Pular para o conteúdo principal

OS 10 CARROS PEQUENOS MAIS BARATOS DO BRASIL - Para quem eh solteiro e não gosta de fazer baliza




LINHA DO TEMPO DOS "10 CARROS PEQUENOS MAIS BARATOS DO BRASIL" EM 2016 / WORLD
Para quem é solteiro e não gosta de fazer baliza, um carro pequeno é mais do que ideal. Conheça os mais em conta para o seu bolso 
Falar em carros pequenos há alguns anos, significava falar dos modelos entre R$ 25 mil e R$ 35 mil. Eram os veículos mais baratos de cada marca e também os mais pelados, com o mínimo possível de equipamentos. Isso em outros tempos. Hoje em dia, apenas um carro novo é vendido por menos de R$ 30 mil e muitas marcas, como Ford e Chevrolet, se afastaram do chamado segmento de entrada – embora a GM vá oferecer um Onix mais barato em breve.
Mesmo com o mercado em crise, com uma queda de 25% na vendas de carros novos no primeiro semestre de 2016, as marcas continuam a aumentar os preços de seus veículos. Apesar disso, se pesquisar bem, é possível encontrar uma concessionária com estoque maior e disposta a oferecer bons descontos. Estes são os 10 carros pequenos mais baratos do Brasil, conforme o preço de tabela:
1º - Fiat Palio Fire – R$ 29.540 
O rei dos carros pequenos no quesito preço, o Fiat Palio Fire é o Palio da geração anterior, usando o veterano motor 1.0 Fire de 75 cv e 9,9 kgfm de torque, com etanol. Sua versão mais barata, por R$ 29.540, é o carro mais barato do país. Mas, para isso, vem com o mínimo: só duas portas, sem rádio, sem ar-condicionado, vidros e travas manuais e sem direção hidráulica. Até a preparação para rádio é opcional, por R$ 411.
2º - Chery New QQ – R$ 31.290 
Um dos símbolos da suposta “invasão chinesa” que nunca se concretizou, o Chery QQ ganhou uma nova geração em abril de 2015 e brigou por muito tempo pelo título de carro mais barato do país. Embora não seja, ainda está na faixa dos R$ 30 mil e tenta roubar os clientes da Fiat oferecendo um pacote mais completo, com ar-condicionado, direção hidráulica, rádio com USB e vidros dianteiros elétricos, por R$ 31.290.
3º - Fiat Mobi – R$ 31.900 
Lançado há poucos meses, o Fiat Mobi vem para substituir o Palio Fire como carro pequeno de entrada da Fiat. É bem menor, medindo 3,56 metros de comprimento, contra os 3,82 metros do Palio Fire e usa o mesmo motor 1.0 Fire de 75 cv e 9,9 kgfm de torque, com biocombustível. A versão mais básica, chamada Mobi Easy, vem tão crua quanto seu antepassado, com a diferença de ser oferecido apenas com quatro portas.
4º - Volkswagen Up - R$ 33.990 
A Volkswagen tem bons argumentos para te convencer a escolher o Up! no lugar dos outros carros pequenos. É um dos automóveis mais econômicos do país, usando o motor 1.0 de 82 cv e 10,4 kgfm de torque (com etanol), e cinco estrelas no teste de colisão do Latin NCAP. Só que também vem bem pelado na configuração mais básica, por R$ 33.990: duas portas, só com preparação para rádio e sem alto-falantes, nada de direção elétrica e nem ar-condicionado.
5º - Volkswagen Gol – R$ 34.250 
Por R$ 34.250, o Volkswagen Gol pode roubar algumas vendas do Up de entrada por ser um pouco maior, principalmente para quem viaja nos bancos traseiros. O motor é o mesmo, o 1.0 três cilindros de 82 cv e 10,4 kgfm de torque com etanol. Apesar de ter direção hidráulica, não conta com ancoragem ISOFIX para cadeirinhas infantis, como o Up!. Assim , sua escolha fica entre ter um carro mais espaçoso ou mais seguro.
6º - Renault Clio – R$ 34.300 
O decano da lista, o Renault Clio é um dos carros à venda há mais tempo no Brasil, com o velho 1.0 de 80 cv e 10,5 kgfm, com etanol. Sua idade e o fato que está prestes a sair de linha (para dar espaço ao Kwid) são seus piores inimigos, pois ele vem mais completo do que os demais. Por R$ 34.300, já vem com ar-condicionado, vidros dianteiros elétricos, direção hidráulica e travas elétricas. Nada de rádio, só a fiação pronta para o equipamento.
7º - Chery Celer - R$ 34.990 
Outro chinês na lista. O Chery Celer é um carro pequeno, mas não tão compacto quanto o New QQ, por R$ 34.990. Tentando rivalizar com Volkswagen Gol e Fiat Palio, o Celer usa o velho argumento dos chineses: vem completo, com ar-condicionado, direção hidráulica, rádio com entrada USB, vidros e espelhos elétricos. Também é mais potente, com motor 1.5 de 113 cv e 15,5 kgfm, com etanol.
8º - Nissan March – R$ 38.790 
Entre os carros pequenos, o Nissan March é o primeiro da lista a oferecer direção elétrica de série, por R$ 38.790. Apesar disso, não foge muito dos anteriores, trazendo apenas ar-condicionado e computador de bordo com consumo instantâneo. Seu motor é o 1.0 de 77 cv e 15,1 kgfm de torque, outro que aparece entre os mais econômicos do país – embora não seja tão econômico quanto no sedã Versa.
9º - Chevrolet Onix – R$ 39.190 
Prestes a mudar e atual detentor do título de carro mais vendido do Brasil, o Chevrolet Onix atual é oferecido por R$ 39.190 em sua versão mais básica. A configuração LS vem com ar-condicionado, quatro portas e direção hidráulica, mas fica devendo na falta de rádio, travas e vidros elétricos. Usa o motor 1.0 de 80 cv e 9,8 kgfm com etanol, uma versão atualizada do antigo 1.0 Econo.Flex do Corsa e Celta.
10º - Fiat Uno – R$ 39.570 
Para se afastar do Fiat Mobi, o Uno teve que ficar mais completo, mesmo que isso o deixe com preço de R$ 39.750 – a versão mais pelada Uno Vivace saiu de linha. Mais completo, mas não tanto, já que continua no segmento dos carros pequenos. O Uno vem de série com ar-condicionado, direção hidráulica, computador de bordo e follow me home (que deixa o farol aceso por alguns segundos depois que o carro é desligado). Apesar de usar o motor 1.0 Evo de 75 cv e 9,9 kgfm, ele vai mudar ainda este ano por um mais moderno, de três cilindros.


Fonte / fotos - Carros - ig.com.br / Thymonthy Becker / Internet / Divulgação / 


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

DIANÓPOLIS / TOCANTINS - Berço cultural do estado, tem mais à oferecer, cascatas, cachoeiras, museu e "garganta"; platô da serra geral com cânions e mirantes

LINHA DO TEMPO DA CIDADE DE "DIANÓPOLIS" / TOCANTINS / BRASIL DIANÓPOLIS
BEM VINDO A CIDADE DE DIANÓPOLIS. CIDADE DO DIANOFOLIA
imagem - ? População estimada 2016 (1) - 21.457
Área da unidade territorial 2015 (km²) - 3.217,313
Densidade demográfica 2010 (hab/km²) - 5,94
Código do Município 1707009
Gentílico - dianopolino
ORIGEM DO NOME DE DIANÓPOLIS, TO
A origem do nome "Dianópolis" está relacionada a Francisco das Chagas Moura, que foi prefeito do município entre os anos de 1934 a 1938. Então, a cidade chamava-se "São José do Du•ro". "Duro" era uma simplificação de "D´ouro", uma vez que a região era rica em ouro em seu subsolo. Quando prefeito, Francisco Moura indicou que a cidade fizesse uma homenagem às senhoras do lugar que chamavam-se "Custodiana", conhecidas pela alcunha de "Diana". Daí a indicação da cidade passar a chamar-se "Dianópolis", quer dizer, "Terra das Dianas".
Gentílico: …

CATAGUASES / MINAS GERAIS - Venha ver e fazer filmes nesta cidade cinematográfica. Deixe saudades e leve lembranças

LINHA DO TEMPO DA CIDADE DE "CATAGUASES" / MINAS GERAIS / BRASIL “O nome Cataguases vem – pelo menos, até provas em contrário, pois muitas são as controvérsias nessa cidade em constante questionamento – , pois é, o nome Cataguases parece que vem de uma tribo de índios que habitava a região, os ‘Catu-auás’. Dizem que o nome catu-auá significa em tupi-guarani ‘terra de gente boa’. E Cataguases sabe receber muito bem. Quem bebe da água do Rio Pomba nunca deixa de voltar. Dizem. ” Confira alguns dos mais importantes pontos turísticos de Cataguases. Além de inúmeras obras artísticas e arquitetônicas modernas tombadas pelo IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional), Cataguases também oferece inúmeras construções marcantes do final do século XIX, belíssimas paisagens naturais, museus, centros culturais e muito mais! PONTE METÁLICA (DE 1.914) A construção da Ponte Metálica foi determinada em 1910, devido à solicitação do deputado federal Astolpho Dutra Nicácio. Ela…

BRAGANÇA / PARÁ - A cidade respira Fé, Tradição e Cultura, nas belezas de suas praias, manguezais, rios, igarapés e ilhas

LINHA DO TEMPO DA CIDADE DE "BRAGANÇA" / PARÁ / BRASIL  Bragança, localizada na região nordeste do Pará, a 210 quilômetros de Belém, capital do Estado, é um dos municípios mais procurados pelos turistas ao longo do ano, em especial durante as férias escolares.
Lar da Marujada, manifestação cultural que reúne milhares de pessoas no município para festejar São Benedito, Bragança tem praias oceânicas belíssimas, pra quem quiser aproveitar em qualquer época do ano.

A cidade, de origem portuguesa, guarda na sua cultura características religiosas marcantes e também festeja São Sebastião e Nossa Senhora de Nazaré.
Suas fronteiras são estratégicas. Assim, o município oferece o maior número de opções aos turistas: ao Norte está o oceano Atlântico, ao Sul, o município de Santa Luzia do Pará, a Leste os municípios de Augusto Corrêa e Vizeu e a Oeste, Tracuateua.

Na língua tupi, Caeté quer dizer 'mato grande' e, por estar localizada à margem esquerda do rio Caeté, Bragança é c…