Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

WASSERSTRASSENKREUZ / ALEMANHA - RIO POR CIMA DE RIO - COM 920 METROS DE COMPRIMENTO, A MAIOR PONTE NAVEGÁVEL DO MUNDO EH UMA ATRAÇÃO TURÍSTICA

CATAGUASES / MINAS GERAIS - Venha ver e fazer filmes nesta cidade cinematográfica. Deixe saudades e leve lembranças




LINHA DO TEMPO DA CIDADE DE "CATAGUASES" / MINAS GERAIS / BRASIL
“O nome Cataguases vem – pelo menos, até provas em contrário, pois muitas são as controvérsias nessa cidade em constante questionamento – , pois é, o nome Cataguases parece que vem de uma tribo de índios que habitava a região, os ‘Catu-auás’. Dizem que o nome catu-auá significa em tupi-guarani ‘terra de gente boa’. E Cataguases sabe receber muito bem. Quem bebe da água do Rio Pomba nunca deixa de voltar. Dizem. ”
Confira alguns dos mais importantes pontos turísticos de Cataguases.
Além de inúmeras obras artísticas e arquitetônicas modernas tombadas pelo IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional), Cataguases também oferece inúmeras construções marcantes do final do século XIX, belíssimas paisagens naturais, museus, centros culturais e muito mais!
PONTE METÁLICA (DE 1.914)
A construção da Ponte Metálica foi determinada em 1910, devido à solicitação do deputado federal Astolpho Dutra Nicácio. Ela foi erguida para substituir a ponte anterior, de 1842, feita em madeira, que ligava o núcleo urbano de Cataguases à margem oposta do Rio Pomba, que corta a cidade. Com material importado da Alemanha e mão-de-obra especializada, vinda de fora, as obras foram iniciadas dois anos depois e terminadas em 1914.


SANTUÁRIO DE SANTA RITA DE CÁSSIA (DE 1.968)
Em 1941, chega a Cataguases o padre Solindo José da Cunha – e com ele a ousadia de um novo templo, inaugurado apenas em 1968. O projeto de Edgar Guimarães do Valle traz o arrojo da nave livre, do vão central sem colunas. Na parte frontal externa, “A vida de Santa Rita”, painel de Djanira. Em 1995, o interior da nave rompe com o “branco-silêncio” de suas paredes e ganha o mural “A via Cruzis de Jesus Cristo”, assinado por Nanzita.
imagem - SG Trangel
imagem - SG Trangel
imagem - Setigua


PAÇO MUNICIPAL (DE 1.900)
Com suas linhas remetendo ao neoclássico, o Paço, que abriga com exclusividade o corpo administrativo da cidade, foi erguido ao mesmo tempo em que se remodelava a velha igreja matriz, no final do século XIX. O Coronel João Duarte Ferreira, à época uma das grandes fortunas do estado, foi quem financiou a parte final da construção e do mobiliário.
imagem - SG Trangel
ESTAÇÃO FERROVIÁRIA DE CATAGUASES ( DE 1.877)
Uma das mais antigas construções ainda preservadas do conjunto Arquitetônico da Praça Governador Valadares, o prédio – típico de todas as estações da época, seguindo o traçado dos pavilhões industriais ingleses – foi construído no final do século XIX pela Estrada de Ferro Leopoldina. Após a privatização, o prédio foi cedido à Prefeitura Municipal, que o reformou inteiramente, na década de 1990, após seu tombamento pelo IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional). Em 1997, a estação foi reaberta, desta vez como Centro Cultural Eva Nil.
imagem - SG Trangel
COLÉGIO CATAGUASES ( DE 1.957)
Principal obra do arquiteto Oscar Niemeyer em Cataguases, o prédio do Colégio foi encomendado pelo industrial e escritor Francisco Inácio Peixoto para substituir o antigo ginásio da cidade, que funcionava no mesmo local desde 1909.
Entre os anos de 1948 e 1974, o salão nobre recebeu uma das obras-primas do pintor brasileiro Cândido Portinari, o painel “Tiradentes. O acervo do Colégio ainda conta com o painel de pastilhas original do modernista Paulo Werneck e a escultura “O Pensador”, de Jan Zach.
MUSEU DA ELETRICIDADE (DE 1.926)
O Museu da Eletricidade – Espaço Documentário foi inaugurado em 1985 e acha-se instalado em uma construção do início do século XX, com uma tipo de arquitetura urbana muito comum na época. Além do acervo, o Museu abriga um centro didático e interativo sobre o uso da eletricidade, a Super Estação de Energia. 
Na lateral do casarão, ainda dentro de seu complexo,há o Café do Museu e o Anfiteatro Ivan Müller Botelho.
MUSEU CHÁCARA DONA CATARINA
Localizado em posição frontal ao velho prédio da Estação Ferroviária, o Museu está instalado na antiga residência do Coronel João Duarte Ferreira e de sua segunda mulher, a italiana Catarina Zauza. A Chácara encontrava-se em total abandono até o final do século passado quando foi totalmente recuperada juntamente com seus jardins pela Fundação Cultural Ormeu Junqueira Botelho, pela Telemar, pela Usiminas e inaugurada em 2000.
FIAÇÃO E TECELAGEM DE CATAGUASES
A “Fábrica Velha” foi inaugurada em 1905, embora suas obras completas tenham se acabado somente em 1913. O prédio, cuja área instalada tem hoje mais de 11 mil metros quadrados, destinava-se na época a abrigar os modernos teares movidos a eletricidade e todo complexo da Fábrica de Fiação e Tecelagem Manuel Ignácio Peixoto e Filhos. Hoje ele abriga o Instituto Francisca de Souza Peixoto, o “Chica”.

HOTEL CATAGUASES (DE 1.951)
A influência de Oscar Niemeyer, principalmente o traçado do Colégio Cataguases, se faz sentir nesse projeto do final dos anos 1940, realizado por Aldary Toledo. 
Novamente, vê-se aqui uma bela composição realizada a partir de soluções de grande simplicidade e despojamento. O mobiliário é de Joaquim Tenreiro, o paisagismo do Hotel é de Carlos Perry e, na entrada, um espelho d`água serve como pano de fundo para a escultura “Mulher”, de Jan Zach.
GRANDE HOTEL VILLAS (DE 1.893)
Projetado pelo engenheiro Guido Bergamini em 1893, o Grande Hotel Villas é outro integrante do complexo arquitetônico da Praça Governador Valadares, no entorno da Estação Ferroviária. Ele foi construído para sediar a matriz do Banco de Cataguases, a mando do coronel João Duarte Ferreira. Em 1895, João Duarte arrendou o prédio a José Villas Bouçada, que o transformou no Grande Hotel Villas.
HORTO FLORESTAL
O Horto Florestal possui uma área de 70 hectares de terra que se destinam ao cultivo de mudas de várias espécies como: Pau-Brasil, Pau-Ferro, Pinha, Pitanga, Pitomba, Romã, Sapucaia, Sete Casca, Sapoti, Tamarino e outros. Possui também mudas destinadas a arborização e ao paisagismo.
Existe no Horto Florestal uma diversidade enorme de animais como macacos, cachorros do mato, bichos preguiça, pássaros variados, entre outros. No horto, há ainda venda de mudas para jardinagem e arborização.
FEIRA DE ARTESANATO
A Feira de Artesanato é realizada aos sábados na Praça Rui Barbosa e aos domingos na praça Santa Rita. Com barracas padronizadas, os artesãos e fabricantes de doces e salgados caseiros, apresentam seus trabalhos para a comercialização. Os artesanatos são geralmente em madeira, sisal, tecidos, telas, bordados e tricô.Os doces em compotas, pedaços e caldas, são feitos com frutas da época, assim como os licores e os sucos.


BEM VINDO A CIDADE DE CATAGUASES. A PRINCESINHA DA ZONA DA MATA. UMA CIDADE DE CINEMA
imagem - ?
População estimada 2016 (1) - 74.609
Área da unidade territorial 2015 (km²) - 491,767
Densidade demográfica 2010 (hab/km²) - 141,85
Código do Município 3115300
Gentílico - cataguasense
ORIGEM DO NOME
Consta que o topônimo Cataguases foi adotado por sugestão do Coronel José Vieira. Filho do Major Joaquim Vieira e nascido numa fazenda banhada por um pequeno rio com aquele nome, situado no atual Município de Prado. Seu significado é segundo uns, "gente boa", segundo outros, "terra das lagoas tortas", ou, ainda, "povo que mora no país das matas”.
Gentílico: cataguasense
HISTÓRICO
A primitiva povoação de Meia Pataca, hoje cidade de Cataguases e sede do município do mesmo nome, foi fundada pelo francês Guido Tomaz Marlière em terreno doado pelo sargento das ordenanças, Henrique José de Azevedo e por outros moradores do sítio, conhecido, então, por Porto dos Diamantes.
O fato deu-se a 26 de maio de 1826, havendo no local 38 lares de brancos e várias aldeias de índios coroados, coropós e puris.
Sobre a denominação de "Porto dos Diamantes", a mais antiga, admite-se tenha ela vindo do fato de, em 1809 ou 1810, ali terem aportado muitas dignidades eclesiásticas, atraídas pela fama de ser abundante a produção de diamantes no local, fenômeno, aliás, não confirmado.
HOTEL
imagem - Luiz Fernando Leitão
CULTURA
Considerada como cidade histórica de Minas Gerais, Cataguases gravou seu nome no cinema brasileiro com Humberto Mauro, nos anos 1920, alcançou grande repercussão com a revista e o Movimento Verde.
Cataguases esteve à frente no Movimento Moderno de arquitetura na década de 1940, muito por incentivo de Francisco Inácio Peixoto e José Pacheco de Medeiros Filho, que levaram à cidade diversos arquitetos e artistas modernos para desenhar uma nova estética e consequente mentalidade para a cidade. Importantes nomes como Oscar Niemeyer, Cândido Portinari, Burle Marx, Joaquim Tenreiro, Djanira, José Pedrosa, Jan Zach, deixaram seus traços na cidade.
Diversos prédios modernos foram construídos na época e em 1995, o IPHAN decidiu pelo tombamento de uma poligonal no centro da cidade de aproximadamente 60 quadras face à importância de seu patrimônio arquitetônico.
SEDE DO PODER EXECUTIVO - PREFEITURA -
imagem - SG Trangel
HOSPITAL
imagem - SG Trangel
RIO POMBA
imagem - ?
IGREJA DE SÃO CRISTÓVÃO
imagem - SG Trangel
MATRIZ DE SANTA RITA DE CÁSSIA. LATERAL, MURAL, NA PRAÇA E INTERIOR
imagem - SG Trangel
imagem - Setigua
IGREJA DE SÃO SEBASTIÃO
imagem - SG Trangel
IGREJA DE NOSSA SENHORA DO ROSÁRIO
imagem - SG Trangel
IGREJA DO SENHOR DO BONFIM. E NO CONTEXTO DA PRAÇA
imagem - SG Trangel
imagem - SG Trangel
IGREJA DE SÃO JOSÉ OPERÁRIO
imagem - SG Trangel
MOVIMENTO CULTURAL
Na década de 1960, contou com diversos movimentos culturais de vanguarda. Destacando-se o Centro de Arte de Cataguases (CAC), do qual participou Carlos Moura, Paulo Martins, Silvério Torres, Antônio Jaime Soares, entre outros. E o Centro de Arte Experimental de Cataguases (CAEC), além de um grupo de poesia liderado pelos irmãos Branco e por Ronaldo Werneck, do qual também participaram Lina Tâmega Del Peloso, Márcia Carrano, Sebastião Salgado, Arabella Amarante.
Destaque para a produção do filme "O anunciador, o homem das tormentas", de Paulo Martins, que teve início no final da década de 1960 e lançamento no início dos anos 70, vez que se trata de um dos pouquíssimos filmes underground feitos em todo o mundo.
AQUI A ANTIGA FIAÇÃO E TECELAGEM
imagem - SG Trangel
MONUMENTO
imagem - SG Trangel
MONUMENTO A JOSÉ INÁCIO PEIXOTO
imagem - SG Trangel
INSTITUTO DAS IRMÃS CARMELITAS
imagem - SG Trangel
CULTURA HOJE
Nos dias atuais, destacam-se os trabalhos do escritor Luiz Ruffato, vencedor do Prêmio Jabuti com "Eles Eram Muitos Cavalos", e também do artista plástico Luiz Lopez, com suas séries de obras sobre o tema "campo de futebol".
Destacam-se também as recentes aquisições escultóricas, com obras públicas de Amílcar de Castro e Sonia Ebling.
A cidade, que desde o início do século passado mantém acesa a chama literária, realiza desde 2009, o FELICA (Festival Literário de Cataguases) e que já é uma grande referência literária em toda Zona da Mata Mineira.
AQUI OUTRO MONUMENTO
imagem - SG Trangel
PONTE VELHA
imagem - Setigua
NOVA CATAGUASES
Atualmente, Cataguases mantém o o perfil de cidade do cinema realizando anualmente o Festival Ver e Fazer Filmes, que conta com a participação de produtores convidados de várias partes do país e até do exterior para a produção e exibição de curtas.
AQUI A BELÍSSIMA PRAÇA GOVERNADOR VALADARES
imagem - SG Trangel
imagem - SG Trangel
imagem - SG Trangel
imagem - SG Trangel
imagem - SG Trangel
MUSEU CHÁCARA
imagem - SG Trangel
imagem - Setigua
UMA VISÃO GERAL DA CIDADE
imagem - ?
imagem - Setigua
imagem - Setigua
imagem - ?
ESTA EH A BANDEIRA DA CIDADE DE CATAGUASES, MINAS GERAIS

VALEU PELA VISITA, SEMPRE VOLTE A NAVEGAR POR AQUI. ATÉ A PRÓXIMA.

fonte / fotos / Wikipédia / Thymonthy Becker / portal da prefeitura municipal de Cataguases / IBGE /


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

SÃO LUIZ DO PARAITINGA / SÃO PAULO - Em um cenário de ladeiras, ruas, praças, casarões antigos, acontece o carnaval de marchinhas que atrai milhares de turistas anualmente

LINHA DO TEMPO DA CIDADE DE "SÃO LUIZ DO PARAITINGA" / SÃO PAULO / BRASIL A parte central da área urbana foi tombada em 1982 pelo Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico (Condephaat) A Igreja das Mercês foi reerguida com êxito e inaugurada com grande festa no fim de 2011. Paralelamente, surgem novas atrações, como é o caso do Instituto Elpídio dos Santos, um casarão reformado que conta a trajetória do músico nascido na cidade (e traz um memorial sobre as dificuldades enfrentadas nas enchentes). São Luiz do Paraitinga, São Paulo COMO CHEGAR Quem vem de São Paulo deve seguir pelo Complexo Ayrton Senna/Carvalho Pinto até o final e entrar na Via Dutra. Depois de 10 km, em Taubaté, vire à direita na Rod. Oswaldo Cruz (SP-125), seguindo até a cidade. Quem vem do Rio de Janeiro e outros estados ao Norte, deve pegar a Via Dutra até Taubaté. São Luiz é a cidade paulista com o maior número de imóveis tombados Patrimônio Histórico COMO CIRCULAR Além d…

INHAPIM / MINAS GERAIS - No vale do Rio Doce entre as Verdes Montanhas das Minas gerais, uma cidade hospitaleira e charmosa

LINHA DO TEMPO DE "INHAPIM" / MINAS GERAIS / BRASIL
foto - Byllea INHAPIM TEM UMA POPULAÇÃO DE 24.269 HABITANTES(IBGE 2010) Quem nasce em Inhapim é: INHAPINHENSE

ORIGEM DO NOME A origem do nome da cidade vem do pássaro inhapim (Icterus cayanenis) nativo da região.
foto - ? Inhapim é uma palavra do tupi que significa “amanhece” ou “amanhecer”.
A igreja matriz é a porta de entrada da cidade.

foto - ? CONHEÇA UM POUCO MAIS DE INHAPIM POR FOTOS BAIRRO SANTO ANTÔNIO Foto - Gustavo Sturzenecker Moreira
Foto - Gustavo Sturzenecker Moreira
Foto - Gustavo Sturzenecker Moreira
Foto - Gustavo Sturzenecker Moreira
Foto - Gustavo Sturzenecker Moreira DISTRITO DE MACADAME Foto - Gustavo Sturzenecker Moreira Foto - Gustavo Sturzenecker Moreira
Foto - Gustavo Sturzenecker Moreira
Foto - Gustavo Sturzenecker Moreira AABB (ASSOCIAÇÃO ATLÉTICA BANCO DO BRASIL) Foto - Gustavo Sturzenecker Moreira

PONTE NOVA - NAS MARGENS DO RIO PIRANGA

BEM VINDO A CIDADE DE PONTE NOVA. TERRA NATAL DE REINALDO -  ÍDOLO DO CLUBE ATLÉTICO MINEIRO E DA DUPLA SERTANEJA VICTOR & LÉO
foto - ?
PONTE NOVA TEM 57.390 HABITANTES - IBGE 2010 -
QUEM NASCE EM PONTE NOVA EH: PONTENOVENSE
A CIDADE FAZ ANIVERSÁRIO EM 30 DE OUTUBRO E FOI EMANCIPADA EM 1.856
ORIGEM DO NOME 

CÓRREGO FUNDO - 2ª PÁGINA

SEJA MUITO BEM VINDO DE VOLTA À CIDADE DE CÓRREGO FUNDO. TRÊS DISTRITOS QUE SE UNIRAM PARA FORMAR ESTA PEQUENA GRANDE CIDADE DO CENTRO OESTE DAS MINAS GERAIS. DO SONHO À REALIDADE. foto - Thymonthy Becker
CLIK AQUI E VEJA A PRIMEIRA PÁGINA DE CÓRREGO FUNDO
CONHEÇA UM POUCO MAIS DE CÓRREGO FUNDO PELAS LENTES DE MINHA CÂMERA. VEJA ONDE ESTAMOS. CÓRREGO FUNDO JÁ PERTENCEU ÀS CIDADES DE OURO PRETO, SÃO JOÃO DEL REY, TIRADENTES, ITAPECERICA E, POR ÚLTIMO, FORMIGA.

CÓRREGO FUNDO ESTÁ A 727 QUILÔMETROS (08h50min) DA CAPITAL FEDERAL A CIDADE SE ENCONTRA A 203 QUILÔMETROS (03h00min) DA CAPITAL MINEIRA. O MUNICÍPIO ESTÁ A 87 QUILÔMETROS (01h20min) DE DIVINÓPOLIS AQUI PODEMOS VER A SEDE DO GOVERNO MUNICIPAL. FICA NO CÓRREGO FUNDO DE CIMA. foto - Thymonthy Becker ESTIVE EM CÓRREGO FUNDO DIAS ATRÁS E CONHECI UM POUCO MAIS DA HISTÓRIA DA CIDADE. (NÃO PUDE VISITAR, AINDA, CÓRREGO FUNDO DO MEIO) CÓRREGO FUNDO FOI FORMADA COM A UNIÃO DE TRÊS DISTRITOS PRÓXIMOS UM DOS OUTROS.  (CÓRREGO FUNDO DE BAIXO) (CÓRREGO FUND…

CATAS ALTAS DA NORUEGA

SEJA MUITO BEM VINDO A CIDADE DO CAMINHO COLONIAL. SEJA BEM VINDO A CATAS ALTAS DA NORUEGA. MAIS BONITA E MAIS FELIZ AQUI PODEMOS VER A CIDADE DE CATAS ALTAS DA NORUEGA ENCRAVADA NAS MONTANHAS DAS MINAS GERAIS imagem - ? A CIDADE TEM 3.562 HABITANTES - IBGE 2010 QUEM NASCE EM CATAS ALTAS DA NORUEGA EH: CATASALTENSE A CIDADE FAZ ANIVERSÁRIO EM 1º DE MARÇO E FOI EMANCIPADA EM 1.963 ORIGEM DO NOME ALGUNS BANDEIRANTES FORAM MAIS FELIZES ENCONTRANDO COM FACILIDADE E ABUNDÂNCIA O OURO COBIÇADO, QUE AFLORAVA NA TERRA SEM GRANDE TRABALHO DAS ESCAVAÇÕES PROFUNDAS. DAÍ O NOME DA LOCALIDADE - CATAS QUE SIGNIFICA LAVRAS; CATAS ALTAS - LAVRAS ALTAS. JÁ A ORIGEM DO NOME "NORUEGA" AINDA É DESCONHECIDA, A VERSÃO MAIS ACEITA É A QUE O NOME FOI DADO PELOS PRIMEIROS DESBRAVADORES AO ENCONTRAR AQUELES MORROS FRIOS E ÚMIDOS QUE "ESCONDIAM A FACE DO SOL". HISTÓRIA
CATAS ALTAS DA NORUEGA COMEÇOU A SER POVOADA APROXIMADAMENTE EM TORNO DE 1690 POR MEMBROS DAS BANDEIRAS DE MIGUEL GARCIA E DO CORONEL…

ITABIRITO - ENTRE A HISTÓRIA E A MODERNIDADE

BEM VINDO A CIDADE DE ITABIRITO. TERRA DO FAMOSO E PATRIMÔNIO CULTURAL, PASTEL DE ANGU.
foto - Gui Torres
ITABIRITO TEM 45.449 HABITANTES - IBGE 2010 -
QUEM NASCE EM ITABIRITO EH: ITABIRITENSE
A CIDADE FAZ ANIVERSÁRIO EM 07 DE SETEMBRO E FOI EMANCIPADA EM 1.923
ORIGEM DO NOME

ACAÍACA / A MAIS BELA CIDADE DA REGIÃO

BEM VINDO A CIDADE QUE EM QUALQUER DIREÇÃO QUE VOCE LER SEU NOME SERÁ SEMPRE O MESMO. BEM VINDO A ACAIACA.
AQUI DOIS CASARÕES DA CIDADE
imagem - ?
ACAIACA TEM 3.920 HABITANTES - IBGE 2010 -
QUEM NASCE EM ACAIACA EH: ACAIAQUENSE
A CIDADE FAZ ANIVERSÁRIO EM 30 DE DEZEMBRO E FOI EMANCIPADA EM 1.962
ORIGEM DO NOME

RIO PARDO DE MINAS / NAS SETE QUEDAS QUE ENCANTAM

BEM VINDO A CIDADE DE RIO PARDO DE MINAS. imagem - ? RIO PARDO DE MINAS TEM 29.099 HABITANTES - IBGE 2010 - QUEM NASCE EM RIO PARDO DE MINAS EH: RIOPARDENSE A CIDADE FAZ ANIVERSÁRIO EM 13 DE OUTUBRO E FOI FUNDADA EM 1.831 ORIGEM DO NOME Rio Pardo deve o seu nome ao rio de igual nome, em virtude de serem suas águas de cor parda e lamacentas. HISTÓRIA A povoação teve sua origem na mineração de ouro e diamantes praticada por Portugueses, nas serras do atual distrito de Serra Nova. O comércio era estabelecido diretamente com a capital da Bahia e com as cidades de Condeúba, Jacaraci, Caculé e Feira de Santana. Sabe-se que a primeira expedição que pisou terras do atual município foi a denominada Espinosa Navarro, procedente de Caravelas, que percorreu todo o vale do Rio Pardo até entrar no município de Espinosa. Predominavam em todo o município as grandes fazendas de propriedades dos primeiros povoadores portugueses. E desde aquela época toda a atividade econômica do município girava em torno da agr…

LAGOA FORMOSA / CIDADE DAS ROSAS

BEM VINDO A CIDADE QUE EH UMA PEDACINHO DO PARAÍSO NAS MINAS GERAIS. BEM VINDO A LAGOA FORMOSA.
AQUI UMA VISÃO GERAL DA CIDADE COM A LAGOA AO CENTRO.
imagem - CMLF
LAGOA FORMOSA TEM 17.161 HABITANTES - IBGE 2010 -
QUEM NASCE EM LAGOA FORMOSA EH: LAGOENSE
A CIDADE FAZ ANIVERSÁRIO EM 01 DE MARÇO E FOI FUNDADA EM 1.962
ORIGEM DO NOME

DIVISA ALEGRE - NAS MARGENS DA 116 / DIVISA ALEGRE - THE MARGINS OF 116

BEM VINDO A CIDADE DE DIVISA ALEGRE
Welcome to the city of Divisa Alegre foto (photo) Thymonthy Becker DIVISA ALEGRE TEM 5.884 HABITANTES - IBGE 2010 - QUEM NASCE EM DIVISA ALEGRE EH: DIVISALEGRENSE A CIDADE FAZ ANIVERSÁRIO EM 22 DE DEZEMBRO E FUI EMANCIPADA EM 1.995 ORIGEM DO NOME O nome da cidade eh uma referência a sua localização, na divisa com o estado da Bahia.

Divisa Alegre have  5884 inhabitants - ibge 2010 - Who is born  in Divisa Alegre eh: divisalegrense City makes birthday on december 22, 1995 and went emancipated Origin of the name The name of the city eh a reference to its location on the border with the state of bahia. HISTÓRIA  Primeiro morador desta pequena cidade foi José Vaz da Costa e sua esposa Alcina Sousa Meira, que deram a luz ao primeiro filho da cidade, Gilberto Sousa Costa em 10 de Janeiro de 1952. Eles se estabeleceram no local, construíram uma pensão, e em pouco tempo outras pessoas construíram casas e pontos de comércio. Dando origem ao municio que pertencia a Águas …