segunda-feira, 15 de agosto de 2016

RIO BRANCO / ACRE - UM CENÁRIO ECLÉTICO DE RAÇAS, CRENÇAS E COSTUMES, CULTURA, ARTESANATO, FOLCLORE E CULINÁRIA




LINHA DO TEMPO DE "RIO BRANCO" / ACRE / BRASIL
Biblioteca Pública
A CIDADE
A capital do Acre fica na tríplice fronteira entre Brasil, Peru e Bolívia. Mais próxima do oceano Pacífico que do Atlântico. Isto faz da cidade um cenário eclético de raças, crenças e costumes, cultura, artesanato, do folclore e da culinária. Lembre-se que o Acre tem fuso horário de duas horas a menos em relação a Brasília. Uma das melhores opções é conhecer o Parque Ambiental Chico Mendes, com um memorial repleto de painéis sobre o seringueiro. Metade da reserva é coberta por uma rica floresta, repleta de espécies animais e vegetais, e o restante do parque tem campo de futebol, mirante, quadras de areia e ciclovia, além de trilhas. 
O Parque da Maternidade tem ciclovia, quadras, bares e pista de cooper
Dentro do Parque da Maternidade, a Casa dos Povos da Floresta representa uma maloca indígena por fora e uma casa de ribeirinho por dentro
O Museu da Borracha esta repleto de objetos indígenas, fósseis, réplica de casa dos seringueiros e painéis sobre cultura, religião e a revolução acreana. Na gastronomia os pratos típicos como Pirarucu à Casaca e quibes de arroz e de macaxeira, influência da comunidade árabe, e a Saltenha prato típico da Bolívia, uma espécie de pastel frito recheado com frango, batata, alho e cebola e costela de tambaqui. 
Estádio Arena da Floresta
Rio Acre divide a cidade
O Palácio Rio Branco, um dos mais famosos palácios, construído em 1930 para abrigar a sede do governo do estado. Gameleira, árvore histórica, fica na "curva" do rio Acre, onde a cidade nasceu. Catedral de Nossa Senhora de Nazaré é uma construção em estilo romano e basílica. Praça Plácida de Castro, conhecida também por Praça da Revolução, localiza-se no centro da cidade. Memorial dos Autonomistas possui um museu sobre a aquisição do Acre pelo Brasil, exposições de quadros de pintores regionais, um café e um teatro. 
Trecho da rodovia Transoceânica, que liga Rio Branco aos portos peruanos de Ilo, Matarani e San Juan de Marcona
Inaugurada em 2006, a Passarela Joaquim Macedo virou um cartão-postal da cidade
Passarela Joaquim Macedo, que liga os dois distritos da cidade. Mercado Velho, à margem esquerda do rio Acre, foi construído na década de 1920, sendo uma das principais construções em alvenaria da época. Parque da Maternidade é a obra de maior expressão na cidade de Rio Branco. Com uma extensão de 6.000m, corta grande parte da cidade, possuem quadras de esportes, quiosques, restaurantes, ciclovia e pistas de skate. Um lugar destinado à prática de esportes.
BEM VINDO A CIDADE NATUREZA. BEM VINDO A RIO BRANCO
AQUI O RIO ACRE CORTANDO A CIDADE
imagem - Wikipédia
RIO BRANCO TEM 336.038 HABITANTES - IBGE 2010 -
QUEM NASCE EM RIO BRANCO EH: RIO-BRANQUENSE
A CIDADE FAZ ANIVERSÁRIO EM 28 DE DEZEMBRO E FOI FUNDADA EM 1.882
ORIGEM DO NOME
EM 1909 PASSOU A SER DENOMINADA PENAPÓLIS (EM HOMENAGEM AO ENTÃO PRESIDENTE AFONSO PENA) E, EM 1912 , RIO BRANCO, EM HOMENAGEM AO BARÃO DE RIO BRANCO, CHANCELER BRASILEIRO CUJA AÇÃO DIPLOMÁTICA RESULTOU NO TRATADO DE PETRÓPOLIS.
HISTÓRIA
A REGIÃO, HOJE CONHECIDA COMO MUNICÍPIO DE RIO BRANCO, TEM ORIGEM QUANDO DA CHEGADA, NA REGIÃO DO ACRE, DO SERINGALISTA NEUTEL MAIA, EM FINS DE 1882. 
JUNTAMENTE COM SUA FAMÍLIA E TRABALHADORES, QUE TRAZIA PARA A PRODUÇÃO DE BORRACHA, E ONDE FUNDOU SEU PRIMEIRO SERINGAL À MARGEM DIREITA DO RIO ACRE (ONDE HOJE ESTÁ LOCALIZADA A ÁRVORE DA GAMELEIRA), INICIANDO ALI AS CONSTRUÇÕES DE BARRACÕES E BARRACAS; EM TERRAS ANTES OCUPADAS PELAS TRIBOS INDÍGENAS AQUIRIS, CANAMARIS E MANETERIS - DANDO O NOME DE SERINGAL VOLTA DA EMPRESA (ONDE HOJE ESTÁ LOCALIZADO O CHAMADO SEGUNDO DISTRITO), POR ESTAR ASSENTADO ONDE O RIO FAZ A CURVA. EM SEGUIDA, ABRIU OUTRO SERINGAL NA MARGEM ESQUERDA DO RIO ACRE, ONDE HOJE ESTÁ INSTALADO O PALÁCIO DO GOVERNO DO ACRE, COM O NOME DE SERINGAL EMPRESA.
EM 1904, APÓS ANEXAÇÃO DEFINITIVA DO ACRE AO BRASIL, FOI ELEVADA À CATEGORIA DE VILA, TORNANDO-SE SEDE DO DEPARTAMENTO DO ALTO ACRE. 
COM O TRATADO DE PETRÓPOLIS E A CRIAÇÃO DO TERRITÓRIO FEDERAL DO ACRE, A AGORA CHAMADA "VILLA RIO BRANCO", FIRMOU-SE COMO O PRINCIPAL CENTRO URBANO DE TODO O VALE DO ACRE, O MAIS RICO E PRODUTIVO DO TERRITÓRIO. TANTO ASSIM, QUE A PARTIR DE 1920, A CIDADE DE RIO BRANCO ASSUMIU A CONDIÇÃO DE CAPITAL DO TERRITÓRIO E DEPOIS DO ESTADO.
AQUI A ENTRADA DO AEROPORTO
imagem - Gabriel JMC
AQUI A ENTRADA PARA A UNIVERSIDADE FEDERAL
imagem - Wikipédia
VIA VERDE
imagem - Wikipédia
PARQUE DA MATERNIDADE
INAUGURADO EM 28 DE SETEMBRO DE 2002, É A OBRA DE MAIOR EXPRESSÃO NA CIDADE DE RIO BRANCO. COM UMA EXTENSÃO DE 6.000M, CORTA GRANDE PARTE DA CIDADE. POSSUI QUADRAS DE ESPORTES, QUIOSQUES, RESTAURANTES, CICLOVIA E PISTAS DE SKATE. UM LUGAR DESTINADO À PRÁTICA DE ESPORTES.
imagem - Wikipédia
imagem - Davizão
imagem - Jezaflu
imagem - Davizão
SEDE DO PODER EXECUTIVO - PREFEITURA -
imagem - Jezaflu
TERMINAL URBANO
imagem - Wikipédia
UNIDADE DE ARTE
imagem - Wikipédia
PRAÇA DOS POVOS DA FLORESTA
imagem - ?
imagem - ?
ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA
imagem - Davizão
PALÁCIO RIO BRANCO
É UM DOS MAIS FAMOSOS PALÁCIOS DE RIO BRANCO, CONSTRUÍDO EM 1930 PARA ABRIGAR A SEDE DO GOVERNO DO ESTADO. EM 1999, INICIOU-SE UM PROCESSO DE RESTAURAÇÃO DO IMÓVEL, RESPEITANDO SUAS CARACTERÍSTICAS HISTÓRICAS E SEU INEGÁVEL VALOR POLÍTICO, ARQUITETÔNICO E CULTURAL.
imagem - Davizão
Inaugurado em 1930, o Palácio Rio Branco foi inspirado na arquitetura grega
FUNDOS DO PALÁCIO RIO BRANCO
imagem - Davizão
VEJA ALGUMAS IMAGENS DA CIDADE
imagem - Jezaflu
imagem - Jezaflu
imagem - ?
imagem - Davizão
imagem - Davizão
PRAÇA PLÁCIDO DE CASTRO
CONHECIDA TAMBÉM POR PRAÇA DA REVOLUÇÃO, LOCALIZA-SE NO CENTRO DA CIDADE, EM FRENTE AO QUARTEL DA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DO ACRE. PASSOU POR UMA RECONSTRUÇÃO RECENTE, SENDO A MAIS ARBORIZADA DA CIDADE. ATUALMENTE A PRAÇA É FREQUENTADA POR ESTUDANTES E PELA JUVENTUDE DE RIO BRANCO.
imagem -  Wikipédia
imagem - ?
MUSEU DA BORRACHA 
O ACERVO DO MUSEU REÚNE PEÇAS DE ARQUEOLOGIA, PALEONTOLOGIA, HISTÓRIA, COLEÇÃO DE MANUSCRITOS E DOCUMENTOS REFERENTES À HISTÓRIA DO ACRE.
imagem - Davizão
AVENIDA ROCHA VIANA
imagem - Jezaflu
BIBLIOTECA PÚBLICA
imagem - Jezaflu
MERCADO VELHO / CENTRO HISTÓRICO 
Construído na Década de 20, do século passado, na gestão do governador do território, Hugo Carneiro. Foi uma das principais construções em alvenaria da época. Passou por uma obra de revitalização que resgatou a importância do espaço e levou a população a visitá-lo com mais freqüência.
No prédio do novo Mercado Velho, os antigos comerciantes, muitos com quarenta anos de atuação no local, foram mantidos em suas vendas, bazares, lojinhas de ervas e produtos religiosos. No local, também funcionam pensões, lanchonetes cafés e uma loja de artesanato. Localização: margem esquerda do Rio Acre, na Avenida Epaminondas Jácome – Centro.
Praça da Bandeira, onde está localizado o Novo Mercado Velho
CATEDRAL DE NOSSA SENHORA DE NAZARÉ
Foi inaugurada em 1959, em estilo romano-basilical, com três naves separadas com 36 vitrais coloridos na parte superior e 11 na parte inferior. Possui um mausoléu com os restos mortais de Dom Giocondo Maria Grotti e Dom Júlio Maria Mattioli. Aberta de 2ª a 6ª feira das 7h às 12h e das 14h30 às 20h; sábado das 6h às 12h e das 17h às 20h30 e domingo das 6h às 9h30 e das 16h às 20h30. Localização: Praça da Catedral, nº 8 – Centro. Tel. (68) 3224-1932.
IGREJINHA DE FERRO
Idealizada pelo proprietário do Seringal Bom Destino, Joaquim Victor, para cumprir promessa a Nossa Senhora, caso Plácido de Castro saísse vitorioso na Revolução Acreana juntamente com seus seringueiros. Foi construída com chapas galvanizadas pré-fabricadas na Alemanha e montada por dois engenheiros alemães. Único marco histórico-religioso da Revolução Acreana. Horário: de 2ª a 6ª feira das 07h30 às 17h. Localização: 4º Bis, Rua Colômbia, 708 – Bosque. Tel.: 3216-2964.
CENTRO HISTÓRICO 
Centro histórico da cidade de Rio Branco capital do Acre - GAMELEIRA - Data de 1882, quando acampou o desbravador Neutel Maia, fundador do Seringal Empreza, origem de Rio Branco. A gameleira é uma frondosa árvore com mais de 2,5m de diâmetro no tronco, com mais de 20 metros de altura e, com o sol a pique, sua sombra tem por volta de 30m de diâmetro. Foi testemunha de duas batalhas da revolução acreana. Tombado monumento histórico pelo Dec. Municipal nº 752, de 28 de dezembro de 1981. 
A Gameleira, árvore de 20m de altura por 2,5m de diâmetro, foi considerada monumento histórico em 1981.Os antigos casarões do calçadão da Gameleira viraram bares, restaurantes e centros culturais
Com a construção do novo calçadão e a reurbanização do sítio histórico do 2º Distrito a gameleira transformou-se em ponto de encontro, de entretenimento e de um bom papo. Localização: Rua Cunha Matos – 2º distrito.
imagem - Davizão
imagem - Jezaflu
imagem - Jezaflu
imagem - Jezaflu
imagem - Jezaflu
imagem - Jezaflu
PARQUE CAPITÃO CIRIACO
imagem - Jezaflu
PASSEIO ACOMPANHANDO O RIO ACRE
imagem - Davizão
PRAÇA CENTRAL
imagem - ?
PRAÇA DOS SERINGUEIROS
imagem - Jezaflu
MAIS UMA PRAÇA
imagem - Davizão
PONTO DE ÔNIBUS
imagem - Davizão
ESTA EH A BANDEIRA DA CIDADE
ESTE EH O BRASÃO DO MUNICÍPIO

fonte / fotos = IBGE / Wikipédia / Thymonthy Becker / Internet / Divulgação / mochileiro.tur.br / 




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Minas são muitas, Todas são gerais