem - Cláudio L. Bender
imagem - Vilson Flôres
IGREJA DA ASCENSÃO DO SENHOR
imagem - Analise Kunrath
IGREJA DOS TRÊS REIS MAGOS
imagem - Analise Kunrath
Onde ir
Ao chegar a Novo Hamburgo, você perceberá que a cidade gira em torno da produção de calçados. Uma de suas atrações principais é o Museu Nacional do Calçado, que conta com uma réplica de sapataria onde é possível ver um acervo de pares de sapatos antigos e que já pertenceram a personalidades. Outro ponto turístico na área de calçados é o Monumento ao Sapateiro, em homenagem aos operários que trabalham nas fábricas de calçados.
AQUI O MONUMENTO AO SAPATEIRO
imagem - Vilson Flôres
imagem - ?
imagem - ?
imagem - Vilson Flôres
imagem - Vilson Flôres
imagem - Vilson Flôres
imagem - Vilson Flôres
MONUMENTO AO IMIGRANTE ALEMÃO
imagem - Analise Kunrath
RUA DE HAMBURGO VELHO
imagem - ?
imagem - ?
imagem - ?
imagem - Barriga Verde
imagem - ?
imagem - Barriga Verde
ESTA EH A BANDEIRA DA CIDADE
ESTE EH O BRASÃO DO MUNICÍPIO
fonte / fotos = IBGE / Thymonthy Becker / Portal da Prefeitura Municipal / Divulgação / Wikipédia / 





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Minas são muitas, Todas são gerais