quarta-feira, 10 de agosto de 2016

PARQUE PILLNITZ - UM VILAREJO DA SAXÔNIA DE DRESDEN IMPRESSIONA PELA LOCALIZAÇÃO ROMÂNTICA ENTRE ELBA E VINHEDOS




LINHA DO TEMPO DO PARQUE PILLNITZ / DRESDEN / ALEMANHA
O pequeno castelo de Pillnitz, que hoje pertence à cidade de Dresden, impressiona pelo conjunto formado pela sua localização romântica entre o Elba e os vinhedos, um parque idílico e três edificações de extrema originalidade.
Em Pillnitz, um vilarejo da Saxônia que é hoje um bairro de Dresden, o castelo e o parque de Pillnitz ficam diretamente junto ao Elba. No final do século XVII, a propriedade de Pillnitz foi dada ao príncipe Johann Georg IV em troca do castelo de Lichtenwald. Após a súbita morte do príncipe, Pillnitz foi herdado por seu irmão, Frederico Augusto, que o presenteou à sua amante, Anna Constantina von Cosel, em 1706. Em 1716, a condessa de Cosel caiu em desgraça e foi banida da corte, deixando Pillnitz novamente em posse do príncipe. 
No lado voltado para o lado superior do parque, esse palácio à beira das águas é complementado por seu írmão, o "Bergpalais", ou "palácio da montanha". Os dois palácios foram construídos em um misto de barroco tardio e "chinoiserie", estio influenciado pela arte chinesa. Os dois palácios com charme asiático flanqueiam o Novo Palácio, construído pelo arquiteto Christian Friedrich Schuricht. Mas o mais bonito em Pillnitz é o maravilhoso parque. Os 28 hectares foram reformados constantemente, mas até hoje não perderam nada de sua graciosidade original. 
Quem passeia pelo parque vai descobrir inúmeras árvores raras, principalmente no "Jardim Holandês" e no "Jardim de coníferas". Uma bela edificação é também a igreja dos vinhedos, projetada por Pöppelmann, que se destaca com seu alto telhado entre as videiras. Pillnitz é o lugar ideal para iniciar outros passeios pela região, como até a "Suíça da Saxônia", que convida a caminhadas e passios de bicicleta por suas montanhas, florestas, desfiladeiros e rochas íngremes de arenito. A região de Oberlausitz tem também oito paisagens diferentes e um total de 300 quilômetros de trilhas para caminhadas. De volta a Dresden, o Terraço de Brühl, conhecido também como a "Varanda da Europa", oferece uma bela vista da catedral e da ópera Semper.
NO MARAVILHOSO PARQUE DE PILLNITZ SÃO 28 HECTARES REFORMADOS CONSTANTEMENTE, MAS ATÉ HOJE NÃO PERDERAM NADA DE SUA GRACIOSIDADE ORIGINAL.
QUEM PASSEIA PELO PARQUE VAI DESCOBRIR INÚMERAS ÁRVORES RARAS, PRINCIPALMENTE NO "JARDIM HOLANDÊS" E NO "JARDIM DE CONÍFERAS". UMA BELA EDIFICAÇÃO É TAMBÉM A IGREJA DOS VINHEDOS, PROJETADA POR PÖPPELMANN, QUE SE DESTACA COM SEU ALTO TELHADO ENTRE AS VIDEIRAS.
PILLNITZ É O LUGAR IDEAL PARA INICIAR OUTROS PASSEIOS PELA REGIÃO, COMO ATÉ A "SUÍÇA DA SAXÔNIA", QUE CONVIDA A CAMINHADAS E PASSEIOS DE BICICLETA POR SUAS MONTANHAS, FLORESTAS, DESFILADEIROS E ROCHAS ÍNGREMES DE ARENITO. A REGIÃO DE OBERLAUSITZ TEM TAMBÉM OITO PAISAGENS DIFERENTES E UM TOTAL DE 300 QUILÔMETROS DE TRILHAS PARA CAMINHADAS. DE VOLTA A DRESDEN, O TERRAÇO DE BRÜHL, CONHECIDO TAMBÉM COMO A "VARANDA DA EUROPA", OFERECE UMA BELA VISTA DA CATEDRAL E DA ÓPERA SEMPER.
PILLNITZ É UM BAIRRO DA CIDADE, A LESTE DE DRESDEN, NA ALEMANHA. O BAIRRO ESTÁ SITUADO NO LESTE DE DRESDEN. ELA PODE SER ACESSADA POR BARCO, ÔNIBUS, A PÉ AO LONGO DO RIO OU DE BICICLETA. PILLNITZ É MAIS FAMOSA POR SEU CASTELO BARROCO E DO PARQUE, O CHINÊS DE ESTILO CASTELO PILLNITZ.
PILLNITZ É CONHECIDO POR DECLARAÇÃO DE PILLNITZ DE 1791: IMPERADOR LEOPOLDO II EO REI FREDERICO GUILHERME II DA PRÚSSIA, INSTADO POR CARLOS X, EM SEGUIDA, COMTE D'ARTOIS, DECLAROU QUE O REI FRANCÊS LUÍS XVI NÃO ERA PARA SER PREJUDICADO OU PRIVADO DE PODER COMO UMA MANEIRA DE ATACAR O PROGRESSO DA REVOLUÇÃO FRANCESA.
PILLNITZ É TAMBÉM UM LOCAL DE PRODUÇÃO DE VINHO. DURANTE A ENCHENTE DO MILÊNIO DE 2002, EM DRESDEN, FOI UMA DAS ÁREAS MAIS AFETADAS.


fonte/fotos - Wikipédia / Thymonthy Becker / Divulgação / germany.travel

 APAIXONE-SE





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Minas são muitas, Todas são gerais