Pular para o conteúdo principal

DORES DO INDAIÁ / MINAS GERAIS - Fundador e sede do Circuito Turístico "Caminhos do Indaiá" margeada pelo Rio São Francisco




LINHA DO TEMPO DA CIDADE DE "DORES DO INDAIÁ" / MINAS GERAIS / BRASIL
Dores do Indaiá insere-se na política pública de turismo: é município fundador e sede do Circuito Turístico Caminhos do Indaiá.
foto - ?
Em 2003, tendo em vista da necessidade de adotar a política pública de turismo, o Governo de Minas Gerais, através da Secretaria de Estado de Turismo, instituiu o Decreto 43321, dispondo sobre o reconhecimento dos Circuitos Turísticos e sobre as normas de funcionamento.
De acordo com o documento, “para os fins de promoção da política de turismo no âmbito do Estado, serão reconhecidos os Circuitos Turísticos institucionalizados e com personalidade jurídica registrada em cartório”, integrados por municípios “de uma mesma região, com afinidades culturais, sociais e econômicas que se unem para organizar e desenvolver a atividade turística regional de forma sustentável".
foto - ?
Assim, nasceu, em abril de 2008, o Circuito Turístico Caminhos do Indaiá, com a proposta de levar adiante o projeto de desenvolvimento turístico, partindo da percepção da existência de um vasto potencial regional.
BEM VINDO A CIDADE DE DORES DO INDAIÁ. TRADICIONALMENTE LITERÁRIA. MARGEADA PELO RIO SÃO FRANCISCO.
imagem - Leonam
População estimada 2016 (1) - 13.952
Área da unidade territorial 2015 (km²) - 1.111,202
Densidade demográfica 2010 (hab/km²) - 12,40
Código do Município 3123205
Gentílico - dorense
ORIGEM DO NOME
Dores eh uma referência a Nossa Senhora da Dores, padroeira da cidade. E Indaiá eh uma palmeira de porte baixo e ciclo de crescimento lento. Habita originalmente as regiões centro-oeste e Sudeste do Brasil. Sua folhagem já foi utilizada para cobrir telhados. Esta palmeira eh muito como na região onde a cidade nasceu. Dai o nome "Dores do Indaiá"
Gentílico: dorense
Histórico
Dores do Indaiá
Minas Gerais - MG
HISTÓRICO
Os primeiros habitantes foram os índios tapuias que tinham acampamento localizado na atual fazenda tapuia. Posteriormente, um grupo de negros fugidos, formaram alguns quilombos e promoveram o afastamento dos indígenas.
O Primeiro povoador foi Domingos de Brito, sua sesmaria abrangia todo o território do município, mas abandonou a sesmaria sem deixar vestígios.
Pioneiros:
Por volta de 1.865 os irmãos, Amaro, José, Joaquim e João da Costa Guimarães instalaram na região explorando lavoura e criação de gado.
Origem do Topônimo:
Manoel Correia de Souza, proprietário da fazenda Patos, fez a doação do terreno onde foi construída uma Capela em homenagem a Nossa senhora das Dores, aproximadamente em 1.796.
Gentílico: Dorense
AQUI O HOTEL CENTRAL
imagem - ?
CASARÃO HISTÓRICO SEDE DA SANTA CASA
imagem - Gleyson Rodrigues
CASARÃO HISTÓRICO SEDE DO PODER EXECUTIVO - PREFEITURA -
imagem - Biezinho
imagem - Jairo Nunes
CASARÃO HISTÓRICO SEDE DA ESCOLA MUNICIPAL
imagem - Gleyson Rodrigues
ANTIGA ESTAÇÃO FERROVIÁRIA
imagem - Biezinho
CASTELINHO DE INDAIÁ
imagem - Gleyson Rodrigues
imagem - Leandro Cassimiro Alves
imagem - Leandro Cassimiro Alves
CONHEÇA UM POUCO MAIS DA CIDADE DE DORES DO INDAIÁ
imagem - Christyan de Lima
imagem - Jairo Nunes
imagem - Jairo Nunes
imagem - Jairo Nunes
imagem - Biezinho
imagem - Christyan de Lima
imagem - Jairo Nunes
imagem - Jairo Nunes
imagem - Jairo Nunes
imagem - Jairo Nunes
imagem - Christyan de Lima
imagem - Christyan de Lima
imagem - Jairo Nunes
imagem - Jairo Nunes
imagem - Jairo Nunes
imagem - ?
imagem - Jairo Nunes
PRAÇA DOS COQUEIROS - SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS -
imagem - Leonam
imagem - leandro Cassimiro Alves
imagem - Gleyson Rodrigues
imagem - Leandro Cassimiro Alves
MATRIZ DE NOSSA SENHORA DAS DORES, SEU INTERIOR E LATERAL
imagem - Jairo Nunes
imagem - Jairo Nunes
imagem - Jairo Nunes
IGREJA DE SÃO SEBASTIÃO
imagem - Jairo Nunes
SEDE DO PODER LEGISLATIVO - CÂMARA DE VEREADORES -
imagem - Leandro Cassimiro Alves
OS BELOS CASARÕES HISTÓRICOS
imagem - Jairo Nunes
imagem - Montanha
imagem - Christyan de Lima
imagem - Jairo Nunes
imagem - Montanha
imagem - Montanha
imagem - Jairo Nunes
RIO SÃO FRANCISCO
imagem - Christian de Lima
ESTA EH A BANDEIRA DA CIDADE DE DORES DO INDAIÁ, MINAS GERAIS

VALEU PELA VISITA. SEMPRE VOLTE. ATÉ A PRÓXIMA


fotos / fonte = Wikipédia / Thymonthy Becker / Portal da Prefeitura Municipal de Dores do Indaiá / IBGE / Divulgação /


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

DIANÓPOLIS / TOCANTINS - Berço cultural do estado, tem mais à oferecer, cascatas, cachoeiras, museu e "garganta"; platô da serra geral com cânions e mirantes

LINHA DO TEMPO DA CIDADE DE "DIANÓPOLIS" / TOCANTINS / BRASIL DIANÓPOLIS
BEM VINDO A CIDADE DE DIANÓPOLIS. CIDADE DO DIANOFOLIA
imagem - ? População estimada 2016 (1) - 21.457
Área da unidade territorial 2015 (km²) - 3.217,313
Densidade demográfica 2010 (hab/km²) - 5,94
Código do Município 1707009
Gentílico - dianopolino
ORIGEM DO NOME DE DIANÓPOLIS, TO
A origem do nome "Dianópolis" está relacionada a Francisco das Chagas Moura, que foi prefeito do município entre os anos de 1934 a 1938. Então, a cidade chamava-se "São José do Du•ro". "Duro" era uma simplificação de "D´ouro", uma vez que a região era rica em ouro em seu subsolo. Quando prefeito, Francisco Moura indicou que a cidade fizesse uma homenagem às senhoras do lugar que chamavam-se "Custodiana", conhecidas pela alcunha de "Diana". Daí a indicação da cidade passar a chamar-se "Dianópolis", quer dizer, "Terra das Dianas".
Gentílico: …

CATAGUASES / MINAS GERAIS - Venha ver e fazer filmes nesta cidade cinematográfica. Deixe saudades e leve lembranças

LINHA DO TEMPO DA CIDADE DE "CATAGUASES" / MINAS GERAIS / BRASIL “O nome Cataguases vem – pelo menos, até provas em contrário, pois muitas são as controvérsias nessa cidade em constante questionamento – , pois é, o nome Cataguases parece que vem de uma tribo de índios que habitava a região, os ‘Catu-auás’. Dizem que o nome catu-auá significa em tupi-guarani ‘terra de gente boa’. E Cataguases sabe receber muito bem. Quem bebe da água do Rio Pomba nunca deixa de voltar. Dizem. ” Confira alguns dos mais importantes pontos turísticos de Cataguases. Além de inúmeras obras artísticas e arquitetônicas modernas tombadas pelo IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional), Cataguases também oferece inúmeras construções marcantes do final do século XIX, belíssimas paisagens naturais, museus, centros culturais e muito mais! PONTE METÁLICA (DE 1.914) A construção da Ponte Metálica foi determinada em 1910, devido à solicitação do deputado federal Astolpho Dutra Nicácio. Ela…

BRAGANÇA / PARÁ - A cidade respira Fé, Tradição e Cultura, nas belezas de suas praias, manguezais, rios, igarapés e ilhas

LINHA DO TEMPO DA CIDADE DE "BRAGANÇA" / PARÁ / BRASIL  Bragança, localizada na região nordeste do Pará, a 210 quilômetros de Belém, capital do Estado, é um dos municípios mais procurados pelos turistas ao longo do ano, em especial durante as férias escolares.
Lar da Marujada, manifestação cultural que reúne milhares de pessoas no município para festejar São Benedito, Bragança tem praias oceânicas belíssimas, pra quem quiser aproveitar em qualquer época do ano.

A cidade, de origem portuguesa, guarda na sua cultura características religiosas marcantes e também festeja São Sebastião e Nossa Senhora de Nazaré.
Suas fronteiras são estratégicas. Assim, o município oferece o maior número de opções aos turistas: ao Norte está o oceano Atlântico, ao Sul, o município de Santa Luzia do Pará, a Leste os municípios de Augusto Corrêa e Vizeu e a Oeste, Tracuateua.

Na língua tupi, Caeté quer dizer 'mato grande' e, por estar localizada à margem esquerda do rio Caeté, Bragança é c…