Pular para o conteúdo principal

PARQUE PILLNITZ - UM VILAREJO DA SAXÔNIA DE DRESDEN IMPRESSIONA PELA LOCALIZAÇÃO ROMÂNTICA ENTRE ELBA E VINHEDOS




LINHA DO TEMPO DO PARQUE PILLNITZ / DRESDEN / ALEMANHA
O pequeno castelo de Pillnitz, que hoje pertence à cidade de Dresden, impressiona pelo conjunto formado pela sua localização romântica entre o Elba e os vinhedos, um parque idílico e três edificações de extrema originalidade.
Em Pillnitz, um vilarejo da Saxônia que é hoje um bairro de Dresden, o castelo e o parque de Pillnitz ficam diretamente junto ao Elba. No final do século XVII, a propriedade de Pillnitz foi dada ao príncipe Johann Georg IV em troca do castelo de Lichtenwald. Após a súbita morte do príncipe, Pillnitz foi herdado por seu irmão, Frederico Augusto, que o presenteou à sua amante, Anna Constantina von Cosel, em 1706. Em 1716, a condessa de Cosel caiu em desgraça e foi banida da corte, deixando Pillnitz novamente em posse do príncipe. 
No lado voltado para o lado superior do parque, esse palácio à beira das águas é complementado por seu írmão, o "Bergpalais", ou "palácio da montanha". Os dois palácios foram construídos em um misto de barroco tardio e "chinoiserie", estio influenciado pela arte chinesa. Os dois palácios com charme asiático flanqueiam o Novo Palácio, construído pelo arquiteto Christian Friedrich Schuricht. Mas o mais bonito em Pillnitz é o maravilhoso parque. Os 28 hectares foram reformados constantemente, mas até hoje não perderam nada de sua graciosidade original. 
Quem passeia pelo parque vai descobrir inúmeras árvores raras, principalmente no "Jardim Holandês" e no "Jardim de coníferas". Uma bela edificação é também a igreja dos vinhedos, projetada por Pöppelmann, que se destaca com seu alto telhado entre as videiras. Pillnitz é o lugar ideal para iniciar outros passeios pela região, como até a "Suíça da Saxônia", que convida a caminhadas e passios de bicicleta por suas montanhas, florestas, desfiladeiros e rochas íngremes de arenito. A região de Oberlausitz tem também oito paisagens diferentes e um total de 300 quilômetros de trilhas para caminhadas. De volta a Dresden, o Terraço de Brühl, conhecido também como a "Varanda da Europa", oferece uma bela vista da catedral e da ópera Semper.
NO MARAVILHOSO PARQUE DE PILLNITZ SÃO 28 HECTARES REFORMADOS CONSTANTEMENTE, MAS ATÉ HOJE NÃO PERDERAM NADA DE SUA GRACIOSIDADE ORIGINAL.
QUEM PASSEIA PELO PARQUE VAI DESCOBRIR INÚMERAS ÁRVORES RARAS, PRINCIPALMENTE NO "JARDIM HOLANDÊS" E NO "JARDIM DE CONÍFERAS". UMA BELA EDIFICAÇÃO É TAMBÉM A IGREJA DOS VINHEDOS, PROJETADA POR PÖPPELMANN, QUE SE DESTACA COM SEU ALTO TELHADO ENTRE AS VIDEIRAS.
PILLNITZ É O LUGAR IDEAL PARA INICIAR OUTROS PASSEIOS PELA REGIÃO, COMO ATÉ A "SUÍÇA DA SAXÔNIA", QUE CONVIDA A CAMINHADAS E PASSEIOS DE BICICLETA POR SUAS MONTANHAS, FLORESTAS, DESFILADEIROS E ROCHAS ÍNGREMES DE ARENITO. A REGIÃO DE OBERLAUSITZ TEM TAMBÉM OITO PAISAGENS DIFERENTES E UM TOTAL DE 300 QUILÔMETROS DE TRILHAS PARA CAMINHADAS. DE VOLTA A DRESDEN, O TERRAÇO DE BRÜHL, CONHECIDO TAMBÉM COMO A "VARANDA DA EUROPA", OFERECE UMA BELA VISTA DA CATEDRAL E DA ÓPERA SEMPER.
PILLNITZ É UM BAIRRO DA CIDADE, A LESTE DE DRESDEN, NA ALEMANHA. O BAIRRO ESTÁ SITUADO NO LESTE DE DRESDEN. ELA PODE SER ACESSADA POR BARCO, ÔNIBUS, A PÉ AO LONGO DO RIO OU DE BICICLETA. PILLNITZ É MAIS FAMOSA POR SEU CASTELO BARROCO E DO PARQUE, O CHINÊS DE ESTILO CASTELO PILLNITZ.
PILLNITZ É CONHECIDO POR DECLARAÇÃO DE PILLNITZ DE 1791: IMPERADOR LEOPOLDO II EO REI FREDERICO GUILHERME II DA PRÚSSIA, INSTADO POR CARLOS X, EM SEGUIDA, COMTE D'ARTOIS, DECLAROU QUE O REI FRANCÊS LUÍS XVI NÃO ERA PARA SER PREJUDICADO OU PRIVADO DE PODER COMO UMA MANEIRA DE ATACAR O PROGRESSO DA REVOLUÇÃO FRANCESA.
PILLNITZ É TAMBÉM UM LOCAL DE PRODUÇÃO DE VINHO. DURANTE A ENCHENTE DO MILÊNIO DE 2002, EM DRESDEN, FOI UMA DAS ÁREAS MAIS AFETADAS.


fonte/fotos - Wikipédia / Thymonthy Becker / Divulgação / germany.travel

 APAIXONE-SE





Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

DIANÓPOLIS / TOCANTINS - Berço cultural do estado, tem mais à oferecer, cascatas, cachoeiras, museu e "garganta"; platô da serra geral com cânions e mirantes

LINHA DO TEMPO DA CIDADE DE "DIANÓPOLIS" / TOCANTINS / BRASIL DIANÓPOLIS
BEM VINDO A CIDADE DE DIANÓPOLIS. CIDADE DO DIANOFOLIA
imagem - ? População estimada 2016 (1) - 21.457
Área da unidade territorial 2015 (km²) - 3.217,313
Densidade demográfica 2010 (hab/km²) - 5,94
Código do Município 1707009
Gentílico - dianopolino
ORIGEM DO NOME DE DIANÓPOLIS, TO
A origem do nome "Dianópolis" está relacionada a Francisco das Chagas Moura, que foi prefeito do município entre os anos de 1934 a 1938. Então, a cidade chamava-se "São José do Du•ro". "Duro" era uma simplificação de "D´ouro", uma vez que a região era rica em ouro em seu subsolo. Quando prefeito, Francisco Moura indicou que a cidade fizesse uma homenagem às senhoras do lugar que chamavam-se "Custodiana", conhecidas pela alcunha de "Diana". Daí a indicação da cidade passar a chamar-se "Dianópolis", quer dizer, "Terra das Dianas".
Gentílico: …

CATAGUASES / MINAS GERAIS - Venha ver e fazer filmes nesta cidade cinematográfica. Deixe saudades e leve lembranças

LINHA DO TEMPO DA CIDADE DE "CATAGUASES" / MINAS GERAIS / BRASIL “O nome Cataguases vem – pelo menos, até provas em contrário, pois muitas são as controvérsias nessa cidade em constante questionamento – , pois é, o nome Cataguases parece que vem de uma tribo de índios que habitava a região, os ‘Catu-auás’. Dizem que o nome catu-auá significa em tupi-guarani ‘terra de gente boa’. E Cataguases sabe receber muito bem. Quem bebe da água do Rio Pomba nunca deixa de voltar. Dizem. ” Confira alguns dos mais importantes pontos turísticos de Cataguases. Além de inúmeras obras artísticas e arquitetônicas modernas tombadas pelo IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional), Cataguases também oferece inúmeras construções marcantes do final do século XIX, belíssimas paisagens naturais, museus, centros culturais e muito mais! PONTE METÁLICA (DE 1.914) A construção da Ponte Metálica foi determinada em 1910, devido à solicitação do deputado federal Astolpho Dutra Nicácio. Ela…

BRAGANÇA / PARÁ - A cidade respira Fé, Tradição e Cultura, nas belezas de suas praias, manguezais, rios, igarapés e ilhas

LINHA DO TEMPO DA CIDADE DE "BRAGANÇA" / PARÁ / BRASIL  Bragança, localizada na região nordeste do Pará, a 210 quilômetros de Belém, capital do Estado, é um dos municípios mais procurados pelos turistas ao longo do ano, em especial durante as férias escolares.
Lar da Marujada, manifestação cultural que reúne milhares de pessoas no município para festejar São Benedito, Bragança tem praias oceânicas belíssimas, pra quem quiser aproveitar em qualquer época do ano.

A cidade, de origem portuguesa, guarda na sua cultura características religiosas marcantes e também festeja São Sebastião e Nossa Senhora de Nazaré.
Suas fronteiras são estratégicas. Assim, o município oferece o maior número de opções aos turistas: ao Norte está o oceano Atlântico, ao Sul, o município de Santa Luzia do Pará, a Leste os municípios de Augusto Corrêa e Vizeu e a Oeste, Tracuateua.

Na língua tupi, Caeté quer dizer 'mato grande' e, por estar localizada à margem esquerda do rio Caeté, Bragança é c…