Pular para o conteúdo principal

BIBLIOTECA MARCIANA / VENEZA / ITÁLIA - Com as mais Ricas coleções de manuscritos do mundo dentre 1.000.000 de obras impressas




LINHA DO TEMPO DA "BIBLIOTECA MARCIANA" / VENEZA / ITÁLIA
BIBLIOTECA MARCIANA / VENEZA / ITÁLIA
A BIBLIOTECA NAZIONALE MARCIANA (OU SEJA, A BIBLIOTECA DE SÃO MARCOS, PADROEIRO DE VENEZA)
É A MAIS IMPORTANTE BIBLIOTECA DE VENEZA E UMA DAS MAIORES DE ITÁLIA. CONTÉM UMA DAS MAIS RICAS COLEÇÕES DE MANUSCRITOS DO MUNDO.
É CONHECIDA EM ITALIANO SOB OS NOMES ALTERNATIVOS DE BIBLIOTECA DI SAN MARCO, LIBRERIA MARCIANA, LIBRERIA SANSOVINIANA, LIBRERIA VECCHIA, LIBRERIA DI SAN MARCO OU SIMPLESMENTE LA MARCIANA.
OCUPA PARTE DOS EDIFÍCIOS DA PRAÇA DE SÃO MARCOS NA PIAZZETTA DEI LEONCINI, NA MARGEM DO GRANDE CANAL DE VENEZA.
EM 1362 PETRARCA PROPÔS QUE FOSSE CRIADA UMA BIBLIOTECA PÚBLICA EM VENEZA. O PROJETO NÃO SE REALIZOU, MAS O POETA LEGOU A SUA BIBLIOTECA PESSOAL À CIDADE (HOJE ESTÁ CONSERVADA NA "MARCIANA").
O PRIMEIRO PASSO PARA A BIBLIOTECA PÚBLICA DATA DA DOAÇÃO DO CARDEAL BESSARION, QUE ENTREGOU OS SEUS LIVROS À REPÚBLICA DE VENEZA AD COMMUNEM HOMINUM UTILITATEM (EM 31 DE MAIO DE 1468): 746 MANUSCRITOS DOS QUAIS 482 EM GREGO E 246 EM LATIM, AOS QUAIS SE JUNTARAM 250 OUTROS MANUSCRITOS APÓS A MORTE DO DOADOR.
A BIBLIOTECA VIU AS SUAS COLEÇÕES ENRIQUECEREM GRAÇAS A INÚMERAS DOAÇÕES E LEGADOS, BEM COMO POR INCORPORAÇÃO DE OUTRAS BIBLIOTECAS DA CIDADE E DA REPÚBLICA.
UMA IMPORTANTE PARTE DAS OBRAS PROVÉM DE CONSTANTINOPLA, DEPOIS DA CIDADE TER SIDO TOMADA PELOS OTOMANOS: ISTO FEZ DE VENEZA O PRINCIPAL CENTRO DE ESTUDO DOS CLÁSSICOS GREGOS, O QUE ATRAIU NUMEROSOS HUMANISTAS. UM CERTO NÚMERO REUNIA-SE EM VOLTA DE ALDE MANUCE NA ACADEMIA ALDINA.
EM 1603, UMA LEI ENTROU EM VIGOR, IMPONDO A TODOS OS IMPRESSORES DE VENEZA O DEPÓSITO DE UMA CÓPIA DE CADA OBRA À MARCIANA. ESTA ÚLTIMA TORNA-SE ASSIM A BIBLIOTECA CENTRAL DA REPÚBLICA.
DEPOIS DA QUEDA DA REPÚBLICA, AS COLEÇÕES DOS ESTABELECIMENTOS RELIGIOSOS, SUPRIMIDAS POR NAPOLEÃO FORAM PARA A MARCIANA.
A BIBLIOTECA TEM HOJE O ESTATUTO DE BIBLIOTECA PÚBLICA DO ESTADO. AS SUAS COLEÇÕES INCLUEM:
1.000.000 DE OBRAS IMPRESSAS ANTIGAS E MODERNAS
2.283 INCUNÁBULOS
13.000 MANUSCRITOS
24.055 LIVROS DO SÉCULO XVI
AS OBRAS MAIS CONHECIDAS SÃO DOIS CÓDICES DA ILÍADA, O HOMERUS VENETUS A (SÉCULO X) E O HOMERUS VENETUS B (SÉCULO XI). ENCONTRA-SE IGUALMENTE NA MARCIANA A CHRONOLOGIA MAGNA DE FRA PAOLINO, MANUSCRITO DE PLÍNIO, CÓPIA DE 1481 QUE PERTENCEU A GIOVANNI PICO DELLA MIRANDOLA, UM EXEMPLAR DO PRIMEIRO LIVRO IMPRESSO EM VENEZA, NUMEROSAS EDIÇÕES ALDINAS, UMA RICA COLEÇÃO DE CARTAS E DE ATLAS (INCLUINDO UMA CÓPIA DO MAPA-MÚNDI DE FRA MAURO), DENTRE OUTROS


fonte / fotos = Wikipédia / Thymonthy Becker / Divulgação / 


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

DIANÓPOLIS / TOCANTINS - Berço cultural do estado, tem mais à oferecer, cascatas, cachoeiras, museu e "garganta"; platô da serra geral com cânions e mirantes

LINHA DO TEMPO DA CIDADE DE "DIANÓPOLIS" / TOCANTINS / BRASIL DIANÓPOLIS
BEM VINDO A CIDADE DE DIANÓPOLIS. CIDADE DO DIANOFOLIA
imagem - ? População estimada 2016 (1) - 21.457
Área da unidade territorial 2015 (km²) - 3.217,313
Densidade demográfica 2010 (hab/km²) - 5,94
Código do Município 1707009
Gentílico - dianopolino
ORIGEM DO NOME DE DIANÓPOLIS, TO
A origem do nome "Dianópolis" está relacionada a Francisco das Chagas Moura, que foi prefeito do município entre os anos de 1934 a 1938. Então, a cidade chamava-se "São José do Du•ro". "Duro" era uma simplificação de "D´ouro", uma vez que a região era rica em ouro em seu subsolo. Quando prefeito, Francisco Moura indicou que a cidade fizesse uma homenagem às senhoras do lugar que chamavam-se "Custodiana", conhecidas pela alcunha de "Diana". Daí a indicação da cidade passar a chamar-se "Dianópolis", quer dizer, "Terra das Dianas".
Gentílico: …

CATAGUASES / MINAS GERAIS - Venha ver e fazer filmes nesta cidade cinematográfica. Deixe saudades e leve lembranças

LINHA DO TEMPO DA CIDADE DE "CATAGUASES" / MINAS GERAIS / BRASIL “O nome Cataguases vem – pelo menos, até provas em contrário, pois muitas são as controvérsias nessa cidade em constante questionamento – , pois é, o nome Cataguases parece que vem de uma tribo de índios que habitava a região, os ‘Catu-auás’. Dizem que o nome catu-auá significa em tupi-guarani ‘terra de gente boa’. E Cataguases sabe receber muito bem. Quem bebe da água do Rio Pomba nunca deixa de voltar. Dizem. ” Confira alguns dos mais importantes pontos turísticos de Cataguases. Além de inúmeras obras artísticas e arquitetônicas modernas tombadas pelo IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional), Cataguases também oferece inúmeras construções marcantes do final do século XIX, belíssimas paisagens naturais, museus, centros culturais e muito mais! PONTE METÁLICA (DE 1.914) A construção da Ponte Metálica foi determinada em 1910, devido à solicitação do deputado federal Astolpho Dutra Nicácio. Ela…

BRAGANÇA / PARÁ - A cidade respira Fé, Tradição e Cultura, nas belezas de suas praias, manguezais, rios, igarapés e ilhas

LINHA DO TEMPO DA CIDADE DE "BRAGANÇA" / PARÁ / BRASIL  Bragança, localizada na região nordeste do Pará, a 210 quilômetros de Belém, capital do Estado, é um dos municípios mais procurados pelos turistas ao longo do ano, em especial durante as férias escolares.
Lar da Marujada, manifestação cultural que reúne milhares de pessoas no município para festejar São Benedito, Bragança tem praias oceânicas belíssimas, pra quem quiser aproveitar em qualquer época do ano.

A cidade, de origem portuguesa, guarda na sua cultura características religiosas marcantes e também festeja São Sebastião e Nossa Senhora de Nazaré.
Suas fronteiras são estratégicas. Assim, o município oferece o maior número de opções aos turistas: ao Norte está o oceano Atlântico, ao Sul, o município de Santa Luzia do Pará, a Leste os municípios de Augusto Corrêa e Vizeu e a Oeste, Tracuateua.

Na língua tupi, Caeté quer dizer 'mato grande' e, por estar localizada à margem esquerda do rio Caeté, Bragança é c…